Rosa Tattooada: 25 anos de fidelidade ao Rock N' Roll

Resenha - Diablo Fuck Show & Rosa Tattooada (Opinião, Porto Alegre, 20/10/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Rafael Lescano
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Diablo Fuck Show estreia em grande estilo no Opinião

A Diablo Fuck Show é certamente uma das bandas mais originais que temos no nosso cenário, quem conhece o material da banda ou já viu os caras ao vivo sabem do que estou falando, e até por isso já tinha passado da hora dos caras se apresentarem no bar Opinião, e partiu do grande Jacques Maciel da Rosa Tattooada o convite para os caras abrirem o inesquecível show de 25 anos da Rosa.

Rosa Tattooada: participação em disco de Nei Van SoriaMetallica: Lars Ulrich usando calcinha no Rock in Rio?

A Diablo começou seu set às 20:30, e, durante seus aproximadamente 50 minutos de show, embalou o bom público que já estava no local. O mais legal era ver dois estilos de fãs curtindo muito o show da Diablo, afinal os fãs de Hard Rock que já estavam no Opinião à espera da Rosa Tattooada se divertiram muito, isso sem falar nos fanáticos seguidores da Diablo, sim os caras tem fãs fieis que seguem e apoiam a banda onde ela estiver.

Imagem

A banda teve a participação do ex guitarrista Cesar Motta em algumas músicas e tocou canções do seu recém lançado EP “Hell City”, e aí foram clássicos da banda como “Enganando a Morte”, “A Temível Prisão do Tennessee”, “Girls, girls ,girls”, e a festa rolava solta com roda punk, e a performance marcante do baixista André Kaverinha, montando em seu contrabaixo, uma cena que já se faz obrigatória nos shows da Diablo Fuck Show.

Um ponto que chama a atenção de quem assiste a banda é o entrosamento dos membros, Bruno Mattos (voz e violão) é um grande frontman, Rodrigo Mono (banjo), Leandro Isoton (guitarra), Cassio Ds ( cajón e bateria) e André Kaverinha (baixo) completam a formação da Diablo.

Imagem

Entre as 13 músicas que a banda apresentou não podemos deixar de citar as adoradas “Panny Lane”, “Hell City” e seu belo refrão: “Nessa cidade só tem bebum, bebemos whisky,cachaça e rum....” , impossível não sair cantando, outro destaque foi “Amor e Sangue” e por fim o hino de quem curte a mistura de álcool com rock n roll, estamos falando de “Eu Beberei” que levou o Opinião à loucura.

A banda terminou seu show de forma incrível, sendo aplaudida por todos, a Diablo Fuck Show estreou no Opinião da melhor forma possível, certamente foi a primeira de muitas apresentações que a DFS ainda terá no maior templo do Rock Porto Alegrense.

Imagem

Set list Diablo Fuck Show

A temível prisão do Tennessee
Enganando a morte
Voltando para casa
A mulher que nem o Diabo quis viver
O último gole antes da morte
Bom pastor
Girls girls girls
Panny Lanne
Amor e sangue
Hell CIty
Sujo, violento e beberrão
Meu avô é um alcoólatra cheirador de cola
Eu beberei

ROSA TATTOOADA: 25 anos de fidelidade ao rock n roll

Para mim que acompanho a banda desde o seu início em 1988, a noite do último domingo foi inesquecível, afinal são 25 anos de estrada. Com uma quantidade de hits que impressiona e um espetacular novo álbum recém lançado, a Rosa Tattooada comemorou com maestria essa data no bar Opinião.

Antes da entrada da banda foi exibido um vídeo com depoimentos de diversos músicos e bandas da nossa cena parabenizando a Rosa por seus 25 anos, entre eles Tequila Baby, Serginho Moah, Acústicos e Valvulados, Hibria, Nei Van Soria, Frank Jorge entre outros, após os 10 minutos de vídeo a banda entra em cena e aí meus amigos a galera enlouqueceu. Tudo começou com “Rendez Vous” seguido de “Rezar Não Vai Te Livrar Do Fim” que já esta na boca de todos, e que recentemente teve o clipe lançado, aliás “a morte” com a foice que aparece no clipe também esteve presente e entrou no palco durante a música, o que deu um clima muito legal a apresentação, em seguida a banda mesclou músicas clássicas com canções do álbum XXV, e assim foi com “Na Estrada”, Carta Marcada”, “Canção Do Deserto” e “Só Um Beijo Da Sua Boca”, essa última um blues que estava guardado há algum tempo pelo Jacques Maciel, o cara escreveu quando tinha 15 anos e agora foi lançado no novo trabalho.

Imagem

O clima era altíssimo, era visível a satisfação da banda no palco e do público com o que estava rolando, então vem mais um clássico “Um Milhão De Flores” incrível como essa música cativa a todos, e depois mais uma das novas, a bela “O Veneno Do Seu Olhar”, então Jacques chama os primeiros convidados da noite, Marcos Delfino (vocal) e Ted Justo (guitarra) da Sigma 7 e Vinni Tonello para participarem da canção “Fora De Mim Dentro De Você”. Marcos Delfino passou uma energia impressionante enquanto Ted Justo distorcia sua guitarra, com um solo incrível. “Tão Longe” foi a próxima, linda como sempre, e aí “Hard Rocker Old Scholl” aparece para elevar a adrenalina, agora mais um momento especial, o convidado da vez é Rodrigo Maciel, irmão e ex baixista da Rosa Tattooada, e com ele no palco vem três covers do Kiss, “Deuce, Parasite e Detroit Rock City”, todos cantando, dançando afinal Kiss é diversão sempre.

Na sequência a perfeita “Diamante Interestelar”, a pulsante “Cerveja & Rock n Roll” e a provocante “Dolar Na Calcinha”, então uma homenagem justa à Caxias do Sul que é uma das cidades que mais idolatra a Rosa Tattooada e Jacques oferece aos caxienses presentes “Cama De Arame Farpado”. Mais um convidado então é chamado, ninguém menos que Paulo Cássio, ex guitarrista e um dos fundadores da banda, o cara veio de New York especialmente para a festa, e com ele no palco a banda começa “Voando Baixo” e nesse momento eu lembrei do clipe dessa música, lançado lá nos anos 90, um dos clipes mais rock n roll que eu já vi, e rolou mais duas da época do Paulo na banda, a pesada “Motor” e o clássico “Voltando Pra Casa”, e vendo a naturalidade que Paulo Cássio toca essas músicas da uma vontade de ver ele na Rosa novamente. “Tardes De Outono” foi a próxima, ainda com Paulo nas guitarras, então o momento máximo do show, sim o maior clássico do rock gaúcho, “O Inferno Vai Ter Que Esperar” e Jacques Maciel nem precisava cantar e não quisesse, tamanho o coro que se ouvia no bar Opinião, definitivamente essa música emociona, todos cantam independente da idade, do grau de timidez, em mais de 60 shows que já vi da Rosa Tattoaada na vida já vi muita gente chorando quando ela é tocada, e assim a banda se retira do palco, mas sabíamos que teria o bis, e logo ele começa com o heavy metal “Carburador” e com o hino perfeito para se terminar um show “Rock n Roll Ate Morrer”, com todos dando o último fôlego.

Imagem

Foi uma noite digna do tamanho e da importância da Rosa Tattooada, que venham muito anos de rock, parabéns à Rosa Tattooada e obrigado por ser minha trilha sonora por esses 25 anos.

SET LIST ROSA TATTOOADA

Rendez-Vous
Rezar não vai te livrar do fim
Na estrada
Carta marcada
Canção do deserto
Só um beijo da sua boca
Um milhão de flores
O veneno do seu olhar
Fora de mim, dentro de você
Tão longe
Hard rocker, old school
Deuce (KISS)
Parasite (KISS)
Detroit Rock City (KISS)
Diamante interestelar
Cerveja & rock and roll
Dólar na calcinha

Cama de Arame Farpado
Voando baixo
Motor
Voltando pra casa
Tardes de outono
O inferno vai ter que esperar

Bis:
Carburador
Rock and roll até morrer

Imagem

Fotos: Henrique Borges

Galeria Fotos Rosa Tattooada:
https://www.facebook.com/media/set/?set=a.207776089405454.10...

Galeria Fotos Diablo Fuck:
https://www.facebook.com/media/set/?set=a.207876229395440.10...

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rosa Tattooada: participação em disco de Nei Van SoriaTodas as matérias e notícias sobre "Rosa Tattooada"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Rosa Tattooada"Todas as matérias sobre "Diablo Fuck Show"

Metallica
Lars Ulrich usando calcinha no Rock in Rio?

Baladas do Metal
Blog elege as mais bonitas de todos os tempos

Em 25/09/1980
John Bonham, do Led Zeppelin, morre após intoxicação

Iron Maiden: A guerra entre Dickinson e Steve Harris em 93Gutural: mulheres que fazem vocal em bandas de MetalPaul Di'Anno: nota 7,5 para Bruce e nota zero para Axl RoseVocalista: dez razões pelas quais os demais integrantes o odeiamSeparados no nascimento: sou só eu, ou eles são parecidos?Rosie: a saga do nome, quase sempre ligado à putaria no Rock

Sobre Rafael Lescano

Sou gaucho de Porto Alegre, apaixonado por rock desde a balada mais baba até o death mais extremo. Escrevo para o Blog dos Feras.

Mais matérias de Rafael Lescano no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online