Resenha - Glory Opera (Ivete Ibiapina, Manaus, 06/10/2002)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Dante Graça
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Fotos: Rommel Sousa

A banda amazonense de heavy metal Glory Opera, que ganhou espaço no cenário nacional após abrir os shows do Nightwish no Rio de Janeiro e em Minas Gerais e também o show do Shaman em São Paulo, mostrou que seu prestígio está em alta na cidade onde tudo começou, Manaus. A prova disso foi dada no último domingo, quando a banda precisou realizar duas sessões do show acústico que aconteceu na casa de música Ivete Ibiapina.

Não Deixe o Samba Morrer: versão rock por Gustavo Di PaduaNirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?

Imagem

Apenas um show estava previsto para às 19h40, no entanto, desde às 18h já era enorme a aglomeração de pessoas querendo não apenas um lugar para o show, mas também comprar o CD “Rising Moangá”, que chegara na cidade naquele dia. A venda dos CDs pode ser considerada um fato inédito na cidade, pois mais de cem cópias foram vendidas em menos de duas horas. Depois de cessados os empurrões e gritarias para ver quem ia assistir ao show, ficou decidido que haveriam duas sessões, para um público que ficou por volta de 180 pessoas nas duas apresentações.

O show foi curto, mas de uma qualidade musical inquestionável. Com um set list de apenas sete músicas (afinal, o tempo ficou reduzido devido às duas apresentações), a Glory Opera mostrou que é uma banda de respeito não apenas com as guitarras, mas com os violões também. A banda optou por tocar cinco covers e apenas duas músicas do novo CD, pois se prepara para o show de lançamento em Manaus, dia 12 próximo.

Para começar, “Time”, faixa do CD “Angels Cry”, do Angra, uma das principais influências dos amazonenses. A música serviu para esquentar o público, que foi presenteado logo em seguida com uma releitura da pesada “House of Flutes”, uma das músicas próprias da banda, que virou uma linda balada com o novo arranjo. O Angra foi novamente homenageado com uma excelente interpretação de “Rebirth”, do CD homônimo. “Quando eu e o Helmut fomos fazer testes pro Angra o Rafael me chamou para me mostrar essa música”, lembrou o vocalista Humberto Sobrinho, que foi pros testes finais do Angra junto com o baterista Helmut Quacken.

Imagem

Os amazonenses surpreenderam em seguida mostrando um clássico do Iron Maiden, “Flight of Icarus”, para o delírio de todos os presentes. A versão, mesmo com violões, foi muito agressiva, nem parecendo ser algo acústico. Indescritível. Depois foi a vez de a Glory Opera mostrar mais uma música de seu CD, também inserida no contexto amazônico, chamada “Iara”, uma balada de muito potencial que promete ser uma das sensações do trabalho de estréia da banda. Na seqüência, mais Angra! Agora, “Wuthering Heights” foi a musica que fez o público cantar junto aos agudos incríveis de Humberto Sobrinho, que a cada show mostra uma evolução vocal maior. Para fechar o show, a Glory atendeu os pedidos do público e tocou uma música do Dream Theater. Mas enquanto muitos pensavam que eles tocariam “Another Day” ou alguma outra balada do grupo, eles pegaram suas guitarras e o contrabaixo elétrico e empolgaram os bangers com uma perfeita execução de “Pull Me Under”. Um show que deixou todos com gosto de quero mais.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Não Deixe o Samba Morrer: versão rock por Gustavo Di PaduaTodas as matérias e notícias sobre "Glory Opera"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Glory Opera"

Quem é ele?
A história do bebê imortalizado na capa de Nevermind

Frances Bean
Filha de Kurt Cobain posa para ensaio sensual

Ramones
Perguntas e respostas e curiosidades

Angra: show no Rock In Rio 2011 é "Triste de lembrar"Askmen.com: site elege as dez melhores músicas do NirvanaBeatles: Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?Jack Black: entrevista completa ao The Noite com Danilo GentiliRobert Plant: "quase saí do Led quando meu filho morreu"Metallica: James inseguro por tocar com músicos de verdade no "S&M"

Sobre Dante Graça

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online