Tradução - Garage Inc II - Metallica

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Garage Inc II - Metallica

Traduzido por Fernando P. Silva

  | Comentários:
Imagem

Helpless

(Harris/Tatler)

I gotta see you moving fast
See you come my way
See the dreams, I hope they last
Never fade away

Gotta see the lights above
Make it loud tonight

Gotta set it all a-fire
Set it all a-light

See the flashing lights
Hear the thunder roar
I am gonna set you all a-light
Gotta make it man
I ain't got a choice
Gotta fill this hall tonight

Helpless
Helpless
Helpless
Helpless

I don't what I’m gonna do
Maybe not tonight

Gotta set you all a-fire
Gotta treat you right

I can see the flashing lights
Lit before your love
Gotta hear the thunder roar
Coming from above

I can see the stars
I can see what's going on

Every night alone
I sing my song just for fun

Only time will tell
If I’ll make it myself someday
This stage is mine
Music is my destiny

Cannot squeeze the life from me!

Business in collapse
Some men don't like it so
Helpless maybe, babe
But you can leave or join the show

Acuado

(Harris/Tatler)

Eu tenho que ver o seu rápido movimento
Vejo você vindo em minha direção
Vejo os sonhos, espero que eles durem
Nunca desapareçam

Tenho que ver as luzes acima
E fazer muito barulho esta noite

Tenho que incendiar tudo
Deixar tudo em chamas

Vejo as luzes brilhantes
Ouço o trovão rugir
Eu vou incendiar todos vocês
Tenho que fazer isto, cara
Eu não tenho alternativa
Preciso preencher este corredor hoje à noite

Acuado
Acuado
Acuado
Acuado

Eu não faço, o que vou fazer
Talvez não esta noite

Tenho que incendiar todos
Tenho que tratá-los corretamente

Eu consigo ver as luzes brilhantes
Iluminadas perante seu amor
Tenho que ouvir o trovão rugir
Vindo de cima

Eu consigo ver as estrelas
Eu posso ver o que está acontecendo

Toda noite sozinho
Eu canto minha música só por diversão

Só o tempo dirá
Se eu sairei dessa algum dia
Este palco é meu
A música é meu destino

Não consigo espremer a vida de mim!

Negócios em colapso
Alguns homens não gostam tanto disto
Talvez acuado, gata
Mas você pode partir ou se juntar ao espetáculo

(Lançada originalmente pelo “Diamond Head” no álbum “Lightning to the Nations” de 1980)

The Small Hours

Look out at the darkness and you will see
Just call my name and I’ll be there

You cannot touch me
You would not dare
I am the chill that's in the air

And I try to get through to you
In my own special way
As the barriers crumble
At the end of the day

Dark rivers are flowing
Back into the past
You are the fish for which I cast

And what of the future
What is to be?
As the rivers flow into the sea

Do not take for granted
Powers out there
Don't step into the demon's lair

Time is an illusion rising from time
Steep is the mountain which we climb

As Pequenas Horas

Preste atenção na escuridão e você verá
Apenas chame meu nome e eu estarei lá

Você não pode me tocar
Você não ousaria
Eu sou o frio que paira no ar

E eu tento atravessar você
Do meu próprio jeito todo especial
Enquanto as barreiras desmoronam
Ao término do dia

Rios escuros estão fluindo
Voltando ao passado
Você é o peixe pela qual eu lancei (a isca)

E quanto ao futuro
O que acontecerá?
Enquanto os rios fluem em direção ao mar

Não aceite isso como sendo verdadeiro
Os poderes estão lá fora
Não pise na toca do demônio

O tempo é uma ilusão crescente
Íngreme é a montanha que nós escalamos

* Lançada originalmente pela banda “Holocaust” em 1983 no EP “Holocaust Live – Hot Curry and Wine”

The Wait

Motives changing
Day to day
The fire increases
Masks decay
I look at the river
White foam floats down
The body's poisoned
Got to sit tight

The wait, the wait
The wait, the wait

After awakening
The silence grows
The screams subside
Distortion shows
Mutant thoughts
Of bad mouthed news
Just another birth
Of distorted views

The wait, the wait
The wait, the wait

A Espera

Os motivos mudam
De um dia para o outro
O fogo aumenta
Máscaras se decompõem
Eu olho para o rio
Uma espuma branca que escorre
O corpo está envenenado
Ficou todo preso

A espera, a espera
A espera, a espera

Após o despertar
O silêncio cresce
Os gritos diminuem
Shows de distorção
Pensamentos mutantes
De más notícias expressas
Apenas um outro nascimento
De visões destorcidas

A espera, a espera
A espera, a espera

* Lançada originalmente pela banda “Killing Joke” em 1980 no álbum “Killing Joke”

Crash Course In Brain Surgery

(Shelley/Bourge/Phillips)

Look inside and you will see
The words are cutting deep inside my brain
Thunder burning quickly burning
Knife of words is driving me insane
Insane, yeah

Raven black is on my track
He shows me how to neutralize the knife
Show to me in surgery
The art of fighting words
To conquer life, conquer life yeah

Now the wicked lance of fear
Is driven from my heady mountain brain
Crash course in brain surgery
Has stopped the bloody knife of words again

Rota de Colisão Na Cirurgia Cerebral

(Shelley/Bourge/Phillips)

Olhe no fundo e você verá
As palavras cortam profundamente meu cérebro
O trovão queimando rápido, queimando
A faca de palavras está me deixando louco
Louco, yeah

O corvo negro está em meu rastro
Ele me mostra como neutralizar a faca
Mostra para mim, numa cirurgia
A arte das palavras batalhadoras
Para conquistar a vida, conquistar a vida

Agora o perigoso bisturi do medo
É retirado de meu cérebro montanhoso e precipitado
Rota de colisão na cirurgia cerebral
Deteve a faca sangrenta de palavras outra vez

* Lançada originalmente em 1971 pela banda “Budgie” no álbum de mesmo nome.

Last Caress

(Danzig)

I’ve got something to say
I killed your baby today
And it doesn't matter much to me
As long as it's dead

I’ve got something to say
I raped your mother today and it
Doesn't matter much to me
As long as she spread

These lovely dead
I’m waiting for your breath
'Cause sweet death wants last caress

One last caress today

Última Carícia

(Danzig)

Eu tenho algo a dizer
Eu matei o seu bebê hoje
E isso não importa muito para mim
Contanto que ele esteja morto

Eu tenho algo a dizer
Eu estuprei sua mãe hoje, e isso
Não importa muito para mim
Já que ela se estica toda

Esse adorável morto
Eu estou esperando por seu suspiro
Porque a doce morte quer a última carícia

Uma última carícia hoje

* Faixa do EP “Beware” dos “Misfits” de 1980

Green Hell

(Danzig)

Here in this place lies the key to your death
Touch it, see it
Here in this place is the means to your end
Touch it, feel it
Green hell

You did your best as someone could
I bet you never knew you would
Did you run away from it?
I bet you thought you were really good

We're gonna burn in hell
Green hell green hell
Like every hell but kind of green
Green hell green hell
Try let me get back up there
Green hell green hell
Feel it burning in your cereal
Green hell green hell
Throw our fuckin' friends inside
Green hell green hell
Gotta fucking pay and you must stay
Green hell green hell
Cannot forget about the best
Green hell green hell
Hell is reigning in your blood
Green hell green hell
Gotta burn it all
Green hell

You did your best as someone could
I bet you never knew you would
And did you run away from me?
I bet you think they were really good

Here in this place lies the key to your death
Touch it, see it
Here in this place sister won't let it in
Touch it, feel it
Green hell

You did your best as someone could
I bet you'd never knew you would
Did you run away from it?
I bet you thought you were really good
You've come to this as someone told
I bet you'd never knew you would
Gonna bring
Green hell

Inferno Verde

(Danzig)

Aqui neste lugar mentiras são a chave para a sua morte
Toque-a, veja-a
Aqui neste lugar isso são os meios para o seu fim
Toque-o e sinta-o
Inferno verde

Você fez o melhor possível como alguém faria
Aposto que você nunca imaginou que conseguiria
Você fugiu disto?
Aposto que você achou que estava realmente bem

Nós vamos queimar no inferno
Inferno verde, inferno verde
Igual a todos os infernos, mas do tipo verde
Inferno verde, inferno verde
Tente trazer-me de lá
Inferno verde, inferno verde
Sinta isso queimando em seu cereal
Inferno verde, inferno verde
Jogue nossos malditos amigos lá dentro
Inferno verde, inferno verde
Temos que pagar, e você deve ficar
Inferno verde, inferno verde
Não podemos nos esquecer do melhor
Inferno verde, inferno verde
O inferno está dominando o seu sangue
Inferno verde, inferno verde
Queimou tudo completamente
Inferno verde

Você fez o melhor possível como alguém faria
Aposto que você nunca imaginou que conseguiria
Você fugiu disto?
Aposto que você achou que estava realmente bem

Aqui neste lugar mentiras é a chave para a sua morte
Toque-a, veja-a
Aqui neste lugar, irmã, você não vai deixá-los entrar
Toque-o, sinta-o
Inferno verde

Você fez o melhor possível como alguém faria
Aposto que você nunca soube que conseguiria
Você fugiu disto?
Aposto que você achou que estava realmente bem
Você chegou aqui como alguém havia dito
Aposto que você nunca imaginou que conseguiria
Vamos trazer o
Inferno verde

* Faixa do álbum “Earth A.D” dos “Misfits” de 1983

Am I Evil?

My mother was a witch, she was burned alive
Thankless little bitch, for the tears I cried
Take her down now, don't want to see her face
All blistered and burnt
Can't hide my disgrace

Twenty seven, everyone was nice
Gotta see 'em, make 'em pay the price
See their bodies out on the ice
Take my time

Am I evil?
Yes I am
Am I evil?
I am man
Yes I am

As I watched my mother die
I lost my head
Revenge now I sought
To break with my bread
Taking no chances, you come with me
I’ll split you to the bone
Help set you free

Twenty seven, everyone was nice
Gotta see 'em, make 'em pay the price
See their bodies out on the ice
Take my time

Am I evil?
Yes I am
Am I evil?
I am man
Yes I am

On with the action now
I’ll strip your pride
I’ll spread your blood around
I’ll see you ride
Your face is scarred with steel
Wounds deep and neat
Like a double dozen before ya
Smells so sweet

Am I evil?
Yes I am
Am I evil?
I am man

I’ll make my residence
I’ll watch your fire
You can come with me, sweet desire
My face is long forgot
My face not my own
Sweet and timely whore
Take me home

Am I evil?
Yes I am
Am I evil?
I am man

My soul is longing for await my heir
Sent to avenge my mother, sleep myself
My face is long forgot
My face not my own
Sweet and timely whore
Take me home

Eu Sou Diabólico?

Minha mãe era uma feiticeira, ela foi queimada viva
Pequena cadela ingrata, pelas lágrimas que chorei
Leve-a para baixo agora, não quero ver seu rosto
Todo empolado e queimado
Não consigo esconder minha desgraça

Vinte e sete, todos eram legais
Tenho que vê-los e fazê-los pagarem o preço
Ver seus corpos no gelo
Na hora certa

Eu sou diabólico?
Sim, eu sou
Eu sou diabólico?
Eu sou homem
Sim, eu sou

Enquanto observava minha mãe morrer
Eu perdi a cabeça
Agora eu busco vingança
Para me saciar
Sem correr riscos, você vem comigo
Irei te despedaçar até o osso
Ajudarei você a se libertar

Vinte e sete, todos eram legais
Tenho que vê-los e fazê-los pagarem o preço
Ver seus corpos no gelo
Na hora certa

Eu sou diabólico?
Sim, eu sou
Eu sou diabólico?
Eu sou homem
Sim, eu sou

Agindo agora
Irei arrancar seu orgulho
Vou esparramar seu sangue pelo chão
E verei você ser levado
Seu rosto está cicatrizado com aço
Feridas profundas e claras
Como duas dúzias perante você
Cheiram tão docemente

Eu sou diabólico?
Sim, eu sou
Eu sou diabólico?
Eu sou homem

Eu construirei minha residência
Eu vigiarei o seu fogo
Você pode vir comigo, doce desejo
Meu rosto está há muito tempo esquecido
Meu rosto não é propriamente o meu
A doce e oportuna prostituta
Me leva pra casa

Eu sou diabólico?
Sim, eu sou
Eu sou diabólico?
Eu sou homem

Minha alma está ansiosa, esperando meu herdeiro
Enviado para vingar minha mãe, e eu descansar
Meu rosto está esquecido há muito tempo
Meu rosto não é propriamente o meu
A doce e oportuna prostituta
Me leva pra casa

* Lançada originalmente pelo “Diamond Head” em 1980 no álbum “Lightning to the Nations”

Blitzkrieg

(Jones/Smith/Sirotto)

Let us have peace, let us have life
Let us escape the cruel night
Let us have time, let the sun shine
Let us beware the deadly sign

The day is coming
Armageddon's near
Inferno coming
Can we survive the blitzkrieg?
The blitzkrieg
The blitzkrieg

Save us from fate, save us from hate
Save ourselves before it's too late
Come to our need, hear our plea
Save ourselves before the earth bleeds

The day is dawning
The time is near
Aliens coming
Can we survive the blitzkrieg?
The blitzkrieg

Ataque Relâmpago

(Jones/Smith/Sirotto)

Deixe-nos ter paz, deixe-nos ter uma vida
Deixe-nos fugir da noite cruel
Deixe-nos aproveitar o tempo, deixar o sol brilhar
Deixe-nos tomar cuidado com o sinal mortal

O dia está chegando
Armageddon está próximo
Inferno chegando
Podemos sobreviver ao ataque relâmpago?
Ao ataque relâmpago
Ao ataque relâmpago

Salve-nos do destino, salve-nos do ódio
Salve-nos antes que seja tarde demais
Venha pela nossa necessidade, ouça nosso apelo
Salve-nos antes que a terra sangre

O dia está amanhecendo
A hora está se aproximando
Aliens chegando
Podemos sobreviver ao ataque relâmpago?
Ao ataque relâmpago

* Lançada originalmente pela banda “Blitzkrieg” em 1981 como um “B-side” para o single “Buried Alive”

Breadfan

(Phillips/Shelley/Bourge)

Breadfan
Open up your mind
Open up your purse
Open up your bones
Never, never gonna lose it

Breadfan
Take it all away
Never give an inch
Gotta make a mint
Gotta make me a million

Breadfan
You got it wrong
Some long time friend's gonna lose it
In the end who's a fool

Seagull
Give it all away
Stay a bird
Stay a man
Stay a ghost
Stay what you wanna be

Loser
Give it all away
Never stay with the winner
With the man
With all the filthy money

Come on
Keep it on the side
With a ride
On a record on the top
If you're gonna be a bad boy

Breadfan
You got it wrong
Some long time friend's gonna lose it
In the end who's a fool

Seagull
Give it all away
Stay a bird
Stay a man
Stay a ghost
Stay what you wanna be

Fã do Dinheiro

(Phillips/Shelley/Bourge)

Fã do dinheiro
Abra sua mente
Abra sua bolsa
Abra seus ossos
Nunca, nunca perca isso

Fã do dinheiro
Leve tudo embora
Nunca relaxe
Precisa fazer uma mina de ouro
Precisa me fazer um milhão

Fã do dinheiro
Você entendeu errado
Alguns amigos de longa data perdem isso
No fim, quem é bobo?

Gaivota
Desista disso tudo
Continue um pássaro
Continue um homem
Continue um fantasma
Continue o que você quer ser

Perdedor
Desista disso tudo
Nunca fique com o vencedor
Com o homem
Com todo o dinheiro imundo

Venha
Mantenha-o ao lado
Com uma carona
Em um disco nas paradas
Caso venha se tornar um mau garoto

Fã do dinheiro
Você entendeu errado
Alguns amigos de longa data perdem isso
No fim, quem é bobo?

Gaivota
Desista disso tudo
Continue um pássaro
Continue um homem
Continue um fantasma
Continue o que você quer ser

* Lançada originalmente em 1973 no álbum “Never Turn Your Back On A Friend” da banda “Budgie”.

The Prince

Now I see his face, I see his smile
Such a lonely place, no golden mine
Eyes tell of morbid tales
Of his black heart
His deeds through ages past
Tell of his part

See his face, see his smile
Time to die

Angel from below, change my dreams
I want for glory's hour, for wealth's esteem
I wish to sell my soul, to be reborn
I wish for earthly riches
Don't want no crown of thorns

See his face, see his smile
Time to die

I was born a fool
Don't want to stay that way
Devil takes my soul
With diamonds you repay
I don't care for heaven
So don't you look for me to cry
And I will burn in hell
From the day I die

See his face, see his smile
Time to die

O Príncipe

Agora eu vejo seu rosto, eu vejo seu sorriso
Como um lugar solitário, sem minas de ouro
Os olhos falam sobre contos mórbidos
De seu coração negro
Seus feitos atravessam gerações
Transmitindo tudo dele

Veja seu rosto, veja seu sorriso
Hora de morrer

O anjo das profundezas, mudou meus sonhos
Eu quero o tempo de glória, pois riqueza é estima
Eu desejo vender minha alma, para renascer
Eu desejo as riquezas materiais
Não quero nenhuma coroa de espinhos

Veja seu rosto, veja seu sorriso
Hora de morrer

Eu nasci um tolo
Não quero ficar desse jeito
O diabo recebe minha alma
Em troca de diamantes
Eu não ligo para o céu
Então não procure me fazer chorar
E eu queimarei no inferno
Desde o dia em que eu morrer

Veja seu rosto, veja seu sorriso
Hora de morrer

* Faixa do álbum “Lightning to the Nations” de 1980 do “Diamond Head

Stone Cold Crazy

(Mercury/May/Taylor/Deacon)

Sleeping very soundly on a Saturday morning
I was dreaming I was Al Capone
Rumor going round, gotta clear out of town
I’m smell like a dry fish bone

Here come the law
Gonna break down the door
Gonna carry me away once more
Never, never
Never want it anymore
Gotta get away from this stone cold floor

Crazy, stone cold crazy, you know!

Rainy afternoon, on a killer typhoon
And I’m playing with my slide trombone
Anymore, anymore
Cannot take it anymore
Gotta get away from this stone cold floor

Crazy, stone cold crazy, you know!

Walking down the street
Shooting people that I meet
With my rubber Tommy gun
Here comes the deputy
He's gonna come and get me
I gotta get me up and run
They got the sirens loose
I ran outta juice
They're gonna put me in a cell
If I can't go to heaven
Will they let me go to hell?

Crazy, stone cold crazy, you know

Alucinado

(Mercury/May/Taylor/Deacon)

Dormindo profundamente numa manhã de sábado
Eu sonhava que eu era Al Capone
Boatos circulam por aí, preciso sair da cidade
Estou cheirando feito um peixe seco desossado

Lá vem a lei
Derrubando a porta
Vai me levar pra longe mais uma vez
Nunca, nunca
Nunca mais quero isto
Preciso ficar longe deste chão frio

Louco, alucinado, você sabe!

Tarde chuvosa, num tufão assassino
E eu estou tocando com meu trombone
Não mais, não mais
Não agüento mais
Preciso ficar longe deste chão frio

Louco, alucinado, você sabe!

Andando pelas ruas
Atirando em quem eu vejo
Com meu fuzil Tommy de borracha
Lá vem o delegado
Ele vem me pegar
Tenho que me levantar e correr
As sirenes estão tocando
E meu gás acabou
Eles vão me jogar numa cela
Se não posso ir para o céu
Será que me deixarão ir para o inferno?

Louco, alucinado, você sabe!

* Faixa do álbum “Sheer Heart Attack” de 1974 do Queen

So What!

(Exalt/Culmer)

So fucking what!

Well I’ve been to Hastings
And I’ve been to Brighton
I’ve been to Eastport too
So what
So what
And I’ve been here
I’ve been there
I’ve been every fucking where
So what
So what
So what, so what
You boring little cunt

Who cares
Who cares what you do
Yeah who cares
Who cares about you, you, you, you, you

Well I’ve fucked a queen
I’ve fucked fucked
I’ve even sucked an old man's cock
So what
So what
And I’ve fucked a sheep
I’ve fucked a goat
I rammed my cock right down his throat
So what
So what
So what, so what
You boring little fuck

Who cares
Who cares what you do
And who cares
Who cares about you, you, you, you, you

And I’ve drunk that
I’ve drunk this
I’ve spewed up on a pint of piss
So what
So what
I’ve had spank
I’ve have speed
I’ve jacked up until I bleed
So what
So what
So what, so what
You boring little cunt

I’ve had crabs
I’ve had lice
I’ve had the clap that ain't nice
So what
So what
I’ve fucked this
I’ve fucked that
I’ve even fucked a schoolgirl's twat
So what
So what.
So what, so what
You boring little fuck

E Daí!

(Exalt/Culmer)

E daí foda-se!

Bem, eu estive em Hastings
Eu estive em Brighton
E também estive em Eastport
E daí
E daí
E eu estive aqui
Eu estive lá
Eu estive em todos esses malditos lugares
E daí
E daí
E daí, e daí
Você é um cuzão e um pé no saco

Quem se importa
Quem se importa com o que você faz
É, quem se importa
Quem se importa com você, você, você, você

Bem, eu fudi uma rainha
Eu fudi, fudi
Eu até chupei o pau de um coroa
E daí
E daí
E eu fudi uma ovelha
Eu fudi um bode
Eu enfiei meu pau direto em sua garganta
E daí
E daí
E daí, e daí
Você é um viadinho e um mala

Quem se importa
Quem se importa com o que você faz
E quem se importa
Quem se importa com você, você, você, você

E eu bebi isto
Eu bebi aquilo
Eu vomitei um litro de urina
E daí
E daí
Eu dei umas palmadas
Eu me chapei
Eu me droguei até sangrar
E daí
E daí
E daí, e daí
Você é um cuzão e um pé no saco

Eu tive ‘chato’
Eu tive piolho
Eu aplaudi o que não é bom
E daí
E daí
Eu fudi isto
Eu fudi aquilo
Eu até fudi uma aluna do colégio
E daí
E daí
E daí, e daí
Você é um viadinho e um mala

* Lançada pela banda “Anti-Nowhere League” em 1981 como um “B-side” para o single “Streets of London”

Killing Time

The sound of gunfire goes through the night
The killing and hatred's a terrible sight
Reports come in of a heavy attack
Message received, we're moving back

Preparations are made
For the journey back
Hints on survival
Supplies are packed
No more nights in this eternal hall
Destination is simple, we move out

Killing time, your life's on the line
Killing time, your turn to kill
Killing time, what'd ya say?
Killing time, ah killing time

Ingenuity needed to keep us alive
No time for cowardice, kill & survive
Like a killer kid with a switchblade knife
Nasty word, he'll take your life

The silence is over the attack again
The killing & hatred, drive me insane
Reports come in of a savage attack
Message received, we're moving back

Hora da Matança

O som dos fogos de artilharia atravessa a noite
A matança e o ódio são uma visão terrível
Chegam notícias sobre um ataque pesado
Mensagem recebida, nós estamos regressando

São feitos os preparativos
Para a viagem de volta
Conselho para a sobrevivência
Suprimentos são empacotados
Acabaram-se as noites neste corredor eterno
O destino é simples, nós sairemos daqui

Hora da matança, sua vida em risco
Hora da matança, sua vez de matar
Hora da matança, o que você tem a dizer?
Hora da matança, ah hora da matança

A ingenuidade nos manteve vivos
Sem vez para a covardia, mate e sobreviva
Como um garoto assassino com um canivete
Palavrão, ele tirará sua vida

O silêncio se rompeu com o ataque novamente
A matança e o ódio, me deixam louco
Chegam notícias sobre um ataque selvagem
Mensagem recebida, nós estamos regressando

* Lançada originalmente pela banda “Sweet Savage” em 1981 como um “B-Side” para o single “Take No Prisoners”

Overkill

Only way to feel the noise
Is when it's good and loud
So good I can’t believe it
Screaming with the crowd

Don't sweat it, give it back to you
Don't sweat it, give it back to you
Overkill, overkill, overkill

Shut up!

On your feet you feel the beat
Go straight through your spine
Shake your head you must be dead
If it don't make you blind

Don't sweat it, give it back to you
Don't sweat it, give it back to you
Overkill, overkill, heavy-handedness

Get the fuck down!
Know your body's made to move
You feel it in your guts
Rock 'n' roll ain't worth the name
If it don't make you strut

Don't sweat it, give it back to you
Don't sweat it, give it back to you
Overkill, overkill, overkill
Get on it!

Extermínio

Único jeito de se sentir o barulho
É quando ele é bom e alto
Tão bom que mal posso acreditar
Gritando com a multidão

Não transpire, puxe de volta para dentro de você
Não transpire, puxe de volta para dentro de você
Extermínio, extermínio, extermínio

Cala a boca!

Em seus pés você sente a batida
Descendo direto pela sua espinha
Chacoalhe sua cabeça, você deve estar morto
Se isto não te deixa cego

Não transpire, puxe de volta para dentro de você
Não transpire, puxe de volta para dentro de você
Extermínio, extermínio, extermínio

Abaixe-se, porra!
Saiba que seu corpo foi feito para se mexer
Você sente isto em suas entranhas
Rock n' roll não é digno do nome
Se ele não te faz sacudir

Não transpire, puxe de volta para dentro de você
Não transpire, puxe de volta para dentro de você
Extermínio, extermínio, extermínio
Vamos nessa!

* Lançada originalmente pelo Motörhead em 1979 no álbum “Overkill”.

Damage Case

(Kilmister/Clarke/Taylor)

Hey babe, don't act so scared
All I want is some special care
I don't belong in some institution
All I want is a little consolation

But I can tell by your face
I’m a total disgrace
Let me inside of your place
Move over for a damage case

Hey babe, wait a minute stop
Don't run away, don't call a cop
I ain't looking to victimize you
All I wanna do is tantalize you

But I can tell by your face
I’m all over the place
I can tell by your face
Got no time for a damage case

Hey babe don't turn away
I’m here tomorrow, I’m gone today
I don't know what you think your game is
I don't care even what your name is

But I could tell by his face
You were over his place
Let me inside of your space
Move over for a damage case

Caso de Estrago

(Kilmister/Clarke/Taylor)

Ei gata, não fique tão assustada
Tudo que quero é um pouco de cuidado especial
Eu não pertenço a nenhuma instituição
Tudo que desejo é um pouco de consolo

Mas eu posso perceber pela sua carinha
Que eu sou uma desgraça total
Deixe-me entrar no seu mundo
E me tire de lá em caso de estrago

Ei gata, espera um minuto
Não fuja, não chame um tira
Eu não procuro te hostilizar
Tudo que quero é te atormentar

Mas eu posso perceber pela sua carinha
Que estou em todos os lugares
Eu posso perceber pela sua carinha
Que não tem vez em caso de estrago

Ei gata, não se afaste
Eu estarei aqui amanhã, eu já estive aqui hoje
Eu não sei o que você pensa do seu jogo
Eu nem me importo qual é o seu nome

Mas eu poderia perceber pela cara dele
Que você estava em todos os lugares dele
Deixe-me entrar em seu espaço
E me tire de lá em caso de estrago

* Lançada originalmente pelo Motörhead em 1979 no álbum “Overkill”.

Stone Dead Forever

Well I think you see me, in the glass
And I think you hear me
You better listen fast
I think I see you gone to seed
And the only reasons
Were your guilt and greed
You're out there on your own
Your face turned to stone
Whatever happened to your life
Stone dead forever

You're a natural wizard
You, you're just a ghoul
You're a sweet long lizard
With a silver spoon
You ain't never had it, quite so good
But you didn't know that you really could
You're outside in the cold
Your touch has turned to gold
Whatever happened to your life
Stone dead forever

It's been a long time
Been a long, long wait
And now you got your fingers
On the pearly gates
You better leave your number
And we'll call you
Do you know your problems
Ain't exactly new?
But your time has come today
Turned you to feeling grey
Whatever happened to your life
Stone dead forever

Morto Para Sempre

Bem, eu creio que você me observa, na janela
E eu creio que você me ouve
Preste bem atenção
Acho que te vi decadente
E as únicas causas
Eram sua culpa e sua ambição
Você está aí fora por conta própria
Seu rosto se transformou em pedra
Tudo que aconteceu em sua vida {está}
Morto para sempre

Você é um bruxo por natureza
Você, você é apenas um pobre diabo
Você é um doce lagarto comprido
Com um berço de ouro
Você nunca o teve, totalmente bem
Mas você não tinha idéia que realmente podia
Você está lá fora no frio
Seu toque se transformou em ouro
Tudo que aconteceu em sua vida {está}
Morto para sempre

Já faz muito tempo
Muito tempo, uma longa espera
E agora você põe seus dedos
Nos portões de pérolas
Melhor você deixar seu número
E nós te ligaremos
Você sabe que seus problemas
Não são exatamente novos?
Mas sua hora chegou
Transformou você num sentimento cinzento
Tudo que aconteceu em sua vida {está}
Morto para sempre

* Lançada originalmente pelo Motörhead em 1979 no álbum “Bomber”.

Too Late Too Late

I see that nothing's changed
Insist on playing games
Some waste of time you are
And you're so popular
Well this is it you bitch
I gotta make my switch
You find some other John
I know what's going on

Your move, what do I have to lose?
Stalemate, too late, too late

I thought you were for real
Just one more rip-off deal
Don't give me all that crap
I just escaped your trap
You think you see the joke
But you're just chasing smoke

'Cause now the thrill is gone
I know what's going on
Your move, what do I have to lose?
Stalemate, too late, too late

Misunderstanding me
The way you felt so free
I’m gonna jump the gun
I’m gonna hit and run
Your credibility
Don't cut no ice with me
You're just a feeble con

I know what's goin' on
Your move, what do I have to lose?
Stalemate, too late, too late

Tarde Demais, Tarde Demais

Eu vejo que nada mudou
Insistindo em jogar
Uma perda de tempo, você é
E você é tão popular
Bem, é isso mesmo vadia
Eu tive que fazer meu dispositivo
Você arranja um outro cara
Eu sei o que anda acontecendo

Sua jogada, o que eu tenho a perder?
Empate, tarde demais, tarde demais

Eu pensei que você fosse de verdade
Apenas mais um negócio furado
Não me venha com toda essa merda
Eu só escapei da sua armadilha
Você acha graça nisso
Mas você está seguindo apenas fumaça

Pois a emoção acabou
Eu sei o que anda acontecendo
Sua jogada, o que eu tenho a perder?
Empate, tarde demais, tarde demais

Me compreendendo mal
A maneira que você se sentia tão livre
Eu vou avançar o sinal
Eu vou bater {o carro} e fugir
Sua credibilidade
Não vem com essa
Você é apenas uma leve trapaça

Eu sei o que se passa
Sua jogada, o que eu tenho a perder?
Empate, tarde demais, tarde demais

* Lançada originalmente pelo Motörhead em 1979 como um “B-side” para o single “Overkill”.








Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Metallica"

Metallica: confira "One" e "Orion" na Argentina
Faixas Instrumentais: VH1 elege as 20 melhores do Hard e Metal
Homenagens: Canções inspiradas em músicos falecidos
Falsificação: polícia inglesa apreende camisetas falsas
Dio: Tributo faz jus à sua importância para a música pesada
Dedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate
Metallica: Vídeo oficial de "One" e "Orion" em Buenos Aires
Metallica: as mil expressões faciais de Lars Ulrich
Metallica: "Sempre seremos criativos", diz Kirk
Metallica: monstro de Jump In The Fire em edição limitada
Guitar World: 11 Álbuns Essenciais do Thrash Metal
Metallica: saiba quanto a banda faturou na América do Sul
Metallica: Confira "The Unforgiven" e "And Justice" na Argentina
Kiss: Paul Stanley continua questionando o Rock Hall Of Fame
Morbid Angel e Metallica: bandas em novo quadro do Arte Extrema

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Fernando P. Silva

Fernando Silva é membro do Whiplash! e responsável pela seção de traduções. Colaborando com o site há mais de 5 anos, é quem organiza e revisa todas as traduções que são publicadas nesta seção, contando também com o auxílio de amigos e colaboradores do site. Eclético, curte desde o blues e um bom rock n' roll até o melhor do hard e do heavy, sendo o Metallica (até a eternidade) sua banda preferida. Correções de material postado anteriormente, críticas ou sugestões para novas traduções podem ser feitas através do contato direto com o autor. Email: [email protected].

Mais matérias de Fernando P. Silva no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas