Jam: compositor começa a fazer canções mais elaboradas

Resenha - All Mod Cons - Jam

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Jonathan Pires Fernandes
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Com o fim dos Sex Pistols, principal representante do punk inglês, as bandas punks surgidas no fatídico ano de 1977 precisavam encontrar novos caminhos para o punk. O primeiro a fazer isso foi o THE JAM com o, provavelmente o melhor disco do grupo, All Mod Cons (1978). O disco veio um ano antes do clássico London Calling (The Clash) que sepultaria de vez a adolescência no Punk.
594 acessosPunk e Progressivo: dois artistas que tentaram juntar ambos5000 acessosXia Vigor: garotinha de 7 anos incorpora Axl Rose em performance

O disco marca uma mudança nas composições de Paul Weller, o vocalista, guitarrista e compositor começa a fazer canções mais elaboradas, com letras, por vezes bem críticas, por vezes reflexivas e por vezes narrativas. Dessa vez, farei diferente, comentarei o disco faixa por faixa.

1 - ALL MOD CONS: Um punk rápido, porém mais trabalhado, abre o disco com vigor.

2 - TO BE SOMEONE: Uma das melhores faixas do disco, ela já mostra a influência Mod do grupo. A letra fala de fama, mostrando o lado ruim quado ela acaba.

3 - MR CLEAN: Outra canção com influência Mod, nessa canção, Paul Weller ridiculariza a mediocridade da classe média britânica.

4 - DAVID WATTS: Belo cover do The Kinks (outro grupo Mod), a letra remete a mesma temática da canção anterior, crítica a sociedade.

5 - ENGLISH ROSE: Baladão, apenas um violão, poesia amorosa. Um dos pontos altos do disco.

6 - IN THE CROWD: Outro ponto alto do disco, música que mostra uma angústia perante a sociedade, a sensação de estar sendo manipulado pela mídia e pelo governo. Sensação de se sentir apenas uma marionete no meio da multidão.

7 - BILLY HUNT: Uma canção punk animada, quebra um pouco a seriedade da canção anterior.

8 - IT'S TOO BAD: Nessa canção, o THE JAM deixa claro a influência dos Beatles. Em algumas partes da música, o ouvinte vai lembrar de "She Loves You". A canção fala de um relacionamento que acabou, uma das melhores canções do disco também.

9 - FLY: Outro baladão, dessa vez com letra romântica, diferente da faixa anterior.

10 - THE PLACE I LOVE: Mais uma vez a influência dos Beatles é percebida.

11 - 'A' BOMB IN A WARDOUR STREET: Com apenas três acordes, a música consegue prender o ouvinte do início ao fim, canção viciante. A letra narra uma vítima em meio a um ataque terrorista.

12 - DOWN IN THE TUBE STATION AT MIDNIGHT: Encerrando o disco com chave de ouro, a canção narra um cidadão que estava na estação de metrô voltando pra casa, quando é abordado por um grupo de skinheads.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

594 acessosPunk e Progressivo: dois artistas que tentaram juntar ambos0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Jam"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Jam"

Xia VigorXia Vigor
Garotinha de 7 anos incorpora Axl Rose em performance

Em 25/09/1980Em 25/09/1980
John Bonham, do Led Zeppelin, morre após intoxicação

Stoner RockStoner Rock
Um guia básico para o estilo

5000 acessosExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões5000 acessosComo Conservar e Recuperar Cordas de Baixo5000 acessosSkank: banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa5000 acessosMachine Head: Rob diz que A7X copia Guns, Metallica e Megadeth5000 acessosZakk Wylde: Se Ozzy pedir levo ovos, leite e limpo o cocô do cachorro5000 acessosDave Mustaine: "há bandas cujo nome me ofende"

Sobre Jonathan Pires Fernandes

Apreciador de boa música seja ela Rock, Blues, MPB, Jazz, Brega e muitos outros gêneros musicais. Afinal "só existem dois tipos de música: A boa e A ruim".

Mais matérias de Jonathan Pires Fernandes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online