Em 17/10/2006 | Lemmy: "A humanidade, como raça, é hilária"

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Lemmy: "A humanidade, como raça, é hilária"


  | Comentários:

Matéria publicada em 17/10/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A Classic Rock Revisited conduziu recentemente uma entrevista com o líder do MOTÖRHEAD, Lemmy Kilmister. Alguns trechos do bate-papo:

"'Sword of Glory' (música do novo álbum, "Kiss of Death") é uma forte faixa. Tocaremos essa nos shows. É uma música universal. Se encaixa nos dias de hoje mas não necessariamente é inspirada pelos tempos atuais. Quando você é jovem e estúpido se acha um herói. O governo sabe disso e pega os jovens para se sacrificarem por suas causas. O que eles fazem no Iraque, sendo assassinados? É por causa do petróleo. Não há outra razão para estarem lá lutando, só petróleo. O Iraque não é uma ameça aos Estados Unidos. O motivo de tudo isso é que George Bush quer vingar o seu pai. Será outro Vietnã. O Irã vai entrar na brincadeira agora. O que vão fazer em relação a isso? Eles vencerão, pois você não pode enfrentar caras que se escondem atrás de uma rocha. Não pode derrotá-los, provaram isso no Vietnã. Não importa que tipo de fantoche do governo eles mandarem, não vai funcionar. As pessoas odeiam fantoches do governo. Veja o Afeganistão: metade das armas que eles usam foram dadas pelos americanos. A outra metade pelos russos".

Qual você acha que é a solução?

"A solução é dar o fora de lá, construir um muro ao redor e vender ingressos".

E o Motörhead poderia fazer a trilha sonora...

"Verdade! Não deveríamos estar lá, em primeiro lugar. O preço do petróleo aumentou depois da invasão ao Iraque. Que droga é essa? Como é possível? As companhias de petróleo lucram com isso. Como isso acontece? É apenas George Bush deixando seus camaradas felizes. No 11 de setembro de 2001, apenas um avião teve permissão para voar depois dos atentados. Sabe quem estava nele? A família de Osama Bin Laden. Bush deixou eles voarem para fora do país. Eles são sauditas. Bush tem grandes laços com a família Bin Laden. O filho travesso o atacou, mas ele certificou-se que o resto da família ficasse bem. Quem sabe com o que eles simpatizavam? Nem foram interrogados..."

O mundo continua lhe rendendo idéias para músicas...

"É maravilhoso, não? É preciso manter um certo senso de humor sobre toda essa merda. A humanidade, como raça, é hilária. Continuamos matando um ao outro. A única coisa que entendemos é que podemos matar quem está longe. Não precisamos ver o trabalho que fizemos. Acho que se ainda tivéssemos que ver o corpo de quem matamos com uma espada cravada teríamos menos lutas. Como fazem agora é covardia. Você mata um cara milhas distante e nem sabe como ele é".

Algumas de suas letras podem levar as pessoas a imaginarem que você seja anti-Deus

"Bem, de certa forma sou anti-Deus. Se existe um Deus ele é um bastardo miserável. Às vezes penso que ele deve ser o diabo vestido de Deus. Eu digo dane-se Deus e dane-se o Diabo, sou responsável pelos meus atos. Não preciso me esconder por trás de nada".

Você foi citado como uma das pessoas que defendem a legalização da heroína. Como pode dizer isso?

"Estávamos tentando mostrar isso à polícia, mas há mais heroína nas ruas do que nunca. Jogamos os drogados na cadeia onde eles são sodomizados e transformados em verdadeiros criminosos. Antes de irem para a cadeia, geralmente eles são pessoas muito quietas. As pessoas que matam a todos e se matam são os traficantes. Se as drogas fossem legalizadas poderíamos ter uma melhor noção. Seria controlável e poderíamos acabar com os traficantes. As pessoas compram, seja lá o que for feito. Odeio heroína. Ela matou uma antiga namorada. Nunca usei. Mas se vamos ter isso na sociedade - e vamos, pois as pessoas usam - é melhor legalizar e controlar. É a minha opinião".

As drogas e o rock sempre andaram de mãos dadas. Por que a heroína é diferente das outras substâncias?

"Só ví pessoas morrerem com a heroína. Nunca ví morrerem de speed ou cocaína. Milhares morreram com picadas. Odeio a heroína porque ela o transforma em um animal e depois o mata".

Como você a evitou?

"Apenas nunca quis. Nunca achei viável pois a via roubar a vida dos outros. Eles se tornavam a heroína. Não tinham mais a música nem qualquer objetivo, só a heroína. Tudo que lhe controla a esse ponto e lhe machuca é bobagem para mim."

Você têm algum problema quando dizem que o Motorhead é uma banda de Heavy Metal?

"Sim, porque viemos antes do Metal. Estou tocando Rock´n´Roll e acredito que ele deva ser considerado sagrado - é assim que o considero. Não entendo como pode não ser para todos".

Todos sabem que você e Ozzy são amigos. Como você o conheceu?

"Foi quando abrimos os shows dele na turnê do 'Blizzard of Oz'. Foi uma grande tour, com Randy Rhoads. O conhecí, Randy era um cara legal. Quase do tamanho de Ronnie James Dio".

Ozzy teve muitos problemas com drogas.

"O único problema de Ozzy é que ele não pôde mais usá-las".

Ele teve grandes problemas que afetaram sua carreira e família. Você não é um estranho para as químicas. Como conseguiu evitar as quedas que atingiram Ozzy?

"Tenho uma personalidade que rejeita a perda de controle. Mesmo nos meus 'dias ácidos', quando tomava dez de uma vez. Ouvimos falar que o ácido não funcionava por dois dias seguidos, mas descobrimos que se duplicássemos a dose dava certo. Mesmo naqueles dias eu costumava dizer que tinha a minha janela para o mundo. Sempre conseguia parar para ver o que estava acontecendo lá fora. Ozzy não tinha isso. Ozzy fazia isso de uma maneira reclusa, eu não. Sempre fui o tipo de cara que gostava de estar presente nas festas, não ficava fechado em um túmulo".

Leia a entrevista completa (em inglês) aqui.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias sobre "Motorhead"

Motörhead: Lemmy jogando a moeda no jogo do L.A. Kiss
Lemmy Kilmister: "Estou saindo disso, estou melhor agora."
Stevie Riks: um "ressuscitador" de Rockstars
Metallica: As 5 melhores versões de terceiros dos seus clássicos
Motörhead: banda cancela participação em quatro festivais
Motorhead: divulgado o lyric video para "Crying Shame"
Separados no nascimento: Lemmy e Pedro de Lara
Motorhead: assista lyric video da faixa "Crying Shame"
Guitar World: 10 Álbuns clássicos essenciais do Metal
Metalhead: Lemmy e James jogam Lars do prédio em animação
Motorhead: anunciadas atrações do cruzeiro marítimo da banda
MoitaRock Magazine: Lemmy, A7X no Brasil e Axl com girafas
Matt Sorum: novo projeto tem nome inspirado por Lemmy Kilmister
Angra, Motörhead, Sérgio Reis: Arte Extrema diversificando de vez
Motorhead: nova tiragem do "Shiraz Snaggletooth", vinho da banda

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre João Renato Alves

27 anos, jornalista formado pela Universidade de Cruz Alta. Kissmaníaco inveterado, um verdadeiro apaixonado pela banda de Gene Simmons e Paul Stanley. Idolatra com quase a mesma paixão Queen, Van Halen e Black Sabbath. Aprecia desde o Rock dos anos 50 (Elvis, Little Richard, Chuck Berry, entre outros) e 60 (Beatles, Rolling Stones, The Who, Led Zeppelin...), Hard Rock dos 70's (AC/DC, Deep Purple, Alice Cooper...) e 80's (Mötley Crüe, Def Leppard, Europe, Talisman...), Metal Tradicional (Judas Priest, Dio, Ozzy...), NWOBHM (Iron Maiden, Saxon, Angel Witch...) e Thrash oitentista (Slayer, Destruction, Kreator...). Já teve um programa de rádio, chamado "Lavagem Cerebral", na Unicruz FM. Solteiro e seguidor das idéias de Gene Simmons em relação ao casamento.

Mais matérias de João Renato Alves no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas