Tradução - Angels Cry - Angra

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Angels Cry - Angra

Traduzido por Cristina Nunes Mendes

  | Comentários:
Imagem

Carry On

(Matos)

Simple minded brain
For now you succumb
Nothing changes your way
This world insists to be the same
Based on our mistakes
The flowers fade along the road
Don't blindfold your eyes
So loneliness becomes the law
Of a senseless life

Follow your steps and you will find
The unknown ways are in your mind
Need nothing else than just your pride
To get there... (go!)

Now we have to face another day
You won't be alone
This life is forcing us to stay
- For how long?
Cold is the wind and thunder struck
On a stormy night
But can't you see, I'm by your side
We are marching on!...

Follow your steps and you will find
The unknown ways are in your mind
Need nothing else than just your pride
To get there... So, carry on
There's a meaning to life
Which someday we may find...

Carry on, it's time to forget
The remains from the past, to carry on
Follow your steps and you will find
The unknown ways are in your mind

Need nothing else than just your pride
To get there... So, carry on
There's a meaning to life
Which someday we may find...
Carry on, it's time to forget
The remains from the past
So, carry on,
There's a meaning to life
Which someday we may find...
Carry on, it's time to forget
The remains from the past

Siga em Frente

(Matos)

Mente simplória
Pois agora você sucumbe
Nada muda o seu caminho
Esse mundo insiste em ser o mesmo
Com base nos nossos erros
As flores desaparecem ao longo da estrada
Não feche os olhos
Pois então a solidão se torna a lei
De uma vida sem-sentido

Siga os seus passos e você descobrirá
Os caminhos desconhecidos estão na sua cabeça
Não precisa de mais nada além do seu orgulho
Para chegar lá... (vá!)

Agora temos que enfrentar um novo dia
Você não estará sozinho
Essa vida nos força a ficar
- Por quanto tempo?
Frio é o vento e o soar do trovão
Numa noite de tempestade
Mas você não vê, estou ao seu lado
Estamos marchando em frente!

Siga os seus passos e você descobrirá
Os caminhos desconhecidos estão na sua cabeça
Não precisa de mais nada além de seu orgulho
Para chegar lá... Então, siga em frente
A vida tem um sentido
Que algum dia poderemos descobrir...

Siga em frente, é hora de esquecer
Os restos do passado para seguir em frente
Siga os seus passos e você descobrirá
Os caminhos desconhecidos estão na sua cabeça

Não precisa de mais nada além de seu orgulho
Para chegar lá... Então, siga em frente
A vida tem um sentido
Que algum dia poderemos descobrir...
Siga em frente, é hora de esquecer
Os restos do passado para seguir em frente
Então, siga em frente
A vida tem um sentido
Que algum dia poderemos descobrir...
Siga em frente, é hora de esquecer
Os restos do passado para seguir em frente

Time

(Matos, Bittencourt)

This time I wanna know
what life means...
...To live it again
I'm looking forward
Feel the light shine in my eyes
And now I know,
my instincts were not wrong
And many things can be done
I don't believe now
That I'm dreaming alone
Oh, we're searching for the love
That everyone's got,
but can't see
Oh, beyond the flesh and blood
There’s so much hidden behind
As so much more we've gotta give...
Sanity brings up the sadness
That keeps your illusions
locked in a little box
Fright comes, you find yourself lonely
In a cage of conclusions
crowding your mind
You sit back bowing your head
Every answer - yes
Why don't you trust me
and shed out your fears
Running over the tears you've contained
Now cover up your eyes
- Is it good for you?

I will be here when fire burns!

Welcome on board
Over here is the ship of your life
So rotten that will cast away
I'll be your sweet lullaby all the night
And if you get lost you can hold my hand...

And I'll be here when fire burns
(Inside your heart)
Climb up the hills and mountains
Don’t forget what you've learned!
Life makes us feel the time
we cannot hold
Time make us live a tale already told
Time make us heal a feeling inside
A feeling that lies in your heart
That we stole away...
And I'll be here when fire burns
(Inside your heart)
Climb up the hills and mountains
Don’t forget what you've learned!
Life makes us feel
(life make us feel)
The time we cannot hold
Time make us live
(time make us live)
A tale already told
Time make us heal
(time make us heal)
A feeling inside
A feeling that lies in your heart
That we stole away...

O Tempo

(Matos, Bittencourt)

Dessa vez eu quero saber
o significado da vida...
...para viver de novo
Mal posso esperar
Pelo brilho da luz em meus olhos
E agora eu sei,
minha intuição não estava errada
E muitas coisas podem ser feitas
Agora eu não acredito
Que esteja sonhando sozinho
Nós procuramos pelo amor
Que todo mundo tem,
mas não consegue enxergar
Além da carne e osso
Há muito mais por detrás
E muito mais que precisamos fazer...
A razão traz a tristeza
Que mantém suas ilusões
trancadas em uma caixinha
Vem o medo, você se vê sozinho
Em uma jaula de conclusões
povoando seus pensamentos
Você se senta assentindo com a cabeça
Todas as respostas - Sim
Por que você não confia em mim
e expõe os seus medos
Escorrendo, as lágrimas que você conteve
Agora cobrem seus olhos
- Isso é bom pra você?

Eu estarei aqui quando o fogo arder!

Bem-vindo a bordo
Esse é o navio da sua vida
Tão podre que vai se desintegrar
Eu serei a sua canção de ninar a noite toda
E se você se perder, pode segurar minha mão...

E eu estarei aqui quando o fogo arder
(Dentro do seu coração)
Escale as colinas e montanhas
Não esqueça o que você aprendeu!
A vida nos faz sentir o tempo
que não podemos parar
O tempo nos faz viver uma história já contada
O tempo nos faz curar um sentimento interior
Um sentimento que está no coração
Que roubamos...
E eu estarei aqui quando o fogo arder
(Dentro do seu coração)
Escale as colinas e montanhas
Não esqueça o que você aprendeu!
A vida nos faz sentir
(a vida nos faz sentir)
O tempo não podemos parar
O tempo nos faz viver
(o tempo nos faz viver)
Uma história já contada
O tempo nos faz curar
(o tempo nos faz curar)
Um sentimento interior
Um sentimento que está no coração
Que roubamos...

Angels Cry

(Matos, Bittencourt)

Cry in the night of the angel
For their light will never shine
With their hearts so full of sorrow
Muddy waters all around
The curtain falls for helpless souls
How they suffer swept aside
And the raging streams are flowing
With so little hope inside

(Is like)
Angels crying
Can't take no more
Angels dying
Capture their fall

Try to see this misery
Your future is not what you wished it to be
So try to fly, the answer lies
In the angry darkened skies
(Angry darkened skies)

You just keep on standing
In these fields all your life
You sow the seeds that never grow
No harvest comes
Such a strain to feed the few
Still you're waiting it's in vain...
The change must come right now!

Oh, see the sun in the sky
(From the dawn of destruction)
Free, free this chain from my heart…
Hear the cry of angels
From this life you cannot hide
The change may come tomorrow
For the solemn weeping eyes

Chorus

Angels are crying and dying
There must be some way
Endless you stray, still you pray
For a better life
Nobody sees when a glimpse
Of your target lies behind you
Like steps of the pilgrims
Unshined!

Os Anjos Choram

(Matos, Bittencourt)

Choro na noite do anjo
Pois sua luz jamais vai brilhar
Com os corações cheios de tristeza
Águas turvas por toda parte
As cortinas descem para as almas sem salvação
Como eles sofrem ao serem deixados de lado
E a correnteza violenta flui
Com tão pouca esperança dentro de si

(é como)
Anjos chorando
Já não podem mais suportar
Anjos morrendo
Ampare sua queda

Tente ver a miséria deles
O seu futuro não é como você sonhou
Então tente voar, a resposta se encontra
Nos revoltos céus tenebrosos
(Nos revoltos céus tenebrosos)

Você insiste em simplesmente permanecer
Nesses campos a vida inteira
Você planta sementes que nunca crescem
A colheita não vem
Tamanho esforço para alimentar os poucos
Ainda assim você está esperando, é em vão...
A mudança deve vir agora!

Veja o sol no céu
(Do amanhecer da destruição)
Liberte, liberte o meu coração dessas correntes...
Ouça o choro dos anjos
Dessa vida você não pode se esconder
A mudança deve vir amanhã
Para os solenes olhos lacrimejantes

Refrão

Os anjos estão chorando e morrendo
Deve haver alguma saída
Infinitamente você vaga, e ainda assim você reza
Por uma vida melhor
Ninguém vê quando uma mostra
Do seu objetivo se encontra atrás de você
Como os passos dos pioneiros
Não iluminados!

Stand Away

(R.Bittencourt)

Stand away the dreaded burning fire
Will leave its mark
for those with no desire
Stand in front of the whole creation
Face the people starved like worms
Still I'm begging for comprehension
From the ones who rules us all
In this field
the dying embers soil
All around we mourn

Oh, here they come again
(Now they're coming more aggressive
Tearing down our only chances)
The stars can't find
the purple sky
(Loneliness will find its reason
Treasured seed for every season)
Long for the day be back someday
And the church
(Church is selling consolation
Killing Jesus for salvation)
Don't let us die
Let me rest in peace

Away, a while
Our smile taken from
The hearts of broken souls
Stand away from the fire
Destined by the fate
Let those sinners
pay how they steal
For on the judgment day
How they yield
Stand in front of the whole creation
Face the people starved like worms
Still I'm begging for comprehension
From the ones who rules us all
On this field
the dying embers soil
All around we mourn

Oh, here they come again
(Now they're coming more aggressive
Tearing down our only chances)
The stars can't
find the purple sky
(Loneliness will find its reason
Treasured seed for every season)
Long for the day be back someday
And the church
(Church is selling consolation
Killing Jesus for salvation)
Don't let us die
(Taking all in desperation
Leave me now to rest in peace)
Rest in peace
Let me rest in peace...

Afaste-se

(R. Bittencourt)

Afaste-se, o temível fogo ardente
Vai deixar suas marcas
para os que não têm desejos
Fique diante de toda a criação
Encare o povo faminto como vermes
Ainda assim imploro pela compreensão
Daqueles que nos governam
São esses campos as brasas
que se apagam da alma
Por toda parte nós nos lamentamos

Aí vem eles de novo
(Dessa vez eles chegam mais violentos
Destruindo nossas únicas chances)
As estrelas não conseguem
encontrar o céu púrpura
(A solidão encontrará sua razão
Sementes enterradas para cada estação)
Espere pelo dia voltar em algum outro dia
E a igreja
(A igreja está vendendo consolo
Matando Jesus pela salvação)
Não nos deixe morrer
Me deixe descansar em paz

Longe, por um tempo
Nossos sorrisos tirados
Dos corações de almas sem esperanças
Afaste-se do fogo
Determinado pelo destino
Deixe aqueles pecadores
pagarem como eles roubam
Pois no dia do julgamento
Como eles terminam
Fique diante de toda a criação
Encare o povo faminto como vermes
Ainda assim imploro pela compreensão
Daqueles que nos governam
São esses campos
as brasas que se apagam da alma
Por toda parte nós nos lamentamos

Aí vem eles de novo
(Dessa vez eles chegam mais violentos
Destruindo nossas únicas chances)
As estrelas não conseguem
encontrar o céu púrpura
(A solidão encontrará sua razão
Sementes enterradas para cada estação)
Espere pelo dia voltar em algum outro dia
E a igreja
(A igreja está vendendo consolo
Matando Jesus pela salvação)
Não nos deixe morrer
(Tomando todos de desespero
Agora me deixe descansar em paz)
Descansar em paz...
Me deixe descansar em paz...

Never Understand

(Matos, Bittencourt)

White gold, a morning came
Sunny cold, reflecting light
Unknown songs
Fresh water gush licks the lime
Sprinkling crowns of silence
The face wet from the moistened dew
Wind takes the sight
Around the meadow
Playing kindly
Silver dropped wine
That flows inside
A sleeping hand...
Desperation fills the air
(In your heart lies the dust of the anger)
Madness knocking on my back
(Chiming bells have announced the new day)
My courage lies someplace
Where time forgot to send me
(Now where are you going?)
(Now where are you going now?)
Someday they'll mark your sins
Like torture on your back

I wonder why
My mind is tight
Like stormy weather
And so it seems
That little steps
Would take forever
Oh, never understand...
We're like mad horses
Heading for the bend
This place I'm standing here
Made it on my own
Moored my life to never let it go...

I wonder why
My mind is tight
Like stormy weather
And so it seems
That little steps
Would take forever
Never understand...
We're like mad horses
Heading for the bend
This place I'm standing here
Made it on my own
Moored my life to never let it go...
All my life I'll be the way
I won't forget
All my life is never understand

Jamais Entender

(Matos, Bittencourt)

Ouro branco, uma manhã chegou
Frio ensolarado, refletindo luz
Músicas desconhecidas
Jatos de água fresca lambem o musgo
Coroas brilhantes de silêncio
O rosto molhado pelo orvalho úmido
O vento leva o olhar
Ao redor do campo
Brincando gentilmente
A prata pingou vinho
Que corre dentro
De uma mão adormecida...
O desespero enche o ar
(No seu coração se encontra o pó da raiva)
A loucura bate em minhas costas
(Sinos soam anunciando um novo dia)
A minha coragem está em algum lugar
Aonde o tempo se esqueceu de me levar
(Para onde você está indo agora?)
(Para onde você está indo agora?)
Um dia eles marcarão os seus pecados
Nas suas costas como tortura

Eu me pergunto por que
Meus pensamentos estão apertados
Como o tempo tempestuoso
E então parece
Que passos curtos
Levariam séculos
Jamais entender
Nós somos como cavalos selvagens
Indo em direção à curva
Esse lugar onde estou
Eu cheguei a ele sozinho
Ancorei minha vida para nunca deixá-la partir...

Eu me pergunto por que
Meus pensamentos estão apertados
Como o tempo tempestuoso
E então parece
Que passos curtos
Levariam séculos
Jamais entender
Nós somos como cavalos selvagens
Indo em direção à curva
Esse lugar onde estou
Eu cheguei a ele sozinho
Ancorei minha vida para nunca deixá-la partir...
Toda a minha vida eu sangrei
Não vou esquecer
Toda a minha vida é jamais entender

Wuthering Heights

(Kate Bush)

Out on the wiley, windy moors
We'd roll and fall in green
You had a temper, like my jealousy
Too hot, too greedy
How could you leave me?
When I needed to possess you
I hated you, I loved you too...

Bad dreams in the night
They told me I was going to loose the fight
Leave behind my wuthering heights
Heathcliff
It's me, Cathy
Come home, I'm so cold
Let me in-a-your window Heathcliff
It's me, Cathy
Come home, I'm so cold
Let me in-a-your window

Oh, it gets dark, it gets lonely
On the other side from you
I pine a lot, I find the lot
Falls through without you
I'm coming back, love
Cruel Heathcliff
My one dream, my only master...

Too long I roam in the night
I'm coming back to his side to put it right
I'm coming home to wuthering, wuthering
Wuthering heights Heathcliff
It's me, Cathy
Come home, I'm so cold
Let me in-a-your window Heathcliff,

Oh, let me have it
Let me grab away your soul
Oh, let me have it
Let me grab away your soul
You know it's me
You know (yeah)

Heathcliff
It's me, Cathy
Come home, I'm so cold
Let me in-a-your window Heathcliff
It's me, Cathy
Come home, I'm so cold
Let me in-a-your window Heathcliff
It's me, Cathy
Come home, I'm so cold... Heathcliff
It's me, Cathy
Come home, I'm so cold (yeah...)

O Morro dos Ventos Uivantes

(Kate Bush)

Pelos campos onde sopra o vento forte
Nós rolávamos e caíamos sobre o verde
Você tinha um temperamento, como o meu ciúme
Muito quente, muito ganancioso
Como você pôde me deixar?
Quando eu precisava possuí-lo
Eu te odiava, eu te amava também...

Pesadelos durante a noite
Eles me disseram que eu ia perder essa luta
Abandonado em meus morros dos ventos uivantes
Heathcliff
Sou eu, Cathy
Venha para casa, eu estou com tanto frio
Deixe-me entrar por sua janela Heathcliff
Sou eu, Cathy
Venha para casa, eu estou com tanto frio
Deixe-me entrar por sua janela

É escuro, é solitário
Do outro lado, separada de você
Eu peno muito, eu descubro que tudo
Perco sem você
Eu estou voltando, meu amor
Heathcliff cruel
Meu único sonho, meu único senhor...

Por muito tempo eu vago na noite
Estou voltando pro seu lado para fazer o que é certo
Estou voltando para casa para o morro dos ventos
Morro dos vetos uivantes, Heathcliff
Sou eu, Cathy
Venha para casa, eu estou com tanto frio
Deixe-me entrar por sua janela

Deixe-me tê-la
Deixe-me tomar a sua alma
Deixe-me tê-la
Deixe-me tomar a sua alma
Você sabe que sou eu
Você sabe, sim

Heathcliff
Sou eu, Cathy
Venha para casa, eu estou com tanto frio
Deixe-me entrar por sua janela
Sou eu, Cathy
Venha para casa, eu estou com tanto frio
Deixe-me entrar por sua janela
Sou eu, Cathy
Venha para casa, eu estou com tanto frio
Sou eu, Cathy
Venha para casa

Wuthering Heights é uma música de Kate Bush, cantora de grande prestígio nos anos 70, baseada no romance de Emily Bonte. O romance já foi adaptado para o cinema com o título de “O Morro dos Ventos Uivantes”, filme de William Wyler (diretor de Ben-Hur) que contava no elenco com Laurence Oliver (como Heathcliff) e Merle Oberon (como Cathy), os atores principais.

O filme foi lançado em 1939, sendo o primeiro de uma série de 4 adaptações cinematográficas que o livro de Emily Bronte teve, até o momento.

No Brasil tivemos a novela “O Morro dos Ventos Uivantes” de Lauro César Muniz, transmitida pela TV Excelsior em 1967, também baseada no romance homônimo da escritora.

Streets Of Tomorrow

(Matos)

Days of pounding emptiness
Just so far away, no regret
To live beside the danger
Running out of carelessness
Still unlinked the tips of a bridge
That gets no one to nowhere

Let me run away
Freed from lies, I won't forget
Escaping from this chains
I'll meet my love
Once again flying
Clouds from heaven
So, now?
Tell me how
To walk the streets of tomorrow
Someday, somehow
Then we'll know
How things went wrong
And how?
Tell me now
To live in peace not forever
The moment remains
And flows...
Don't let it go!

How do you stay, down and pray
Let me know
The things that you've done on your own...
(Tell me right now, baby...)
How do you stay, down and pray
Let me know
The things that you've done on your own...

Let me run away
Freed from lies, I won't forget
Escaping from this chains
I'll meet my love
Once again flying
Clouds from heaven
So, now?
Tell me how
To walk the streets of tomorrow
Someday, somehow then
Then we'll know
How things went wrong
And how?
Tell me now
To live in peace not forever
The moment remains
And flows...
Don't let it go!

As Ruas do Amanhã

(Matos)

Dias de um vazio palpitante
Tão distantes, nenhum arrependimento
De viver ao lado do perigo
Saindo da despreocupação
Ainda não gostava dos extremos de uma ponte
Que não leva ninguém a lugar algum

Me deixe fugir
Livre das mentiras, eu não vou esquecer
Escapando dessas correntes
Eu encontrarei o meu amor
Mais uma vez voando
Uma nuvem no Céu
E agora?
Me diga como
Andar nas ruas do amanhã
Um dia, de algum modo
Então saberemos
Como as coisas deram erradas
E como?
Me mostre agora
Viver em paz, sem "para sempre"
O momento permanece
E flui...
Não o deixe escapar!

Como você, se ajoelha e reza
Me conte
As coisas que você fez só
(me diga agora...)
Como você, se ajoelha e reza
Me conte
As coisas que você fez só...

Me deixe fugir
Livre das mentiras, eu não vou esquecer
Escapando dessas correntes
Eu encontrarei o meu amor
Mais uma vez voando
Uma nuvem no Céu
E agora?
Me diga como
Andar nas ruas do amanhã
Um dia, de algum modo
Então saberemos
Como as coisas deram errado
E como?
Me mostre agora
Viver em paz, sem "para sempre"
O momento permanece
E flui...
Não o deixe escapar!

Evil Warning

(Matos, Bittencourt)

Time to believe in the dream that you've seen
In a world that is broken and mean
One day the sun it will shine for us all
Take the freedom that you have foreseen...
Miles away
You're heading for the unknown
And there's no way to get back
Time to complain
Nobody is telling the truth
To live in the crowd
Sick of your own vanity
Dead scattered petals around
Hymns of betrayal
Calling you for the attack

Evil warning
You're much too fast
And much too high
No time to worry!
It's over
No more remaining time
To cry and feel the pain...

In the morning
You stagger up
To start to fight
You get so lonely...
With no fore-sight
Until another day!
Run, don't wait for the sun
Cause it's setting on your hopes
Don't look far behind
For the shadows
They will stand...
Until the end!

Time to believe in the dream that you've seen
In a world that is broken and mean
One day the sun it will shine for us all
Take the freedom that you have foreseen...
Time to believe in the dream that you've seen
In a world that is broken and mean
One day the sun it will shine for us all
Take the freedom that you have foreseen...

Run, don't wait for the sun
Cause it's setting on your hopes
Don't look far behind
For the shadows
They still stand...
Until the end!
And don't let your pride
Make your blood
Flow cold in vain...
Until the end...

Mau Presságio

(Matos, Bittencourt)

É hora de acreditar no sonho que você viu
Num mundo devastado e perverso
Um dia o sol vai brilhar para todos nós
Aproveite a liberdade que você previu...
A milhas de distância
Você se dirige ao desconhecido
E não há como voltar
É hora de reclamar
Ninguém sente a verdade
Viver na multidão
Cansado da sua própria futilidade
Pétalas mortas espalhadas ao seu redor
Hinos de traição
Chamando você para o ataque

Mau presságio
Você é muito mais rápido
E muito mais alto
Não há tempo para se preocupar!
É o fim,
Não há mais tempo
Para chorar e sentir a dor...

De manhã
Você se levanta
Para começar a luta
Você fica tão solitário...
Sem qualquer perspectiva
Até um outro dia!
Corra, não espere pelo sol
Porque ele está se pondo para suas esperanças
Não olhe muito para trás
Porque as sombras
Elas ainda permanecem...
Até o fim!

É hora de acreditar no sonho que você viu
Num mundo devastado e perverso
Um dia o sol vai brilhar para todos nós
Aproveite a liberdade que você previu...
É hora de acreditar no sonho que você viu
Num mundo devastado e perverso
Um dia o sol vai brilhar para todos nós
Aproveite a liberdade que você previu...

Corra, não espere pelo sol
Porque ele está se pondo para suas esperanças
Não olhe muito para trás
Porque as sombras
Elas ainda permanecem...
Até o fim!
E não deixe que o seu orgulho
Faça o seu sangue
Correr frio em vão...
Até o fim!

Lasting Child
I - The Parting Words

Years gone by - Awake again
In a glowing star - That shines so far
Lasting child - Remains inside
Playing around - A future denied
High overhead, dusk is insight.

Fumbling the mist
Lingering around...
Blow
Carrying winds
Take me high
Where I can see
The hidden lights
That blink far beyond...
Blow
Carrying winds
Take me high
Where I can see
The hidden lights
That blink far beyond...
And then
A painted dream
Colours that melt
Inside slender frames
There I'll stand
There I belong...

A Criança Imortal
I - As Palavras de Separação

Anos se passaram - Desperta novamente
Em uma estrela brilhante - Que brilha tão longe
A criança imortal - Permanece no interior
Brincando - Um futuro negado
Bem acima de você, o anoitecer é um esclarecimento

Tateando a névoa
Demorando-se...
Soprem
Ventos-guia
Me levem para o alto
Onde eu possa ver
As luzes escondidas
Que piscam ao longe...
Soprem
Ventos-guia
Me levem para o alto
Onde eu possa ver
As luzes escondidas
Que piscam ao longe...
E então
Um sonho pintado
Cores que se mesclam
Contidas em molduras finas
Lá eu permanecerei
Lá é o meu lugar...

II – Renaissance

(Instrumental)

II- Renascença

(Instrumental)








Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Angra"

Tapping: Felipe Andreoli explica a técnica com faixa do Angra
Gamma Ray: vídeos de show com Tobias Sammet e Fabio Lione
Rafaell Bittencourt: ensinando novas bandas no Injeção na Testa
Judas Priest: Painkiller e seus diversos covers
Edu Falaschi: confira vídeos para o especial Yamaha
Edu Falaschi: vocalista fala sobre Rock In Rio e vídeo polêmico
Rafael Bittencourt: desafios e riscos com Roberto Shinyashiki
Rafael Bittencourt: cervejas em vídeo com Ardanuy e Michel Leme
Angra: conheça o Angragode e o Progpagod da Bahia
Angra: finalmente revelado o que é "Z.I.T.O."
Noturnall: Um renascimento para músicos que vieram pra ficar
Kiko Loureiro e Felipe Andreoli: Em bate-papo com fãs
Angra: Show em Rio Branco confirmado para turnê em maio
Rafael Bittencourt: presença no festival Tamo Aí na Atividade
Rafael Bittencourt: vídeo de gravação no novo álbum do Symmetrya

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Cristina Nunes Mendes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Cristina Nunes Mendes no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas