Matérias Mais Lidas

imagemCinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

imagemO único megahit do RPM que Paulo Ricardo não toca mais no show por justo motivo

imagemMetallica anuncia novo álbum, "72 Seasons", nova turnê e libera uma música nova

imagemLed Zeppelin e a fala que Robert Plant tem vergonha mas não tem como apagar da história

imagemO motivo pelo qual Steven Tyler disse que "daria na cara" de Elvis Presley

imagemMetallica anuncia turnê mundial com Pantera, Architects, Five Finger Death Punch e outros

imagemBilly Sheehan diz que Mr. Big encontrou um novo baterista

imagemOzzy Osbourne: a chocante e nojenta cena mostrada no filme do Motley Crue

imagemA importância de James Hetfield ter desabafado sobre saúde mental em show no Brasil

imagemDeep Purple: Ian Gillan lamenta morte de esposa, com quem estava casado há 38 anos

imagemJoe Bonamassa: "Jimmy Page tem a sonoridade mais difícil de copiar"

imagemO motivo pelo qual Erasmo Carlos recusou gravar música de Serguei nos anos 60

imagemDavid Gilmour pilota o próprio avião para ir tocar em disco de Donovan

imagemA lenda de que Blackmore contratou seguranças para impedir Graham Bonnet de cortar o cabelo

imagemMetallica: camiseta exclusiva estará disponível por apenas 72 horas


Samael Hypocrisy
Stamp

Varg Virkernes: se pronunciando sobre atentados na Noruega

Por Herberth Ayres e Carlos Henrique Schmidt
Fonte: burzum.org
Postado em 27 de julho de 2011

NOTA IMPORTANTE: Esta é uma tradução de texto publicado no site oficial do Burzum, redigido pelo próprio Varg Vikernes. Varg é um assassino confesso, defensor da supremacia branca e possivelmente um incendiador de igrejas. O texto foi traduzido em sua totalidade, e não expressa a opinião do tradutor, nem do site Whiplash!, nem de nenhum outro senão a do próprio autor, Varg Vikernes.

Guerra na Europa: Parte I - Cui bono?*

Muitos argumentam que o Sr. Breivik estivesse, na verdade, executando ordens do Mossad, a fim de retaliar o governo marxista pró-palestina da Noruega; no entanto, acima de tudo, criou-se uma causa dissimulada para os desinformados de "extrema-direita" aderirem, ou seja: ele estava fazendo aquilo que se conhece como operação de falsa-bandeira*.

Seu manifesto é extenso, cerca de 1.500 páginas, e muito meticuloso tanto nos escritos quanto nas ações. Há alguns fatos que não fazem sentido para mim. Como ele pode listar todos os problemas causados por diferentes judeus na nossa história sem ao menos citar o nome de um deles com uma singela palavra no seu manifesto? Ele ataca os sintomas da doença sob a qual a Europa está sofrendo, mas não as causas dessa doença.

Além disso, ele é um maçom, o que certamente não faz qualquer sentido. A maçonaria é o judaísmo internacional em sua pior manifestação; eles igualmente trabalham pela desconstrução da unidade de todas as nações da Terra, e assim construir um templo hebreu global, escravizando-nos todos pelos desígnios dos judeus e seus servos, os maçons. Bem, isso explica o porquê dele não dizer uma palavra sequer sobre os criadores de todas as religiões e ideologias que agora brigam entre si.

Ele também é um cristão. Bem, ainda que isso tenha um sentido aparente, por que será agora faria sentido de fato? Os judeus criaram o cristianismo como uma religião para os gentios seguirem, assim eles também se tornariam adoradores de seu falso "Deus" dos hebreus, de tal forma que os pagãos europeus que haviam resistido se tornassem seus servos e um poderoso instrumento para a judiaria. Sabe-se que os judeus também criaram o Islã - ou ao menos se aproveitaram do momento de seu surgimento, não se sabe ao certo - mas sabemos que eles sempre encorajaram o conflito entre essas duas religiões (e ainda o fazem). Quando os cristão se tornam fortes os judeus apóiam os muçulmanos para enfraquecê-los. Por sua vez, quando são os islamitas demasiado fortes, os judeus apóiam os cristãos para enfraquecê-los. Eles também dão suporte a ambos os lados, quando estes estão pujantes, e assim o fazem muitas vezes em segredo. Então os cristãos matam os muçulmanos, e vice-versa, enquanto os judeus riem disso tudo nos bastidores, beneficiando-se de todo o cenário.

Ou o Sr. Breivik caiu diretamente em uma armadilha deles, como já aconteceu com tantos outros cristãos no passado e ainda acontece, ou ele conscientemente trabalhou para eles, também como muitos cristãos já fizeram e ainda o fazem. Os cristãos e muçulmanos - meus caros - são apenas soldados "buchas-de-canhão" para os judeus em sua missão de nos subjugar sob o seu domínio.

O que o Sr. Breivik disse tem muito de verdade, com uma "pequena" exceção que não fora dita: ele não nos disse que os judeus estão na origem de todos os problemas apontados, os quais foram criados por eles mesmos para nos lesar. Tudo que temos de fazer para transformar esse ato de violência a nosso favor é deixar isso claro para todos: os judeus criaram o marxismo, o feminismo, a cristandade (preciso lhes dizer que Jesus e no mínimo Paulo/Sauro eram ambos judeus?), a dita "psicanálise", o banqueirismo ("empréstimo de dinheiro"), o movimento hippie e todas as outras ideologias e movimentos direcionados a destruir ou desmantelar a unidade das nações européias. Por detrás de cada um desses vetores é possível identificar um judeu (ou às vezes um maçom)!

Como pôde esquecer desses "meros detalhes", Sr. Breivik?

Trabalhando para os judeus - não é, Sr. Breivik - a fim de unir todos os europeus de extrema-direita sob a sua falsa-bandeira? Para se certificar de que o foco no inimigo judaico da Europa seja deslocado para outra coisa? Ou talvez você sequer soubesse que fosse utilizado por ardilosos judeus?

Agora não apenas cristãos matam muçulmanos, e vice-versa. Posso supor então que tanto os extremistas de direita como os de esquerda devem se matar reciprocamente? É este o plano? Você fez isso mesmo para recrutar extremistas de direita para lutar em favor dos judeus?

Quem lucra com isso? Israel, sem dúvidas! Os judeu certamente! Nenhum de nossos ataques será dirigido a eles, para quem de direito deveriam. Ao invés disso estaremos lutando uns contra os outros, enquanto eles atuam nos bastidores, longe dos holofotes e lucrando com o nosso sofrimento; desapercebidamente reforçando as correntes de nossa escravidão.

A propósito: verdadeiros nacionalistas não matam seus compatriotas, mesmo que alguém tente lhes fazer lavagem cerebral, como o fez a AUF (Nota: movimento direcionado para a juventude marxista da Noruega). Esses jovens não eram (ainda) radicais marxistas; eles eram apenas crianças.

Escrito em Bergen, 24 de julho de 2011.

* Cui bono? = Para benefício de quem?

* Bandeira Falsa:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Opera%C3%A7%C3%A3o_de_bandeira_falsa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Varg Vikernes: reclamando de "Lords Of Chaos" e seu ator "judeu e gordo"

Venom: "Matar pessoas não é entretenimento"

Regis Tadeu: "Lords of Chaos" é o "Bohemian Rhapsody" do Black Metal

A História Impopular dos Rolling Stones - Parte 01 - A História do Trem

Slipknot: causando medo no cantor Latino durante o Rock In Rio