Mayhem: Um carisma impressionante em Curitiba

Resenha - Mayhem (Espaço Cult, Curitiba, 07/10/2016)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Diego Baldraco
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Foto: Diogo Saavedra
Loudwire: as dez bandas mais demoníacas de todos os temposCinema: Filmes para quem ama Rock e Metal (Parte 1)

Desde quando a banda anunciou em abril deste ano que iria fazer a sua 'Latin America Tour 2016' tocando na íntegra o clássico 'De Mysteriis Dom Sathanas', os fãs de todos os cantos por onde a banda iria passar ficaram na expectativa de como seria este show. Óbvio que seria infernalmente destruidor.

E realmente foi. Na noite gelada de Curitiba, na última sexta, 07/10/16, a banda protagonizou um espetáculo que deixou todos de queixos caídos. Uma mistura de teatro e música extrema que segundo fontes, deixou muito marmanjo com pentagrama tatuado no braço rolando lágrimas de emoção.

O álbum 'De Mysteriis Dom Sathanas', lançado em 1994 depois de ter demorado anos para ficar pronto, é considerado um dos mais influentes álbuns do Black Metal e do metal extremo no geral. Ter a chance de ver a execução do álbum do início ao fim foi uma oportunidade única na vida de quem pode comparecer aos 3 shows que a banda fez no Brasil.

Foto: Diogo Saavedra

A abertura da noite, com pouquíssimos minutos de atraso (respeitando o cronograma) foi com a banda brazuca Svatan, que chegou sem frescura. Um som direto, porrada na cara e com uma identidade própria que agradou a todos. A banda apresentou as músicas que estão presentes no seu debut, lançado pela Sulphur Records, 'Awakening Of The Mighty Flame'.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Por volta das 22h, já se iniciavam os preparativos e a montagem do cenário do Mayhem. Neste momento, o público já demonstrava sua ansiedade em só ver os apetrechos de palco da banda. O altar, o pano de fundo, os instrumentos da mesma cor (preto fosco) e a bateria monstruosa fizeram parte do show, até que entra cena a banda, Necrobutcher, Hellhammer, Teloch e Ghul (Charles Hedger) com a já destruidora 'Funeral Fog'. Som incrivelmente alto, mas com total qualidade onde dava para escutar todos os instrumentos.

Foto: Diogo Saavedra

Sorrateiramente, Attila subiu as escadas do camarim e ficou ali no canto, gesticulando como se invocasse o próprio demônio para estar presente naquela noite, até chegar sua hora de subir ao palco. A névoa (artificial) tomava conta do Espaço Cult e a multidão, em delírio, gritava no refrão 'Fog!!!!'

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Impressionante o carisma da banda, mesmo sendo mainstreams, do palco eles sorriam e gesticulavam para o público aprovando a sua empolgação. Ao longo da noite, 'Freezing Moon' que congelou os presentes com seu petardo sendo cantada em uníssono. 'Cursed In Eternity', 'Pagan Fears', 'Life Eternal', 'From The Dark Past', 'Burried by Time & Dust', cada uma em seu lugar, totalmente alucinantes e para fechar, a faixa título 'De Mysteriis Dom Sathanas' com todo o seu feitiço, encerrando a apresentação histórica nas terras curitibanas.

Foto: Diogo Saavedra

Foram minutos de deleite para anos de espera de poder contemplar algo do tipo. Uma noite que não poderia ter ficado melhor, acabou ainda com um breve bate papo, autógrafos e fotos com a banda que saiu do local da apresentação alguns minutos depois do show. Se o show valeu a pena, poder fechar a noite com este 'presente' foi melhor ainda. Parabéns a produção que trouxe este show, a organização, a casa, ao pessoal do som, roadies, assistentes, seguranças (que no final do show se benzeram) e ao público que se comportou direitinho.

Que venha novamente o Mayhem em Curitiba. Estaremos lá! See you in Curitiba Fog. \m/

Foto: Diogo Saavedra

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Loudwire: as dez bandas mais demoníacas de todos os temposShining: depressão, falso suicídio e violência em pleno palcoTodas as matérias e notícias sobre "Mayhem"

Metal
As oito maiores tretas entre músicos do gênero

Rock
Alguns dos discos mais raros (e caros) do mundo

Horns Up
O ódio ao Mainstream. Por que os fãs torcem o nariz?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Mayhem"

Cinema
Filmes para quem ama Rock e Metal (Parte 1)

Indústria musical
Sete coisas que um músico não quer ouvir

Já tem 20 anos!
Os dez melhores álbuns de metal de 1995

Death: "Chuck Schuldiner não era um cara simpático!"Sexo: como se comportam os fãs de cada vertente de Metal?Morre Diabo: ele aprendeu a tocar guitarra e virou um shredderLed Zeppelin: as crianças da capa de "Houses Of The Holy"Megadeth: compare Tornado Of Souls de Kiko, Broderick e FriedmanBlack Sabbath: os agradecimentos no encarte do "13"

Sobre Diego Baldraco

Carioca, pai, esposo, trabalhador, aprendiz de músico e entusiasta na internet. Baterista da banda Skullbillies a qual tem uma relação de amor e ódio.

Mais matérias de Diego Baldraco no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online