Fear Factory: uma dádiva no Rock é saber ousar

Resenha - Fear Factory (Espaço Lux, São Bernardo do Campo, 04/12/2009)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Adriano Coelho
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Uma dádiva no mundo do rock é saber ousar, e não ter medo de fazer misturas ou coisas diferentes. Punk com metal, punk com hard rock, gótico com metal... Mas fazer o famoso som industrial é a maior ousadia de todas, pois a pegada sempre vai cair para o lado eletrônico, e os radicais podem não gostar.

Kiss: Paul Stanley fala sobre perda auditiva na CNNDio: "Ozzy me odeia quando estou no Sabbath!"

O Fear Factory veio ao Brasil pela primeira vez. A banda americana trouxe expectativa. Prova de que era uma banda eclética ficava com o público. Era comum avistar nas camisetas estampas do Napalm Death, Nirvana, Ramones, Dimmu Borgir, ou seja, a variação era muita.

Quatro bandas brasileiras se encarregaram de abrir o show, destaque para o Threat, e o Embrioma (essa tinha mais a ver com os americanos). Um dia antes a banda fez um especial no Manifesto Bar, e segundo os comentários, o vocalista Burton não e dos mais simpáticos.

Expectativa grande, o palco cheio de fumaça, e a banda entra em cena, abrindo com "Shock", deixando o público extasiado. O nome de Dino Casares era o mais gritado, mas era impressionante a velocidade e a precisão do baterista Hoglan (que já tocou no Death). O mais engraçado era perceber o peso da banda (não em relação à música). Com excessão do vocalista, todos os músicos estão bem acima do peso.

O publico, que sinceramente pensei que seria maior, agitou e cantou todas as músicas. Os álbuns "Demanufacture" e "Soul of a New Machine" foram os mais lembrados, já que foram tocadas apenas duas músicas do "Digimortal", uma do "Transgression" e nenhuma do penúltimo álbum "Archetipe".

os destaques foram "Crash Test", "Pisschrist", "Zero Signal", "Self Bias", "Linchpin" (a que mais levantou), "Martyr" e "Flashpoint". A banda fez a sua parte, e pareceram felizes com a visita. Tenho certeza que eles retornam ao país em breve. Parabéns à organização, e nota zero aos seguranças, que expulsaram uma garota que estava sendo folgada, mas na seqüência agrediram dois garotos que não fizeram nada.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Fear Factory (Espaço Lux, São Bernardo do Campo, 04/12/2009)

Fear Factory: espera de vinte anos recompensada

Todas as matérias e notícias sobre "Fear Factory"

Quadrinhos
Top 20 das capas do Rock criadas por artistas do gênero

Roadrunner
Os álbuns mais desprezados de todos os tempos

Capas
As mais ridículas feitas por artistas dos quadrinhos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Fear Factory"

Kiss
Paul Stanley fala sobre perda auditiva na CNN

Ronnie James Dio
"Ozzy me odiou enquanto eu estava no Sabbath!"

Guitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história

Slipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantadoAngra: carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saídaBlackmore é removido de camiseta do PurpleP.O.D.: banda esclarece posição de Katy Perry no grupoGuns N' Roses: versões de Elvis e Stones nos primórdiosMetallica: Spotify não fez bem para vendas da banda

Sobre Adriano Coelho

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online