Carol Morreu - Ruído Fest 2005, a Experiência

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe Ricotta
Enviar Correções  

NOTA RICÓTICA : PARA A LEITURA DESSE TEXTO, ADMITA QUE CHAMPIGNON = QUEIJO, APESAR DE NÃO FAZER O MENOR SENTIDO. MAS É QUE PRA MIM, CHAMPIGNON NÃO É COGUMELO, FUNGO OU ALGO QUE O VALHA. É QUEIJO E FODA-SE.

Pul Pultic Pul Charlie Pultic Pul Brown.
Rio. Claro hall. (se ligou no beat box, mano?)
Ruído Festival. Dia 1. Rio. Ballroom.

"Tem música ANTIGA nesse cd NOVO do Charlie Brown?"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Rumava para a Barra Da Tijuca a bordo do Ricottamóvel em companhia de meu Fotógrafo Murilo Benício Cover e, durante o trajeto, imaginávamos como seria legal se eu conseguisse entrevistar meu xará latícinio, vulgo baixista do Charlie Brown.

"RICOTTA ENTREVISTA CHAMPIGNON! Ia ser bacana, não?"

Tinha até umas perguntas prontas do tipo VOCÊ TAMBÉM PASSOU A VIDA INTEIRA SENDO CHAMADO DE PROVOLONE E ROQUEFORT ASSIM COMO EU? ou QUANDO VOCÊ COME SEU HOMÔNIMO LATICÍNIO, VOCÊ TAMBÉM SENTE COMO SE FOSSE UMA PARTE DE VOCÊ QUE ESTÁ INDO PRO SEU ESTÔMAGO? mas infelizmente não tivemos acesso ao camarim dos brow's.

publicidade

(...)

No meio da galera, avistei os LS JACKS e fui trocar idéia com um deles.

"Beleza, cara? Eu tô escrevendo sobre o show. Você pode falar algo sobre o Charlie Brown?"

"Lógico. Eu acho Charlie Brown a melhor banda do Brasil."

"Podecrer. E o CD novo? Curtiu?"

"O CD novo eu ainda não ouvi."

"Mas pô, você acha que eles são a MELHOR BANDA DO BRASIL e nem quis ouvir o disco novo?" - é impressão minha ou rolou uma social forte? - "Mas enfim. E quanto a vocês? Depois do MTV AO VIVO, vocês tão com algum projeto em mente?"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Hein? MTV AO VIVO? Que cê tá falando?"

"Pô, você toca no JOTA QUEST, não?"

(...)

"Vocês acham que depois que o Chorão bateu no Camelo, o CB perdeu muito do público DO BEM que eles tinham e aqui hoje só tem maloqueiro e marginal?"

"Não. Até porque a gente tá aqui e a gente nem é isso que você tá falando."

"Mas normalmente, as gatinhas curtem mais aqueles caras mais marginais, mais cafas, não?"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"A gente não. Eu gosto de cara bonzinho."

"Pô, bom saber. Vou até pegar seu email então." - pô, ela era uma mistura de Daniela Cicarelli com A Usurpadora (segundo suas amigas) e merecia uma cantada tosca dessa.

Perguntei se elas conheciam o cd novo dos caras e uma delas tinha uma dúvida cruel.

"Tem música ANTIGA nesse cd NOVO do Charlie Brown?"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

(...)

"Por que você acha que tá tão vazio hoje aqui no Claro Hall? Será que é por causa do Ruído Festival?"

"Tá vazio porque são dois dias de show. Além disso, a galera curte mais as músicas das antigas."

"Tipo GIMME O ANEL?"

"É, tipo essas."

"E você acha que GIMME O ANEL já se tornou um clássico da música pop brasileira?"

"Com certeza e..."

"Amiga, você ainda não reparou que ele tá zoando a gente?"

(...)

Corta. Já dentro do Ballroom, uma leitora querida dizia que eu tenho feito muita auto promoção com minhas RICOTTAS ERÓTICAS.

"Mas peraí. Em primeiro lugar, esses textos são ficctícios(hã?). Além disso, eu me ridicularizo muito mais que faço meu filme, que papo é esse?"

"Mas me diz. É sério que você tem uma pinta na perna igual à da Angélica?"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Tá vendo? Depois diz que eu tô fazendo auto promoção, fala sério!"

O papo chegou até as diferenças do Mainstream pro Alternativo e eu defendia essa tese de que eles não são muito diferentes um do outro. Citando o grande Ricardo Guimarães, "não passam de lados da mesma coisa, não são outras coisas."

"Se tivesse uma Caras Indie, geral aqui ia comprar com certeza." - escondido, mas ia.

Falei que tinha acabado de chegar do show do Charlie Brown e é lógico que ela, como toda garota indie que se preze, tinha que descer a lenha nos skate manos.

"Olha, eu não gosto do Charlie Brown porque eles mudaram o som deles. Antes eles tocavam metal. Eles mudaram o som deles por causa da gravadora, blahblahblah."

"Mas qual o problema dos caras evoluírem o som deles?" - nessas horas, eu adoro pagar de Advogado do Diabo.

"Além disso, eu acho as músicas muito iguais."

"Ah, sei. E Ramones? Você gosta?"

"(...)" - ops

"?!" - hein? hein?

"Pô...gosto."

Tóim.

(...)

Durante o show do Pororocas, a dúvida cruel.

"Aquele baixista ali é o Avellar Love?"

Fui descobrir depois que Avellar não está tocando com os Pororocas, mas na hora imaginei que talvez o cara estivesse velho mesmo, ou então tinha tomado tanta droga nos 80's que ficou deformadamente irreconhecível, sei lá, que nem o Frusciante do Chili Peppers, vai saber.

(...)

O mega fodolôncio Carlos Eduardo Miranda rodava pelo local amarradão e eu fui puxar papo. Minutos depois, eu já tava dando altas pálas de pelasaquismo quando tive um momento de lucidez.

"Pô, desculpaí, cara. Eu fico chatão quando eu começo a babar muito ovo de alguém. Pô, eu devia era te xingar."

"Quêisso, velhinho! Se tu me xingas, tu apanha. Olha o meu tamanho e olha o teu!"

"Ahahaha podecrer. Não, mas eu tô falando isso porque tem uma galera que eu sempre lia na Bizz quando era moleque e eu sempre mando email pros caras babando kilos de ovo e eles nunca respondem. Que nem o Barcinski, saca? Eu sempre mandava altos emails falando pro cara de como ele foi uma influência pra mim e tal, o Barulho foi o primeiro livro que eu li na vida e tal, blahblahblah...e ele nunca respondeu. Aí foi só dar uma sacaneada no cara pra ele responder na mesma hora!" (ricotta#36)

"Podecrer. Mas comigo não tem isso não. Se me sacanear, apanha!"

(...)

Num intervalo entre shows, o pessoal do Leela me explicou que antes de procurar um baixista parecido com o Leonardo Dicaprio e com o Ben Affleck (ricotta#68), eles procuravam uma garota que fosse parecida com aquela mulher que fez MULHER SOLTEIRA PROCURA.

"Qual o nome dela mesmo?"

"Jennifer Jason Leigh."

(...)

"Coé, ricota. O que você tá achando dessa banda tocando aí?" - o frontman de uma banda bacana que tava mega bebaço me perguntou e eu devolvi a pergunta pra ele.

"Olha isso! Olha!"

Ele apontava todo inconformado pro palco dichavadamente por detrás das caixas de som.

"Esse cara cantando não dá."

"Deixa o cara cantar, pô. É por isso que a cena não vai pra frente." - eu tava sendo sarcástico, mas pode botar um fundinho de verdade nisso.

A gente falava algo sobre panelinhas, bandas que se beijam na boca e tal.

"Olha, minha banda nunca tocou em nenhum festival, cara. De todos esses festivais aí, a gente nunca tocou em nenhum."

"Mas é lógico! É porque a banda de vocês é uma merda!"

(risos)

Era mentira, mas foi engraçado. (...)

"Você falou falou falou não disse nada

Como é que eu posso confiar na sua palavra

Tá todo mundo aí dizendo que você é esquisito

Que fala demais ninguém dá ouvido

Eles agora só vão te chamar de..." ("Péla Saco", Acabou La Tequila)

O Acabou La Tequila tocava "Péla Saco" e eu acabei me identificando muito com a letra na hora.

O tópico foi dado. Discutam.

(...)

Mais pro final do show, o coletivo tequiliano (acompanhado por Carlo Pianta, o melhor guitarrista do Brasil - depois do cara do CPM, lógico.) prestava uma homenagem ao grande Júpiter Maçã tocando uma cover de "O Novo Namorado" e eu entreguei o bilhetinho pra ela que, assim como eu, morgava na primeira fila.

Eu dançava. Ela sorria.

Pra banda, não pra mim.

Alías, seria outra MEGA COINCIDÊNCIA CÓSMICA (ricotta#70) eles terem tocado aquela música justamente naquele momento?

"AÍ VAMU DANÇAR EM CIMA DO PALCO?" - era o que tava escrito.

"(risos) Pô, de novo?" (ricotta#22)

"E aí? Vamu?"

"Não, não. Eu sou tímida."

(mais tarde)

"Olha, vou te falar que eu nem quero que você seja apenas mais um personagem pra mim."

"Mas eu não sou um personagem!"

"Lógico que é."

Como diria B Negão, O PROCESSO É LENTO (porque eu quero que seja).

E compensa.

(...)

(fim de noite, no posto de gasolina)

"Olha, a partir de hoje, a Garota Frank Jorge morreu, beleza?"

"Nossa, graças a deus!"

"Já tava de saco cheio, né?"

"Não. É que eu não sou tãooooo fã do Frank Jorge assim."

Ruído Festival. Dia 2.

"Eu queria agradecer à produção do evento por ter nos convidado pra tocar." (Gabriel dos Autoramas e organizador do evento.)

Ainda lá fora, a primeira entrevista com o público.

Eu até que comecei bem. Quem você veio ver? Já ouviu essa banda? E aquela outra?

"Mas afinal. Qual o melhor show ao vivo carica atualmente?"

"Sei lá, cara. Los Hermanos?"

"ahahahahahahahahahahahahahhahahaha"

Meu Irmão Brother me repreendeu duramente com tapas na cara pela falta de profissionalismo e imparcialidade, mas aquela hora já era tarde demais.

Aquela noite, completamente hipnotizados pela novidade lisérgica compartilhada, nós eramos os IRMÃOS BROTHERS PUPILAS DE LARGO ESPECTRO e não teria como ser diferente.

"Eu não tenho nenhum problema na minha vida." - TootherBrother proclamou aos ares, quase como um discípulo ocidental de OSHO, VELHO SÁBIO e BARBUDÃO.

Após ouví-lo atentamente, tudo ficou claro em minha mente e logo percebi que, mais uma vez, iria falhar ao tentar me compromissar com a seriedade necessária ao cumprimento de meu encargo midiático.

FODA-SE.

(...)

O frontman do The Feitos trocava carícias e juras de amor eterno com sua amada na porta do Ballroom pouco antes de subir ao palco mas infelizmente nosso paparazzi de plantão não conseguiu ser rápido o suficiente pra flagrar o momento.

"Ramon! Agora que você encontrou o amor, você ainda vai continuar a compor canções como AS MENININHAS VÃO ME LIGAR e coisas do tipo?"

"Olha, na verdade, blah blah blah..." - o cara depois que descobriu que eu escrevo textos, sempre pensa muito bem antes de dar um depoimento pra mim - "...blah blah blah blah...agora eu vou escrever coisas do tipo NÃO VOU FICAR COM VOCÊ PORQUE AGORA EU TENHO ELA e tal."

"Podecrer. E qualquer coisa também, é só virar pra ela e dizer AMOR, TERMINA COMIGO PORQUE EU PRECISO COMPOR."

"Exatamente."

(...)

Mais tarde foi a vez de Gabriel dos Autoramas falar sobre a influência do amor no processo criativo de um rocker.

"A galera aí tá dizendo que depois que você se apaixonou, você tá compondo umas músicas muito emo. Procede?"

"EMO? Que EMO o quê! Eu sou é ROMA."

E é com orgulho que eu apresento pra vocês o nascimento do mais novo rótulo jornalístico para designar bandas de roque : o ROMA ou ROMACORE.

Aguarde uns meses.

(...)

Humor negro grosseiro? Preconceito estético? Como assim?

"Num vai ver a banda?"

"Não, me recuso. Tem uma gorda no palco."

"Ah tá." - mas peraí. tu também tá meio barrigudinho, hein?

O Cansei de Ser Sexy tocava e eu, dentro do banheiro dando um mix, pensava em como a voz das manas consegue pairar no meio termo ideal entre o insuportável e o delicioso.

(mas como assim?)

Dois malucos chapados entraram no banheiro comentando sobre o grupo e, ouvindo a conversa alheia, obtive enfim a definição que procurava sobre o som do CCS.

"Cara, que louco. Uns barulhinho de Atari, né?"

(...)

A galera do Rock Rocket se virava pra se embebedar lá dentro com as duas(?!) cervas que cada um da banda tinha direito.

"E aí? Dá pra fazer um ROCK'N'ROLL MAIS ALCOOLÁTRA E INCONSEQUENTE só com DUAS CERVAS?"

"Só gastando muito dinheiro."

Mais tarde, um deles teve um Momento De Carência e me fez uma pergunta relevante.

"Cadê as VAGABUNDAS dessa cidade, cara?"

Pensei em recomendar a Baronetti ou a Bombar, mas achei vacilo.

(...)

(eu e o guitarrista do Leela)

"Cara, ontem quando você falou sobre aquele filme (MULHER SOLTEIRA PROCURA), eu pensei logo na Bridget Fonda, porque eu era completamente apaixonado por ela na minha adolescência, assistia todos os filmes que ela fazia." - isso que ela fazia muuuuuitos filmes horríveis e eu assistia amarradão.

Falávamos sobre o CLIMA LESBIANO FORTE que rola no filme e acabei confidenciando pro cara algo muito íntimo e pessoal.

"Cara, vou te falar que com certeza eu devo ter batido várias _______ vendo aquele filme na minha adolescência. Eu realmente curtia muito a Bridget Fonda."

(...)

"O que você faz é molecagem."

Após conversar nos backstages com um cara que tinha ficado meio puto com o que eu escrevi sobre a banda dele, eu acabei desabafando minha mágoa com o meu ombro amigo de plantão e baixista semi-poser.

"Pô, cara. Não entendo essa galera que não tem senso de humor. Eu aqui amarradão que o WARRANT vai voltar à ativa e as pessoas ainda me levam a sério?"

Busquei conselhos com experientes no assunto como o Bragatto e o Miranda.

Enquanto Bragatto me deu o toque mais sóbrio ("Ter neguinho puto com o que a gente escreve é normal, não tem como agradar todo mundo."), Miranda já foi mais grosseirão.

"Tem nego por aí querendo te bater? Mete a porrada, velhinho!"

"Mas pô, Miranda. Eu sou pequeno, cara."

"Que nada. Eu te ensino uns golpes certeiros depois. Brigo na rua desde os 6 anos de idade."

Vazei mais aliviado tendo a certeza de que no dia em que apanhar de alguma gang de roqueiros mau humorados, eu vazo pra SP passar uma temporada com meu Senhor Miagi From Hell, aprendo uns golpes, volto, me vingo e ainda por cima ganho a garota no final.

Just like DanielSan, man!

"Beleza, Miranda. Mas qualquer coisa se vierem pra cima de mim, posso falar que sou seu amigo e que, se me baterem, você vai tirar eles da Trama Virtual?" (...)

Com vocês, a lista dos 10 momentos mais assustadores do Ruído Fest 2005.

10. O showzaço de Daniel Belleza, o ser mais bizarro do planeta, e seus Corações Em Fúria. Destaque para o Thom Yorke Primata que esporrava a bateria e seu companheiro de cozinha Brian Molko Cover Androginaço, cuspindo caras e bocas e calçado com botas plataformas dignas dos bons tempos do Kiss.

9. A Japa Blonde do Cansei De Ser Sexy com uma parada muito estranha na cabeça.

8. Velhinho, baixista do The Feitos, em momento totalmente Twisted Sister, com uma peruca na cabeça durante "Quero Ser Poser".

7. O cara de guitarra purpurinada dos muito bacanas Eletrola. Boatos circularam de que talvez fosse o Slash Depois Do Coma.

6. Alguém da platéia no show do Emo gritando "TOCA MOTORHEAD!" e logo depois alguém da banda falando no microfone TEM UM PENTELHO NA MINHA ÁGUA(?!).

5. Quik cantando algo como A VIDA É UMA MONTANHA RUSSA(?!). Eu tive medo.

4. O figurino Vovô De Pijama dos fodolôncios-mor Pororocas.

3. O cara do Supersonicos transformando seu parceiro de banda em galinha(?!) ou algo do tipo. Pra alguns, o melhor show do festival. Mas discordo. O melhor show do festival foi sem dúvida nenhuma o do Carlinhos Brown, vulgo Omelete Man Forever. (sem essa de melhor show, né? isso aqui é o show de calouros?)

2. As PUPILAS DE LARGO ESPECTRO DOS IRMÃOS BROTHERS (piada interna, piada interna).

1. A tampa da privada de uma das cabines do banheiro masculino no sábado borrada grosseiramente de melda. Quem diabos foi o pai da criança expansiva?

(...)

Special Features. Texto Deletado (Ruído Fest. Dia 3.)

Como todo bom show que se preze, sempre tem as menininhas da primeira fila dando mole pros caras da banda.

"DELICINHA!" - ela gritou pro baixista, vocalista e topetão rockabilly do Gramofocas.

"Confesso que eu tenho essa queda por meninos de banda, sabe?"

Quando ela falou, assumo que fiquei com um pouco de ciúmes, até porque ela ameaçava fazer um topless pros caras no backstage. Mas peraí, EU TAMBÉM TENHO BANDA, PÔ!

"Ah é? Mas eu só curto carinhas que tocam em bandas boas."

publicidade


Carol Morreu

Carol Morreu - Saca a Graforréia?

Carol Morreu - Peter Parker escuta Loser Manos?

Carol Morreu - Minha Primeira Vez no Circo

Carol Morreu - Dance o Twist com os Autoramas

Carol Morreu - Pitty e os conselhos da minha avó

Carol Morreu - As botas sujas de Frank Jorge

Carol Morreu - Lobão para iniciantes

Carol Morreu - Eu fui no show do Planet Hemp e não fumei

Carol Morreu - A pinta que me encarava

Carol Morreu - Meu coração country em sintonia com Kid Abelha

Carol Morreu - Mas e o show do Mundo Livre, cara?

Carol Morreu - Sobre as 18.999 pessoas que gritavam Hey e Ho

Carol Morreu - Eu sou o inverso do funilCarol Morreu - Eu sou o inverso do funil

Carol Morreu - Eu não consigo ser tão emo o tempo inteiroCarol Morreu - Eu não consigo ser tão emo o tempo inteiro

Carol Morreu - Nando Reis no Caneção

Carol Morreu - Por que não levar uma paty prum show de hardcore?Carol Morreu - Por que não levar uma paty prum show de hardcore?

Carol Morreu - Black Alien no Odisséia

Carol Morreu - Alguém me dê um celular, please?Carol Morreu - Alguém me dê um celular, please?

Carol Morreu - O que aconteceu com os Irmãos Brothers?Carol Morreu - O que aconteceu com os Irmãos Brothers?

Carol Morreu - Red Racing Sound (Festa da Marlboro)Carol Morreu - Red Racing Sound (Festa da Marlboro)

Carol Morreu - Mas e essas guitarras purpurinadas, hein?Carol Morreu - Mas e essas guitarras purpurinadas, hein?

Carol Morreu - Foda-se a televisão! Foda-se a rádio! Foda-se Bush!Carol Morreu - Foda-se a televisão! Foda-se a rádio! Foda-se Bush!

Carol Morreu - Para curar essa maldita ressaca intelectualCarol Morreu - Para curar essa maldita ressaca intelectual

Carol Morreu - Não quero mais pagar de Ricota Nostálgica Triste!Carol Morreu - Não quero mais pagar de Ricota Nostálgica Triste!

Carol Morreu - Resolvendo uma treta com o DjavanCarol Morreu - Resolvendo uma treta com o Djavan

Carol Morreu - Deixei minha barba crescer para ver os hermanosCarol Morreu - Deixei minha barba crescer para ver os hermanos

Carol Morreu - Você conhece o Fucker Pullover?Carol Morreu - Você conhece o Fucker Pullover?

Carol Morreu - Eu descobri quem é a Garota VenenoCarol Morreu - Eu descobri quem é a Garota Veneno

Carol Morreu - A procura de Jah no show do NatirutsCarol Morreu - A procura de Jah no show do Natiruts

Carol Morreu - Eu perdi o show, cara!Carol Morreu - Eu perdi o show, cara!

Carol Morreu - A surra que o rei quase tomou?Carol Morreu - A surra que o rei quase tomou?

Carol Morreu - Raul ficou do lado de foraCarol Morreu - Raul ficou do lado de fora

Carol Morreu - Humberto usa Loireal?Carol Morreu - Humberto usa Loireal?

Carol Morreu - DJ Marlboro não fuma MarlboroCarol Morreu - DJ Marlboro não fuma Marlboro

Carol Morreu - Toni Garrido estava certo sobre o fim de semana

Carol Morreu - O mito Stevie BCarol Morreu - O mito Stevie B

Carol Morreu - Medo e delírio na MicaretaCarol Morreu - Medo e delírio na Micareta

Carol Morreu - Medo e delírio na Micareta IICarol Morreu - Medo e delírio na Micareta II

Carol Morreu - Medo e delírio na Micareta IICarol Morreu - Medo e delírio na Micareta II

Carol Morreu - Surfistas calhordasCarol Morreu - Surfistas calhordas

Carol Morreu - Mas como assim dentro do freezer?

Carol Morreu - Fritando no Shopping (Parte 1)

Carol Morreu - O Efeito Borboleta Ricótico

Carol Morreu - Garotas

Carol Morreu - Fritando no Shopping (Parte 2)

Carol Morreu - O CD coletânea que eu levei pra matrix

Carol Morreu - Mostrei o dedo do meio

Carol Morreu - A maldição das amigas que você não quer

Carol Morreu - Roubando público do D2Carol Morreu - Roubando público do D2

Carol Morreu - Entrevista exclusiva com Felipe Ricotta

Carol Morreu - Welcome To My Life

Carol Morreu - Sobre as Vergonhinhas (Parte 1)

Carol Morreu - Sobre as Vergonhinhas (Parte 2)

Carol Morreu - Móóóóóóóby! A Ricotta que terminou do nada

Carol Morreu - E esse lance de dar beijinho no cabelo?

Carol Morreu - Eu sou uma farsa, porra!

Carol Morreu - Táticas Lenny no Fashion Rio (Parte I)

Carol Morreu - Táticas Lenny no Fashion Rio (Parte II)

Carol Morreu - Liberando sentimentos negativos no amigo

Carol Morreu - Stones em Copacabana

Carol Morreu - Ricotta Sacuda

Carol Morreu - Ricotta John Davis

Todas as matérias sobre "Carol Morreu"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Cinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcouCinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou

Discórdia: alguns dos maiores insultos entre artistasDiscórdia
Alguns dos maiores insultos entre artistas


Sobre Felipe Ricotta

Felipe Ricotta, 24, é vocal e guitarra do Carol Azevedo.

Mais matérias de Felipe Ricotta no Whiplash.Net.

Cli336 WhiFin Cli336 Cli336 Cli336 CliHo Cli336 WhiFin