Girlschool: demolição sonora no Hangar 110 de São Paulo

Resenha - Girlschool (Hangar 110, SP, 29/06/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Milena Mori
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Foi a primeira passagem da banda britânica pela cidade de São Paulo, antes, em turnês brasileiras, a “escola de garotas” só havia estado em Rio Claro no interior do estado para o evento Rock Feminino.

Dave Mustaine x Metallica: entenda a complicada relaçãoCradle of Filth: Chimbinha, do Calypso, usando camiseta?

Fotos: Milena Mori

A abertura do evento ficou a encargo de duas bandas. O A.V.C e o Armadilha, ambas bandas paulistas cantadas em português.

O A.V.C. com seu som etílico “a la Motorhead” foi a primeira banda da noite, tocando seu repertório contagiante além de versões energéticas de clássicos do Rock como "Johnny B. Goode" e "Minha Vida é o Rock N’ Roll" do Made in Brasil, destaque para as excelentes canções "Na Contra Mão", "Sinfonia dos Vadios" e "O Rock é meu Pastor".

Imagem

A segunda banda foi o Armadilha, banda que estava mais que apropriada para a abertura do evento, vez que nasceu das entranhas do Midnight Ride (Girlschool Cover Oficial do Brasil) e contou com ajuda e conselhos das lendas britânicas (que além de ídolos, são amigas do baterista Pedro Zupo).

Imagem

A banda tocou apenas o repertório do seu CD “Choque Elétrico” cujo lançamento foi no mesmo dia. O show do Armadilha ainda foi gravado para um lançamento ao vivo e teve como seu principal destaque a música “A Minha Casa é o Bar” composta em homenagem a suas mentoras do Girlschool (tal música inclusive contaria com a participação da guitarrista Jackie Chambers ao vivo, que de última hora não pode tocar por conta de um problema estrutural que a impediu de conseguir plugar sua guitarra para a Jam com a banda).

Imagem

Então, foi chegada a hora da banda feminina há mais tempo em atividade tocar seu primeiro show em São Paulo, as sirenes já anunciavam a demolição que viria, e com a música "Demolition" a banda tocou seu repertório, focando principalmente nos dois primeiros álbuns "Demolition" e "Hit N’ Run".

Imagem

O calor do Hangar 110 era superado facilmente pelo calor do público e pela energia do “Motorhead de saias”, que emendando vários de seus clássicos rendeu à plateia um dos melhores shows já feitos no Hangar 110.

Imagem

As guitarristas Jackie Chambers e Kim Mcaullif esbanjavam carisma, enquanto que a postura da baixista Enid Willians hipnotizava até o mais alienado dos fãs, e por fim a sempre lendária baterista Denise Dufort espancou as peles do instrumento sem dó.

Imagem

Goste ou não, depois de ouvir ao vivo tantos clássicos como "Demolition", "Not For Sale", "Future Flash", "I Spy" (dedicada ao grande Ronnie James Dio), "Never Say Never", "Kick it Down", "Everythings the Same", "Screaming Blue Murder", "Race With The Devil", "The Hunter", "Watch Your Step", "Tush" (cover de ZZ Top) e as pérolas de sua discografia "C’mon Lets Go" e "Emergency", se percebe o porque de toda garota que pegou em uma guitarra, baixo ou bateria até hoje, dever tudo a elas!

Imagem

Imagem

Imagem

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Todas as matérias e notícias sobre "Girlschool"

O Martelo
Discografia e uma conversa franca com a Girlschool

Além do Maiden
A História da New Wave Of British Heavy Metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Girlschool"

Amor antigo
Entenda a complicada relação de Dave Mustaine e Metallica

Cradle of Filth
Chimbinha, do Calypso, usando camiseta?

Fora do Armário
Ex-membros do Death se assumem como gays

Metallica: banda explica volume do baixo no And Justice For AllSlayer: quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxoGuns N' Roses: tudo parece muito surreal para SlashSepultura: Derrick Green agora é um músico profissionalCatra e os Templários: Se comparando a Coverdale e salvador do Rock'n'RollLoudwire: os 25 melhores álbuns de estreia do Metal

Sobre Milena Mori

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online