Tradução - Black Halo - Kamelot

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Black Halo - Kamelot

Traduzido por

  | Comentários:

"The Black Halo" é a continuação da história iniciada em seu antecessor "Epica", de 2003. Novamente a trama é inspirada em “Fausto” de Goethe, centrada nos personagens Ariel, Helena e Mefisto. Com produção de Sascha Paet e Michael Rodenderg (Miro), o álbum contou com a participação especial de Shagrath do Dimmu Borgir, Jens Johansson do Stratovarius e Simone Simons do Epica.

Imagem

March Of Mephisto

(with Shagrath from DIMMU BORGIR)

ASPIRAT PRIMO
FORTUNA LABORI
ME DUCE TUTUS ERIS
VOX POPULI VOX DEI
AD MAIOREM DEI GLORIAM...
AD INFINITUM

You know just who I am
Don't be so distant
Cause when you're lost
I am solely there to share your grief

Wailing for your sorrow
Is only my way to comfort you
Reminders of innocent youth
Waiting for tomorrow you're lonely
I name your solitude
I speaketh the truth

Now tell me all about your pain
Down to the detail
Don't say it's love
Your fragile heart feeds my contempt

Wailing for your sorrow
Is only my way to comfort you
Reminders of innocent youth
Waiting for morrow you're lonely
I name your solitude
I speaketh the truth

Chase the heathen call
We belong...you and I
Unison in all you deny

I am the thorn in your side
That seeks accomplishment
Reminding the mortal of death
I am the spore of your pride
An angel heaven sent
The master of all
I am the urge of the flesh

Marcha de Mefisto

(com Shagrath do DIMMU BORGIR)

PELO NOSSO PRIMEIRO ESFORÇO
A FORTUNA SOPRA
SOB MINHA CONDUÇÃO ESTARÁS SEGURO
A VOZ DO POVO É A VOZ DE DEUS
ATÉ A MAIOR GLÓRIA DE DEUS...
ATÉ O INFINITO

Você sabe quem eu sou
Não fique tão distante
Pois quando você estiver perdido
Estarei lá unicamente para compartilhar sua dor

Lamentar por sua aflição
É apenas a minha forma de lhe confortar
Lembranças da juventude inocente
Esperando pelo amanhã, você está só
Eu nomeio sua solidão
Eu falo a verdade

Agora me conte sobre toda a sua dor
Até os detalhes
Não diga que é amor
Seu coração frágil alimenta meu desprezo

Lamentar por sua aflição
É apenas a minha forma de lhe confortar
Lembranças da juventude inocente
Esperando pelo amanhã, você está só
Eu nomeio sua solidão
Eu falo a verdade

Persiga o chamado do pagão
Nós pertencemos... você e eu
Uníssono em tudo, você nega

Eu sou o espinho ao seu lado
Que busca a realização
Lembrando os mortais sobre a morte
Eu sou a espora do seu orgulho
Um anjo enviado dos céus
O mestre de tudo
Eu sou o desejo da carne

When The Lights Are Down

Rules without exceptions last eternally
Every move you make creates your destiny
I've come to soak my sorrow in halo black
As black as the seal on my soul

Cause when the lights are down
There's no more to say
Love is the real pain
An internal revolution in our minds
And when the lights are down
You're so far away
Tell me your real name
In the silence of the darkness we unite

(Rules without exceptions last eternally
Every move you make creates your destiny)
What can protect me from the past
And all the things that I have done
She told me and then she was gone

But when the lights are down
There's no more to say
Deep in the shadows
Where the last of my delusions
Made a stand
Cause when the lights are down
She'll take me away
Tell me her real name
And in death we'll live the love
We never had

Come all ye faithful beneath the moon
Into the void as one
Marching on

Quando As Luzes Estão Apagadas

Regras sem exceções duram eternamente
Todo movimento que você faz cria seu destino
Eu vim encharcar minha aflição no halo negro
Tão negro quanto o selo em minha alma

Pois quando as luzes estão apagadas
Não há mais nada a dizer
O amor é a dor de verdade
Uma revolução interna em nossas mentes
E quando as luzes estão apagadas
Você está tão longe
Diga-me seu nome verdadeiro
No silêncio das trevas, nós nos unimos

(Regras sem exceções duram eternamente
Todo movimento que você faz cria seu destino)
O que poderá me proteger do passado
E de todas as coisas que eu fiz?
Ela me disse e depois partiu

Mas quando as luzes estão apagadas
Não há mais nada a dizer
Profundamente nas sombras
Onde a última das minhas ilusões
Tomou uma posição
Pois quando as luzes estão apagadas
Ela me levará embora
Diga-me o nome verdadeiro dela
E na morte viveremos o amor (que)
Nunca tivemos

Venham todos vocês fiéis, sob a lua
No vazio como um só
Marchando adiante

The Haunting (Somewhere In Time)

(with Simone Simons from EPICA)

Merely the sound of your voice
Made me believe that you were her
Just like the river disturbs
...my inner peace
One I believed I could find
Just a trace of her beloved soul
Once I believed she was all
Then she smothered my beliefs

One cold winter's night
I may follow her voice to the river
Leave me for now and forever
Leave while you can

Somewhere in time
I will find you and haunt you again
Like the wind sweeps the earth
Somewhere in time
When no virtues are left to defend
I was a liar in every debate
I rule the forces that fuelled your hate
When the cold in my heart leaves
It comes to an end
And quietly I'll go to sleep

How could that first time recur
When memories linger on
What made me think you were her
Helena is dead to all
Nothing can bring her to life
Don't pretend that I'll be loving you
Once I believed she was gone
But I'm corrupted from within

Somewhere in time
I will find you and haunt you again
Like the wind sweeps the earth
Somewhere in time
When no virtues are left to defend
You fall
I was a liar in every debate
I rule the forces that fuelled your hate
When the cold in my heart leaves
It comes to an end
And quietly I'll go to sleep

(Ariel)
Follow me into the light
Leave me tonight
I've gone too far to begin all anew
With someone like you

(Marguerite)
Like ice on a lake of tears
I'll take you through
Life fades in anew
With someone like you

A Assombração (Em Algum Lugar No Tempo)

(com Simone Simons do EPICA)

Meramente o som de sua voz
Me fez acreditar que você fosse ela
Assim como o rio perturba
...minha paz interior
Uma vez eu acreditei que pudesse achar
Só um traço da sua amada alma
Uma vez eu acreditei que ela fosse tudo
Então ela sufocou minhas crenças

Uma noite fria de inverno
Eu posso seguir a voz dela até o rio
Deixe-me agora e para sempre
Parta enquanto você pode

Em algum lugar no tempo
Eu te encontrarei e te assombrarei novamente
Como o vento varre a terra
Em algum lugar no tempo
Quando não restam virtudes para defender
Eu era um mentiroso em cada discussão
Eu governo as forças que abasteceram o seu ódio
Quando o frio em meu coração se foi
Chega ao fim
E em silêncio irei dormir

Como pôde aquela primeira vez repetir-se
Quando as lembranças tardam?
O que me fez pensar que você fosse ela?
Helena está morta para todos
Nada pode trazê-la de volta à vida
Não finja que eu estarei te amando
Outrora eu acreditei que ela se foi
Mas eu estou corrompido por dentro

Em algum lugar no tempo
Eu te encontrarei e te assombrarei novamente
Como o vento varre a terra
Em algum lugar no tempo
Quando não restam virtudes para defender
Você cai
Eu era um mentiroso em cada discussão
Eu governo as forças que abasteceram o seu ódio
Quando o frio em meu coração se foi
Chega ao fim
E em silêncio irei dormir

(Ariel)
Siga-me em direção à luz
Deixe-me esta noite
Eu fui longe demais para começar tudo outra vez
Com alguém como você

(Marguerite)
Como gelo em um lago de lágrimas
Eu te levarei continuamente
A vida esmorece novamente
Com alguém como você

Soul Society

If my soul could revive
From my carnal remains
What does it matter to me
If it all fades to black
If I'm born once again
Then no one really is free
How could I be condemned
For the things that I've done
If my intentions were good
I guess I'll never know
Some things under the sun
Can never be understood

How can we believe in heaven
Human reason counters all
Ideas of a soul society
My life is just a fragment
Of the universe and all
There must be more than I can see

In the dark we're the same
In the concept of time
We're like a grain of sand
And we strive for the flame
As if death was our aim
Cause we cannot understand

How I wish there was heaven
All for one and one for all
A flawless soul society
Our lives are just a fragment
Of the universe and all
There may be more than we can see

Sociedade da Alma

Se minha alma pudesse reviver
Dos meus restos carnais
O que isso me interessa
Se tudo murcha até escurecer?
Se eu nasci mais uma vez
Então ninguém realmente é livre
Como pude ser condenado
Pelas coisas que fiz?
Se minhas intenções eram boas
Acho que nunca saberei
Algumas coisas debaixo do sol
Jamais podem ser entendidas

Como podemos acreditar no céu?
A razão humana se opõe a todas as
Idéias de uma sociedade da alma
Minha vida é apenas um fragmento
Do universo e de tudo
Deve haver mais do que posso enxergar

Na escuridão nós somos os mesmos
No conceito de tempo
Nós somos como um grão de areia
E nós nos esforçamos para a chama
Como se a morte fosse nosso objetivo
Pois não conseguimos compreender

Como eu queria que existisse o céu
Todos por um e um por todos
Uma sociedade da alma sem defeito
Nossas vidas é apenas um fragmento
Do universo e de tudo
Deve existir muito mais do que podemos enxergar

Interlude I: Dei Gratia

Sub sola nihil novi este
Adha spera bella spera
Quiri te prima regnomdae
Antebellum memento mori

Interlúdio I: A Graça de Deus

Sob o sol não há nada novo
Se agarrar à esperança, esperar a guerra
Que você, o primeiro monarca
Diante da guerra, lembra-te de que vais morrer

Abandoned

Once my life was plain and clear
I recall
Once my ignorance was bliss
Nightfall came
Like a serpent's kiss
To my troubled mind

Why my God
Have you abandoned me
In my sobriety
Behind the old facade
I'm your bewildered child
So take me cross the river wide

Binding promises were made
On my soul
Grand illusions lead astray
Ice cold winds swept my heart away
Bring me back to you

(Helena)
I remember a song
Like in a dream
Where September was long
And winter unreal

Why my God above
Have you abandoned me
In my sobriety
Behind the old facade
I'm your bewildered child
So take me cross the river wide

Abandonada

Outrora minha vida era simples e clara
Eu me recordo
Outrora minha ignorância era a felicidade
O anoitecer chegou
Como o beijo de uma serpente
Para a minha mente preocupada

Por que meu Deus
Você me abandonou?
Em minha sobriedade
Atrás da velha fachada
Eu sou sua criança desnorteada
Então me conduza através do rio

Promessas obrigatórias foram feitas
Em minha alma
Grandes ilusões me desviaram
Ventos gelados varreram meu coração
Leve-me de volta a você

(Helena)
Eu me lembro de uma canção
Como em um sonho
Onde setembro era longo
E o inverno irreal

Por que meu Deus
Você me abandonou?
Em minha sobriedade
Atrás da velha fachada
Eu sou sua criança desnorteada
Então me conduza através do rio

This Pain

Pushing for the limit of sanity
Pushing for the surface
...so I can breathe
Dark is the night for us all
But some days
I feel the light crawling down
From these jagged walls
Blessed sunlight

Some of this pain is sole subjected
But what was I to do
Some of this pain will always stay
Deep and true

I left her with a warning...
Without protection
The human nature
Has its ways with lust
With her back against the wall
She crumbled
Just a minute more
Would have saved her life
And even so... part of me
Blessed sunlight

Some of this pain is sole subjected
But what was I to do
Some of this pain will always stay
Deep and true

I see her shame in my desire
It all took place too soon
Some of these wounds will always bleed
Over you

Esta Dor

Se esforçando ao limite da sanidade
Se esforçando para a superfície
...então eu posso respirar
Negra é a noite para todos nós
Mas alguns dias
Eu sinto a luz rastejando
Vindo destas paredes dentadas
Abençoada luz solar

Somente parte desta dor é dominada
Mas o que era para eu fazer?
Parte desta dor sempre permanecerá
Profunda e verdadeira

Eu a deixei com um aviso...
Sem proteção
A natureza humana
Tem seus caminhos com a luxúria
Com suas costas contra a parede
Ela desmoronou
Só mais um minuto
Teria salvo sua vida
E mesmo assim... parte de mim
Abençoada luz solar

Somente parte desta dor é dominada
Mas o que era para eu fazer?
Parte desta dor sempre permanecerá
Profunda e verdadeira

Eu vejo a vergonha dela em meu desejo
Tudo aconteceu cedo demais
Parte destas feridas sempre sangrará
Sobre você

Moonlight

I have never craved the system's sympathy
I get restless over pity smiles
Some precaution wouldn't harm my history
If I had the will to wait a little while

You cut the silence like a knife
You know I can't repent for all

Moonlight falling over me
Sail on where the shadows hide
Moonlight crawling down on me
Just like you could not compete
With my pride

Compensation for a misconducted life
Is it way too much to ask
Hard to wake up
With your heart and soul deprived
When the morning comes
The second to your last

You cut the silence like a knife
At the edge of my last defenses
You cut the silence like a knife
You know I won't repent for all

Moonlight falling over me
Sail on where the shadows hide
Moonlight crawling down on me
Just like you could not compete
With my pride

Shine on silver from the sky into the night
Gaia shivers and I need your leading light

Moonlight falling over me
Sail on where the shadows hide
Moonlight crawling down on me
Just like you could not compete
With my pride

Luar

Eu jamais desejei a compaixão do sistema
Eu fico impaciente com sorrisos de piedade
Um pouco de precaução não prejudicaria minha história
Se eu tivesse vontade de esperar um pouquinho mais

Você cortou o silêncio como uma faca
Você sabe que não posso me arrepender por tudo

O luar cai sobre mim
Navego onde as sombras se escondem
O luar rasteja sobre mim
Assim como você não pôde competir
Com meu orgulho

Compensação para uma vida mal guiada
Seria muito perguntar?
Difícil de acordar
Com seu coração e sua alma privados
Quando a manhã chega
A segunda de sua última

Você cortou o silêncio como uma faca
Ao extremo das minhas últimas defesas
Você cortou o silêncio como uma faca
Você sabe que não vou me arrepender por tudo

O luar cai sobre mim
Navego onde as sombras se escondem
O luar rasteja sobre mim
Assim como você não pôde competir
Com meu orgulho

Continue a brilhar, prata que vem do céu na noite
Gaia treme e eu preciso de sua luz de direção

O luar cai sobre mim
Navego onde as sombras se escondem
O luar rasteja sobre mim
Assim como você não pôde competir
Com meu orgulho

Interlude II:
Un Assassinio Molto Silenzioso

(Female Voice singing)

C'era una volta un uomo
Con gli occhi verso la luna
E si chiedeva:
"Verra presto l'amore?"
E che altro esiste
In un cuore gelato?
Tranne il pensiero
Di un assassinio molto silenzioso

Interlúdio II:
Um Assassinato Muito Silencioso

(Voz Feminina cantando)

Era uma vez um homem
Com seus olhos voltados para a lua
E ele pergunta a si mesmo:
“O amor logo virá?”
E fará qualquer outra coisa existir
Em um coração congelado?
Exceto o pensamento de um
Assassinato muito silencioso

The Black Halo

Come wind
Come snow
Come winterland
I have resigned myself to death
Come will to show the hidden hand
So I can draw my final breath
You could take me higher
So you said and I trusted you
I may be a liar
But betrayal lies on you

I can feel when the journey ends
Final call for a last defence

Darkness come tonight
I have no fear of what you hold
Darkness come alive
You are the stories I've been told

I possess the power
Of survival in the cold
Life is like a flower
As it stumbles out of fall

We all know when our time has come
This is where I will linger on

Darkness come tonight
I have no fear of what you hold
Darkness come alive
You are the stories I've been told

Darkness come tonight
Nothing can take my faith away
Darkness come alive
Life fades to black from silver grey

O Halo Negro

Venha vento
Venha neve
Venha inverno
Eu me resignei quanto à morte
Venha mostrar a mão escondida
Então poderei dar meu suspiro final
Você poderia me levar mais alto
Então você disse e eu confiei em você
Posso ser um mentiroso
Mas a traição está em você

Eu posso sentir quando a jornada termina
O chamado final para uma última defesa

A escuridão vem esta noite
Eu não tenho medo do que você possui
A escuridão ganha vida
Você é aquelas histórias que me contaram

Eu possuo o poder
Da sobrevivência no frio
A vida é como uma flor
Enquanto ela tropeça para a queda

Todos nós sabemos quando nossa hora chegar
Será quando eu tardarei

A escuridão vem esta noite
Eu não tenho medo do que você possui
A escuridão ganha vida
Você é aquelas histórias que me contaram

A escuridão vem esta noite
Nada pode tirar minha fé
A escuridão ganha vida
A vida esmorece da prata cinzenta

Nothing Ever Dies

Here we are
Under the same old sun
All alone yet somehow bound and unified
Dust to dust...
Ashes to ashes won't take long
We search for a harbour
Somewhere to belong

They say that faith is all you need
To stay forever young
What you've sown is what you reap
Our sins can't be undone

There is a god in each society
So right is wrong where wrong is right
No one could be sure
Still we are certain
That what we know is truth
The only truth
We're building our temples taller

They say that faith is all you need
To stay forever young
What you've sown is what you reap
Our sins can't be undone

How can we trust them once again
They used to tell us lies
Their voices will sustain
Cause nothing ever dies

Love is the only truth
Pure as the well of youth
Until it breaks your heart
You took me higher
Than the mountains I have climbed
You waited all your life for me
You left me all alone behind
But we'll meet again
We will meet again

Nada Jamais Morre

Aqui estamos
Debaixo do mesmo velho sol
Completamente sós, contudo atados e unificados
Do pó para o pó...
Das cinzas para as cinzas não levará muito tempo
Nós procuramos um abrigo
Algum lugar para ficar

Eles dizem que a fé é tudo que você precisa
Para ficar jovem para sempre
O que você semeia é aquilo que você colhe
Nossos pecados não podem ser desfeitos

Há um deus em cada sociedade
Então o certo é errado, onde o errado é certo
Ninguém poderia estar seguro
Ainda estamos certos
De que o que sabemos é a verdade
A única verdade
Estamos construindo nossos templos mais altos

Eles dizem que a fé é tudo que você precisa
Para ficar jovem para sempre
O que você semeia é aquilo que você colhe
Nossos pecados não podem ser desfeitos

Como podemos confiar neles mais uma vez?
Eles nos contavam mentiras
Suas vozes se sustentarão
Pois nada jamais morre

O amor é a única verdade
Puro como o poço da juventude
Até que ele parte o seu coração
Você me levou mais alto
Do que as montanhas que eu escalei
Você esperou toda a sua vida por mim
Você me deixou sozinho para trás
Mas nós nos encontraremos novamente
Nós nos encontraremos novamente

Memento Mori

Who wants to separate
The world we know from our beliefs
And who sees only black and white
Distinguish loss from sacrifice
Some day we may come to peace
With the world within ourselves
And I will await you
Until I close my eyes

When your time has come
You know you'll be lonely once again
And the final winter comes to us all
Life is treacherous
But you're not the only who must pretend

We're a second in time
We're the last in the line
Of the prey that walks the earth
Good and evil combined

I am the god in my own history
The master of the game
I may believe if she would come to me
And whisper out my name
Sometimes I wonder where the wind has gone
If life has ever been
Sometimes I wonder how belief alone
Can cut me free from sin

When you close your eyes
Mementos of summer retrieves your mind
Like a drizzle afternoon cleans the air
When the winter blows
You're glad you remember
You really tried

And it comes to an end
Even winter... life fall
And we all have our beliefs
Pray for mercy for all

I am a man without a mystery
The deal is done within
I will embrace the coldest winter breeze
And pay for every sin

(Helena)
VICTORIA, NON PRAEDA
MEMENTO MORI

(Mephisto)
UNA VOCE... VOLO, NON VALEO
DULCE ET DECORUM EST
PRO PATRIA MORI
MEMENTO MORI

(Ariel)
So sub servant in your embrace
No more denial
No run away
This is the final
My last recall
And that's the price for what we learn
The more we know the more we yearn
Cause we're so alone

I am a man without a mystery
The deal is done within
I will embrace the coldest winter breeze
The journey can begin
I'm still the god in my own history
I still believe that she will come to me
And whisper out my name

Some day we will come to peace
And reach beyond behind the lies
And I will await you
Until I close my eyes

Lembra-Te De Que Vais Morrer

Quem quer separar
O mundo que conhecemos de nossas crenças?
E quem enxerga somente preto e branco
Distingue perda de sacrifício?
Algum dia poderemos chegar à paz
Com o mundo dentro de nós mesmos?
E eu esperarei você
Até fechar meus olhos

Quando sua hora chegar
Você sabe que estará sozinho mais uma vez
E o inverno final chega para todos nós
A vida é traiçoeira
Mas você não é o único que deve fingir

Nós somos um segundo no tempo
Nós somos os últimos da fila
Da presa que caminha pela terra
O bem e o mal combinados

Eu sou o deus em minha própria história
O mestre do jogo
Eu poderia acreditar se ela viesse para mim
E sussurrasse meu nome
Às vezes eu me pergunto para onde o vento se foi
Se a vida existiu
Às vezes eu me pergunto como a crença sozinha
Pode me livrar do pecado

Quando você fecha seus olhos
Lembranças de verão recobram sua mente
Como uma tarde de garoa limpa o ar
Quando o inverno sopra
Você se alegra, você se lembra (que)
Você realmente tentou

E chega ao fim
Até mesmo o inverno... a queda da vida
E todos nós temos nossas crenças
Reze por piedade para todos

Eu sou um homem sem mistério
O negócio está feito por dentro
Eu abraçarei a mais fria brisa de inverno
E pagarei por cada pecado

(Helena)
VITÓRIA, SEM DESPOJOS
LEMBRA-TE DE QUE VAIS MORRER

(Mefisto)
UMA VOZ... QUE DESEJA, MAS SEM FORÇA
QUE DOCE E FORMOSA ÉS
MORRER PELA PÁTRIA
LEMBRA-TE DE QUE VAIS MORRER

(Ariel)
Tão subserviente em seu abraço
Sem mais recusa
Sem fugir
Este é o final
Minha última recordação
E este é o preço para aquilo que aprendemos
Quanto mais sabemos, mais ansiamos
Pois estamos tão sozinhos

Eu sou um homem sem mistério
O negócio está feito por dentro
Eu abraçarei a mais fria brisa de inverno
A jornada pode começar
Eu ainda sou o deus em minha própria história
Eu ainda acredito que ela virá para mim
E sussurrará meu nome

Algum dia chegaremos à paz
E iremos além das mentiras
E eu te esperarei
Até fechar meus olhos

Interlude III:
Midnight - Twelve Tolls
For A New Day

Life has never been better than
it is right now (Happy new year)
And finally while I still have your attention
I want to wish you all a happy new year

Happy new year

Interlúdio III:
Meia-Noite - Doze Taxas
Por Um Novo Dia

A vida nunca foi melhor do que é agora
(Feliz ano novo)
E finalmente enquanto ainda tenho sua atenção
Eu quero desejar a todos um feliz ano novo

Feliz ano novo

Serenade

Songs of pain
And soothing lullabies
Songs of happiness
And some that make us cry
One song we share
The cross we all bear
One that segregates
One that unifies

All we wonder
No one ever denies
If once given life
We must die

So bow down with me
Where summer fades into fall
And leave your hatchets of hate
Bow down with me
And sing the saddest of all
The song we all serenade

The more we know
The less we understand
Life... eternity
The savagery of man
We want it all
Aimed at the fall
What is destiny with the master plan

All we wonder
No one ever denies
If once given life
We must die

So bow down with me
Where summer fades into fall
And leave your hatchets of hate
Bow down with me
And sing the saddest of all
The song we all serenade

Hold on now
Don't leave don't let it go
Dance away the wallz of life
Right or wrong
The seed we never sow
That's our loss
Our sacrifice

What does the winter bring
If not yet another spring

Serenata

Canções de dor
E reconfortantes canções de ninar
Canções de felicidade
E algo daquilo que nos faz chorar
Uma canção que compartilhamos
A cruz que todos nós suportamos
Uma que segrega
Uma que unifica

Tudo que desejamos saber
Ninguém jamais negará
Se outrora a vida foi dada
Nós devemos morrer

Então ajoelhe-se comigo
Onde o verão se desvanece
E largue suas machadinhas do ódio
Ajoelhe-se comigo
E cante a mais triste de todas
A canção que todos nós fazemos serenata

Quanto mais sabemos
Menos entendemos
Vida... eternidade
A selvageria do homem
Nós queremos tudo
Mirados para a queda
O que é o destino com o plano mestre?

Tudo que desejamos saber
Ninguém jamais negará
Se outrora a vida foi dada
Nós devemos morrer

Então ajoelhe-se comigo
Onde o verão se desvanece
E largue suas machadinhas do ódio
Ajoelhe-se comigo
E cante a mais triste de todas
A canção que todos nós fazemos serenata

Agüente firme
Não vá, não deixe acontecer
Dance a valsa da vida
Certo ou errado
A semente que nunca semeamos
Essa é a nossa perda
Nosso sacrifício

O que o inverno traz
Senão outra primavera?

Epilogue

(Bonus track)

One other year has left my life
One year bygone so soon
These were the days I sacrificed
These days were lived for you

Some came with winter in white
Some days were blown away
Some came with sultry summer nights
Some with October rain

Oh, how I long for utter silence
But who am I to know
When rain will turn to snow?
If life brings another day

Epílogo

(Faixa-bônus)

Outro ano deixou minha vida
Um ano que se foi tão cedo
Foram estes os dias que eu sacrifiquei
Foram estes os dias vividos por você

Alguns chegaram com o branco do inverno
Alguns dias foram soprados para longe
Alguns chegaram com tórridas noites de verão
Alguns com a chuva de outubro

Oh, como eu desejo o silêncio absoluto
Mas quem sou eu para saber
Quando a chuva virará neve?
Se a vida trará outro dia




KAMELOT:
Roy Khan - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
Glenn Barry - baixo
Casey Grillo - bateria

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:
Michael "Miro" Rodenberg = teclados e arranjos orquestrais
Shagrath = Mefisto em “March of Mephisto” e “Memento Mori”
Simone Simons = Marguerite em “The Haunting”
Cinzia Rizzo = cantora de cabaré em “Um Assassinio Molto Silenzioso”
Mari = Helena em “Memento Mori” e “Abandoned”
Sascha Paeth = guitarras adicionais
+
Orquestra sinfônica de Rodenberg




Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Kamelot"

Kamelot: galeria de fotos do show no Carioca Club de São Paulo
Kamelot: a música "Forever" no original
Palco 2 Alternativo: entrevistas com membros do Kamelot
Kamelot: Oliver Palotai recapitula turnê latino-americana
Separados no nascimento: Kamelot x Hollywood
Kamelot: retorno a SP trouxe novo vocal, graça e venustidade
Kamelot: na expectativa de grandes shows no Brasil
Kamelot: assista vídeo promo da tour pela América Latina
Kamelot: disponível pacote VIP com meet and greet no Brasil
Kamelot: Alissa White-Gluz participará de shows no Brasil
Kamelot: Alissa White-Gluz virá ao Brasil com a banda
Kamelot: fotos recentes do ex-vocalista Roy Khan
Kamelot: vídeo de bastidores do show na Suécia
Kamelot: video de bastidores do show na Finlândia

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas