Children of Bodom: noite de caos memorável no Carioca Club

Resenha - Children of Bodom (Carioca Club, São Paulo, 28/05/2016)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ana Laura Igai
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Dois anos após a última vinda da banda ao Brasil, o CHILDREN OF BODOM voltou para a turnê do mais recente álbum, "I Worship Chaos" (2015), dessa vez, trazendo o guitarrista Daniel Freyberg (que encaixou-se muito bem no grupo). Com uma platéia pequena mas bastante animada, a apresentação nos mostrou mais uma vez o carisma e talento dos finlandeses.

Kiss: Paul Stanley presta tributo a Jimmy PageAC/DC: Axl foi mal no ensaio, mas banda teve paciência

Imagem

A abertura do show foi realizada pela banda RECKONING HOUR, vinda do Rio de Janeiro, que deixou bem claro a que veio: bastante competentes e empolgados, conseguiram agitar bastante o público com as músicas do novo álbum "Between Death and Courage" (2016). Com certeza, um incrível acréscimo à cena do metal nacional.

E então, algum depois das 20:00, o CHILDREN OF BODOM subiu ao palco, com a já clássica "Are You Dead Yet?" e a platéia gritando o refrão entusiasmadamente. Logo em seguida, veio a (literalmente) agressiva "In Your Face", mais uma que levou o público à loucura.

Então, uma do novo álbum: "Morrigan", com sua marcante introdução, provou que "I Worship Chaos" foi muito bem recepcionado pelos fãs. Foi seguida por "Sixpounder", música perfeita para o headbanging; depois, veio a agressiva "I Hurt", mais uma do novo trabalho, cujo refrão é ótimo para ser gritado a plenos pulmões.

Alexi então disse que tocariam uma música que nunca tinha sido apresentada no Brasil. A surpresa era "Trashed, Lost & Strungout", que agitou os fãs com sucesso. Depois, foi a vez de "Everytime I Die", do aclamado álbum "Follow The Reaper" (2000), fazendo a platéia toda cantar e balançar a cabeça com vigor.

Outra clássica também apareceu no setlist, "Children of Bodom", do álbum "Hatebreeder" (1999). Destaque para os duetos de guitarra e teclado de Alexi e Janne, sempre em perfeita sintonia. O clima de suspense dominou com a introdução da adorada "Hate Me!", que arrancou gritos e muita cantoria do público.

Antes da próxima música, o atencioso baixista Henkka Seppälä conversou um pouco com a plateia (em bom português!) e anunciou "Lake Bodom", mais uma que parece nunca enjoar.

Com direito a pedido por um "big fucking mosh pit" vindo de Alexi, tivemos "I Worship Chaos", que combinou bastante com ao caos formado na pista. Em seguida, três clássicos que foram gritados em uníssono: a bela "Angels Don't Kill", a violenta "Silent Night, Bodom Night" e a essencial "Hate Crew Deathroll".

Os músicos saíram do palco, deixando a expectativa do retorno para um bis. E foi o que aconteceu: voltaram com a poderosa "Children of Decadence", que não aparecia no setlist há um tempo considerável. "Kissing the Shadows" foi mais uma que colocou o Carioca Club em chamas, mostrando toda a competência do grupo e o ânimo da platéia. Enfim, veio a icônica "Downfall", que embalou os momentos finais do show.

Despedindo-se dos fãs com muita simpatia e palhetas/baquetas distribuídas, o CHILDREN OF BODOM com certeza vai deixar muita saudade para todos que presenciaram essa noite de caos memorável no Carioca Club.

Setlist:
1. Are You Dead Yet?
2. In Your Face
3. Morrigan
4. Sixpounder
5. I Hurt
6. Trashed, Lost & Strungout
7. Everytime I Die
8. Children of Bodom
9. Hate Me!
10. Lake Bodom
11. I Worship Chaos
12. Angels Don't Kill
13. Silent Night, Bodom Night
14. Hate Crew Deathroll

Bis:
15. Children of Decadence
16. Kissing the Shadows
17. Downfall

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Todas as matérias e notícias sobre "Children Of Bodom"

Children Of Bodom
Alexi Laiho e seu álbum favorito de Ozzy

Tarja Turunen
Vocalista reprova cover do COB no The Voice

Children Of Bodom
Alexi Laiho comenta a agressividade do Slipknot

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 07 de junho de 2016

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Children Of Bodom"Todas as matérias sobre "Reckoning Hour"

Led Zeppelin
Paul Stanley comenta a influência de Jimmy Page

AC/DC
Axl foi mal no ensaio, mas banda teve paciência

Polêmica
As músicas mais controversas da história do Rock

Metallica: banda explica volume do baixo no And Justice For AllHerói: Astros da música transformados em heróis de HQA Filosofia de Nietzsche no Rock e no Heavy MetalLetras Estúpidas 2: o mais tosco e vulgar no Rock nacionalAndreas Kisser: quem se importa com o que Max pensa?Roger Moreira: "Jovem é de esquerda quase que 100% porque o pai sustenta"

Sobre Ana Laura Igai

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online