Tradução - Kings Of Metal - Manowar

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Kings Of Metal - Manowar

Traduzido por Alexandre C. Do Carmo

  | Comentários:
Imagem

WHEELS OF FIRE

(Joey DeMaio)

Since the dawn of time
I've rolled across the earth
Spinning in the dust
Long before your birth
Eatin tar and gasoline
Every light I see is green
Open pipes
My machine's triple plated chrome

Spirit of the wheel

Wheels of fire burn the night
Ride across the sky
Wheels of fire burning bright
We live to ride

Motors running
Now you're gonna learn
Waitin on the line
Make your tires burn
Fast faster faster faster
Speeding always kills
Nothing else takes us to get these thrills

Spirit of the wheel

Wheels of fire burn the night
Ride across the sky
Wheels of fire burning bright
We live to ride

Blood and thunder on the road
My heart is pounding
My blood is nitroglycerine
I'm fire
Burning burning burning burning
Ready to explode
Don't want nothing left of me
To scrape off the road

Spirit of the wheel

Wheels of fire burn the night
Ride across the sky
Wheels of fire burning bright
We live to ride

Clouds of smoke
Tires screaming
Fire in my hair
Blown into a thousand pieces
Scattered everywhere
Fast burning burning faster
Wanna take a ride
Spirit of the wheel
Wheels of fire ride
Spirit of the wheel

Wheels of fire burn the night
Ride across the sky
Wheels of fire burning bright
We live to ride

RODAS DE FOGO

(Joey DeMaio)

Desde o começo dos tempos
Eu tenho rodado o planeta
Comendo poeira
Muito antes de você nascer
Comendo alcatrão e gasolina
Todas as luzes que vejo são verdes
Escapamento aberto
Minha máquina tem placas triplamente cromadas

Espírito da roda

Rodas de fogo queimam a noite
Percorrem todo o céu
Rodas de fogo queimando radiantes
Vivemos para pilotar

Motores em ação
Agora vocês irão aprender
Esperando na linha
Façam seus pneus queimarem
Rápido, mais rápido, mais rápido
Dirigir em alta velocidade sempre mata
Nada mais nos impedirá de curtir esse barato

Espírito da roda

Rodas de fogo queimam a noite
Percorrem todo o céu
Rodas de fogo queimando radiantes
Vivemos para pilotar

Sangue e trovão na estrada
Meu coração está batendo
Meu sangue é nitroglicerina
Eu sou fogo
Queimando, queimando, queimando, queimando
Pronto para explodir
Não quero mais nada de mim
Para despedaçar a estrada

Espírito da roda

Rodas de fogo queimam a noite
Percorrem todo o céu
Rodas de fogo queimando radiantes
Vivemos para pilotar

Nuvens de fumaça
Pneus cantando
Fogo em meu cabelo
Estoura em mil pedaços
Espalha por todo lado
Queimando ligeiro, queimando rápido
Quero pegar uma carona
Espírito da roda
As rodas de fogo guiam o
Espírito da roda

Rodas de fogo queimam a noite
Percorrem todo o céu
Rodas de fogo queimando radiantes
Vivemos para pilotar

KINGS OF METAL

(Joey DeMaio, Ross The Boss)

Manowar manowar living on the road
When we're in town speakers explode
Now we don't attract wimps cause we're too loud
Just true metal people that's manowar's crowd

They wanna keep us down
But they can't last
When we get up we're gonna kick your ass
Gonna keep on burnin
We always will
Other bands play manowar kill
Other bands play manowar kill

We like it hard we like it fast
We got the biggest amps man they blast
Now true metal people wanna rock not pose
Wearin jeans and leather
Not cracker jack clothes

They wanna keep us down
But they can't last
When we get up we're gonna kick your ass
Gonna keep on burnin
We always will
Other bands play manowar kill
I said other bands play manowar kill

Now listen to me
We're the kings of metal coming to town
Yea when we light up have the roof nailed down
Don't try to tell us that we're too loud
Cause there ain't no way that we'll ever turn down

They wanna keep us down
But they can't last
When we get up we're gonna kick your ass
Gonna keep on burnin
We always will
Other bands play manowar kill

REIS DO METAL

(Joey DeMaio, Ross The Boss)

Manowar, Manowar, vivendo na estrada
Quando estamos na cidade os auto-falantes explodem
Não atraímos os fracos, pois somos muito barulhentos
Só os verdadeiros fãs do metal formam o público do Manowar

Eles querem nos reprimir
Mas não irão conseguir
Quando levantamos, chutamos suas bundas
Continuaremos queimando
Sempre iremos
As outras bandas tocam, Manowar mata
As outras bandas tocam, Manowar mata

Gostamos disso pesado, gostamos disso rápido
Nós temos os maiores amplificadores cara, e eles explodirão
Os verdadeiros fãs do metal querem rock e não pose
Vestindo jeans e couro
E não roupas formidáveis

Eles querem nos reprimir
Mas não irão conseguir
Quando levantamos, chutamos suas bundas
Continuaremos queimando
Sempre iremos
As outras bandas tocam, Manowar mata
As outras bandas tocam, Manowar mata

Agora me ouçam
Nós somos os reis do metal vindo à cidade
Sim, quando estamos ligados, os telhados desabam
Não tente nos dizer que somos muito barulhentos
Pois de modo algum iremos diminuir

Eles querem nos reprimir
Mas não irão conseguir
Quando levantamos, chutamos suas bundas
Continuaremos queimando
Sempre iremos
As outras bandas tocam, Manowar mata

HEART OF STEEL

(Joey DeMaio)

Build a fire a thousand miles away
To light my long way home
I ride a comet
My trail is long to stay
Silence is a heavy stone
I fight the world and take all they can give
There are times my heart hangs low
Born to walk against the wind
Born to hear my name
No matter where I stand I'm alone

Stand and fight
Live by your heart
Always one more try
I'm not afraid to die
Stand and fight
Say what you feel
Born with a heart of steel

Burn the bridge
Behind you leave no retreat
There's only one way home
Those who laugh and crowd the path
And cut each other's throats
Will fall like melting snow
They'll watch us rise with fire in our eyes
They'll bow their heads
Their hearts will hang low
Then we'll laugh and they will kneel
And know this heart of steel
Was too hard to break
Too hard to hold

Stand and fight
Live by your heart
Always one more try
I'm not afraid to die
Stand and fight
Say what you feel
Born with a heart of steel

CORAÇAO DE AÇO

(Joey DeMaio)

Criei um fogo a mil milhas de distância
Para iluminar meu longo caminho para casa
Eu monto um cometa
Minha trilha é longa para permanecer
O silêncio é uma pedra pesada
Eu combato o mundo e tomo tudo o que eles possam dar
Tem vezes que meu coração se aflige
Nascido para caminhar contra o vento
Nascido para ouvir meu nome
Não importa onde eu esteja, eu estou sozinho

Resista e lute
Viva por seu coração
Sempre tente mais uma vez
Eu não estou com medo de morrer
Resista e lute
Diga o que você sente
Nascido com um coração de aço

Queime a ponte
Atrás de você não deixe nenhum refúgio
Há somente um caminho para casa
Aqueles que riem e se amontoam pelo caminho
E cortam a garganta de um ao outro
Irão cair feito neve derretendo
Eles nos assistirão subir, com fogo em nossos olhos
Eles irão curvar suas cabeças
Seus corações irão se afligir
Então nós iremos rir e eles irão se ajoelhar
E conhecer este coração de aço
Difícil de quebrar
Difícil de conter

Resista e lute
Viva por seu coração
Sempre tente mais uma vez
Eu não estou com medo de morrer
Resista e lute
Diga o que você sente
Nascido com um coração de aço

THE CROWN AND THE RING
(LAMENT OF THE KINGS)

(Joey DeMaio)

From a battle I've come to a battle I ride
Blazing up to the sky
Chains of fate
Hold a fiery stride
I'll see you again when I die

High and mighty alone we are kings
Whirlwinds of fire we ride
Providence brought us the crown and the ring
Covered with blood and our pride

Heroes await me
My enemies ride fast
Knowing not this ride's their last
Saddle my horse as I drink my last ale
Bow string and steel will prevail

High and mighty alone we are kings
Whirlwinds of fire we ride
Providence brought us the crown and the ring
Covered with blood and our pride

Odin I await thee
Your true son am I
I hail you now as I die
I pledge you my sword
And to no man I kneel
Ours is the kingdom of steel

High and mighty alone we are kings
Whirlwinds of fire we ride
Providence brought us the crown and the ring
Covered with blood and our pride

A COROA E O ANEL
(LAMENTAÇÃO DOS REIS)

(Joey DeMaio)

De uma batalha eu vim, para uma batalha eu cavalgo
Incendiando até o céu
As correntes do destino
Retêm um passo largo flamejante
Eu verei você outra vez quando eu morrer

Altos e poderosos, sozinhos nós somos reis
Redemoinhos de fogo nós cavalgamos
A Providência nos trouxe a coroa e o anel
Cobertos com sangue e nosso orgulho

Os heróis me aguardam
Meu inimigo cavalga rápido
Não sabendo que esta é a última montaria deles
Selo meu cavalo enquanto bebo minha última cerveja
Arcos e aço irão prevalecer

Altos e poderosos, sozinhos nós somos reis
Redemoinhos de fogo nós cavalgamos
A Providência nos trouxe a coroa e o anel
Cobertos com sangue e nosso orgulho

Odin, a ti eu aguardo
Seu verdadeiro filho sou eu
Eu louvo a ti agora enquanto morro
Eu prometo a você minha espada
E perante nenhum homem irei me ajoelhar
Nosso é o reino de aço

Altos e poderosos, sozinhos nós somos reis
Redemoinhos de fogo nós cavalgamos
A Providência nos trouxe a coroa e o anel
Cobertos com sangue e nosso orgulho

KINGDOM COME

(Joey DeMaio)

See the white light
The light within
Be your own disciple
fan the sparks of will
For all of us waiting your kingdom will come

Rays of power shining rays of magic fall
On the golden voice that speaks within us all
For all of us waiting your kingdom will come

Kingdom come

Now feel the white light the light within
Yea it burns a fire that drives a man to win
For all of us waiting your kingdom will come

Kingdom come

Words of power calling to us all
Holding us together while other kingdoms fall
No longer waiting our kingdom has come

Kingdom come

Kingdom coming
Another kingdom falls
The rightful are waiting
But all are not rightful
Wait and receive the weight of the fall

Kingdom come

A VINDA DO REINO

(Joey DeMaio)

Veja a luz branca
A luz interior
Seja seu próprio discípulo,
espalhe as centelhas de determinação
Para todos nós que estamos aguardando, seu reino virá

Raios de poder brilham, raios de magia caem
Sobre a voz dourada que fala dentro de todos nós
Para todos nós que estamos aguardando, seu reino virá

A vinda do reino

Agora sinta a luz branca, a luz interior
Sim, ela queima um fogo que leva um homem a vitória
Para todos nós que estamos aguardando, seu reino virá

A vinda do reino

Palavras de poder chamando a todos nós
Nos mantendo unidos enquanto outros reinos caem
Não mais esperaremos, nosso reino chegou

A vinda do reino

A vinda do reino
Outro reino cai
Os justos estão esperando
Mas nem todos são justos
Aguardem e recebam o peso da queda

A vinda do reino

PLEASURE SLAVE

She is waiting to kiss my hand
But she will wait for my command
My chains and collar brought her to her knees
She now is free to please

Woman be my slave
That's your reason to live
Woman be my slave
The greatest gift I can give
Woman be my slave

Before her surrender she had no life
Now she's a slave not a wife
Her only sorrow is for women who live with lies
She's taken off her disguise

Woman be my slave
Chained unto my bed
Woman be my slave
Begging to be fed

Your body belongs to me

Woman come here
Remove your garments
Kneel before me
Please me

Woman be my slave
Chained unto my bed
Woman be my slave
Begging to be fed

I want you now

Woman be my slave

ESCRAVA DO PRAZER

Ela está esperando para beijar minha mão
Mas ela esperará minha ordem
Minhas correntes e meu colar a deixou de joelhos
Ela agora é livre para dar prazer

Mulher seja minha escrava
Essa é a sua razão para viver
Mulher seja minha escrava
E o maior presente que eu posso dar
Mulher seja minha escrava

Antes de se entregar ela não tinha vida
Agora ela é uma escrava, não uma esposa
Sua única magoa é com as mulheres que vivem com mentiras
Ela está tirando seu disfarce

Mulher seja minha escrava
Acorrentada a minha cama
Mulher seja minha escrava
Implore para ser alimentada

Seu corpo pertence a mim

Mulher venha cá
Tire suas roupas
Ajoelhe-se diante de mim
Me satisfaça

Mulher seja minha escrava
Acorrentada a minha cama
Mulher seja minha escrava
Implore para ser alimentada

Eu quero você agora

Mulher seja minha escrava

HAIL AND KILL

(Joey DeMaio, Ross The Boss)

Brothers I am calling from the valley of the kings
With nothing to atone
A dark march lies ahead together we will ride
Like thunder from the sky
May your sword stay wet
Like a young girl in her prime
Hold your hammers high
Blood and death are waiting
Like a raven in the sky
I was born to die
Hear me while I live now
As I look into your eyes
None shall hear a lie
Now power and dominion are taken by the will
By divine right hail and kill

Hail hail hail and kill
Hail and kill
Hail hail hail and kill
Hail and kill

My father was a wolf
I'm a kinsman of the slain
Sworn to rise again
I will bring salvation punishment and pain
The hammer of hate is our faith
Power and dominion are taken by the will
By divine right hail and kill

Hail hail hail and kill
Hail and kill
Hail hail hail and kill
Hail and kill

Rip their flesh burn their hearts
Stab them in the eyes
Rape their women as they cry
Kill their servants burn their homes
Till there's no blood left to spill
Hail and kill

Power and dominion are taken by the will
By divine right hail and kill

Hail hail hail and kill
Hail and kill

SAUDEM E MATEM

(Joey DeMaio, Ross The Boss)

Irmãos eu estou chamando do vale dos reis
Sem nada para reparar
Uma marcha negra espera adiante, juntos iremos cavalgar
Como um trovão vindo do céu
Sua espada pode ficar excitada
Como uma jovem garota na sua primeira vez
Levantem seus martelos
Sangue e morte estão nos esperando
Como um corvo no céu
Eu nasci para morrer
Ouçam-me enquanto eu vivo agora
Enquanto eu olho dentro dos seus olhos
Ninguém ouvirá uma mentira
Agora poder e domínio serão tomados pelo desejo
Pelo direito divino, saúdem e matem

Saúdem, saúdem, saúdem e matem
Saúdem e matem
Saúdem, saúdem, saúdem e matem
Saúdem e matem

Meu pai era um lobo
Eu sou um parente dos mortos
Juro me levantar novamente
Eu trarei salvação, punição e dor
O martelo do ódio é a nossa fé
Poder e domínio serão tomados pelo desejo
Pelo direito divino, saúde e mate

Saúdem, saúdem, saúdem e matem
Saúdem e matem
Saúdem, saúdem, saúdem e matem
Saúdem e matem

Rasgue a carne deles, queime seus corações
Apunhale seus olhos
Estupre suas mulheres enquanto elas choram
Mate seus empregados, queime suas casas
Até não restar nenhum sangue para derramar
Saúdem e matem

Poder e domínio serão tomados pelo desejo
Pelo direito divino, saúdem e matem

Saúdem, saúdem, saúdem e matem
Saúdem e matem

THE WARRIORS PRAYER

Grandfather tell me a story
Oh all right go and get your storybook
No no not one of those a real story
A real story
Yes tell me about when you were a boy
Well then
I shall have to take you back with me
A long way in time

It was my thirteenth year on a cold winter's day
As I walked through the enchanted forest
I heard the sound of horses and men at arms
I felt compelled to walk on
And find the place of these sounds
When the forest did clear I was standing on a hill
Before me was a great plain
Upon it the armies of the world
Standing waiting
I thought to myself
For whom or for what are they waiting
Suddenly a gust of wind came up from the north
There appeared a lone rider holding a sword of steel
Then from the south
Came another bearing a battle ax
From the east came a third holding a spiked club
And finally from the west
A rider who wielded a great hammer of war
With them came their soldiers of death
Followed by an army of immortals
They were few in number
But the look in their eyes told all who beheld them
That they would leave this day
Only in victory or death

And there was a great silence
My heart began to pound
Storm clouds filled the sky with darkness
Rain came
And the four winds blew with such anger
That I held fast to a tree
I watched the four riders
Raise their weapons into the air
Without warning screaming their war cry
They led the attack

Down to the battle they rode
They met the armies of the world
With a mighty clash
I could feel the ground shake
The earth drank much blood that day
Each of the four was unto himself
A whirlwind of doom

When the smoke did clear
Many thousands were dead
There was much blood and gore
Their bodies lay broken
And scattered across the battlefield
Like brown leaves blown by the wind
And I saw the four ride together to the top of the hill
While below them the soldiers of death assembled
All those who would now swear allegiance to them

And the four spoke the words of the warriors prayer

Gods of war I call you
My sword is by my side
I seek a life of honor free from all false pride
I will crack the whip with a bold and mighty hail
Cover me with death if I should ever fail
Glory majesty unity
Hail hail hail

And as I stood and looked on
I heard the armies of the world hail them without end
And their voices of victory carried long and far Throughout the land

Well that's it
Did you like the story
Yeah it was great
Oh good I'm glad
Now off to bed with you
Grandfather
Yes
Who were those four men
Who were they
They were the metal kings

A ORAÇÃO DOS GUERREIROS

Vovô, me conte uma história!
Oh tudo bem, vá pegar seu livro de histórias
Não, Não, não uma daquelas, uma história real
Uma história real?
Sim, conte-me quando você era um garoto
Bem então
Eu terei que leva-lo de volta comigo
Um longo tempo atrás...

Eu tinha 13 anos, era um dia frio de inverno
Enquanto eu caminhava pela floresta encantada
Eu ouvi o som de cavalos e soldados
Eu me senti forçado a caminhar adiante
E achar o lugar destes sons
E quando a floresta clareou, eu estava parado numa Colina
Diante de mim uma grande planície
Sobre ela, os exércitos do mundo
Parados esperando
Pensei comigo
Por quem ou pelo que, eles estão esperando?
De repente uma rajada de vento surgiu do norte
Apareceu um cavaleiro solitário segurando uma espada de aço
E depois ao sul
Apareceu outro empunhando um machado de batalha
Do oeste surgiu um terceiro segurando uma clava de espinhos
E finalmente do oeste
Um cavaleiro que segurava um grande martelo de guerra
Com eles, vieram seus soldados da morte
Seguidos por um exercito de imortais
Eles estavam em menor número
Mas o olhar em seus olhos, diziam a todos que observavam
Que eles deixariam este dia
Somente com vitória ou morte

E houve um grande silêncio
Meu coração começou a bater
Nuvens de tempestade encheram o céu com escuridão
Veio a chuva
E os quatros ventos sopraram com tanta raiva
Que eu me agarrei firmemente em uma árvore
Eu assistia os quatro Cavaleiros
Erguerem suas armas no ar
Sem aviso, bradando seus gritos de guerra
Eles iniciaram o ataque

Rumo à batalha eles cavalgaram
Encontraram os exércitos do mundo
Em um poderoso confronto
Eu pude sentir o chão tremer
A terra bebeu muito sangue naquele dia
Cada um dos quatro (cavaleiros) carregava junto de si
Um furacão de destruição!

Quando a fumaça clareou
Milhares estavam mortos
Havia muito sangue e sangue coagulado
Seus corpos mutilados
E espalhados por todo o campo de batalha
Como folhas marrons sopradas pelo vento
E eu vi os quatro cavalgando juntos para o alto da colina
Enquanto que abaixo deles os soldados da morte se reuniam
Todos aqueles que agora jurariam lealdade a eles

E os quatro disseram as palavras de oração dos guerreiros

Deuses da guerra, eu vos chamo
Minha espada está ao meu lado
Eu busco uma vida de honra, livre de todo falso orgulho
Irei bater o chicote com uma brava e poderosa saudação
Cubra-me com a morte se devo falhar
Glória, majestade, união
Salve! Salve! Salve!

E enquanto eu continuava observando
Eu ouvi os exércitos do mundo saudando-os infinitamente
E suas vozes de vitória foram carregadas para bem distante
Por toda a terra

Bem, é isso
Você gostou da história?
Sim, foi maravilhosa
Oh que bom, eu fico feliz
Agora é hora de você ir pra cama
Vovô
Sim
Quem eram aqueles quatro homens?
Quem eram eles?
Eles eram os reis do metal

BLOOD OF THE KINGS

(Joey DeMaio)

Brothers the battle is raging
Choose your side
Sing with us the battle hymns
Into glory ride
Hail to England
The sign of the hammers's our guide
Forever we're fighting the world
Side by side

On a crusade the world we bring
Four kings of metal four metal kings
Death to the false ones dance on a string
'til the blood on your sword is the blood of a king
'til the blood on your hand is the blood of a king

Our armies in England Ireland Scotland and Wales
Our brothers in Belgium Holland and France
Will not fail
Denmark Sweden Norway Finland Italy
Switzerland Austria back to the glory of Germany

On a crusade the world we bring
Four kings of metal four metal kings
Death to the false ones dance on a string
'til the blood on your sword is the blood of a king
'til the blood on your hand is the blood of a king

Sound the death tone on
Our march for revenge
Spill the blood of my enemies
The oath of a friend
Fight the holy war for the crown and the ring
Six magic circles made by the blood of the kings

Wherever we ride it's metal we bring
Four kings of metal four metal kings
Songs of true metal we will sing
'til the blood on your sword is the blood of a king
'til the blood on your hand is the blood of a king

SANGUE DOS REIS

(Joey DeMaio)

Irmãos a batalha é violenta
Escolha o seu lado
Cante conosco os hinos de batalha
Rumo à cavalgada de glória
Saudações à Inglaterra
O sinal do martelo é o nosso guia
Para sempre nós estaremos lutando no mundo
Lado a lado

Em uma cruzada o mundo nós trazemos
Quatro reis do metal, quatro reis de metal
Morte aos falsos que se deixam controlar por alguém
Até que o sangue em sua espada, seja o sangue de um rei
Até que o sangue em sua mão, seja o sangue de um rei

Nossos exércitos na Inglaterra, Irlanda, Escócia e Gales
Nossos irmãos na Bélgica, Holanda e França
Não falharão
Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia e Itália
Suíça, Áustria, de volta à glória da Alemanha

Em uma cruzada o mundo nós trazemos
Quatro reis do metal, quatro reis de metal
Morte aos falsos que dançam no acorde
Até que o sangue em sua espada, seja o sangue de um rei
Até que o sangue em sua mão, seja o sangue de um rei

Soa o tom de morte
Nossa marcha por vingança
Derramarei o sangue de meus inimigos
O juramento de um amigo
Lutarei a guerra santa pela coroa e o anel
Seis círculos mágicos criados pelo sangue dos reis

Onde quer que cavalguemos, é o metal que levamos
Quatro reis do metal, quatro reis de metal
Canções do verdadeiro metal, nós cantaremos
Até que o sangue em sua espada, seja o sangue de um rei
Até que o sangue em sua mão, seja o sangue de um rei








Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Manowar"

Recriações: álbuns e músicas clássicas devem ser regravadas?
Separados no nascimento: Eric Adams e Vera Zimmermann
Manowar: Ousando remontar um dos seus maiores clássicos
Manowar: ganhe ingressos para a turnê "Kings Of Metal MMXIV"
Separados no nascimento: Severus Snape e Joey Demaio
Manowar: divulgada capa do novo Kings of Metal MMXIV
Heavy Metal: uma nação constituída por músicas
Manowar: Kings of Metal MMXIV em fevereiro
Manowar: Grandiosa estréia com um pé no rock'n'roll
Happy Christmas: alguns álbuns roqueiros com temática natalina
Manowar: vídeo mostra detalhes de Kingdom Come MMXIV
Manowar: versão black metal de "Fighting the World"
Manowar: convidando fãs para participar do Kings Of Metal MMXIV
Manowar: fãs criam petição para trazer a banda ao Brasil
Manowar: turnê terá Kings of Metal MMXIV na íntegra e clássicos

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Alexandre C. Do Carmo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas