Matérias Mais Lidas

Paul Di'Anno: vocalista fará cirurgia nesta semana com médico fã de Iron MaidenPaul Di'Anno: vocalista fará cirurgia nesta semana com médico fã de Iron Maiden

Ozzy Osbourne: a piada que virou música e fez a banda do Madman ganhar um GrammyOzzy Osbourne: a piada que virou música e fez a banda do Madman ganhar um Grammy

Gloria: quanto a banda ganhou para tocar no Rock in Rio 2011 - e quanto sobrouGloria: quanto a banda ganhou para tocar no Rock in Rio 2011 - e quanto sobrou

Clássicos: hits que foram lançados há mais de 30 anos e fazem sucesso até hoje - Parte 1Clássicos: hits que foram lançados há mais de 30 anos e fazem sucesso até hoje - Parte 1

Korn: Eu vi alguém que eu gosto morrer e não vou fazer isso de novo, afirma vocalistaKorn: "Eu vi alguém que eu gosto morrer e não vou fazer isso de novo", afirma vocalista

Metallica: o dia que Cronos, do Venom, teve que acalmar chilique no backstageMetallica: o dia que Cronos, do Venom, teve que acalmar chilique no backstage

Rock Progressivo: 4 bandas atuais que provam ainda haver espaço para expansão criativaRock Progressivo: 4 bandas atuais que provam ainda haver espaço para expansão criativa

Mais ou menos: 10 discos de estreia que não são tão bons, em lista da Classic RockMais ou menos: 10 discos de estreia que não são tão bons, em lista da Classic Rock

Rock e metal: 10 álbuns de destaque lançados nesta sexta-feira (26/11) para você ouvirRock e metal: 10 álbuns de destaque lançados nesta sexta-feira (26/11) para você ouvir

Mamonas Assassinas: a história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloideMamonas Assassinas: a história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloide

Hypocrisy: cético, eremita e preocupado com crianças, Peter só tomará vacina pra turnêHypocrisy: cético, eremita e preocupado com crianças, Peter só tomará vacina pra turnê

Megadeth: canhoto Kiko Loureiro explica por que toca guitarra com a mão direitaMegadeth: canhoto Kiko Loureiro explica por que toca guitarra com a mão direita

Metallica: por que James Hetfield não gosta do Guns N' Roses, com quem tocou em 1992Metallica: por que James Hetfield não gosta do Guns N' Roses, com quem tocou em 1992

Iron Maiden: gravação impressiona ao mostrar o quanto Adrian Smith é preciso ao vivoIron Maiden: gravação impressiona ao mostrar o quanto Adrian Smith é preciso ao vivo

Deep Purple: ouça Turning to Crime, álbum de covers lançado nesta sexta-feiraDeep Purple: ouça "Turning to Crime", álbum de covers lançado nesta sexta-feira


Garimpeiro
Stamp

Mayhem: A verdadeira face de Euronymous

Por Davi Martins
Fonte: Lords of Chaos (livro e filme)
Em 13/08/19

Black Friday: CDs, LPs e livros de rock e metal com até 75% de desconto na Amazon

Øystein Aarseth, mais conhecido como o Euronymous, não era tão bonzinho e recatado quanto se pensa e dizem ao seu respeito. Euronymous não era socialista ou comunista como dizem, ele se afiliou a um partido vermelho na Noruega mas ao perceber as intenções humanitárias dos seus integrantes resolveu partir a mula antes de qualquer coisa. Acontece que, como dizem pelas bandas de cá de nossas terras, "quer ser bom? Morra ou saia de perto". Acontece que Euronymous morreu. Uma morte brutal. Isso foi lamentável, acaso não tivesse morrido, provavelmente estaria o Black Metal em um patamar mais elevado? Eu penso que sim, haja visto, Euronymous nasceu para o Black Metal tal como o Black Metal nasceu para Euronymous em um contexto de musicalidade. Um músico excelente, captou como ninguém a essência do Black Metal, o som, a cultura, o sentimento, a atitude. Euronymous encarnou o Black Metal em plenitude no que diz respeito a espiritualidade e arte. Em sua intimidade, ao lado de amigos era uma pessoa mais espirituosa, apesar do semblante duro era um sujeito descontraído, conversador e carismático, mas, apenas entre amigos.

Tudo bem que o Venom e Bathory e em certos pontos o Mercyfull Fate tenha sua colaboração na montagem da cultura do Black Metal, Euronymous levou a cena a sério demais. Colocou a vida nessa causa e por essa causa perdeu a sua vida. Mas Euronymous não era um rapazinho franzino e hostilizado como tratam ele algumas vezes. No suicídio de Per Yngve Ohlin, ou Dead, então vocalista do Mayhem, foi Euronymous que o viu caído sem vida com a cabeça espatifada pelo chão da casa e antes de qualquer coisa, registrou aquele momento e guardou partes dos crânio de Dead (lenda?). O que culminou nesse episódio foram as divergências entre Euronymous e Varg Vikernes. Varg era um rapaz idealista radical, multinstrumentista e muito inteligente. Tinham ideais divergentes embora concordassem na maneira de fazer música. Se acaso eles tivessem priorizado a cena musical do Black Metal teríamos ao menos dois gigantes eternos da cena do metal mais brutal, a saber, Burzum de Varg Vikernes e o Mayhem de Euronymous.

Eles divergiam na questão de suas crenças, enquanto Euronymous acreditava no satanismo como uma popular crença de uma adoração aos demônios em forma de divindades, Varg não e eu até gosto da colocação de Varg a respeito do satanismo, ele confronta a fé cristã que reduz ao demônio tudo aquilo que vai por fora de uma adoração ao Deus que essa religião criou. Ele sintetiza assim: "Os satanistas na verdade eram pessoas adorando seus deuses e praticando suas religiões". Ex: Se um africano adorar a algum orixá logo para os cristãos ele estará adorando ao Demônio. E é bem assim mesmo, no caso deles, escandinavos, Varg se propunha a acreditar nos antigos deuses de sua região, enquanto Euronymous preferia invocar os demônios. Claro que a visão de Euronymous foi totalmente predominante em termos de influências de bandas do metal extremo que viria depois. Embora alguns se confessem ateístas.

Isso é apenas um dos pontos nos quais os bons amigos Varg e Euronymous divergiam. Euronymous não era tão bonzinho quanto disseram depois em vídeos e documentários, ele foi quem exaltou a bandeira do extremismo no Black Metal e foi influenciador e fundador do movimento "Inner Circle", movimento que todos já sabem do que se tratava, a queima de igrejas como publicidade às suas ideias e músicas, como também um protesto ao cristianismo que estava tomando espaços e ditando o ritmo da vida no mundo. Euronymous era admirador de políticas totalitaristas, como Satlin, Napoleão, até mesmo o nazismo de Hitler, bem como Varg, porém, quem morreu se passou por bonzinho e quem vive foi crucificado. Uma coisa é fato, seria impossível passar-se aquela fatídica noite de 10-08-93 com os dois vivos. Àquela noite, um deles teria de morrer. Quem ficasse, teria sido hostilizado e isso é fato. Eu sou fã de Black Metal, sou fã da musicalidade e arte do Black Metal, desde quando conheci o gênero por volta de 2004 quando eu tinha apenas 13 anos de idade e ficou guardado. Como todo fâ do Black Metal lamentei a morte de Euronymous, mas a verdade precisa ser dita sobre a cena. A política radical da cena não precisava custar tão caro pois esse radicalismo é insano e insolente. Black metal é arte, é espiritualidade é música. A criminalidade nunca será uma bandeira em nenhum gênero do Metal.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Tarmat
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Sarah Jezebel Deva: ouça nova versão de "A Sign of Sublime" com guitarrista do Mayhem

Mayhem: Nechobutcher não se acha famoso (e o seu netinho tem a mesma opinião)Mayhem: Nechobutcher não se acha famoso (e o seu netinho tem a mesma opinião)

Mayhem: fique longe das redes sociais, aconselha NecrobutcherMayhem: "fique longe das redes sociais", aconselha Necrobutcher

Mayhem: baixista conta porque é comparado ao baixinho irritado do MetallicaMayhem: baixista conta porque é comparado ao "baixinho irritado" do Metallica

Mayhem: Necrobutcher nega ter deixado a banda e afirma que Euronymous era um cuzãoMayhem: Necrobutcher nega ter deixado a banda e afirma que "Euronymous era um cuzão"

Mayhem: Necrobutcher conta lição que aprendeu com Mick Jagger, do Rolling StonesMayhem: Necrobutcher conta lição que aprendeu com Mick Jagger, do Rolling Stones

Mayhem: Satã tira férias em versão criada por Teloch; De Mysteriis dom BahamasMayhem: Satã tira férias em versão criada por Teloch; "De Mysteriis dom Bahamas"

Cogumelo Records: relançada a coletânea "Warfare Noise II", resgate do metal nacional

Epica: guitarrista do Mayhem posta emoji de vômito para a banda e fãs dão o trocoEpica: guitarrista do Mayhem posta emoji de vômito para a banda e fãs dão o troco


Metal: as oito maiores tretas entre músicos do gêneroMetal: as oito maiores tretas entre músicos do gênero

Black Metal: em vídeo, uma turnê pela loja do Euronymous na NoruegaBlack Metal: em vídeo, uma turnê pela loja do Euronymous na Noruega

Mayhem: banda levou restos humanos para o palco em 2011Mayhem: banda levou restos humanos para o palco em 2011


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo