Lords Of Chaos: Varg critica filme e fala de homossexualidade de Euronymous

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: YouTube / Ultimate Guitar
Enviar Correções  

O músico Varg Vikernes, do Burzum, voltou a fazer críticas ao filme "Lords Of Chaos", que retrata os primórdios da cena black metal da Noruega. A produção, baseada no livro de não-ficção de mesmo nome lançado em 1998, já estreou em cinemas selecionados e plataformas de streaming on-demand.

publicidade

Por meio de seu canal de YouTube, com falas transcritas pelo Ultimate Guitar, Varg Vikernes chamou o diretor Jonas Åkerlund de "grande absoluto". Ele também destacou dois pontos centrais de "Lords Of Chaos" que seriam "absolutamente irreais" - ambos relacionados a Euronymous, assassinado por Vikernes em 1993.

"É um filme sobre idiotas, segundo o diretor. Acho que ele usou a preposição errada. É um filme de idiotas, não é? Vi a BBC falar sobre o filme, descrevendo como 'história real'. Eu sorri ao ver isso, porque se a BBC diz que é real, você já sabe que não é. Segundo os produtores, o filme é baseado em 'histórias e mentiras'. Eles não falam a porcentagem de verdades e de mentiras, mas eles mesmos dizem isso. Mas, ainda segundo a BBC, é real", afirmou, inicialmente.

publicidade

Em seguida, Varg Vikernes falou sobre como Euronymous foi retratado no filme. "Euronymous realmente teve uma namorada? E Euronymous realmente cortou o próprio cabelo? Euronymous era um homossexual não-assumido. Ele não havia saído do armário ainda, mas todos sabíamos. Isso deixou ridícula a personagem inventada Ann-Marit (da atriz Sky Ferreira). Ele não tinha namorada, ninguém da cena lembrava desse nome ou do personagem mesmo que remotamente. Provavelmente, ele era gay", disse Varg, mostrando, em seguida, uma foto do músico do Mayhem com uma camiseta curta e a expressão "manly" ("másculo").

publicidade

Vikernes, então, completou: "Euronymous não cortou o próprio cabelo antes de ser assassinado. E acho que o cineasta chegou a essa bizarra conclusão - e inventou a história - porque viu um laudo de autópsia. Lá, dizia que Euronymous estava sem cabelo porque quando a autópsia foi feita, tiveram de cortar o cabelo devido a um grande ferimento na cabeça, por eu tê-lo matado com uma facada na testa. Minha faca ficou presa, eu tive que tirá-la porque ficou através de seu crânio. O buraco era tão grande que dava para ver as partes amarelas do cérebro, mas, ainda assim, alegam que ele 'sangrou até a morte' após 'múltiplas facadas'".

publicidade

Segundo o músico do Burzum, os legistas pensaram em checar por mais ferimentos na cabeça de Euronymous. "Rasparam tudo para investigar. Por favor, avisem ao cineasta que ele é um grande idiota. Ele não parece entender que se faz dessa forma. São dois pontos centrais que são completamente irreais, inventados por um diretor imbecil. E, segundo a BBC, é a história verdadeira. Bom trabalho", afirmou.

publicidade

Assista ao vídeo de Varg Vikernes a seguir:

publicidade

"Lords Of Chaos" conta a história do Mayhem, mas a trajetória da banda se mistura diretamente com a cena black metal da Noruega. Em sinopse, é dito que o longa narra o desejo de Euronymous em "em criar o verdadeiro black metal norueguês": "Ele passa a montar estratégias publicitárias chocantes para trazer fama à banda. Porém, os limites entre show e realidade começam a se misturar e o excesso de violência choca a nação".

publicidade

O longa-metragem tem produção de Jonas Åkerlund, que foi baterista do Bathory. Entre outros atores, fazem parte do elenco: Rory Culkin como Euronymous, Anthony De La Torre como Hellhammer, Emory Cohen como Varg Vikernes, Jack Kilmer (filho de Val Kilmer) como Yngve "Dead" Ohlin, Jonathan Barnwell como Necrobutcher, Wilson Gonzalez Ochsenknecht como Blackthorn, Andrew Lavelle como Fenriz e James Edwin como Manheim.

Assista ao trailer:

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Megadeth: as 10 maiores tretas de Dave MustaineMegadeth
As 10 maiores tretas de Dave Mustaine

Cinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcouCinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin