Shining: Chocando a todos, desta vez pelo motivo certo

Resenha - Lots Of Girls Gonna Get Hurt - Shining

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Genilson Alves
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Talvez o principal representante do chamado Depressive Suicidal Black Metal (DSBM), o Shining tem uma carreira envolta em polêmicas, quase sempre de natureza extramusical, o que é visto por muitos como pura jogada de marketing desses suecos, que iniciaram as atividades em 1996 e, desde então, já lançaram sete álbuns.
333 acessosShining: shows cancelados após acusação de ataque a mulheres5000 acessosRock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

O mais recente capítulo dessa controversa história, intitulado “Lots Of Girls Gonna Get Hurt”, é um EP de covers, e apresenta uma sonoridade inédita na banda. Temos aqui releituras de Katatonia (For My Demons), Kent (Utan Dina Andetag), Imperiet (Kung Av Jidder) e Poets Of The Fall (Carnival Of Rust).

Exceto pelo Katatonia, os grupos escolhidos gozam de maior reputação apenas no círculo escandinavo. Porém, o que surpreende não é a seleção do repertório, mas o tratamento dado às composições. Com instrumental polido e o vocal de Niklas totalmente limpo e melódico, o Shining aposta em versões que se aproximam bastante dos temas originais. Ou seja, nada neste trabalho lembra que estamos diante de uma banda de black metal.

Como tudo que foge dos padrões, “Lots Of Girls Gonna Get Hurt” desperta sentimentos antagônicos e será objeto de calorosos debates entre os seguidores da banda; quem não conhece, certamente ficará com uma grande interrogação na cabeça ao ouvir o material prévio dos caras - ou não, se levarmos em conta que o intuito do Shining sempre foi o de chocar as pessoas. Só que, pela primeira vez, eles conseguiram isso única e exclusivamente por causa da música – e não porque o vocalista curte se mutilar, fungar umas carreirinhas e transar com outros homens.

Faixas:

For My Demons (Katatonia cover)
Utan Dina Andetag (Kent cover)
Kung Av Jidder (Imperiet cover)
Carnival of Rust (Poets of the Fall cover)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 13 de junho de 2012

333 acessosShining: shows cancelados após acusação de ataque a mulheres0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Shining"

Heavy MetalHeavy Metal
10 bandas/artistas que mesclaram o gênero com outros

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Shining"

Rock In RioRock In Rio
Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

VocalistasVocalistas
Três grandes erros na história de três grandes bandas

Classic RockClassic Rock
Os 50 maiores álbuns de rock progressivo

5000 acessosComo batizar a criança: os nomes de bandas mais estúpidos5000 acessosFotos de Infância: Pantera5000 acessosRoger Moreira: resposta bem humorada a "crítica" no Agora é Tarde5000 acessosAngra: banda errou na escolha de Fabio Lione?5000 acessosMalmsteen: "A 1ª vez que fui ao Brasil não consegui acreditar"5000 acessosDave Lombardo: o que ele realmente acha de Lars Ulrich?

Sobre Genilson Alves

Genilson Alves é jornalista e autor do blog Radio Sehnsucht.

Mais matérias de Genilson Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online