Tributo ao Secos e Molhados não supera o original

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tributo ao Secos e Molhados não supera o original


  | Comentários:

Matéria publicada em 12/11/03. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

João Bernardo Caldeira

Não esperem de Assim assado - Tributo aos Secos & Molhados versões geniais que superem as originais. A produção redondinha de Rafael Ramos no máximo tira de algumas faixas um brilho que até causa alguma supresa. Nada, no entanto, que cause o mesmo furor, que traga o mesmo grau de novidade, magia e encanto do disco de estréia de um grupo que só fez dois discos, sob o comando do espteculoso Ney Matogrosso.
O Tributo, na verdade, traz as mesmas músicas, na mesma ordem, do tal trabalho de estréia, de 1973, que trazia apenas o nome Secos & Molhados estampado e vendeu impressionantes, principalmente para a época, 300 mil cópias. São canções que acabaram entrando para o repertório solo de Ney e viraram clássicos, o caso de Rosa de Hiroshima, O Vira e Sangue Latino.

Aqui, ganharam a interpretação de grandes nomes do pop-rock nacional, como Capital Inicial, Eduardo Dussek, Nando Reis, Toni Garrido, Ira!, Arnaldo Antunes, Pato Fu, Raimundos e Ritchie. Entraram ainda Pitty, Falamansa, Marcelinho da Lua e Matanza. Destes, o que se saiu melhor foi Arnaldo, que deu um tom de fim de mundo à Rosa de Hiroshima, com andamento soturno atualizando a referência à bomba atômica, menos esperançosa como a versão original, mais para Blade Runner.

Salta aos ouvidos também a voz firme de Eduardo Dussek, meio esquecido mas sempre talentoso, com sua leitura agradável de Primavera nos Dentes. O Ira! de Nasi coloca as guitarras do rock no peso certo em Amor, assim como os Raimundos, bem mais pesados, em Prece Cósmica. Ambos conseguem melhor resultado do que o viés também roqueiro do Capital (com Assim Assado), Pitty (Mulher Barriguda) e Matanza (El Rey).

O Vira, tabela do Falamansa com o grupo Maskavo, destoa, assim como As Andorinhas, eletrificada pelas batidas de Marcelinho da Lua, são os únicos (bons) momentos não roqueiros. Enquanto isso, Ritchie e Pato Fu carregam a bandeira das pop-canções, nas bonitinhas Fala e Rondo do Capitão, e Toni Garrido muda o andamento de O Patrão Nosso de Cada Dia, numa mistura de reggae e pop, muito (mas muito mesmo) pior do que a versão de Ney e cia.

Rafael Ramos, o produtor, trabalhou bem o conceito de um disco que procurou acentuar as guitarras e o diálogo explícito com o rock que já existia no bojo dos Secos & Molhados. Uma boa maneira de apresentar aos adolescentes o repertório da banda. Os adultos, por sua vez, ficarão com as originais.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias sobre "Secos e Molhados"

Made in Brazil: O Secos e Molhados copiou a banda? E o Kiss?
70 de novo: conheça o projeto em uma matéria da TV Record
Secos & Molhados: grupo lança novo single
Secos & Molhados: Referência no rock and roll.
Secos & Molhados: "De mim pra você" em versão tecno?
Secos & Molhados: veja vídeo de Chato-Boy Live
Secos & Molhados: Noite de Autógrafos em São Paulo
Secos & Molhados: comemorando 40 anos com show em BH
Secos & Molhados: show de lançamento de "Chato Boy"
Secos & Molhados: lançado vídeo de "Chato-Boy"
Secos & Molhados: Chato-Boy celebra 40 anos do grupo
Cena: Secos & Molhados e outras pérolas ignoradas por parte dos brasileiros
Kiss sobre Secos e Molhados: "há quem acredite em OVNIs"
Blackmore Bar: Made In Brazil, Gerson Conrad & Trupi
Metal Clube publica matéria sobre Wander Taffo

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas