Tradução - Demolition - Judas Priest

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Demolition - Judas Priest

Traduzido por Raphael Azzolini

  | Comentários:
Imagem

MACHINE MAN

(G. Tipton)

Licensed to kill
On my 650 Bonneville
"Hellfire" we yell
Fueled and indestructible

Get it down
To take the crown
Neon daze
Renegades

No fear just hate
Drives us to the ultimate
Cut loose extremes
On our maniac machines

Take me down
Or hit the ground
Neon nights
At the speed of light

So you motherfuckers want to race
You've all got loser tattooed on your face

Machine Man's running - you wanna try
Machine Man's coming - you're gonna die

Ignite the engines
You can hear it scream
You're gonna eat your words
That challenged this machine

The beast is revved up
The flag is down
The tyres screech
And lay a smoke screen all around

Through the limits
As they rocket past
It's a blood bath
There's no second place

Machine Man's running - you wanna try
Machine Man's coming - you're gonna die

Machine Man - Machine Man's coming
Machine Man - Machine Man's coming

Ice nerves of steel
As I notch another kill
You lose - I win
I get to ride again

Get it down
Hit the ground
Neon nights
Speed of light

Feel no mercy as I cross the line
Watch the suckers self-destruct behind

Machine Man's running - you wanna try
Machine Man's coming - you're gonna die

Machine Man - Machine Man's coming
Machine Man - Machine Man's coming

HOMEM MÁQUINA

(G. Tipton)

Com licença para matar
No meu Bonneville 650
Berramos “Hellfire”
Abastecidos e indestrutíveis

Detone
Para levar a coroa
Néon irritante
Renegados

Sem medo, só o ódio
Nos leva ao máximo
Chegando ao extremo
Em nossas máquinas maníacas

Me derrube
Ou beije o chão
Néon da noite
Na velocidade da luz

Então vocês querem correr filhos da puta
Vocês têm “perdedor” tatuado em suas caras

Homem máquina correndo - você quer tentar
Homem máquina chegando - você vai morrer

Ligue os motores
Você pode ouvi-lo gritando
Você vai comer suas palavras
Que desafiaram essa máquina

A besta está acelerando
A bandeira abaixou
Os pneus cantam
E deixam fumaça por todo canto

Nos limites
Enquanto eles passam feito foguete
É um banho de sangue
Não há segundo lugar

Homem máquina correndo - você quer tentar
Homem máquina chegando - você vai morrer

Homem máquina - homem máquina chegando
Homem máquina - homem máquina chegando

Nervos de aço
E eu conto mais uma morte
Você perdeu - eu ganhei
E preciso correr novamente

Detone
Beije o chão
Néon da noite
Velocidade da luz

Sem perdão eu cruzo a linha
Vejo os otários se auto-destruindo lá atrás

Homem máquina correndo - você quer tentar
Homem máquina chegando - você vai morrer

Homem máquina - homem máquina chegando
Homem máquina - homem máquina chegando

ONE ON ONE

(G. Tipton/K.K. Downing)

I am your darkest hour
I am your fall from power
I am the voice you dread
And I'm screaming out inside your head

I am the final count
I am your demons out
I am the worst demise
I'm gonna cut your big words down to size

What is this?
I hear you shout
Face to face
I'm gonna take you out

One on one, bring it on
One on one, take me on

I am the awful truth
I am the fearless youth
I am the cross to bear
And the one who dares
To return your stare

I am the fist of God
I am the underdog
I'll always stand my ground
While the others scatter all around

Against all odds
Despite it all
I'm at my best
When I'm against the wall

One on one, bring it on
One on one, take me on

I am the bloodstained past at last
That's finally caught up with you
Like the glint of steel from out of the dark
The last thing you will feel
I'm outgunned, I'm out

Run, I'm undead and then I found the skin
You shed - I am the questions asked
That send the shivers down your back

So I am holding out
And I'm much stronger now
So take me on

One on one, bring it on
One on one, take me on

I am the darkest night
I am the viper's strike
I'll see you all consumed
As you start to lick
Your mortal wounds

Like the condemned man
Who just won't die
I'll show no remorse
I'll never walk away

One on one, bring it on
One on one, take me on

UM POR UM

(G. Tipton/K.K. Downing)

Eu sou sua pior hora
Eu sou sua queda do poder
Eu sou a voz que você teme
Estou gritando dentro da sua cabeça

Eu sou a contagem final
Eu sou seus demônios livres
Eu sou o pior legado
Eu vou reduzir suas palavras a pó

O que é isso?
Eu te escuto gritar
Cara a cara
Eu vou te levar daqui

Um por um, tragam aqui
Um por um, me enfrentem

Eu sou a verdade terrível
Eu sou a juventude sem medo
Eu sou a cruz que você carrega
E o único que se atreve
A encarar você

Eu sou o punho de Deus
Eu sou o pobre coitado
Eu sempre manterei meu lugar
Enquanto os outros se espalham por aí

Contra todas as desvantagens
Apesar de tudo
Estou no meu melhor
Quando estou contra a parede

Um por um, tragam aqui
Um por um, me enfrentem

Eu sou o passado manchado de sangue
Que finalmente conseguiu te pegar
Como o cintilar do aço vindo da escuridão
A última coisa que você sentirá
Estou melhor armado, estou solto

Corra, eu sou um morto vivo e achei a pele
Que você perdeu - Eu sou a pergunta
Que te dá arrepios na espinha

Então estou esperando
Estou muito mais forte agora
Então me enfrente

Um por um, tragam aqui
Um por um, me enfrentem

Eu sou a noite mais escura
Eu sou o ataque da víbora
Eu verei você esgotado
Enquanto você começará a lamber
Suas feridas mortais

Que nem o condenado
Que não morrerá
Não irei demonstrar remorso
Eu nunca fujo

Um por um, tragam aqui
Um por um, me enfrentem

HELL IS HOME

(G. Tipton/K.K. Downing)

You're looking at me why
Sort of like a leper vibe
Okay for your kind
But it's too good for me

And a hey I know I'm never gonna qualify
For all the bullshit of your social degrees

Oh look down your noses at me
Hating my identity
Oh but that don't mean a damn thing you see
'Cause down here in Hell everybody loves me

Hey I know I'm anti-social
'Cause you act like I'm infected
With some atrocity

And though I know I'm every bit the same inside
My face don't fit it's like I've got some disease

Oh you keep your face turned away
To strip me of identity
Oh still got my fortune and fame
'Cause down here in Hell
Everyone knows my name

Hell is home to me
Might as well be
I like it here and nowhere else invited me
Hell is home to me
It has to be ('cause Jesus Christ)
Nobody else invited me

Now I belong
I found my home
'Cause even though I know things
Won't get any better
They can certainly never get much worse

Hell is home to me
Might as well be
I like it here and nowhere else invited me
Hell is home to me
It has to be ('cause Jesus Christ)
Nobody else invited me

Say my whole life I've always been disliked
Ignored unless you're spitting insults at me
And I don't know why you felt so justified
In all the degradation that you dished on me

Oh! Now my status has changed
And you've got yourself to blame
Oh! I'll grab all the attention I crave
Now I'm running Hell
Heaven won't be the same

Hell is home to me
Might as well be
I like it here and nowhere else invited me
Hell is home to me
It has to be ('cause Jesus Christ)
Nobody else invited me

INFERNO É UM LAR

(G. Tipton/K.K. Downing)

Você está me olhando por quê?
Eu pareço um leproso?
Ok para o seu tipo
Mas isso é bom demais pra mim

E eu sei que nunca vou me qualificar
Na porcaria da sua classe social

Oh, você me olha com desprezo
Odiando minha identidade
Oh mas isso que você vê não quer dizer nada
Porque aqui no inferno todos me amam

Eu sei que sou anti-social
Pois você age como se eu estivesse infectado
Com alguma atrocidade

E apesar de eu saber que sou o mesmo por dentro
Minha cara não parece que eu tenho alguma doença

Oh, você continua com a cara virada
Desprezando minha identidade
Oh, ainda tenho minha fama e fortuna
Porque aqui no inferno
Todos sabem meu nome

Inferno é um lar pra mim
E é melhor que seja assim
Eu gosto daqui e ninguém me convidou
Inferno é um lar pra mim
E tem que ser (pois Jesus Cristo)
Ninguém mais me convidou

Agora eu faço parte
Achei meu lar
Por mais que eu saiba que as coisas
Não vão melhorar
Com certeza não vão piorar

Inferno é um lar pra mim
E é melhor que seja assim
Eu gosto daqui e ninguém me convidou
Inferno é um lar pra mim
E tem que ser (pois Jesus Cristo)
Ninguém mais me convidou

Digo que minha vida toda eu fui malvisto
Ignorado a menos que você cuspa insultos em mim
E eu não sei por que você se sente tão absolvido
De todas as humilhações que você fez comigo

Oh, agora meu status mudou
E você pode se considerar culpado
Oh, eu tenho toda a atenção que quero
Agora vou correr pro inferno
O paraíso nunca mais será o mesmo

Inferno é um lar pra mim
E é melhor que seja assim
Eu gosto daqui e ninguém me convidou
Inferno é um lar pra mim
E tem que ser (pois Jesus Cristo)
Ninguém mais me convidou

FEED ON ME

(G. Tipton)

They are dying on the dance floor
They are lying in debris
They are fading with exhaustion
From the mortal injuries

They are hungry and need feeding
They've resigned themselves to fate
They are desperate men
Death's written on their face

When your will to live is all but gone
And you're left alone
But you need someone
Feed on me
Feed on me

They're outgunned
And they're outnumbered
But they'll never turn to run
And the "In the name of freedom's"
Written with their blood

Some would call them mercenary
But they always knew the pain
Inevitably far outweighs the gain

Feed on me
Feed on me if you need to breathe
Feed on me
When your hunger strikes you down again

And you feel
Your inner strength has drained
Feed on me
Feed on me

Feed on me - I got what you need
Feed on me
Feed on me - don't accept defeat

They are dying on the dance floor
They are lying in debris
They are fading with exhaustion
From the mortal injuries

Some would call them mercenary
But they always knew the pain
Inevitably far outweighs the gain

When your will to live
Has almost gone
And you're left alone
And you need someone
Feed on me
Feed on me

Feed on me
Feed on me - I got what you need
Feed on me
Feed on me - don't accept defeat

ALIMENTE-SE DE MIM

(G. Tipton)

Eles estão morrendo na pista de dança
Eles estão caídos nos destroços
Eles estão desmaiando de exaustão
Por causa dos ferimentos graves

Eles estão famintos e precisam comer
Eles fugiram de seus destinos
Eles são homens desesperados
A morte está escrita em seus rostos

Quando sua vontade de viver quase acabou
E você foi abandonado
Mas você precisa de alguém
Alimente-se de mim
Alimente-se de mim

Eles estão melhor armados
E estão em maior número
Mas eles nunca vão tentar fugir
E “em nome da liberdade” está
Escrito com o sangue deles

Alguns os chamariam de mercenários
Mas eles sempre sentiram a dor
Inevitavelmente tem mais valor do que o ganho

Alimente-se de mim
Alimente-se de mim se você precisa respirar
Alimente-se de mim
Quando tua fome te derrubar novamente

E você sentir (que)
Sua força interior acabou
Alimente-se de mim
Alimente-se de mim

Alimente-se de mim - eu tenho o que você precisa
Alimente-se de mim
Alimente-se de mim - não aceite a derrota

Eles estão morrendo na pista de dança
Eles estão caídos nos destroços
Eles estão desmaiando de exaustão
Por causa dos ferimentos graves

Alguns os chamariam de mercenários
Mas eles sempre sentiram a dor
Inevitavelmente tem mais valor do que o ganho

Quando sua vontade de viver
Estiver quase acabando
E você estiver abandonado
E precisar de alguém
Alimente-se de mim
Alimente-se de mim

Alimente-se de mim
Alimente-se de mim - eu tenho o que você precisa
Alimente-se de mim
Alimente-se de mim - não aceite a derrota

JEKYLL AND HYDE

(G. Tipton)

Your innocence all but fades
When we peel the veneer away
It's all an act which you stage
With your two-faced barricades

Rage consumes you every night
Caged inside you
Trying to get out

Schizophrenic basic needs
Fools me into complacency
But now I see through your facade
Behind the mask a monster snarls

Hatred burning in your chest
Dazed but learning in your quest

Oh it's killing me your unpredictability
Oh all the time
You hide behind
Your Jekyll and Hyde

Now I realize
There's a dark side disguised

Always changing
Then love hating
Baiting me

Your innocence all but fades
When we peel the veneer away
It's all an act which you stage
With your two-faced barricades

Rage consumes you every night
Caged inside you trying to get out

Oh it's killing me your unpredictability
Oh all the time
You hide behind
Your Jekyll and Hyde

JEKYLL E HYDE

(G. Tipton)

Sua inocência quase desaparece
Quando lhe tiramos a máscara
Tudo é um ato que você interpreta
Com sua dupla personalidade

Raiva te consume toda noite
Presa dentro de você
Tentando sair

Necessidades básicas esquizofrênicas
Me confunde na complacência
Mas agora eu vejo por detrás de sua fachada
Atrás da máscara um monstro rosna

Ódio ardendo em seu peito
Pasmo mas aprendendo em sua busca

Oh, sua imprevisibilidade está me matando
Oh, o tempo todo
Você se esconde por trás
De seu Jekyll e Hyde

Agora eu entendo
Existe um lado negro disfarçado

Sempre mudando
Amando e odiando
Me importunando

Sua inocência quase desaparece
Quando lhe tiramos a máscara
Tudo é um ato que você interpreta
Com sua dupla personalidade

Raiva te consume toda noite
Presa dentro de você, tentando sair

Oh, sua imprevisibilidade está me matando
Oh, o tempo todo
Você se esconde por trás
De seu Jekyll e Hyde

DEVIL DIGGER

(G. Tipton)

I was cross-wired underground
Nothing seemed to fit
I was fried and memory bound
Then it came to me

Devil digger
Unforgiver

I was on a different plane
He said come to me
Laid his hands upon my brow
That's the last of me

Devil digger
Unbeliever

Don't be sorry
It's no disgrace
But never worry (unless)
You have no faith

See him coming
He has no face
You must stop running
You must have faith

Death's not final so were told
Words are so profound
Who the hell wants to get old
But ask in the final hours

Devil digger - unbeliever
Devil digger - unforgiver

See him coming
He has no face
You must stop running
You must have faith

I don't want to fade away
I don't want to fade away
I don't want to fade away
I don't want to fade away

ESCAVADOR DO DIABO

(G. Tipton)

Eu estava amarrado no subterrâneo
Nada parecia se encaixar
Eu estava frito e minha memória enclausurada
Então ele veio até mim

Escavador do Diabo
Aquele que não perdoa

Eu estava num plano diferente
Ele disse “venha a mim”
E colocou suas mãos sobre minha testa
É o que resta de mim

Escavador do Diabo
Aquele que não tem fé

Não fique triste
Não é uma desgraça
Mas nunca se preocupe (a menos que)
Você não tenha mais fé

Veja-o chegando
Ele não tem cara
Você tem que parar de correr
Você deve ter fé

A morte não é o fim, como nos disseram
Palavras são tão profundas
Quem diabos quer envelhecer?
Mas pergunte na hora final...

Escavador do Diabo – aquele que não tem fé
Escavador do Diabo – aquele que não perdoa

Veja-o chegando
Ele não tem cara
Você tem que parar de correr
Você deve ter fé

Eu não quero sumir
Eu não quero sumir
Eu não quero sumir
Eu não quero sumir

CLOSE TO YOU

(G. Tipton/K.K. Downing)

So many years that we were one
So many things we've done
The memories alive
But most of me has died

As I struggle with events
I'm offered words of strength
They do not comprehend
The passion we possessed

People tell me what to do
Tell me how I should get through
But they haven't got a clue
No one else comes close to you

I see your eyes before they closed
They looked right inside my soul
And they asked me not to grieve
I tried but still I bleed

I wake up, I break up
Try hard to shake off
The desolation as it grows
As nothing else comes close

And as I stand here by the grave
And the wind calls out your name
I know that time could never heal
The emptiness I feel

People try to give me hope
Tell me how I should let go
But they'll never really know
'Cause there's nothing else comes close

People tell me what to do
Tell me how I should get through
But they haven't got a clue
No one else comes close to you

PERTO DE VOCÊ

(G. Tipton/K.K. Downing)

Tantos anos estivemos juntos
Tantas coisas que fizemos
As memórias vivem
Mas muito de mim morreu

Enquanto eu luto contra os acontecimentos
Recebo palavras de apoio
Mas eles não compreendem
A paixão que possuímos

As pessoas me dizem o que fazer
Me falam como eu devo agüentar
Mas eles não têm a mínima noção
Ninguém mais chegou perto de você

Eu vi seus olhos antes de fecharem
Eles olharam dentro da minha alma
E me pediram para não me afligir
Eu tentei mas eu ainda sangro

Eu acordo, tenho uma recaída
Tento me livrar
Da desolação enquanto ela aumenta
Enquanto nada mais se aproxima

E enquanto eu paro junto ao túmulo
E o vento chama seu nome
Eu sei que o tempo nunca vai curar
O vazio que eu sinto

As pessoas tentam me dar esperança
Me falam como eu devo ir
Mas eles nunca vão saber
Porque nada chegou perto de você

As pessoas me dizem o que fazer
Me falam como devo agüentar
Mas eles não têm a mínima noção
Ninguém chegou perto de você

SUBTERFUGE

(G. Tipton/C. Tsangarides)

Holy father drink the firewater
Preaching peace as you go to war
Politicians making brave decisions
Always got self interest at heart

We are to you just a drop in the ocean
Maybe that's true but it's only a notion
You integrate with a friendly intrusion
We won't get fooled
We have come to conclusion

Subterfuge deludes the views of you and me
We're confused but still we choose to disagree
Subterfuge consumes us but defiantly
We refuse to bow down to conformity

Evil mothers hiding under covers
Always near but just out of sight

Hey big brother - watch as we recover
'Cause we'll never give up the fight
And we say no!

Give us a name and you give us the power
Watch as we gather our strength by the hour
You think we're blind and weak in decision
But we see it all from peripheral vision

Subterfuge deludes the views of you and me
We're confused but still we choose to disagree
Subterfuge consumes us but defiantly
We refuse to bow down to conformity

Somebody wins, somebody lose
Some call it subterfuge
Somebody wins, somebody lose
They fall to subterfuge

Subterfuge deludes the views of you and me
We're confused but still we choose to disagree
Subterfuge consumes us but defiantly
We refuse to bow down to conformity

Somebody wins, somebody lose
Some call it subterfuge
Somebody wins, somebody lose
They fall to subterfuge

SUBTERFÚGIO

(G. Tipton/C. Tsangarides)

O Santo Padre bebe a aguardente
Pregando a paz enquanto você vai para a guerra
Políticos tomam bravas decisões
Sempre se importando somente com eles

Somos pra você só uma gota no oceano
Talvez seja verdade, mas é só uma noção
Você nos integra se intrometendo amigavelmente
Não vamos ser enganados
Chegamos a uma conclusão

Subterfúgio ilude a concepção de você e eu
Estamos confusos mas ainda discordamos
Subterfúgio nos consome mas audaciosamente
Recusamos a nos conformar

Mães más escondidas debaixo das cobertas
Sempre perto mas simplesmente fora de vista

Ei grande irmão - veja enquanto nos recuperamos
Pois nunca vamos desistir da luta
E dizemos NÃO!

Nos dê um nome e nos dê o poder
Veja enquanto juntamos nossas forças
Você pensa que somos cegos e fracos nas decisões
Mas vemos tudo pela visão periférica

Subterfúgio ilude a concepção de você e eu
Estamos confusos mas ainda discordamos
Subterfúgio nos consome mas audaciosamente
Recusamos a nos conformar

Alguém ganha, alguém perde
Alguns chamam isso de subterfúgio
Alguém ganha, alguém perde
Eles caem no subterfúgio

Subterfúgio ilude a concepção de você e eu
Estamos confusos mas ainda discordamos
Subterfúgio nos consome mas audaciosamente
Recusamos a nos conformar

Alguém ganha, alguém perde
Alguns chamam isso de subterfúgio
Alguém ganha, alguém perde
Eles caem no subterfúgio

METAL MESSIAH

(G. Tipton/C. Tsangarides)

Unholy Satan begs
He don't make no sense
Striving down there
To recruit all of you
Do not live in sin
Or taste the fear again
Someone's coming back
Fuck the almanacs

Premonition say
Better step away
Skeptics preach a lot
Watch in aftershock
Heed the prophecies
In your offices
Someone out the blue
Explodes into view

The time is near
The day has dawned
Be prepared
For what's to come

He's the man
Armageddon
Walking through fire
Metal Messiah
He's the one
The father, the son
Creator destroyer
Metal Messiah

Heaven's in a state
Someone's at the gate
Crashing isn't cool
He don't know the rules
Stepping in he says
Time to rock the place
Like they've got a choice
Then all Hell breaks loose

Hell ain't ready for
What he's got in store
Time you fuckers had
Change of management
Better fornicate
Before it's too late
Cranks the power up
As he detonates

Never too late
To extricate
In the event
Die or repent

He's the man
Armageddon
Walking through fire
Metal Messiah
He's the one
The father, the son
Creator destroyer
Metal Messiah

You can pray to him
Auditorium
Buy the merchandise
Cheap at twice the price
Rising up above
With his decibels
He's come down to earth
Next the universe

The time is near
The day has dawned
Be prepared
For what's to come

Never too late
To extricate
In the event
Die or repent

Metal Messiah
Thy kingdom come
They will be done

MESSIAS DE METAL

(G. Tipton/C. Tsangarides)

Satã amaldiçoado implora
Ele não faz sentido
Se esforçando lá embaixo
Para recrutar todos vocês
Não viva no pecado
Ou experimente o medo novamente
Alguém está voltando
Foda-se os almanaques

Minha premonição diz
Melhor ficar longe
Céticos pregando muito
Olhando depois do choque
Escute as profecias
Em seus gabinetes
Alguém de repente
Explode à vista

A hora está chegando
O dia amanheceu
Prepare-se
Para o que está para vir

Ele é o homem
Armageddon
Andando através do fogo
Messias de Metal
Ele é aquele
O pai, o filho
Criador, destruidor
Messias de Metal

O paraíso em pânico
Alguém está no portão
Se quebrar não vai ser legal
Ele não conhece as regras
Entrando ele diz
Hora de agitar esse lugar
Como se eles tivessem alguma escolha
Então todo o Inferno está à solta

O inferno não está preparado
Para o que ele tem de reserva
Hora de vocês filhos da puta
Mudarem de comando
Melhor fornicar
Antes que seja tarde
Acione o poder
Enquanto ele detona

Nunca é tarde
Para se libertar
Na hora final
Morra ou se arrependa

Ele é o homem
Armageddon
Andando através do fogo
Messias de Metal
Ele é aquele
O pai, o filho
Criador, destruidor
Messias de Metal

Você pode rezar pra ele
Auditório
Compre a mercadoria
Duplique o preço
Surgindo acima
Com seus decibéis
Ele desce na Terra
Próximo do universo

A hora está chegando
O dia amanheceu
Prepare-se
Para o que está para vir

Nunca é tarde
Para se libertar
Na hora final
Morra ou se arrependa

Messias de Metal
Teu reino chegará
A vontade deles será feita

CYBERFACE

(G. Tipton/S. Travis)

He lies in wait for one mistake
Morphing on your screen

Those who dare or the unaware
Download him for a scream

Don't access the site
Or beware his megabyte

No virus scan
Detects the man
Or the deadly tasks he plans

Drooling lips
His circuits lit
He crouches for attack

Spider like on the web
Alive and well
But you are dead
Iniquitous in every way
Now he's come out to play

Cyberface
Iron will
Programmed to corrupt and kill
Cyberface
No escape
He is interfaced to Hell

Once he's summoned and installed
Cyberface
He'll infest your motherboard
Cyberface

Now he's got a grip
He will strip away your flesh
Alive yet dead
A fiend obsessed
He'll crash your system down
Once in place
He'll simulate
Your life - it's worthless now

God forsaken
Grotesque mind
An entity
That's come alive
Boot your screen
And suddenly
Approaching fast and mean

Once he's summoned and installed
Cyberface
He'll infest your motherboard
Cyberface

FACE CIBERNÉTICA

(G. Tipton/S. Travis)

Ele está à espreita de um erro
Transmutação na sua tela

Aqueles que se atrevem ou os desinformados
Fazem um download dele por um grito

Não acesse o site
Ou tome cuidado com seu megabyte

Nenhum antivírus
Detecta esse homem
Nem seus planos mortais

Lábios babando
Seus circuitos acenderam
Ele se agacha para atacar

Como uma aranha na teia
Vivo e saudável
Mas você está morto
Iníquo em todos os sentidos
Agora ele sai para brincar

Face cibernética
Vontade de ferro
Programado para roubar e matar
Face cibernética
Sem escapatória
Ele está intercomunicado com o inferno

Uma vez que ele esteja instalado
Face cibernética
Ele vai infestar seu computador
Face cibernética

Agora ele tem domínio
Ele vai tirar sua pele
Vivo apesar de morto
Um demônio obsessivo
Ele vai quebrar seu sistema
Uma vez no lugar
Ele irá simular
Sua vida – ela não tem valor agora

Desolada
Mente grotesca
Uma entidade
Que se torna viva
Carrega em sua tela
E subitamente
Se aproxima rápido e cruel

Uma vez que ele esteja instalado
Face cibernética
Ele vai infestar sua placa-mãe
Face cibernética

BLOODSUCKERS

(G. Tipton/K.K. Downing)

Don't speak to me of morality
Justice wrong or right
You dig up the dirt ignore the hurt
And spit out all your lies

Conscience free as we bleed
Hypocrisy born from greed
Don't preach to me of integrity
Or your legal highs

The judge's thrilled
He's dressed to kill
On TV every night

Subliminal - so absurd
It's criminal - yet can't be heard

Bloodsuckers - how can they sleep at night
Bloodsuckers - nothing but parasites

You will be on the stand today
They cannot harm you - it's okay
But they will destroy your family
And drag you through hell and tragedy

A circus heading into town
Complete with cameras and the clowns
The First Amendment shot to bits
The world is watching just for kicks
As the day drew close to hand
For all to view the faceless man
He put out the lights - it's sad
Now who's to blame for that?

Intimidate twist what you say
With their fine points of law
They lose the case but pontificate
And then appeal some more

Subliminal - it's so absurd
It's criminal - but can't be heard

Bloodsuckers - how can they sleep at night
Bloodsuckers - nothing but parasites

Promise to tell the truth
The whole truth
And nothing but the truth
So help me God!

You will be on the stand today
They cannot harm you - it's okay
They will destroy your family
And drag you through hell and tragedy

Bloodsuckers – parasites

SANGUESSUGAS

(G. Tipton/K.K. Downing)

Não me fale sobre moralidade
Sobre a justiça certa ou errada
Você traz à tona a sujeira e ignora o machucado
E cospe todas as suas mentiras

Consciência livre enquanto sangramos
Hipocrisia nascendo da ganância
Não pregue para mim sobre integridade
Ou seus direito legais

A justiça está estremecida
Ele está muito bem vestido
Na TV toda noite

Subliminar - um absurdo
É criminoso - e não pode ser ouvido

Sanguessugas - como eles podem dormir à noite
Sanguessugas - nada a não ser parasitas

Você estará no banco das testemunhas hoje
Elas não vão te fazer mal – está tudo bemMas eles vão destruir sua família
E te arrastarão através do inferno e da tragédia

Um circo foi montado na cidade
Completo com câmeras e palhaços
A Primeira Emenda foi pequena
O mundo assiste só por diversão
Enquanto o dia se aproxima
Para todos verem o homem sem face
Ele apagou as luzes - é triste
Agora quem leva a culpa?!

A intimidação distorce o que você diz
Com seus pontos da lei
Eles perderam o caso mas pontificaram
E chamaram mais atenção

Subliminar - um absurdo
É criminoso - mas não pode ser ouvido

Sanguessugas - como eles podem dormir à noite
Sanguessugas - nada a não ser parasitas

Prometo falar a verdade
Toda a verdade
E nada além da verdade
Então me ajude Deus!

Você estará no banco das testemunhas hoje
Elas não vão te fazer mal – está tudo bemMas eles vão destruir sua família
E te arrastarão através do inferno e da tragédia

Sanguessugas – parasitas

IN BETWEEN

(G. Tipton)

I am love, I am hate
I'm an atheist with faith
Vent my anger with a smile
I'm polite or obscene
Either whisper or I scream
I'm not quite what I seem
I'm somewhere in between

I am young in my old age
I am calm or in a rage
I'm your friend or enemy
A pacifist or at war
I am rich but I am poor
I'm all extremes
I'm nowhere in between

Wide awake
Or in a dream
Nowhere in between
Like the pulse of a machine
I'm driven to extremes

I feel the turmoil boil in me
I'm neither healthy nor diseased
I am all extremes
But I'm still in between

Say right or say wrong
Outcast yet I belong
I'm high or I'm dry
Say I am weak yet I am strong

In between
In between

I am my alter ego
I am subconsciously
In depth but also shallow
Or somewhere in between

Oh I know I am
Always first in line or last
I swim with sharks or drown with rats
I'll defend as I attack
My world and yours are not the same
I am in a different lane
I am not where I seem
But I'm somewhere in between

I seek revenge
As I forgive
I die to live - ah
Not afraid but scared to death
I don't fit in

In between - all extremes

NO MEIO

(G. Tipton)

Eu sou o amor, eu sou o ódio
Sou um ateu com fé
Expresso meu ódio com um sorriso
Sou educado ou obsceno
Ou eu sussurro ou eu grito
Eu não sou o que pareço
Estou em algum lugar no meio

Sou jovem na minha velhice
Estou calmo ou com raiva
Sou seu amigo ou inimigo
Um pacifista ou um guerreiro
Sou rico mas sou pobre
Sou todos os extremos
Não estou em lugar nenhum no meio

Acordado
Ou sonhando
Em nenhum lugar do meio
Como a pulsação de uma máquina
Sou levado aos extremos

Eu sinto o tumulto borbulhando em mim
Não estou saudável nem doente
Sou todos os extremos
Mas ainda estou no meio

Falo o certo ou falo o errado
Excluído mas ainda faço parte
Estou encharcado ou seco
Digo que sou fraco contudo sou forte

No meio
No meio

Eu sou meu alter ego
Eu estou subconsciente
Nas profundezas mas também na superfície
Ou em algum lugar no meio

Oh eu sei que sou
Sempre o primeiro ou último da fila
Nado com tubarões ou me afogo com ratos
Eu defendo enquanto ataco
Meu mundo e o seu não são os mesmos
Estou em um caminho diferente
Não estou aonde pareço
Mas estou em algum lugar no meio

Eu busco vingança
Enquanto eu perdôo
Eu morro para viver - ah!
Sem medo, mas muito assustado
Eu não me encaixo nisso

No meio - todos os extremos

LOST AND FOUND

(G. Tipton/K.K. Downing)

I always used to be afraid
That I was going to lose my way
I never used to walk in line but stray

I never thought I'd see it through
That I could deal with losing you
But suddenly I see the light of day

Leading me in from out of the night
Staying on course - I'm still alive
I had to confess
I never thought I would ever survive

I was lost and found
I had run aground
I was lost but now I'm found

Focused on my altered state
I would just disorientate
Suffering alone amongst the crowd

Drifting on a sea of doubt
And no one ever heard me shout
That I was lost
And couldn't find my way

No one at hand
Having no plan
Stumbled through a barren land

After so long of going wrong
I found the road

I was lost and found
I had run aground
I was lost but now I'm found

I was lost and found
I had hit the ground
I was lost but now I found

That I don't need no one
To survive
You've got to believe alone
You'll rise

Starting to run
Shedding the load
Now I can see I'm close to home

PERDIDO E ENCONTRADO

(G. Tipton/K.K. Downing)

Eu sempre tive medo
Que eu estivesse perdendo meu caminho
Eu não costumava andar na linha mas me perdi

Nunca pensei que veria isso
Que eu conseguisse lidar com sua perda
Mas de repente eu vi a luz do dia

Me conduzindo noite afora
Mantendo o curso - ainda estou vivo
Eu tenho que confessar
Eu nunca achei que iria sobreviver

Eu estava perdido e encontrado
Eu tive que me encalhar
Eu estava perdido mas agora fui encontrado

Centrado no meu estado alterado
Eu estava simplesmente desorientado
Sofrendo sozinho na multidão

À deriva em um mar de dúvidas
E ninguém me ouvia gritar
Que eu estava perdido
E não conseguia encontrar meu caminho

Ninguém próximo
Não tinha planos
Tropeçando em uma terra seca

Depois de muito tempo errante
Eu achei o caminho

Eu estava perdido e encontrado
Eu tive que me encalhar
Eu estava perdido mas agora fui encontrado

Estava perdido e encontrado
Eu caí no chão
Eu estava perdido mas agora descobri

Que eu não preciso de ninguém
Para sobreviver
Você tem que acreditar sozinho
Que você vai conseguir

Começo a correr
Tirando o peso das costas
Agora posso ver que estou perto de casa








Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Judas Priest"

Judas Priest: post no Facebook indica novo álbum a caminho
Cobain: músicos do Korn, Judas, Pantera e AIC falam sobre legado
Judas Priest: Painkiller e seus diversos covers
Judas Priest: a visão detalhada sobre "Painkiller"
Rock e metal: o outro lado das capas de discos
Judas Priest: banda se dedicou de coração e alma ao novo álbum
Judas Priest: Seria "Point of Entry" seu disco mais esquecido?
Judas Priest: Rob Halford diz que novo álbum está pronto
Guitar World: 10 Álbuns clássicos essenciais do Metal
Separados no nascimento: Halford, Mercury e Village People
K. K. Downing: Seria muito difícil voltar ao Judas Priest
Em foto: Andre Matos agradece a influência de Rob Halford
Em 1985: Fã do Judas Priest comete suicídio e pais culpam a banda
Ultimate Classic Rock: as dez melhores duplas de guitarristas
Assombrai-vos: prodígio da bateria de 7 anos descasca Painkiller

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Raphael Azzolini

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas