Em 28/09/2006 | Resenha - Rock in Concert Brazil (Via Funchal, São Paulo, 28/09/06)

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Rock in Concert Brazil (Via Funchal, São Paulo, 28/09/06)


  | Comentários:

A terceira edição do Rock in Concert Brazil, um festival que sempre primou pela igual participação de bandas nacionais ao lado de bandas gringas, não teve o público que o evento merece. Talvez por acontecer numa quinta-feira e começar num horário em que muita gente ainda está saindo do trabalho ou enfrentando o trânsito de São Paulo, o número de expectadores era pouco expressivo durante a apresentação da primeira banda, o Tropa de Shock, veteranos da cena metal nacional. Justamente pelos problemas acima citados, não pude assistir o show do Tropa e peço desculpas à banda e aos fãs por não poder comentar sua participação no evento.

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Salário Mínimo
Salário Mínimo
Pedra
Pedra
Uriah Heep
Uriah Heep
Uriah Heep
Uriah Heep
Fotos: Lidiane dos Santos e Alexandre Cardoso

Pouco depois das 21:30 hs foi a vez do Salário Mínimo subir ao palco. A banda, que surgiu no final da década de 70 e voltou à ativa em 2004, após ter encerrado as atividades em 1990, é de grande importância no cenário nacional. Com seu hard rock de muita qualidade e cantado em português, a banda aproveitou muito bem seus 30 minutos de show, tocando de forma empolgante e superando com garra os problemas no som; os destaques foram os clássicos “Beijo Fatal” e “Cabeça Metal”.

O Pedra foi a próxima atração da noite. Mesmo sendo uma banda nova, o som dos caras é muito maduro, de muita pegada, forte influência de bandas setentistas e também cantado em português. Contando com membros do Patrulha do Espaço na formação (o vocalista/guitarrista/tecladista Rodrigo Hid baixista Luiz Domingues), a banda é completada pelos ótimos Xando Zupo (guitarra) e Ivan Scartezini (bateria). A música feita pelo Pedra é agradável e acessível – e isso não significa que seja daquele tipo descartável que as rádios fazem questão de tocar. Se tiver a divulgação que merece, com certeza o Pedra terá o reconhecimento que merece.

Os gritos pelo Uriah Heep já começaram durante o show do Pedra; afinal, a ansiedade do público em ver os caras era enorme, já que a última passagem da banda por aqui foi em 1995, quando tocou junto com o Nazareth.

Com 20 álbuns de estúdio nas costas e há 36 anos na estrada, esses britânicos são conhecidos por fazer um show energético, cheio de alegria e interatividade com o público. A essa altura da noite, a Via Funchal recebia pouco mais de 1500 presentes em suas dependências. Pouca gente para uma banda como o Uriah Heep, mas acreditem: tanto o público como a banda se comportaram como se o lugar estivesse abarrotado de gente!

A empolgação dos quarentões e cinquentões presentes era imensa. Os mais jovens também vibravam muito: com certeza, muitos foram “doutrinados” ao som do Heep por seus pais. Em cima do palco, Bernie Shaw (vocal), Phil Lanzon (teclado), Trevor Bolder (baixo), Lee Kerslake (bateria) e Mick Box (guitarra) estampavam nos rostos sorrisos sinceros, e essa alegria era refletida em sua música.

Mesmo com alguns problemas na guitarra de Mick Box durante as primeiras músicas, a qualidade de som que vinha dos PA’s foi muito superior à das bandas de abertura (fato que não é nenhuma novidade nesse tipo de evento). Durante mais de uma hora e meia, o Uriah Heep presenteou o público com um set list cheio de clássicos, como “The Wizard”, “Gypsy”, “Look At Yourself”, “Easy Livin’”, entre tantos outros.

As duas décadas com a mesma formação dão um entrosamento impressionante à banda: praticamente não há falhas nas músicas do Uriah Heep! Isso mostra que a idade em nada atrapalha os caras na hora de tocar ao vivo. As harmonias vocais que fazem ao vivo deixam qualquer um de queixo caído: os cinco músicos cantam de forma afinadíssima!

Os destaques ficam, com certeza, por conta do vocalista Bernie Shaw (super carismático e com a voz em excelente forma) e do guitarrista Mick Box, único membro original que faz parte da banda, considerado por muitos o mestre do “wah-wah”, além de ser uma grande figura em cima do palco.

A cada música, os aplausos aumentavam e esse reconhecimento da platéia mostrou que, quem esperou um longo tempo por esse show, não se decepcionou. E a bandeira do Brasil jogada no palco deve ter sido guardada com carinho pela banda.

Apesar da presença do público ter ficado aquém do esperado, o Rock in Concert Brazil de 2006 deixa um saldo positivo, pelas grandes apresentações do Salário Mínimo, do Pedra, representantes dignos do rock brasileiro, e do irrepreensível show do Uriah Heep, marcado por um sentimento de nostalgia e que já começa a dar saudade.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de Shows
Todas as matérias sobre "Uriah Heep"
Todas as matérias sobre "Pedra"
Todas as matérias sobre "Salário Mínimo"

Rock Meets Classic: vídeo do set completo tocado na Alemanha
Whitesnake e Uriah Heep: clássicos do rock em versão romena
Uriah Heep: Título do novo álbum é revelado
Uriah Heep: banda inglesa virá ao Brasil em maio
Uriah Heep: novo trabalho será lançado no próximo ano
Toe Fat: os dedos gordos do Rock
Bob Daisley: vendendo livro autografado pelo site oficial
Uriah Heep: guitarrista comenta morte de Trevor Bolder
Uriah Heep: morre o baixista Trevor Bolder, aos 62 anos
Uriah Heep: Mick Box elogia regravação do Blackmore's Night
Uriah Heep: John Lawton substituirá Bernie Shaw em turnê
Ken Hensley: falando sobre regravação do Blackmore's Night
Uriah Heep: "Ainda temos paixão e energia para a nossa música"
Uriah Heep: baixista faz pausa por motivos de doença

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Alexandre Cardoso

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Alexandre Cardoso no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas