Tradução - Dirt - Alice In Chains

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Dirt - Alice In Chains

Traduzido por Fernando P. Silva

  | Comentários:
Imagem

Them Bones

I believe them bones are me
Some say we're born into the grave
I feel so alone, gonna end up a
Big ole pile a them bones

Dust rise right on over my time
Empty fossil of the new scene
I feel so alone, gonna wind up a
Big ole pile a them bones

Toll due bad dream come true
I lie dead gone under red sky
I feel so alone, gonna end up a
Big ole pile a them bones

Os Ossos Deles

Eu acredito que os ossos deles sou eu
Alguns dizem que nós nascemos na sepultura
Eu me sinto tão só, acabarei uma
Grande pilha dos ossos deles

O pó se levanta no meu tempo
Fóssil vazio da nova cena
Eu me sinto tão só, acabarei uma
Grande pilha dos ossos deles

Pesadelo se torna realidade
Eu me deito, morto, sob o céu vermelho
Eu me sinto tão só, acabarei uma
Grande pilha dos ossos deles

Dam That River

I broke you in the canyon
I drowned you in the lake
You a snake that I would trample
Only thing I'd not embrace

Oh, you couldn't dam that river
And maybe I don't give a damn anyway
So you couldn't dam that river
And it washed me so far away

I pushed and then you stumbled
I kicked you in the face
You stare at me so hollow
Got to keep that killing pace

Oh, you couldn't dam that river
And maybe I don't give a damn anyway
So you couldn't dam that river
And it washed me so far away

I burned the place around you
I hit you with a rake
You piss upon my candle
So proving you're a fake

Represe Aquele Rio

Eu te quebrei no cânion
Eu te afoguei no lago
Você uma serpente que eu pisaria
A única coisa que eu não abraçaria

Oh, você não pôde represar aquele rio
E eu não estou nem aí mesmo
Então você não pôde represar aquele rio
E ele me banhou para bem longe

Eu empurrei e você tropeçou
Eu te chutei no rosto
Você me encara tão vazio
Preciso manter aquele passo mortal

Oh, você não pôde represar aquele rio
E eu não estou nem aí mesmo
Então você não pôde represar aquele rio
E ele me banhou para bem longe

Eu queimei o lugar a sua volta
Eu te acertei com um rastelo
Você mija sobre a minha vela
Provando que você é uma farsa

Rain When I Die

Is she ready to know my frustration?
What she slipping inside, slow castration
I'm a riddle so strong
You can't break me
Did she come here to try, try to take me?

Did she call my name?
I think it's gonna rain
When I die

Was it something I said, held against me?
Ain't no life on the run, slowly climbing
Caught in ice so she stares, stares at nothing
I can help her but won't, now she hates me

She won't let me hide
She don't want me to cry

Will she keep on the ground
Trying to ground me?
Slowly forgive my lie
Lying to save me
Could she love me again
Or will she hate me?
Prob'ly not
I know why can't explain me

Choverá Quando Eu Morrer

Ela está pronta para conhecer minha frustração?
O que ela esconde por dentro, uma lenta castração
Eu sou um enigma tão forte
Você não pode me quebrar
Ela veio até aqui para tentar me levar?

Ela chamou meu nome?
Acho que choverá
Quando eu morrer

Foi algo que eu disse, que pesou contra mim?
Não existe vida em fuga, escalando lentamente
Presa no gelo então ela olha, olha para o nada
Eu posso ajudá-la mas não vou, agora ela me odeia

Ela não me deixará se esconder
Ela não me quer para chorar

Ela continuará no chão
Tentando me derrubar?
Aos poucos perdoe minha mentira
Mentindo para me salvar
Ela pode me amar novamente
Ou ela irá me odiar?
Provavelmente não
Eu sei por que não consigo me explicar

Rooster

Ain't found a way to kill me yet
Eyes burn with stinging sweat
Seems every path leads me to nowhere
Wife and kids household pet
Army green was no safe bet
The bullets scream to me
From somewhere

Here they come to snuff the rooster
Yeah here come the rooster
You know he ain't gonna die

Walking' tall machine gun man
They spit on me in my homeland
Gloria sent me pictures of my boy
Got my pills 'gainst mosquito death
My buddy's breathin' his dying breath
Oh god please
Won’t you help me make it through?

Galo

Ainda não encontrou um jeito de me matar
Olhos queimam com suor ardente
Parece que todo caminho me leva a lugar algum
A esposa e as crianças, a vida familiar
Exército verde não era uma aposta segura
As balas clamam por mim
Vindas de algum lugar

Lá vêm eles para matar o galo
Sim, lá vem o galo
Você sabe que ele não morrerá

Andando alto com uma metralhadora, cara
Eles cuspiram em mim, em minha terra natal
Gloria me enviou fotos do meu garoto
Peguei minhas pílulas contra o mosquito da morte
Meu amigo está soltando seu último suspiro
Oh deus por favor
Você não irá me ajudar com isso?

Sickman

What the hell am I?
Thousand eyes, a fly
Lucky then I'd be
In one day deceased

Sickman, sickman, sickman

I can feel the wheel, but I can't steer
When my thoughts become
My biggest fear

Ah, what's the difference, I'll die
In this sick world of mine

What the hell am I?
Leper from inside
Inside wall of peace
Dirty and diseased

Sickman, sickman
Sickman, sickman

I can see the end is getting near
I won't rest
Until my head is clear

Can you see the end?
Choke on me my friend
Must to drown these thoughts
Purity over rot

Yeah, though I walk
Through the valley of rape and despair
With head high and eyes alert
I tread on a plane of many

We who are of good nature and intention
But cannot touch on the dark
Recesses of memory
And pain learned
So come walk with me
Feel the pain
And release it

What the hell am I
Worn eroded pride
Saddened 10 mile wide
I'm gonna let it slide

Sickman, sickman
Sickman, sickman

I can feel the wheel, but I can't steer
When my thoughts become
My biggest fear

Cara Doente

Que diabos eu sou?
Mil olhos, uma mosca
Sortudo então eu seria
Em um dia, falecido

Um cara doente, um cara doente

Posso sentir o volante, mas não consigo guiar
Quando meus pensamentos se tornam
Meu maior medo

Ah, qual é a diferença, eu morrerei
Neste meu mundo doentio

Que diabos eu sou?
Leproso por dentro
Por dentro da parede da paz
Sujo e doente

Cara doente, cara doente
Cara doente, cara doente

Vejo que o fim está se aproximando
Não irei sossegar
Até minha cabeça ficar limpa

Você pode ver o fim?
Sufoco em mim, meu amigo
Devo afogar estes pensamentos
Pureza sobre a podridão

É, embora eu ande
Pelo vale do estupro e desespero
Com a cabeça erguida e os olhos alerta
Eu piso numa superfície de muitos

Nós que somos de bom caráter e intenção
Mas não podemos falar da escuridão
Recaídas da memória
E a dor instruída
Então venha caminhar comigo
Sentir a dor
E libertá-la

Que diabos eu sou?
Orgulho corroído
Entristecido a 10 milhas de distância
Eu vou deixar passar

Cara doente, cara doente
Cara doente, cara doente

Posso sentir o volante, mas não consigo guiar
Quando meus pensamentos se tornam
Meu maior medo

Junkhead

A good night, the best in a long time
A new friend turned me on to an old favorite
Nothing better than a dealer who's high
Be high convince them to buy

What's my drug of choice?
Well, what have you got?
I don't go broke
And I do it a lot

Seems so sick to the hypocrite norm
Running their boring drills
But we are an elite race of our own
The stoners, junkies and freaks

Are you happy? I am, man
Content and fully aware
Money, status, nothing to me
'Cause your life is empty and bare

You can't understand a user's mind
But try, with your books and degrees
If you let yourself go and opened your mind
I'll bet you'd be doing like me
And it ain't so bad

Say, I do it a lot!
Say, I do it a lot!
Say, I do it a lot!
Say, I do it a lot!

Drogado

Uma boa noite, a melhor dos últimos tempos
Um novo amigo me animou para um velho favorito
Nada melhor do que um traficante, que chapado
Convencem-nos a comprar

Qual é a minha droga escolhida?
Bem, o que você tem?
Eu não vou pirar
E eu faço muito isso

Parecem tão doentios para a norma hipócrita
Fazendo seus exercícios físicos maçantes
Mas nós somos nossa própria raça de elite
Os bêbados, os drogados e os malucos

Você está feliz? Eu estou, cara
Contente e totalmente ciente
Dinheiro, status, nada pra mim
Pois sua vida está vazia e exposta

Você não pode entender a mente de um usuário
Mas tente, com seus livros e diplomas
Se você se deixou levar e abriu sua mente
Aposto que você estaria fazendo como eu
E isso não é tão ruim assim

Diga, eu faço muito isso!
Diga, eu faço muito isso!
Diga, eu faço muito isso!
Diga, eu faço muito isso!

Dirt

I have never felt such frustration
Or lack of self-control
I want you to kill me
And dig me under, I wanna live no more

One who doesn't care
Is one who shouldn't be
I've tried to hide myself
From what’s wrong for me
For me

I want to taste dirty stinging pistol
In my mouth, on my tongue
I want you to scrape me from the walls
And go crazy like you've made me

You, you are so special
You have the talent to
Make me feel like dirt
And you, you use your
Talent to dig me under
And cover me with dirt

Sujeira

Eu nunca senti tal frustração
Ou falta de autocontrole
Eu quero que você me mate
E me enterre, não quero mais viver

Quem não se preocupa
É quem não deveria
Eu tentei me esconder
Daquilo que não é bom para mim
Para mim

Eu quero provar a pistola suja e penetrante
Em minha boca, em minha língua
Eu quero que você me raspe das paredes
E me enlouqueça como você me fez

Você, você é tão especial
Você tem o talento para
Me fazer se sentir como a sujeira
E você, você usa seu
Talento para me cavoucar
E me cobrir com sujeira

God Smack

Care not for the men who wonder
Straw that broke your back, you're under
Cast all them aside who care
Empty eyes and dead end stare

Don't you know that none are blind to the lie?
And you think
I don't find what you hide?

What in God's name have you done?
Stick your arm for some real fun

For the horse you've grown much fonder
Than for me, that I don't ponder
As the hair of one who bit you
Smiling bite your own self, too

And I think that you're not blind
To the ones you left behind
I'll be here

So be yearning all your life
Twisting, turnings like a knife

Now you know the reasons why
Can't get high, or you will die
Or you'll die

So your sickness weighs a ton
And God's name is smack for some

Heroína

Não ligue para os homens que se admiram
A palha que quebrou suas costas, você está sujeito
Jogue-os de lado, quem se importa
Olhos vazios e olhar sem perspectiva

Você não sabe que ninguém é cego para a mentira?
E você acha (que)
Eu não encontro o que você esconde?

O que você tem feito em nome de Deus?
Pregue seu braço para uma diversão de verdade

Por cavalos você cresceu muito mais aficionado
Do que para mim, que eu não considero
Como o cabelo de alguém que te mordeu
Sorrindo morda a si próprio, também

E eu acho que você não está cego
Para aqueles que você deixou para trás
Eu estarei aqui

Então sinta saudades de toda a sua vida
Contorcendo, girando como uma faca

Agora você sabe as razões
Não curta uma viagem, ou você morrerá
Ou você morrerá

Por isso sua doença pesa uma tonelada
E o nome de Deus é um beijo para alguns

Hate To Feel

What's gone wrong
I can't see straight
Been too long, so full of hate

What the fuck will it take?
Drown myself in my wake
Another shaggy D.A
Now a dog, shake my leg
Plastic man, paper face
Candy heart, what a waste
Gotta change, set a date

Stare at me with empty eyes and
Point your words at me
Mirror on the wall will show you
What you're scared to see

I can see, yeah - (wish I couldn't see at all)
I can feel - (wish I couldn't feel at all)
Hate to see - (wish I couldn't see at all)
Hate to feel - (wish I couldn't feel at all)

So climb the walls
Thin my blood now
And I crawl, back to bed now

What the hell, gotta rest
Aching pain in my chest
Lucky me, now I'm set

Little bug for a pet
New Orleans, gotta get
Pincushion medicine
Used to be curious
Now the shit's sustenance

All this time I swore
I'd never be like my old man
What the hay it's time to face
Exactly what I am

Odeio Sentir

O que deu errado?
Não consigo ver claramente
Tem sido um longo tempo, cheio de ódio

Que diabos será preciso?
Me afogo em meu rastro
Outro promotor público peludo
Agora um cachorro, balanço minha perna
Homem de plástico, rosto de papel
Doce coração, oh que desperdício
Preciso mudar, definir uma data

Me encara com olhos vazios e
Aponta suas palavras para mim
O espelho na parede mostrará a você
O que você tem medo de ver

Eu posso ver, sim - (queria não ver nada disso)
Eu posso sentir - (queria não sentir nada disso)
Odeio ver - (queria não ver nada disso)
Odeio sentir - (queria não sentir nada disso)

Então escale as paredes
Diminua meu sangue agora
E eu rastejo, de volta pra cama

Que porra, preciso descansar
Uma forte dor no meu peito
Que sorte, agora estou legal

Um pequeno inseto por um bicho de estimação
New Orleans, eu preciso chegar lá
Remédio com uso de agulhas
Costumava ser curioso
Agora o alimento é merda

Todo esse tempo eu jurei
Que nunca estaria como meu velho amigo
Oh céus, hora de encarar
Exatamente o que eu sou

Angry Chair

Sitting on an angry chair
Angry walls that steal the air
Stomach hurts and I don't care

What do I see across the way?
See myself molded in clay
Stares at me, yeah I'm afraid
Changing the shape of his face

Candles red I have a pair
Shadows dancing everywhere
Burning on the angry chair

Little boy made a mistake
Pink cloud has now turned to gray
All that I want is to play
Get on your knees, time to pray boy

I don't mind, yeah
I don't mind, I-I-I
I don't mind, yeah,
I don't mind, I-I-I
Lost my mind, yeah
But I don't mind, I-I-I
Can't find it anywhere
I don't mind

Corporate prison, we stay
I'm a dull boy work all day
So I'm strung out anyway

Loneliness is not a phase
Field of pain is where I graze
Serenity is far away

Saw my reflection and cried
So little hope that I died
Feed me your lies, open wide
Weight of my heart, not the size

Pink cloud has now turned to gray
All that I want is to play
Get on your knees time to pray

Cadeira Irada

Sentado numa cadeira irada
Paredes iradas que roubam o ar
O estômago dói e eu não ligo

O que eu vejo do outro lado da rua?
Vejo eu mesmo moldado em barro
Me encara, sim, estou com medo
Mudando a forma do rosto dele

Velas vermelhas, eu tenho um par
Sombras que dançam em toda parte
Queimando sobre a cadeira irada

O garotinho se enganou
A nuvem rosa se transformou em cinza
Tudo que quero é jogar
Ajoelhe-se, hora de rezar garoto

Eu não ligo, é
Eu não ligo, eu, eu, eu
Eu não ligo, é
Eu não ligo, eu, eu, eu
Perdi a cabeça, é
Mas eu não ligo
Não consigo achá-la em lugar algum
Eu não ligo

Prisão corporativa, nós estamos
Sou um garoto estúpido, trabalho o dia todo
Portanto estou amarrado de qualquer forma

Solidão não é uma fase
O campo da dor é onde eu pasto
Serenidade está longe

Vi minha reflexão e chorei
Tão pouca esperança que eu morri
Suas mentiras me alimentam, totalmente aberto
O peso do meu coração, não o tamanho

A nuvem rosa se transformou em cinza
Tudo que quero é jogar
Ajoelhe-se, hora de rezar

Down In A Hole

Bury me softly in this womb
I give this part of me for you
Sand rains down and here I sit
Holding rare flowers
In a tomb...in bloom

Down in a hole
And I don't know if I can be saved
See my heart
I decorate it like a grave
You don't understand who they
Thought I was supposed to be
Look at me now a man
Who won't let himself be

Down in a hole, losin' my soul
Down in a hole, losin' control
I'd like to fly
But my wings have been so denied

Down in a hole and they've put all
The stones in their place
I've eaten the sun so my tongue
Has been burned of the taste
I have been guilty
Of kicking myself in the teeth
I will speak no more
Of my feelings beneath

Oh I want to be inside of you

Down in a hole, losin' my soul
Down in a hole, feelin' so small
Down in a hole, losin' my soul
Down in a hole, out of control

I'd like to fly but
My wings have been so denied

Dentro De Um Buraco

Me enterre suavemente neste útero
Eu cedo esta minha parte por você
Chuvas de areia caem e aqui eu sento
Segurando flores raras
Num túmulo... em florescência

Dentro de um buraco
E eu não sei se eu posso ser salvo
Veja meu coração
Eu o decorei como um túmulo
Você não entende que eles
Achavam que era necessário eu existir
Olhe para mim agora, um homem
Que não se deixará viver

Dentro de um buraco, perdendo minha alma
Dentro de um buraco, perdendo o controle
Eu gostaria de voar
Mas minhas asas foram negadas

Dentro de um buraco e eles puseram todas
As pedras no lugar deles
Eu comi o sol, por isso minha língua
Foi queimada do paladar
Eu fui o culpado
Por chutar meus próprios dentes
Não falarei mais
De meus sentimentos mais profundos

Oh, eu quero estar dentro de você

Dentro de um buraco, perdendo minha alma
Dentro de um buraco, se sentindo tão pequeno
Dentro de um buraco, perdendo minha alma
Dentro de um buraco, fora de controle

Eu gostaria de voar mas
Minhas asas foram negadas

Would?

Know me broken by my master
Teach thee on child of love hereafter

Into the flood again
Same old trip it was back then
So I made a big mistake
Try to see it once my way

Drifting body it's sole desertion
Flying not yet quite the notion

Am I wrong?
Have I run too far to get home?
Have I gone?
And left you here alone
If I would, could you?

Se Eu Fosse?

Conheça-me quebrado por meu mestre
Ensino-te, criança do amor, daqui por diante

Na enchente novamente
Aquela velha viagem de volta
Então eu cometi um grande erro
Tentar vê-lo uma vez do meu jeito

Corpo à deriva é a única deserção
Voando ainda não totalmente a noção

Estou errado?
Corri longe demais para chegar em casa?
Parti?
E deixei você aqui sozinha
Se eu fosse, você poderia?







Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Alice In Chains"

Parcerias Brilhantes: duplas que marcaram história
Homenagens: Canções inspiradas em músicos falecidos
Alice In Chains: doze anos sem Layne Staley
Cobain: músicos do Korn, Judas, Pantera e AIC falam sobre legado
Alice in Chains: músicas do "Black Gives Away" com Layne no vocal
Alice In Chains: banda comove Phil Anselmo com serenata
Alice In Chains: preparando turnê acústica?
Vocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rock
Les Claypool: versão inusitada de "Man in The Box" do AiC
Alice In Chains: guitarrista ensina como usar seu prêmio MTV
Alice in Chains: Banda ainda tem muito a contribuir com o Rock
Tarja: fã de Jogos Mortais, A7x, Alice in Chains e Disturbed
NoiseCreep: os 10 melhores riffs de hard rock dos anos 1990
Alice in Chains: vídeos em HD de show na Inglaterra
Tim 'Ripper' Owens: cover de "Man In The Box" do AIC ao vivo

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Fernando P. Silva

Fernando Silva é membro do Whiplash! e responsável pela seção de traduções. Colaborando com o site há mais de 5 anos, é quem organiza e revisa todas as traduções que são publicadas nesta seção, contando também com o auxílio de amigos e colaboradores do site. Eclético, curte desde o blues e um bom rock n' roll até o melhor do hard e do heavy, sendo o Metallica (até a eternidade) sua banda preferida. Correções de material postado anteriormente, críticas ou sugestões para novas traduções podem ser feitas através do contato direto com o autor. Email: [email protected].

Mais matérias de Fernando P. Silva no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas