Resenha - European Legions - Mayhem

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Drustan
Enviar Correções  

7


Satanismo, morte, e um Black Metal que parecia emergir diretamente das profundezas do inferno... estas palavras resumiam claramente tudo o que envolvia o MAYHEM há cerca de nove anos, quando, entre outras polêmicas, estava sua ligação com o Inner Circle, o suicídio de Dead e o assassinato de Euronymous, fatos que davam aos caras uma aura de maldição.

publicidade

Mas o tempo passou, as coisas mudaram, e o grupo seguiu em frente, chegando a este novo trabalho: "European Legions", trazendo sete faixas gravadas ao vivo durante a tour "The Grand Declaration Of War" e outras cinco de estúdio, sendo que estas últimas nada mais são do que as versões pré-produzidas de músicas contidas no CD "Grand Declaration Of War".

publicidade

Na parte ao vivo, as músicas mais atuais ("Fall Of Seraphs", "To Daimonion" e "View From Nihil"), soam de forma bem mais natural que suas versões de estúdio, pois não possuem nada de experimentos eletrônicos; já as mais antigas, onde estão clássicos como "Carnage", "Freezing Moon", "Pure Fucking Armageddon" e "Chainsaw Gutsfuck", nos trazem um pouco do lado obscuro da banda, mas nem de longe se comparam às versões do "Live in Leipzig", embora a qualidade sonora esteja realmente bem superior, pecando talvez no som da bateria, que em alguns momentos parece soar totalmente sem peso.

publicidade

Já as faixas de estúdio, mesmo não trazendo os experimentalismos eletrônicos de suas versões no "Grand Declaration...", mostram um Mayhem cada vez mais distante do Black Metal cru e infernal do início de carreira, que serviu de influências para várias bandas, e comprova que a banda resolveu apostar de vez num instrumental literalmente atípico, cheio de variações vocais, que acabam comprometendo o som em relação à sua proposta inicial.

publicidade

Conclusão: um CD que vai agradar aos cultuadores da atual fase da banda, mas que, para os apreciadores dos saudosos tempos do "Deathcrush", "Pure Fucking Armageddon" e do já citado "Live in Leipzig", talvez valha a pena somente para uma conferida nas faixas ao vivo, já que estes com certeza se decepcionarão com as de estúdio.

Faixas:
Silvester Anfang / Fall Of Seraphs (ao vivo)
Carnage (ao vivo)
View From Nihil (ao vivo)
To Daimonion (ao vivo)
Freezing Moon (ao vivo)
Chainsaw Gutsfuck (ao vivo)
Pure Fucking Armageddon (ao vivo)
To Daimonion (estúdio)
View From Nihil (estúdio)
In The Lies Where Upon You Lay (estúdio)
Deconstruction (estúdio)
Completion (estúdio)
total time: 47:16

publicidade

Formação:
Maniac (vocals)
Necrobutcher (bass)
Blasphemer (guitars)
Hellhammer (drums)

Site oficial: www.thetruemayhem.com

Material cedido por:
Rock Brigade / Laser Company Records
www.lasercompany.com.br
Rua Madre de Deus 432 - CEP: 03119-000
São Paulo / SP
Tel.: (0xx11) 6605-6011
Fax: (0xx11) 6605-2288
Email: [email protected].

publicidade

Existe também uma versão americana chamada "U.S.Legions", que vêm com as seguintes faixas:


Fall of Seraphs (ao vivo)

Carnage (ao vivo)
View From Nihil (ao vivo)
To Daimonion (ao vivo)
Chainsaw Gutsfuck (ao vivo)
Pure Fucking Armageddon (ao vivo)
Necrolust (ao vivo)
To Daimonion (estúdio)
View From Nihil (estúdio)
In the Lies Where Upon You Lay (estúdio)
Crystallized Pain in Deconstruction (estúdio)
Completion (estúdio).

publicidade


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin