Humberto Gessinger: ele arregou para o Régis Tadeu? Paulo Baron comenta

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar Correções  

O empresário Paulo Baron, que está lançando a masterclass "Rocking Your Life - Passo a passo para ter sucesso no seu projeto musical", falou sobre os tópicos de seu curso em entrevista à revista online Guitarload. Um dos temas abordados entre as várias horas de aulas é o marketing - e ele utilizou seu parceiro de YouTube, Régis Tadeu, e o músico Humberto Gessinger (ex-Engenheiros do Hawaii) para dar um exemplo curioso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Divulgação - Daryan Dornelles
Divulgação - Daryan Dornelles

O marketing é o tópico mais interdisciplinar da masterclass e da carreira de todos que buscam viver de música. Trata-se de saber onde e quanto investir. E, talvez, o mais importante: quando investir em determinadas etapas.

Para ilustrar, Paulo Baron citou o exemplo das entrevistas, que nem sempre são um investimento de dinheiro, mas, sim, de tempo. Ele destacou que os artistas precisam saber onde e como aparecer - mesmo que seja em veículos considerados polêmicos, como o canal do jornalista Régis Tadeu no YouTube, onde Baron participa de um quadro.

"Há artistas grandes que não sabem de marketing. Muitos não percebem que uma entrevista, por exemplo, com o Régis Tadeu, que é polêmico e fala na lata... tem toda a brincadeira envolvendo ele e o Manowar, ele sempre critica, mas sabe o que eu falaria se eu fosse o empresário do Joey DeMaio (baixista do Manowar)? Eu diria para dar uma entrevista ao Régis Tadeu. Ele explica o que ele acha e você rebate, sem brigar, mostrando por que sua banda é boa", exemplificou Baron.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O empresário citou que Humberto Gessinger, por exemplo, "teve medo" de ser entrevistado por Régis Tadeu. "Achei ridículo, porque o Humberto Gessinger é consagrado, inteligente, então seria a hora de mostrar para o Régis. E ele teria os 300 mil inscritos no canal do Régis para ouvir o contraponto. Se ele conseguisse, dentro do programa do cara que está falando mal, 'retornar' uns 50 mil, já seria uma vitória", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Régis Tadeu, inclusive, já fez críticas ao Angra, que foi gerenciado por Paulo Baron, mas isso não estremeceu a relação entre os dois. Pelo contrário: isso fez com que a banda aparecesse mais no canal do jornalista.

"Eu consegui fazer um cara que sempre falava mal do Angra fazer um tributo ao Andre Matos em três episódios. Já fizemos um programa inteiro de um show do Angra, do backstage. Fizemos duas entrevistas com o Kiko Loureiro (guitarrista). Fizemos uma matéria de bandas autorais com o Felipe Andreoli (baixista)... ele não gosta de Angra, mas foi uma das bandas que mais apareceu no canal dele", comentou o empresário.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A entrevista de Paulo Baron pode ser lida, na íntegra, na edição 108 da Guitarload. A revista online está disponível para leitura gratuita, mas por tempo limitado, até o fim de outubro de 2020.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rodolfo: 100% arrependido das letras dos RaimundosRodolfo
100% arrependido das letras dos Raimundos

Presença de Palco: dicas para iniciantesPresença de Palco
Dicas para iniciantes


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336 GooInArt Cli336 Goo336 Goo336 Cli336