Tradução - Blood On The Tracks - Bob Dylan

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Blood On The Tracks - Bob Dylan

Traduzido por Márcio Ribeiro

  | Comentários:
Imagem

Album de 1975, este é o primeiro lançamento após sua separação com a esposa Sara. O material contido representa o seu período mais romântico, nos brindando com uma coleção de letras das mais poéticas, mesmo que melancólicas e tristonhas. Discutivelmente o seu melhor disco depois da década de sessenta e possivelmente um dos cinco melhores de toda sua carreira.

TANGLED UP IN BLUE

Early one mornin' the sun was shinin'
I was layin' in bed
Wond'rin' if she'd changed at all
If her hair was still red
Her folks they said our lives together
Sure was gonna be rough
They never did like
Mama's homemade dress
Papa's bankbook wasn't big enough
And I was standin' on the side of the road
Rain fallin' on my shoes
Heading out for the East Coast
Lord knows I've paid some dues gettin' through
Tangled up in blue

She was married when we first met
Soon to be divorced
I helped her out of a jam, I guess
But I used a little too much force
We drove that car as far as we could
Abandoned it out West
Split up on a dark sad night
Both agreeing it was best
She turned around to look at me
As I was walkin' away
I heard her say over my shoulder
"We'll meet again someday on the avenue"
Tangled up in blue

I had a job in the great north woods
Working as a cook for a spell
But I never did like it all that much
And one day the ax just fell
So I drifted down to New Orleans
Where I happened to be employed
Workin' for a while on a fishin' boat
Right outside of Delacroix
But all the while I was alone
The past was close behind
I seen a lot of women
But she never escaped my mind
And I just grew
Tangled up in blue

She was workin' in a topless place
And I stopped in for a beer
I just kept lookin' at the side of her face
In the spotlight so clear
And later on as the crowd thinned out
I's just about to do the same
She was standing there in back of my chair
Said to me, "Don't I know your name?"
I muttered somethin' underneath my breath
She studied the lines on my face
I must admit
I felt a little uneasy
When she bent down
To tie the laces of my shoe
Tangled up in blue

She lit a burner on the stove
And offered me a pipe
"I thought you'd never say hello," she said
"You look like the silent type."
Then she opened up a book of poems
And handed it to me
Written by an Italian poet
From the thirteenth century
And every one of them words rang true
And glowed like burnin' coal
Pourin' off of every page
Like it was written
In my soul from me to you
Tangled up in blue

I lived with them on Montague Street
In a basement down the stairs
There was music in the cafes at night
And revolution in the air
Then he started into dealing with slaves
And something inside of him died
She had to sell everything she owned
And froze up inside
And when finally the bottom fell out**
I became withdrawn
The only thing I knew how to do
Was to keep on keepin' on like a bird that flew
Tangled up in blue

So now I'm goin' back again
I got to get to her somehow
All the people we used to know
They're an illusion to me now
Some are mathematicians
Some are carpenter's wives.
Don't know how it all got started
I don't know what they're doin' with their lives
But me, I'm still on the road
Headin' for another joint
We always did feel the same
We just saw it from a different point of view
Tangled up in blue

EMARANHADO NA FOSSA

Bem cedo certa manhã enquanto o sol brilhava
Eu estava deitado na cama
Imaginando se ela mudou alguma coisa
Se seu cabelo ainda estava vermelho
A família dela, eles dizem que nossa vida juntos
Certamente seria difícil
Eles nunca gostaram
Do vestido cosido em casa da mamãe
O saldo bancário de papai não era grande o suficiente
E eu estava de pé no lado da estrada
A chuva caindo nos meus sapatos
Em direção da costa leste
Deus sabe que eu paguei o que devia para chegar
Emaranhado na fossa

Ela estava casada quando primeiro nos conhecemos
Prestes a ser divorciada
Eu lhe ajudei com seu problema, suponho
Mas usei excesso de força
Dirigimos aquele carro para o mais longe possível
O abandonamos no oeste
Nos separamos em uma noite escura e triste
Ambos concordando que era melhor
Ela virou-se e olhou para mim
Enquanto eu caminhava embora
Eu a ouvi falando por sobre meus ombros
“Nos veremos novamente algum dia pela avenida”
Emaranhado na fossa

Eu tinha um emprego nas matas do norte
Trabalhando como um cozinheiro por um tempo
Mas nunca gostei tanto assim
E um dia o machado caiu
Então eu acabei em Nova Orleans
Onde acabei sendo empregado
Trabalhando em uma barca pesqueira
Bem na margem de Delacroix
Mas todo esse tempo que eu estava só
O passado estava logo atrás
Eu vi um bocado de mulheres
Mas ela nunca fugiu da minha mente
E eu apenas cresci
Emaranhado na fossa

Ela estava trabalhando em um local de topless
E eu parei para uma cerveja
Eu apenas fiquei encarando o lado de seu rosto
No holofote tão claro
E mais tarde quando o público afinava
Eu estava pronto para fazer o mesmo
Ela estava ali de pé atrás da minha cadeira
Me disse “Eu não conheço o seu nome?”
Eu murmurei algo em voz baixa
Ela estudava os contornos do meu rosto
Eu devo confessar
Que me senti um pouco desconfortável
Quando ela se abaixou
Para amarrar o cadarço do meu sapato
Emaranhado na fossa

Ela acendeu a boca do fogão
E me ofereceu um cachimbo
“Pensei que você nunca ia dizer olá” ela disse
“Você me parece do tipo calado.
”Então ela abriu um livro de poemas
E entregou-o para mim
Escrito por um poeta italiano
No século treze
E cada uma daquelas palavras soavam verdadeiras
E reluziam como carvão em brasa
Derramando a cada página
Como se fossem escritos
De dentro da minha alma de mim para você
Emaranhado na fossa

Eu vivi com eles em Montague Street
Num porão descendo as escadas
Havia música nos Cafés à noite
E revolução no ar
Então ele passou a negociar com escravos
E algo dentro dele morreu
Ela teve que vender tudo que possuía
E congelou por dentro
E quando finalmente o fundo caiu
E me tornei distante
A única coisa que sabia fazer
Era continuar a continuar feito um pássaro que fugiu
Emaranhado na fossa

Então agora vou voltar novamente
Eu tenho que encontra-la de algum modo
Todas as pessoas que conhecíamos
Elas são uma ilusão para mim agora
Uns são matemáticos
Outras, esposa de carpinteiros
Não sei como tudo começou
Não sei o que fazem com suas vidas
Mas eu, continuei na estrada
Em direção de outra espelunca
A gente sempre sentiu as mesmas coisas
Apenas observamos de um ponto de vista diferente
Emaranhado na fossa

* Tangled up in blues - Blues é aqui usado não como uma referência ao estilo musical mas sim em seu sentido de tristeza, fossa, lamúria.

** The bottom fell out - o fundo caiu, trata-se de uma expressão idiomática equivalente ao nosso 'quando a casa caiu' ou 'a vaca foi pro brejo.'

SIMPLE TWIST OF FATE

They sat together in the park
As the evening sky grew dark
She looked at him
And he felt a spark tingle to his bones
'Twas then he felt alone
And wished that he'd gone straight
And watched out for a simple twist of fate

They walked along by the old canal
A little confused, I remember well
And stopped into a strange hotel
With a neon burnin' bright
He felt the heat of the night hit him
Like a freight train
Moving with a simple twist of fate

A saxophone someplace far off played
As she was walkin' by the arcade
As the light bust through a beat-up shade
Where he was wakin' up
She dropped a coin into the cup
Of a blind man at the gate
And forgot about a simple twist of fate

He woke up, the room was bare
He didn't see her anywhere
He told himself he didn't care
Pushed the window open wide
Felt an emptiness inside
To which he just could not relate
Brought on by a simple twist of fate

He hears the ticking of the clocks
And walks along with a parrot that talks
Hunts her down by the waterfront docks
Where the sailers all come in
Maybe she'll pick him out again
How long must he wait
Once more for a simple twist of fate

People tell me it's a sin
To know and feel too much within
I still believe she was my twin
But I lost the ring
She was born in spring
But I was born too late
Blame it on a simple twist of fate

AO SIMPLES TORCER DO DESTINO

Eles sentaram juntos no parque
Enquanto o céu da tarde escurecia
Ela o olhou
E ele sentiu uma centelha latejar no osso
Foi então que se sentiu só
E desejou ter optado ser bofe
E ficou a espreita ao simples torcer do destino

Eles caminharam pelo velho canal
Um pouco confuso, eu me lembro bem
E pararam em um hotel estranho
Com a luz de néon brilhando alto
Ele sentiu o calor da noite lhe bater
Como um trem de carga
Movendo-se ao simples torcer do destino

Um saxofone de algum lugar distante tocava
Enquanto ela passava pelo fliperama
Enquanto a luz invadia uma cortina puída
Onde ele estava acordando
Ela deixou cair uma moeda na caneca
De um homem cego ao lado da grade
E se esqueceu sobre um simples torcer do destino

Ele acordou, o quarto estava nu
Ele não há viu em lugar algum
Ele diz para si mesmo que ele não se importa
Empurra a janela para abrir toda
Sentiu um vazio por dentro
Do qual ele não conseguia entender
Trazido por um simples torcer do destino

Ele ouviu o relógio marcar o tempo
E caminha com um papagaio que fala
Caça ela lá no caís do porto
Aonde todos os marinheiros chegam
Talvez ela o escolha novamente
Quanto tempo ele precisaria esperar
Por mais um simples torcer do destino

Pessoas dizem que é pecado
Saber e sentir demais por dentro
Ainda creio que ela era minha alma gêmea
Mas eu perdi o anel
Ela nasceu na primavera
Mas eu nasci tarde demais
Põe a culpa no simples torcer do destino

YOU'RE A BIG GIRL NOW

Our conversation was short and sweet
It nearly swept me off-a my feet
And I'm back in the rain, oh!
And you are on dry land
You made it there somehow
You're a big girl now

Bird on the horizon, sittin' on a fence
He's singin' his song for me
At his own expense
And I'm just like that bird, oh, oh
Singin' just for you
I hope that you can hear
Hear me singin' through these tears

Time is a jet plane, it moves too fast
Oh, but what a shame
If all we've shared can't last
I can change, I swear, oh!
See what you can do
I can make it through
You can make it too

Love is so simple, to quote a phrase
You've known it all the time
I'm learnin' it these days
Oh, I know where I can find you, oh!
In somebody's room
It's a price I have to pay
You're a big girl all the way

A change in the weather is known to be extreme
But what's the sense of changing horses
In midstream?
I'm going out of my mind, oh!
With a pain that stops and starts
Like a corkscrew to my heart
Ever since we've been apart

VOCÊ É UMA GAROTA CRESCIDA AGORA

Nossa conversa foi curta e doce
Quase varreu os meus pés do chão
E estou de volta para a chuva
E você está em terra seca
Você conseguiu chegar aí de algum modo
Você é uma garota crescida agora

Pássaro no horizonte, sentado em uma cerca
Ele está cantando sua canção para mim
A suas próprias custas
E eu sou igualzinho aquele pássaro, oh!
Cantando apenas para você
Espero que você consiga ouvir
Me ouvir cantando através dessas lágrimas

O tempo é um jato, ele move-se rápido demais
Oh, mas o que pensa
Se tudo que dividimos não pode durar
Eu posso mudar, eu juro, oh!
Veja o que você pode fazer
Eu posso fazer acontecer
Você pode fazer o mesmo

O amor é tão simples, se me permite a citação
Você sabia o tempo todo
Estou aprendendo esses dias
Oh Eu sei onde posso encontra-lo, oh!
No quarto de alguém
É um preço que tenho que pagar
Você é uma garota crescida sem tirar nem pôr

Uma mudança no tempo se conhece ser extremo
Mas qual o sentido em mudar de cavalos
No meio da correnteza?
Estou perdendo a cabeça, oh!
Com uma dor que pára e começa
Como uma rolha torcida no meu coração
Desde que nos separamos

IDIOT WIND

Someone's got it in for me
They’re planting stories in the press
Whoever it is
I wish they'd cut it out but
When they will I can only guess
They say I shot a man named Gray
And took his wife to Italy
She inherited a million bucks
And when she died it came to me
I can't help it if I'm lucky
People see me all the time
And they just can't remember how to act
Their minds are filled with big ideas
Images and distorted facts
Even you, yesterday
You had to ask me where it was at
I couldn't believe
After all these years
You didn't know me better than that
Sweet lady

Idiot wind
Blowing every time you move your mouth
Blowing down the backroads headin' south
Idiot wind
Blowing every time you move your teeth
You're an idiot, babe
It's a wonder that you still know how to breathe

I ran into the fortune-teller
Who said beware of lightning that might strike
I haven't known peace and quiet for so long
I can't remember what it's like
There's a lone soldier on the cross
Smoke pourin' out of a boxcar door
You didn't know it
You didn't think it could be done
In the final end he won the wars
After losin' every battle

I woke up on the roadside
Daydreamin' 'bout the way things sometimes are
Visions of your chestnut mare
Shoot through my head
And are makin' me see stars
You hurt the ones that I love best
And cover up the truth with lies
One day you'll be in the ditch
Flies buzzin' around your eyes
Blood on your saddle

Idiot wind
Blowing through the flowers on your tomb
Blowing through the curtains in your room
Idiot wind
Blowing every time you move your teeth
You're an idiot, babe
It's a wonder that you still know how to breathe

It was gravity which pulled us down
And destiny which broke us apart
You tamed the lion in my cage
But it just wasn't enough to change my heart
Now everything's a little upside down
As a matter of fact the wheels have stopped
What's good is bad, what's bad is good
You’ll find out when you reach the top
You're on the bottom

I noticed at the ceremony
Your corrupt ways had finally made you blind
I can't remember your face anymore
Your mouth has changed
Your eyes don't look into mine
The priest wore black on the seventh day
And sat stone-faced*
While the building burned
I waited for you on the running boards
Near the cypress trees
While the springtime turned slowly into autumn

Idiot wind
Blowing like a circle around my skull
From the Grand Coulee Dam to the Capitol
Idiot wind
Blowing every time you move your teeth
You're an idiot, babe
It's a wonder that you still know how to breathe

I can't feel you anymore
I can't even touch the books you've read
Every time I crawl past your door
I been wishin' I was somebody else instead
Down the highway, down the tracks
Down the road to ecstasy
I followed you beneath the stars
Hounded by your memory
And all your ragin' glory

I been double-crossed now for the very last time
And now I'm finally free
I kissed goodbye
The howling beast on the borderline
Which separated you from me
You'll never know the hurt I suffered
Nor the pain I rise above
And I'll never know the same about you
Your holiness or your kind of love
And it makes me feel so sorry

Idiot wind
Blowing through the buttons of our coats
Blowing through the letters that we wrote
Idiot wind
Blowing through the dust upon our shelves
We're idiots, babe
It's a wonder we can even feed ourselves

VENTO IDIOTA

Alguém tá a fim de me ferrar
Estão plantando estórias na imprensa
Quem quer que seja
Eu espero que eles parem logo contudo
Quando irão, posso somente adivinhar
Dizem que eu atirei em um homem chamado Gray
E levei sua mulher para a Itália
Ela herdou um milhão de dólares
E quando ela morreu o dinheiro veio para mim
Não é minha culpa se sou sortudo
As pessoas me vêem a toda hora
E eles não conseguem se lembrar como agir
Suas mentes estão cheias com grandes idéias
Imagens e fatos distorcidos
Até mesmo você ontem
Você precisou me perguntar onde é que está
Não conseguia acreditar
Que depois de todos esses anos
Você não me conhecia melhor do que isso
Doce dama

Vento idiota
Soprando cada vez que você move sua boca
Soprando das ruas traseiras indo ao sul
Vento idiota
Soprando cada vez que você mexe os dentes
Você é uma idiota, baby
É um milagre que você ainda saiba respirar

Eu esbarrei em um cartomante
Que disse cuidado com o relâmpago que pode cair
Não conheço paz e quietude por tanto tempo
Não consigo me lembrar como é
Existe um soldado solitário no cruzamento
Fumaça saindo da porta do bonde
Você não sabia
Você não pensou que pudesse ser feito
No final ele venceu a guerra
Após perder todas as batalhas

Acordei ao lado da estrada
Sonhando acordado sobre como as coisas às vezes são
Visões de sua crina castanha
Atiram pela minha cabeça
E me fazem ver estrelas
Você magoa aqueles que você mais ama
E cobre a verdade com mentiras
Algum dia você estará num buraco
Moscas zumbindo ao redor dos seus olhos
Sangue na sua sela

Vento idiota
Soprando cada vez que você move sua boca
Soprando das ruas traseiras indo ao sul
Vento idiota
Soprando cada vez que você mexe os dentes
Você é uma idiota, baby
É um milagre que você ainda saiba respirar

Foi a gravidade que nos empurrou para baixo
E o destino que nos partiu
Você amansou o leão na jaula
Mas não era o bastante para mudar meu coração
Agora tudo está um pouco de cabeça pro ar
Pensando melhor, as engrenagens pararam
O que é bom é mal, o que é mal é bom
Você descobrirá quando alcançar o topo
Você está por baixo

Eu notei na cerimônia que
Seus modos corruptos finalmente lhe deixaram cega
Não me recordo mais o seu rosto
Sua boca mudou
Seus olhos não olham os meus
O padre se vestiu de preto no sétimo dia
E sentou com uma expressão carrancuda*
Enquanto o prédio queimava
Eu esperei por você nas tábuas de acesso
Perto dos ciprestes
Enquanto a primavera lentamente se tornava outono

Vento idiota
Soprando como um círculo ao redor de meu crânio
Desde a Grande Represa de Coulee até o Capitólio
Vento idiota
Soprando cada vez que você mexe os dentes
Você é uma idiota, baby
É um milagre que você ainda saiba respirar

Não consigo mais te sentir
Não consigo sequer tocar nos livros que você lê
Cada vez que eu rastejei perto de sua porta
Eu gostaria de ter sido outra pessoa
Descendo a estrada, descendo a trilha
Descendo o caminho para o êxtase
Eu lhe segui debaixo das estrelas
Assombrado pela sua memória
E sua glória furiosa

Eu fui enganado pela última vez
E agora estou finalmente livre
Eu beijei adeus
A besta uivante na fronteira
Que separa você de mim
Você jamais saberá a dor que sofri
Ou a dor do qual eu me elevei
E eu jamais saberei o mesmo de você
Sua santidade ou seu tipo de amor
E isso me deixa triste

Ventos idiotas
Soprando através dos botões dos nossos casacos
Soprando através das cartas que escrevemos
Vento idiota
Soprando a poeira das estantes
Somos idiotas, baby
É um milagre que saibamos nos alimentar

*stone-faced = expressão de pedra - Expressão idiomática equivalente ao nosso 'com cara de poucos amigos'

YOU'RE GONNA MAKE ME LONESOME
WHEN YOU GO

I've seen love go by my door
It's never been this close before
Never been so easy or so slow
Been shooting in the dark too long
When somethin's not right it's wrong
Yer gonna make me lonesome when you go

Dragon clouds so high above
I've only known careless love
It's always hit me from below
This time around it's more correct
Right on target, so direct
Yer gonna make me lonesome when you go

Purple clover, Queen Anne lace
Crimson hair across your face
You could make me cry if you don't know
Can't remember what I was thinkin' of
You might be spoilin' me too much, love
Yer gonna make me lonesome when you go

Flowers on the hillside, bloomin' crazy
Crickets talkin' back and forth in rhyme
Blue river runnin' slow and lazy
I could stay with you forever
And never realize the time

Situations have ended sad
Relationships have all been bad
Mine've been like Verlaine's and Rimbaud
But there's no way I can compare
All those scenes to this affair
Yer gonna make me lonesome when you go

Yer gonna make me wonder what I'm doin'
Stayin' far behind without you
Yer gonna make me wonder what I'm sayin'
Yer gonna make me
Give myself a good talkin' to

I'll look for you in old Honolulu
San Francisco, Ashtabula
Yer gonna have to leave me now, I know
But I'll see you in the sky above
In the tall grass, in the ones I love
Yer gonna make me lonesome
When you go

VOCÊ VAI ME DEIXAR SOLITÁRIO
QUANDO VOCÊ SE FOR

Eu vi o amor passar pela minha porta
Nunca esteve tão perto assim antes
Nunca foi tão fácil ou tão lento
Andei atirando no escuro por tempo demais
Quando algo não está certo está errado
Você vai me deixar solitário quando você se for

Nuvens de dragão tão no alto
Conheci apenas amor negligente
Sempre me acerta por baixo
Desta vez está mais correto
Bem no alvo, tão direto
Você vai me deixar solitário quando você se for

Trevo púrpura, laço à lá Rainha Anne
Cabelo carmesim em seu rosto
Você poderia me fazer chorar, se não sabe
Não consigo lembrar do que estava pensando
Você pode estar me mimando com tanto amor
Você vai me deixar solitário quando você se for

Flores na colina brotando como louco
Grilos conversando de um lado a outro em rimas
Rio azul correndo lenta e preguiçosamente
Poderia ficar com você para sempre
E nunca perceber o tempo

Situações já terminaram mal
Relações foram todas ruins
As minhas têm sido como Verlaine e Rimbaud
Mas não há como que eu possa comparar
Todas aquelas cenas com este caso
Você vai me deixar solitário quando você se for

Você vai me deixar perguntando o que estou fazendo
Ficando para trás sem você
Você vai me deixar perguntando o que estou dizendo
Você vai me obrigar
A ter uma conversa séria comigo mesmo

Lhe procurarei em Homolulu
San Francisco, Ashtabula
Você vai me deixar agora, eu sei
Mas te verei no céu acima
Na grama alta, naqueles que eu amo
Você vai me deixar solitário
Quando você for

MEET ME IN THE MORNING

Meet me in the morning, 56th and Wabasha
Meet me in the morning, 56th and Wabasha
Honey, we could be in Kansas
By time the snow begins to thaw

They say the darkest hour
Is right before the dawn
They say the darkest hour
Is right before the dawn
But you wouldn't know it by me
Every day's been darkness since you been gone.

Little rooster crowin'
There must be something on his mind
Little rooster crowin'
There must be something on his mind
Well, I feel just like that rooster
Honey, ya treat me so unkind

The birds are flyin' low babe
Honey I feel so exposed
Well, the birds are flyin' low babe
Honey I feel so exposed
Well now, I ain't got any matches
And the station doors are closed

Well, I struggled through barbed wire
Felt the hail fall from above
Well, I struggled through barbed wire
Felt the hail fall from above
Well, you know I even outran the hound dogs
Honey, you know I've earned your love

Look at the sun sinkin' like a ship
Look at the sun sinkin' like a ship
Ain't that just like my heart, babe
When you kissed my lips?

ME ENCONTRE PELA MANHÃ

Me encontre pela manhã, rua 56 e Wabasha
Me encontre pela manhã, rua 56 e Wabasha
Querida, poderíamos estar no Kansas
A hora em que a neve começar a derreter

Dizem que a hora mais escura
É momentos antes da nascente
Dizem que a hora mais escura
É momentos antes da nascente
Mas você não diria por mim
Todo dia tem sido trevas desde que você se foi

O pequeno galinho cantando
Algo deve estar em sua mente
O pequeno galinho cantando
Algo deve estar em sua mente
Bem, eu me sinto igual a um galo
Querida, você me trata tão mal

Os pássaros voam baixo, baby
Querida me sinto tão exposto
Bem, os pássaros voam baixo, baby
Querida me sinto tão exposto
Bem agora, eu não tenho nenhum fósforo
E as portas da estação estão fechadas

Bem, eu luto contra arame farpado
Senti a geada cair de cima
Bem eu luto contra arame farpado
Senti a geada cair de cima
Bem, você sabe que corri mais que os cachorros
Querida, você sabe que eu mereço o seu amor

Veja o sol afundando como um navio
Veja o sol afundando como um navio
Não é bem como o meu coração, baby
Quando você beijou meus lábios?

LILY, ROSEMARY
AND THE JACK OF HEARTS

The festival was over
The boys were all plannin' for a fall
The cabaret was quiet
Except for the drillin' in the wall
The curfew had been lifted
And the gamblin' wheel shut down
Anyone with any sense
Had already left town
He was standin' in the doorway
Lokin' like the Jack of Hearts

He moved across the mirrored room
"Set it up for everyone," he said
Then everyone commenced to do
What they were doin' before
He turned their heads
Then he walked up to a stranger
And he asked him with a grin
"Could you kindly tell me, friend
What time the show begins?"
Then he moved into the corner
Face down like the Jack of Hearts

Backstage the girls were playin' five-card
Stud by the stairs
Lily had two queens
She was hopin' for a third to match her pair
Outside the streets were fillin' up
The window was open wide
A gentle breeze was blowin'
You could feel it from inside
Lily called another bet
And drew up the Jack of Hearts

Big Jim was no one's fool
He owned the town's only diamond mine
He made his usual entrance
Lookin' so dandy and so fine
With his bodyguards and silver cane
And every hair in place
He took whatever he wanted to
And he laid it all to waste
But his bodyguards and silver cane
Were no match for the Jack of Hearts

Rosemary combed her hair
And took a carriage into town
She slipped in through the side door
Lookin' like a queen without a crown
She fluttered her false eyelashes
And whispered in his ear
"Sorry, darlin', that I'm late"
But he didn't seem to hear
He was starin' into space
Over at the Jack of Hearts

"I know I've seen that face before"
Big Jim was thinkin' to himself
"Maybe down in Mexico
Or a picture up on somebody's shelf."
But then the crowd began to stamp their feet
And the house lights did dim
And in the darkness of the room
There was only Jim and him
Starin' at the butterfly
Who just drew the Jack of Hearts

Lily was a princess
She was fair-skinned and precious as a child
She did whatever she had to do
She had that certain flash every time she smiled
She'd come away from a broken home
Had lots of strange affairs
With men in every walk of life
Which took her everywhere
But she'd never met anyone quite
Like the Jack of Hearts

The hangin' judge came in unnoticed
And was being wined and dined
The drillin' in the wall kept up
But no one seemed to pay it any mind
It was known all around
That Lily had Jim's ring
And nothing would ever come
Between Lily and the king
No, nothin' ever would
Except maybe the Jack of Hearts

Rosemary started drinkin' hard
And seein' her reflection in the knife
She was tired of the attention
Tired of playin' the role of Big Jim's wife
She had done a lot of bad things
Even once tried suicide
Was lookin' to do just
One good deed before she died
She was gazin' to the future
Riding on the Jack of Hearts

Lily washed her face
Took her dress off and buried it away
"Has your luck run out?" she laughed at him
"Well, I guess you must have known
It would someday
Be careful not to touch the wall
There’s a brand-new coat of paint
I'm glad to see you're still alive
You’re lookin' like a saint."
Down the hallway
Footsteps were comin' for the Jack of Hearts

The backstage manager was pacing
All around by his chair
"There's something funny going on," he said
"I can just feel it in the air."
He went to get the hangin' judge
But the hangin' judge was drunk
As the leading actor
Hurried by in the costume of a monk
There was no actor anywhere
Better than the Jack of Hearts

Lily's arms were locked around
The man that she dearly loved to touch
She forgot all about the man
She couldn't stand who hounded her so much
"I've missed you so," she said to him
And he felt she was sincere
But just beyond the door
He felt jealousy and fear
Just another night
In the life of the Jack of Hearts

No one knew the circumstance
But they say that it happened pretty quick
The door to the dressing room burst open
And a cold revolver clicked
And Big Jim was standin' there
Ya couldn't say surprised
Rosemary right beside him
Steady in her eyes
She was with Big Jim
But she was leanin' to the Jack of Hearts

Two doors down
The boys finally made it through the wall
And cleaned out the bank safe
It’s said that they got off with quite a haul
In the darkness by the riverbed
They waited on the ground
For one more member
Who had business back in town
But they couldn't go no further
Without the Jack of Hearts

The next day was hangin' day
The sky was overcast and black
Big Jim lay covered up
Killed by a penknife in the back
And Rosemary on the gallows
She didn't even blink
The hangin' judge was sober
He hadn't had a drink
The only person on the scene missin'
Was the Jack of Hearts

The cabaret was empty now
A sign said, "Closed for repair,"
Lily had already taken
All of the dye out of her hair
She was thinkin' 'bout her father
Who she very rarely saw
Thinkin' 'bout Rosemary
And thinkin' about the law
But, most of all
She was thinkin' 'bout the Jack of Hearts

LILY, ROSEMARY
E O VALETE DE COPAS

O festival acabara
Os rapazes estavam planejando uma queda
O cabaré estava quieto
Exceto por uma perfuração na parede
A hora de fechar suspenso
E a roda de apostas guardada
Qualquer um com um pouco de senso
Já teria deixado a cidade
Ele estava de pé perto da porta
Olhando para o Valete de Copas

Ele se moveu atravessando o quarto espelhado
“Apronte tudo para todos” ele disse
Então todos começaram a fazer
O que faziam antes
De virarem suas cabeças
Então ele encostou em um estranho
E lhe perguntou com um sorriso
“Você teria a bondade de me dizer amigo,
Que horas começa o show.
”Então ele se posicionou em um canto
Rosto para baixo como o Valete de Copas

Nos bastidores as meninas jogavam cartas
Perto da escada
Lily tinha duas rainhas
Ela torcia por um terceiro para compor a dupla
Lá fora as ruas enchiam
A janela estava toda aberta
Uma brisa gentil soprava
Você podia senti-la, lá de dentro
Lilly chamou outra aposta
E puxou o Valete de Copas

Bug Jim não era tolo para ninguém
Ele era dono da única mina de diamantes da cidade
Ele fez sua entrada habitual
Todo emperiquitado e bonito
Com seus guarda-costas e bengala de prata
E cada fio de cabelo no lugar
Ele tomava o que ele queria
E deixava estragar
Mas seus guarda-costas e bengala de prata
Não eram páreos para o Valete de Copas

Rosemary penteava o cabelo
E pegou uma carroça até a cidade
Ela passou pela porta lateral
Mais parecendo uma rainha sem coroa
Ela batia seus cílios postiços
E sussurrava em seu ouvido
“Sony, querido, estou atrasada”
Mas ele não parece ter ouvido
Ele estava olhando para o espaço
Sobre o Valete de Copas

“Eu sei que já vi este rosto antes”
Big Jim estava pensando para si“
Talvez tenha sido no México
Ou um retrato na prateleira de alguém”
Mas então o povo começou a bater o pé
E as luzes da casa abaixaram
E na escuridão da sala
Havia apenas Big Jim e ele
Encarando a borboleta
Que acaba de puxar um Valete de Copas

Lily era uma princesa
Ele tinha pela alva e preciosa como uma criança
Ela fez o que precisar for
Ela tinha aquela certa faísca cada vez que ela sorria
Ela veio de longe de uma casa com pais separados
Teve vários casos esquisitos
Com toda espécie de homens
Que a levou para todos os lugares
Mas ela nunca encontrou ninguém bem
Como o Valete de Copas

O juiz enforcador entrou despercebido
E estava sendo servido vinho e janta
A perfuração na parede continuava
Mas ninguém parecia dar muita atenção
Era sabido por todos
Que Lily tinha o anel de Jim
E nada jamais iria ficar
Entre Lily e o rei
Não, nada ficaria
Exceto talvez o Valete de Copas

Rosemary estava bebendo muito
E olhando seu reflexo em uma faca
Ela estava cansada da atenção
Cansada de fazer o papel de esposa de Big Jim
Ela tinha feito muitas coisas ruins
Até certa vez tentou suicídio
Estava tentando fazer apenas
Uma coisa boa antes de morrer
Ela estava olhando para o futuro
Cavalgando no Valete de Copas

Lily lavou o rosto
Tirou o seu vestido e o enterrou
“Será que sua sorte se esgotou?” ela lhe diz rindo“
Bem, suponho que você deveria saber
Que acabaria algum dia
Tenha o cuidado de não tocar a parede
Há uma nova demão de tinta
Fico feliz em ver que continua vivo
Você mais parece um santo”
Descendo o corredor
Pegadas chegam atrás do Valete de Copas

Nos bastidores o gerente estava
Andando nervoso perto da cadeira
“Existe algo estranho acontecendo”, ele diz
“Eu consigo até senti-lo no ar”
Ele foi pegar o juiz enforcador
Mas o juiz enforcador estava bêbado
Enquanto o ator principal
Se apressava com sua roupa de monge
Não havia em lugar algum ator
Melhor do que o Valete de Copas

Os braços de Lily fechavam ao redor
Do homem que ela adorava tanto de tocar
Ela se esqueceu totalmente do homem
Ela não suportava mais ser tão perseguida
“Senti tanto sua falta” ela disse para ele
E ele sentiu que ela estava sendo sincera
Mas além da porta
Ele sentia ciúmes e medo
Apenas mais uma noite
Na vida do Valete de Copas

Ninguém sabia as circunstâncias
Mas dizem que aconteceu bem rápido
A porta para o vestiário abriu repentinamente
E um revólver frio começou a clicar
E Big Jim estava de pé lá
Não se pode dizer que surpreso
Rosemary ao seu lado
Firmeza no seu olhar
Ela estava com Big Jim
Mas ela se arrastava para o Valete de Copas

Duas portas depois
Os rapazes finalmente passaram pela parede
E limparam o cofre do banco
Dizem que levaram um bom bocado
Na escuridão ao lado do rio
Eles aguardaram no terreno
Por mais um membro
Que tinha negócios a tratar na cidade
Mas não podiam ir além
Sem o Valete de Copas

No dia seguinte era dia de enforcamento
O céu estava nublado e negro
Big Jim foi estendido no chão e encoberto
Morto por uma facada nas costas
E Rosemary na forca
Ela sequer piscou
O juiz enforcador estava sóbrio
Ele não tocou em uma gota
A única pessoa faltando na cena
Era o Valete de Copas

O cabaré estava vazio agora
Uma placa dizia, “Fechado para reparos”
Lily já havia tirado
Toda a tinta de seu cabelo
Ela estava pensando em seu pai
Da qual ela muito raramente viu
Pensando sobre Rosemary
E pensando sobre a lei
Mas principalmente
Ela estava pensando sobre o Valete de Copas

IF YOU SEE HER, SAY HELLO

If you see her, say hello
She might be in Tangier
She left here last early spring
Is livin' there, I hear
Say for me that I'm all right
Though things get kind of slow
She might think that I've forgotten her
Don’t tell her it isn't so

We had a falling-out
Like lovers often will
And to think of how she left that night
It still brings me a chill
And though our separation
It pierced me to the heart
She still lives inside of me
We’ve never been apart.

If you get close to her
Kiss her once for me
I always have respected her
For busting out and gettin' free
Oh, whatever makes her happy
I won't stand in the way
Though the bitter taste still lingers on
From the night I tried to make her stay

I see a lot of people as I make the rounds
And I hear her name here and there
As I go from town to town
And I've never gotten used to it
I've just learned to turn it off
Either I'm too sensitive or else I'm gettin' soft

Sundown, yellow moon
I replay the past
I know every scene by heart
They all went by so fast
If she's passin' back this way
I'm not that hard to find
Tell her she can look me up
If she's got the time

SE VOCÊ A VER, DIGA-LHE OLÁ

Se você a ver, diga-lhe olá
Ela pode estar em Tangier
Ela partiu daqui na primavera passada
Estava vivendo lá, ouvi
Diga por mim que estou bem
Embora as coisas vão meio devagar
Ela pode pensar que eu a esqueci
Não diga-lhe que isto não aconteceu

Nós tivemos um desentendimento
Como amantes geralmente têm
E ao pensar como ela se foi aquela noite
Ainda me traz um arrepio
E embora nossa separação
Perfurou meu coração
Ela ainda vive dentro de mim
Nunca ficamos tão longe assim

Se você chegar perto dela
Beija-lhe uma vez por mim
Eu sempre a respeitei
Por sair fora e ficando livre
Oh, o que deixa-la feliz
Não ficarei no caminho
Embora um gosto amargo ainda permanece
Da noite que tentei faze-la ficar

Eu vejo muitas pessoas quando dou minha volta
E eu ouço seu nome aqui e ali
Quando eu vou até a cidade
E eu nunca me acostumo com isso
Apenas aprendi como desligar
Ou sou muito sensível ou estou ficando mole

O sol se põe, lua amarela
Eu reensaio o passado
Conheço cada cena de cor
Todas passam tão rápidas
Se ela passar por esse caminho novamente
Não sou tão difícil de se achar
Diga-lhe que ela pode me procurar
Se ela tiver tempo

SHELTER FROM THE STORM

'Twas in another lifetime
One of toil and blood
When blackness was a virtue
And the road was full of mud
I came in from the wilderness
A creature void of form.
"Come in," she said
"I'll give you shelter from the storm."

And if I pass this way again
You can rest assured
I'll always do my best for her
On that I give my word
In a world of steel-eyed death
And men who are fighting to be warm
"Come in," she said
"I'll give you shelter from the storm."

Not a word was spoke between us
There was little risk involved
Everything up to that point
Had been left unresolved
Try imagining a place
Where it's always safe and warm
"Come in," she said
"I'll give you shelter from the storm."

I was burned out from exhaustion
Buried in the hail
Poisoned in the bushes
An’ blown out on the trail
Hunted like a crocodile
Ravaged in the corn
"Come in," she said
"I'll give you shelter from the storm."

Suddenly I turned around
And she was standin' there
With silver bracelets on her wrists
And flowers in her hair.
She walked up to me so gracefully
And took my crown of thorns
"Come in," she said
"I'll give you shelter from the storm."

Now there's a wall between us
Somethin' there's been lost
I took too much for granted
Got my signals crossed
Just to think that it all began
On a long-forgotten morn
"Come in," she said
"I'll give you shelter from the storm."

Well, the deputy walks on hard nails
And the preacher rides a mount
But nothing really matters much
It’s doom alone that counts
And the one-eyed undertaker
He blows a futile horn
"Come in," she said
"I'll give you shelter from the storm."

I've heard newborn babies
Wailin' like a mournin' dove
And old men with broken teeth
Stranded without love
Do I understand your question, man
is it hopeless and forlorn?
"Come in," she said
"I'll give you shelter from the storm"

In a little hilltop village
They gambled for my clothes
I bargained for salvation
An’ they gave me a lethal dose
I offered up my innocence
And got repaid with scorn
"Come in," she said
"I'll give you shelter from the storm"

Well, I'm livin' in a foreign country
But I'm bound to cross the line
Beauty walks a razor's edge
Someday I'll make it mine
If I could only turn back the clock
To when God and her were born
"Come in," she said
"I'll give you shelter from the storm"

ABRIGO DA TEMPESTADE

Foi em uma outra vida
Uma de labuta e sangue
Quando trevas eram uma virtude
E a estrada estava coberta de lama
Eu cheguei do ermo
Uma criatura vazia de formação
“Pode entrar” ela disse
“Lhe darei abrigo da tempestade.”

E se eu passar por este caminho novamente
Pode descansar sossegado
Eu sempre farei o meu melhor para ela
Nisso dou minha palavra
Em um mundo onde morte tem um olho de aço
E homens estão matando para se manter aquecidos
“Pode entrar” ela disse
“Lhe darei abrigo da tempestade.”

Nenhuma palavra foi dita entre nós
Havia pouco risco envolvido
Tudo até aquele ponto
Foi deixado sem resolver
Tente imaginar um lugar
Onde é sempre seguro e aquecido
“Pode entrar” ela disse
“Lhe darei abrigo da tempestade.”

Eu estava queimado por exaustão
E enterrado no granizo
Envenenado pelos arbustos
E apagado na trilha
Caçado por crocodilos
Devorado pelo milho
“Pode entrar” ela disse
“Lhe darei abrigo da tempestade.”

De repente eu me viro
E ela está ali de pé
Com braceletes de prata nos seus pulsos
E flores em seu cabelo
Ela se chegou a mim tão graciosamente
E retirou minha coroa de espinhos
“Pode entrar” ela disse
“Lhe darei abrigo da tempestade.”

Agora existe uma parede entre nós
Algo se perdeu
Fiquei mal acostumado demais
Fiquei com os sinais cruzados
Só de pensar que tudo começou
Em uma longa esquecida manhã
“Pode entrar” ela disse
“Lhe darei abrigo da tempestade.”

Bem, o xerife anda sobre pregos duros
E o pregador cavalga um morro
Mas nada realmente importa muito
Somente a ruína é que conta
E o papa-defuntos caolho
Que sopra um corno fútil
“Pode entrar” ela disse
“Lhe darei abrigo da tempestade.”

Eu já ouvi bebês recém nascidos
Chorando como um pombo lamentando
E anciões com dentes quebrados
Largados sem amor
Se eu entendo a pergunta, cara
Será sem esperança ou desamparado?
“Pode entrar” ela disse
“Lhe darei abrigo da tempestade.”

Em um pequeno vilarejo no topo do morro
Eles apostam por minhas roupas
Eu negociei minha salvação
E eles me deram uma dose letal
Eu ofereci minha inocência
E fui pago com escárnio
“Pode entrar” ela disse
“Lhe darei abrigo da tempestade.”

Bem, estou morando num país estrangeiro
Mas qualquer dia cruzo a fronteira
A beleza caminha por um fio de navalha
Algum dia o farei meu
Se eu pudesse voltar o relógio
Para quando Deus e ela nasceram
“Pode entrar” ela disse
“Lhe darei abrigo da tempestade.”

BUCKETS OF RAIN

Buckets of rain
Buckets of tears
Got all them buckets comin' out of my ears
Buckets of moonbeams in my hand
I got all the love, honey baby
You can stand

I been meek
And hard like an oak
I seen pretty people disappear like smoke
Friends will arrive, friends will disappear
If you want me, honey baby
I'll be here

Like your smile
And your fingertips
Like the way that you move your lips
I like the cool way you look at me
Everything about you is bringing me
Misery

Little red wagon
Little red bike
I ain't no monkey but I know what I like
I like the way you love me strong and slow
I'm takin' you with me, honey baby
When I go

Life is sad
Life is a bust
All ya can do is do what you must
You do what you must do and ya do it well
I'll do it for you, honey baby
Can't you tell?

BALDES DE CHUVA

Baldes de chuva
Baldes de lágrimas
Tenho todos os baldes saindo pelos ouvidos
Baldes de luz de luar em minhas mãos
Tenho todo o amor, querida, baby
Que você possa aturar

Fui meigo
E duro como carvalho
Já vi gente bonita desaparecendo feito fumaça
Amigos chegarão, amigos desaparecerão
Se me quiseres querida, baby
Estarei aqui

Gosto do seu sorriso
E das pontas de seus dedos
Gosto da maneira que você move os lábios
Gosto da maneira refrescante que olhas pra mim
Tudo sobre você está me trazendo
Miséria

Pequena caminhonete vermelha
Pequena bicicleta vermelha
Não sou macaco mas sei do que gosto
Eu gosto da maneira que você me ama, forte e devagar
Estou te levando comigo, querida, baby
Quando eu for

A vida é triste
A vida é um embuste
Tudo que você pode fazer é fazer o que pode
Você sabe o que tem de fazer, e você faz direito
Eu o farei por você, querida, baby
Você não percebe?









Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Bob Dylan"

Bob Dylan: morre pugilista que inspirou "Hurricane"
Separados no nascimento: Bob Dylan e Adam Sandler
Bob Dylan: absolvido de acusação de injúria na França
Mais capas de álbuns: a história do rock no Google Street View
Bob Dylan: letras perdidas viram álbum que será lançado este ano
Astros do Rock: como seriam suas versões tatuadas
Slash: ouça a "Wiggle, Wiggle", faixa do CD-tributo a Bob Dylan
Bob Dylan: guitarra alcança valor recorde em leilão
Bob Dylan: lançando o clipe mais interessante dos últimos tempos
Bob Dylan: Stallone queria que ele cantasse tema de John Rambo
UCR: Os 5 piores comerciais com astros do rock
Rock In Rio 1985: rejeição a Bob Dylan e Rod Stewart mau humorado
Bob Dylan: música inédita de 1970 em novo vídeo clipe
Bob Dylan: peças nunca antes vistas em exposição de Londres
Rock e cinema: veja grandes astros e seus intérpretes no cinema

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Márcio Ribeiro

Nascido no ano do rato. Era o inicio dos anos sessenta e quem tirou jovens como ele do eixo samba e bossa nova foi Roberto Carlos. O nosso Elvis levou o rock nacional à televisão abrindo as portas para um estilo musical estrangeiro em um país ufanista, prepotente e que acabaria tomado por um golpe militar. Com oito anos, já era maluco por Monkees, Beatles, Archies e temas de desenhos animados em geral. Hoje evita açúcar no seu rock embora clássicos sempre sejam clássicos.

Mais matérias de Márcio Ribeiro no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas