Resenha - Oasis (Arena Anhembi, São Paulo, 09/05/2009)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Eduardo Contro
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Em noite de muita chuva o Oasis se apresentou em São Paulo, na Arena Anhembi, no último sábado, dia 9 de maio. A abertura ficou por conta do grupo gaúcho Cachorro Grande, já famosinho na cena rockeira de São Paulo. Eles tocaram por cerca de uma hora e tentaram dar uma aquecida na galera, que naquele momento sofria com a queda de uma verdadeira tempestade.

Fotos: Ágata Lach Daros

Deus seria brasileiro ou britânico? Sabe-se lá, mas o fato é que 22h em ponto parava de chover no Anhembi, exatamente no momento em que o Oasis subia ao palco para iniciar sua apresentação. E eu que imaginava que era só papo a tal história da pontualidade britânica...

Noel até brincou “será que toda vez que tocarmos aqui vai chover?”. Realmente, parece que o clima de Manchester os persegue mundo afora.

Os irmãos Gallagher abriram o show com “Rock ‘N Roll Star”, um dos sons mais agitados do álbum “Definitely Maybe”, seguida por “Lyla”, outro hit dos britânicos, que incendiou a platéia.

Daí pra frente o público se mostrou até comportado, variando entre momentos de exaltação e sossego. A banda foi a grande responsável por essas alterações, já que mesclaram músicas do último cd, “Dig Out Your Soul”, que não empolgaram tanto, com os hits dos seus primeiros álbuns.

Os pontos altos ficaram por "Cigarettes & Alcohol", do primeiro álbum, "Definitely Maybe", de 1994, “Morning Glory", "Don't Look Back In Anger", em versão acústica cantada em alto e bom som pelo público, "Champagne Supernova, "Supersonic" e, como não poderia ficar de fora, "Wonderwall". Das mais recentes, destaque para o single "Falling Down".

Vale destacar a excelente qualidade de som do local e a organização do evento. Tudo conforme o protocolo.

Todo mundo ensopado, em clima de festa, e o público de 25 mil pessoas pôde, em geral, apreciar uma bela apresentação dos irmãos Gallagher. Mas quem deu show mesmo foi o mais recente integrante da banda, o baterista Chris Sharrock. O cara simplesmente toca demais. Enquanto se divertia na bateria o grupo até parava pra assisti-lo. O rapaz agitava, solava enquanto lançava as baquetas pra cima e tirava tudo do instrumento, literalmente um show man de pôr inveja até em Liam. Já os demais integrantes do grupo pouco se movimentaram ou interagiram.

Liam, aliás, estava bem quieto até pela metade do show, momento em que algum fã mais exaltado atirou um objeto contra ele, deixando-o furioso. Daí pra frente as discussões entre Liam e o fã seguiram até o final da apresentação, com direito a diversos xingamentos, gestos nada amigáveis e coisas a que Liam quase não está acostumado.

Mesmo assim, o vocal foi simpático com o restante dos brasileiros, até tentando algumas palavrinhas em português. Liam vestia uma espécie sobretudo e esbanjou poses para a alegria dos fotógrafos de plantão. A pose é a mesma de sempre, já a voz... Enquanto Noel se mostra em plena forma Liam já sente alguns sinais da idade. Porém, nada de muito sério. Pouca gente notou as desafinadas aqui e ali.

O grupo terminou a apresentação às 23h40, com o clássico "I'm The Walrus", dos Beatles. O show levou 1h40 no total, bastante razoável, mas os fãs queriam mais, obviamente, e sentiram falta de alguns clássicos, como “Stand By Me” e “All Around the World”.

O chato mesmo ficou para o final, o mega trânsito na saída. Mas isso faz parte de toda a atmosfera que envolve um grande show de rock ‘n roll.

A turnê da banda pelo país passou também pelo Rio de Janeiro, quinta, dia 8; Curitiba, domingo, dia 10; e termina em Porto Alegre, terça, dia 12.

Setlist:
- Fuckin In The Bushes
- Rock N’ Roll Star
- Lyla
- The Shock Of The Lightning
- Cigarettes & Alcohol
- The Meaning Of Soul
- To Be Where Theres Life
- Waiting For The Rapture
- The Masterplan
- Songbird
- Slide Away
- Morning Glory
- Ain't Got Nothin'
- The Importance Of Being Idle
- Im Outta Time
- Wonderwall
- Supersonic

Bis:
- Don't Look Back In Anger
- Falling Down
- Champagne Supernova
- I Am The Walrus

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Liam Gallagher: "não é Radiohead nem Pink Floyd", diz sobre soloAlta Fidelidade: o Oasis deveria voltar?Alta Fidelidade: "Be here now", o novo relançamento do OasisTodas as matérias e notícias sobre "Oasis"

Jess Greenberg
Mais vídeos de covers em voz e violão

Liam Gallagher
"Gangnan Style é um clássico absoluto"

Polêmica
Canção do Oasis é eleita a melhor da história do rock inglês

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Oasis"

Raul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Metallica
Porque eles nunca devem tocar no intervalo do Super Bowl

Megadeth
Mustaine relembra fãs jogando xixi em Lobão no Rock in Rio

Keith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugarLars Ulrich: Ele deu urina de Zakk pros fãs beberem?Slipknot: Corey Taylor abandona os palcos se o Guns se reunirMustaine: uma nota de Gilmour vale mais que muitos solosFotos de Infância: Andre Matos e ViperMegadeth: "Eu amo você não importa o quão babaca você seja"

Sobre Eduardo Contro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online