Shaaman: Show com Scelerata e Magician em Porto Alegre

Resenha - Shaaman e Scelerata (Auditório Araújo Viana, Porto Alegre, 10/04/2005)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Fotos por Leo Caobelli.

Um domingo quente que estava marcando de uma vez por todas o início da World Reason Tour, turnê em que a banda Shaaman está divulgando o seu mais recente disco, “Reason”. Críticas e comentários sobre este novo disco você pode conferir na resenha do meu amigo Maurício Gomes Angelo, que detalhou muitíssimo bem quais são as novidades nesta nova fase da banda e as suas intenções com este novo álbum, que eu, sinceramente, pouco conhecia até o dia do show. Mas por falar em show, vamos direto ao assunto.

Sem muito atraso a primeira banda a entrar no palco foi a gaúcha Magician, que já está a algum tempo mostrando o que virá em seu primeiro disco, já sendo gravado e com lançamento a cargo da Megahard Records. É heavy metal direto, com algumas doses de experimentalismos progressivos e dotes melódicos. Dan Rubin (vocal), Renato Osorio e Cristiano Schmitt (guitarras), Elizandro Max (baixo) e Zé Bocchi (bateria) em pouco mais de meia hora desfilaram apenas uma música da sua conhecida demo “Brief Magic Story” (a faixa intitulada “Prime Evil” que abriu o show), passando por músicas de destaque como “Underworld Terror”, “Reach Out for the Light” (cover do Avantasia) e as duas ótimas “Minstrel’s Domain” e “Siege of Zelgian”. Realmente a Magician comprova a cada show ser um destaque à parte da cena gaúcha. Site oficial: www.magician.com.br.

Na seqüência veio outra banda gaúcha de renome, a Scelerata. Carl Casagrande (vocal), Bruno Sandri (guitarra), Magnus Wichmann (guitarra, ex-Holyfire), Gustavo Strapazon (baixo) e Francis Cassol (bateria) apresentaram pela primeira vez a nova fase da banda, após a fusão com a extinta banda Holyfire. Um show impecável, mas assim como a primeira banda que se apresentou, um pouco prejudicado pelo som do Auditório Araújo Viana, ainda um pouco embolado e sendo ajustado para o show principal da noite. Destaque para as composições “Holyfire”, “My Paradise”, o cover para Flight of Icarus (Iron Maiden), a nova “Wings to Fly” e “Adonai”. A Scelerata também já está preparando o seu primeiro CD, para sair em breve. Site oficial: www.scelerata.com.

Começando por volta das 22h40 o show do Shaaman abriu com “Turn Away”, para mim uma das melhores músicas deste novo disco. Por ser pesada, perfeita para a abertura dos shows desta nova turnê. Um público que certamente estava perto de duas mil pessoas, na sua maioria esmagadora jovens, curiosamente já tinha na ponta da língua algumas letras deste novo CD. Com um som já regulado e em um volume agradável tratando-se de heavy metal, a apresentação de Andre Matos (vocal), Hugo Mariutti (guitarra), Luis Mariutti (baixo), Fabio Ribeiro (teclado) e Ricardo Confessori (bateria) deu ênfase para os dois discos da precoce carreira do Shaaman, trazendo do “Ritual” as músicas “Distant Thunder”, “Time Will Come”, “For Tomorrow”, “Pride” e a própria “Ritual”, deixando para o bis “Here I Am”. Nem preciso falar que todos agitaram demais nestas músicas, talvez o “Ritual” por completo seja o ponto mais alto de qualquer show futuro do grupo... Já quanto ao novo material, ainda pudemos conferir “Innocence” (a balada e novo ‘hit’, com certeza), “Trail of Tears”, “Reason”, “Scarred Forever” e “Iron Soul” (outro grande destaque), que fechou a apresentação antecipadamente.

Antecipadamente? Exatamente. A banda ainda tinha previsto cerca de 25 minutos de show quando a administração do Araújo Viana decretou o fim do espetáculo. Ficou realmente a impressão que faltou algo, mas isto não chega a ser um fator comprometedor para tornar a apresentação ruim. Pelo contrário, acho que todos saíram do Araújo Viana com a sensação de desejo saciado e dever cumprido. Parabéns à produção independente deste grande show, que ficou a cargo da Abstratti Produtora. E um parabéns especial para o público gaúcho, que comprovou ser um dos melhores do país.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Arena: Um projeto para ser aplaudido de péTodas as matérias e notícias sobre "Shaman"

Andre Matos
"Eu não estava preparado para cantar no Maiden!"

Shaman
Thiago Bianchi quebra taça de cristal com a voz

Ricardo Confessori
"O Shaman foi o ápice da nossa carreira"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Shaman"Todas as matérias sobre "Scelerata"Todas as matérias sobre "Magician"

Tico Santa Cruz
Um comovente texto sobre suicídio de Champignon

Corey Taylor
"Não comprem a playboy da Lindsay Lohan"

Satanismo
O que pensam os que acreditam que rock é coisa do demo?

Vícios: As 10 melhores músicas sobre drogasAC/DC: Phil Rudd quebra silêncio sobre prisão e saída do grupoMMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy MetalMetallica: Lucas Salles, CQC, testa conhecimento dos fãs no RiRFotos de Infância: Dave Grohl, do Foo Fighters e NirvanaHeavy Metal: as piores capas dos grandes artistas do gênero

Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online