Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden está ensaiando para turnê que passa pelo Brasil

imagemMetallica faz doação para complexo de saúde e educação em Curitiba


Stamp

Resenha - European Legions - Mayhem

Por Drustan
Em 24/07/02

Nota: 7

Satanismo, morte, e um Black Metal que parecia emergir diretamente das profundezas do inferno... estas palavras resumiam claramente tudo o que envolvia o MAYHEM há cerca de nove anos, quando, entre outras polêmicas, estava sua ligação com o Inner Circle, o suicídio de Dead e o assassinato de Euronymous, fatos que davam aos caras uma aura de maldição.

Mas o tempo passou, as coisas mudaram, e o grupo seguiu em frente, chegando a este novo trabalho: "European Legions", trazendo sete faixas gravadas ao vivo durante a tour "The Grand Declaration Of War" e outras cinco de estúdio, sendo que estas últimas nada mais são do que as versões pré-produzidas de músicas contidas no CD "Grand Declaration Of War".

Na parte ao vivo, as músicas mais atuais ("Fall Of Seraphs", "To Daimonion" e "View From Nihil"), soam de forma bem mais natural que suas versões de estúdio, pois não possuem nada de experimentos eletrônicos; já as mais antigas, onde estão clássicos como "Carnage", "Freezing Moon", "Pure Fucking Armageddon" e "Chainsaw Gutsfuck", nos trazem um pouco do lado obscuro da banda, mas nem de longe se comparam às versões do "Live in Leipzig", embora a qualidade sonora esteja realmente bem superior, pecando talvez no som da bateria, que em alguns momentos parece soar totalmente sem peso.

Já as faixas de estúdio, mesmo não trazendo os experimentalismos eletrônicos de suas versões no "Grand Declaration...", mostram um Mayhem cada vez mais distante do Black Metal cru e infernal do início de carreira, que serviu de influências para várias bandas, e comprova que a banda resolveu apostar de vez num instrumental literalmente atípico, cheio de variações vocais, que acabam comprometendo o som em relação à sua proposta inicial.

Conclusão: um CD que vai agradar aos cultuadores da atual fase da banda, mas que, para os apreciadores dos saudosos tempos do "Deathcrush", "Pure Fucking Armageddon" e do já citado "Live in Leipzig", talvez valha a pena somente para uma conferida nas faixas ao vivo, já que estes com certeza se decepcionarão com as de estúdio.

Faixas:
Silvester Anfang / Fall Of Seraphs (ao vivo)
Carnage (ao vivo)
View From Nihil (ao vivo)
To Daimonion (ao vivo)
Freezing Moon (ao vivo)
Chainsaw Gutsfuck (ao vivo)
Pure Fucking Armageddon (ao vivo)
To Daimonion (estúdio)
View From Nihil (estúdio)
In The Lies Where Upon You Lay (estúdio)
Deconstruction (estúdio)
Completion (estúdio)
total time: 47:16

Formação:
Maniac (vocals)
Necrobutcher (bass)
Blasphemer (guitars)
Hellhammer (drums)

Site oficial: www.thetruemayhem.com

Material cedido por:
Rock Brigade / Laser Company Records
www.lasercompany.com.br
Rua Madre de Deus 432 - CEP: 03119-000
São Paulo / SP
Tel.: (0xx11) 6605-6011
Fax: (0xx11) 6605-2288
Email: [email protected].

Existe também uma versão americana chamada "U.S.Legions", que vêm com as seguintes faixas:

Fall of Seraphs (ao vivo)
Carnage (ao vivo)
View From Nihil (ao vivo)
To Daimonion (ao vivo)
Chainsaw Gutsfuck (ao vivo)
Pure Fucking Armageddon (ao vivo)
Necrolust (ao vivo)
To Daimonion (estúdio)
View From Nihil (estúdio)
In the Lies Where Upon You Lay (estúdio)
Crystallized Pain in Deconstruction (estúdio)
Completion (estúdio).

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Clássicos do black metal abandonam inverno e ganham versão surf pra curtir na praiaClássicos do black metal abandonam inverno e ganham versão surf pra curtir na praia

Mayhem: Euronymous era único do black metal que curtia música eletrônica, diz MortiisMayhem: Euronymous era único do black metal que curtia música eletrônica, diz Mortiis


Varg Vikernes: crítica a Euronymous e Venom em vídeo