Matérias Mais Lidas

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemPrika diz que fez "tudo errado" na primeira turnê da Nervosa, mas aprendeu lição

imagemRegis Tadeu expõe como Spotify e YouTube fazem falcatrua para fraudar views

imagemNergal diz que vocalista do Arch Enemy é mais corajosa do que muito metaleiro homem

imagemMegadeth divulga "Soldier On!", mais uma faixa do próximo disco; ouça aqui

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemGeddy Lee e Alex Lifeson tocam clássica do Rush em evento nos EUA

imagemJoão Gordo compara anarcocapitalistas com quem acredita em terraplanismo

imagemTommy Lee posta nude novamente, porém, em versão meio "Romero Britto"


Stamp

Burzum: "Belus" será lançado em março de 2010

Por César Enéas Guerreiro
Fonte: Burzum - Official Website
Em 16/12/09

O seguinte press-release foi publicado no site oficial do Burzum.

Burzum: "Belus", 2010

LANÇAMENTO EM MARÇO DE 2010

Tracklist:
Lukans Renkespill
Belus' Død
Glemselens Elv
Kaimadalthas' Nedstigning
Besøk Til Kelio
Alvenes Dans
Alvegavene
Sverddans
Keliohesten
Morgenrøde
Belus' Tilbakekomst

O Retorno do Burzum

11 longos anos se passaram e agora o mundo verá o retorno do Burzum. O tão esperado álbum novo é intitulado "Belus", o nome de uma antiga deidade solar européia da luz e da inocência. "Belus" não é um álbum religioso ou anti-religioso, tampouco é político, mas sim uma tentativa de explorar os mitos sobre Belus e revelar as raízes mais antigas de nossa herança cultural. O álbum fala sobre a morte de Belus, sua sombria jornada pelo reino da morte e seu magnífico retorno. Em essência, o álbum, com a história de Belus, foi escrito para ser uma história interessante sobre algo que já teve um papel fundamental na formação e evolução da Europa.

"O álbum foi criado para refletir o que senti em meu coração e espírito e não para se encaixar em algum gênero ou categoria em particular, ou para satisfazer as expectativas óbvias de alguém". A música pode ser comparada à de alguns dos antigos álbuns do Burzum, em particular o "Hvis Lyset Tar Oss" e o esplendor atmosférico de "Filosofem"; somente as partes de música ambiente desses álbuns foram deixadas completamente de fora em "Belus". "Não há uma razão especial para isso; trata-se apenas de uma coincidência e do fato que eu tenho, já faz algum tempo, composto música melhor na guitarra do que no teclado".

"A inspiração para o álbum veio de várias fontes, principalmente de contos de fada e mitos, de música clássica, de memórias do que já passou, de música tradicional, de fantasia, do vento e do clima, das densas florestas e da água corrente, do céu e do pôr do sol, de montanhas enevoadas e das folhas amareladas que caem de velhas árvores".

"Minha ambição em relação a ‘Belus’ foi criar algo que eu – e espero que outros também pensem assim – pudesse ouvir por muitos anos sem cansar e, ao mesmo tempo, compartilhar com minha audiência a experiência de conhecer Belus, como ele teria sido interpretado pelos antigos europeus". A combinação das letras e da música faz deste um conto de fadas diferente dos outros e deve agradar todos aqueles que gostam de música transcendental e adoram ver coisas diferentes de uma perspectiva diferente. "Se eu conseguir fazer você sonhar quando ouvir este álbum, acredito que terei feito um bom trabalho".

"Tenho consciência da associação do Black Metal com o nome Burzum e não vejo nenhum problema de verdade nisso mas, pessoalmente, penso que não há razão alguma para colocar ‘Belus’ em alguma categoria. Acho que ‘Belus' transcende musicalmente todas as categorias existentes mas, se eu tivesse que escolher uma – apenas por uma questão de simplicidade – eu simplesmente o colocaria na categoria Metal".

"Belus" será lançado mundialmente pela Byelobog Productions em 8 de março de 2010.

Dezembro de 2009

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Pseudônimos no Black Metal: De entidades pagãs a O Senhor dos Anéis

Burzum: Varg explica o mapa de "The Burzum RPG"

Black Metal: em vídeo, uma turnê pela loja do Euronymous na Noruega

Van Halen: o constrangedor encontro de Eddie com o Nirvana

A importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre

Mais matérias de César Enéas Guerreiro.