As muitas bandas da cultura pop

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

As muitas bandas da cultura pop


  | Comentários:

Cinema, quadrinhos, seriados de TV, tanto faz. O fascínio exercido pelo mundo da música gerou uma série de bandas “falsas” nas mais diversas miríades da cultura pop. Bandas formadas por personagens, sejam eles “reais” ou feitos apenas de tinta e acetato. E veja só, algumas delas até acabaram transcendendo as fronteiras de ficção e materializaram-se nos palcos, nos discos e no imaginário de seus muitos fãs. Pois é, eles existem. Relembre com a gente alguns destes nomes nesta seleção muito especial. Alguns deles são mais conhecidos. Outros mais obscuros. Alguns são mais afinados. Outros nem tanto. Em comum, no entanto, eles têm a enorme vontade de, assim como seus primos do mundo real, colocar o volume no máximo e não deixar pedra sobre pedra!

Imagem
THE ARCHIES

Um dos maiores sucessos dos quadrinhos estadunidenses, uma espécie de Turma da Mônica da Terra do Tio Sam, eles logo ganhariam sua versão animada na década de 70 – e cujos personagens formariam uma banda, idealizada e com canções produzidas pelo mesmo Don Kirshner que criou The Monkees.


Imagem
THE BANANA SPLITS

Em 1968, a TV ianque foi invadida por uma psicodélica banda formada pelo cão Fleegle, o leão Drooper, o gorila Bingo e o elefante Snorky. Inicialmente planejados para serem um desenho animado, os Bananas acabaram se tornando uma trupe de pessoas fantasiadas como numa enorme festa infantil regada a LSD, que viviam suas próprias aventuras bizarras enquanto apresentavam diversas séries animadas nos intervalos.


BARRY JIVE AND THE UPTOWN FIVE

Depois de muitos anos, finalmente alguém respondeu ao anúncio de Barry (Jack Black, cujo nome vai aparecer em diversos momentos neste texto) na loja de discos Championship Vinyl. E ele, enfim, poderá formar a sua banda. Isso acontece no filme “Alta Fidelidade” (2000), baseado no livro de Nick Hornby. O próprio Barry convida a si mesmo e ao Sonic Death Monkey, nome original do grupo, para tocar na festa de lançamento do EP do grupo The Kinky Wizards, produzido por seu patrão Rob Gordon. (John Cusack). Gordon acha que eles vão estragar tudo, mas mesmo assim, relutante, os apresenta. “Não somos mais conhecidos como Sonic Death Monkey. Estamos nos tornando Kathleen Turner Overdrive, mas apenas esta noite, seremos Barry Jive and the Uptown Five”, responde Barry, antes de cantar uma surpreendente versão para "Let's Get It On", de Marvin Gaye.


Imagem
THE BE SHARPS

O quarteto cantor do qual Homer Simpson faz parte no episódio “Homer's Barbershop Quartet". Originalmente formados por Homer, pelo diretor Seymour Skinner, pelo dono da loja de conveniência Apu Nahasapeemapetilon e pelo chefe de polícia Clancy Wiggam, chegaram às paradas de sucesso em 1985 e ganharam um Grammy com a canção “Baby on Board”. Lançaram dois discos ("Meet The Be Sharps" e "Bigger Than Jesus") antes de se separarem devido a tensões entre os membros e “diferenças criativas”.


THE BEETS

Monroe Yoder (baixo/vocal), Clyde "Chap" Lipman (bateria), Wendy Nespot (teclado) e Flounder (guitarra) formam a banda favorita do personagem principal da série animada “Doug”. Suas músicas incluíam clássicos como "Shout Your Lungs Out", "I Need More Allowance" e a minha favorita, “Killer Tofu” – que, na dublagem nacional, transformou-se em “Mingau Matador”.


Imagem
THE BLUES BROTHERS

Conhecidos no Brasil como “Os Irmãos Cara-de-Pau”, os irmãos Jake (John Belushi) e Elwood Blues (Dan Aykroyd) surgiram no programa humorístico “Saturday Night Live”. Mas a qualidade das composições era tão boa que, em 1979, eles ganharam sua própria turnê, seus próprios álbuns e, um ano mais tarde, seu próprio filme – uma deliciosa aventura musical na qual eles tentam salvar o orfanato de freiras no qual foram criados e que conta com participações do naipe de James Brown, Aretha Franklin e Ray Charles. Só esqueça, por gentileza, aquela bobagem chamada “The Blues Brothers 2000”. Vai fazer bem para o seu cérebro.


Imagem
THE CHAN CLAN

O investigador Charlie Chan não tinha televisão em casa e acabou formando uma numerosa família de 10 filhos. O grupo atrapalhado e complicado mais perturbava do que ajudava, mas neste desenho animado de 1972, eles formavam uma galera musical chamada Chan Clan – no qual o cachorrinho, Chu-Chu, tocava tamborim!


Imagem
THE COMMITMENTS

Os “brancos de alma negra” do filme “The Commitments - Loucos pela Fama” (1991), dirigido pelo ótimo Alan Parker (“Coração Satânico”). Outrora um jovem desajustado, Jimmy Rabbitte (Robert Arkins), resolve formar uma banda de soul music/R&B em sua cidade natal. Detalhe: ele vive em Barrytown, uma pequenina cidade ao norte de Dublin. Bastava a adição de Joey "The Lips" Fagan (Johnny Murphy), um trompetista veterano, para que os shows começassem e o sucesso viesse em doses cavalares. E veio mesmo: além de lançarem dois discos de trilha sonora, muitos dos atores/músicos do filme continuam em atividade como banda, fazendo turnês com certa regularidade e tudo mais.


CRUCIAL TAUNT

Um filme tão rock ‘n’ roll do naipe de “Quanto Mais Idiota Melhor” (1992) teria que contar com a sua banda fictícia. E esta é a eleita, comandada pela sensual baixista e vocalista Cassandra Wong (Tia Carrere), namorada do protagonista Wayne Campbell (Mike Myers). O restante da trupe é interpretado por George Foster (guitarra), Anthony Focx (bateria) e Marc Ferrari (guitarra). No filme, eles aparecem tirando um cover para “Ballroom Blitz”, do Sweet.


DEATH LURKS

A banda de metal cheia de ódio e angústia do filme “Em Alto Astral” (1996), uma tentativa das mais mal-sucedidas dos humoristas canadenses do “Kids in The Hall” no mundo do cinema. O líder cabeludo Grivo (Bruce McCullough) começa cantando a pesada "Some Days It's Dark" mas, depois de tomar o antidepressivo milagroso Gleemonex, torna-se um fenômeno pop, lança a música alegrinha “Happiness Pie” e conquista o World Video Award. O próprio McCullough fez os vocais de ambas as músicas, que constam da trilha sonora, ao lado da banda de verdade The Odds.


DIAMONDS IN THE ROUGH

Em “Mulher Infernal” (2001), os amigos J.D. (Jack Black), Wayne (Steve Zahn) e Darren Silverman (Jason Biggs) gostam de, ocasionalmente, colocar suas roupas cheias de brilhos e tocar gratuitamente nas esquinas como uma banda cover de Neil Diamond. Até que aparece uma garota...


DINGOES ATE MY BABY

Nerd de carteirinha, o ator Seth Green realizou um sonho ao encarnar Daniel "Oz" Osborne na série “Buffy: A Caça-Vampiros”. Além de lobisomem, ele é guitarrista e toca ocasionalmente no clube chamado The Bronze. As canções foram gravadas pela banda real Four Star Mary.


Imagem
DR.TEETH AND THE ELECTRIC MAYHEM

A clássica banda do ainda mais clássico programa de bonecos “The Muppet Show”, do magistral Jim Henson. Apareceram em diversos dos episódios da série, além dos especiais e filmes para o cinema – e sua formação original consistia de Dr. Teeth (líder e pianista), Janice (guitarrista), Sgt. Floyd Pepper (baixista com um nome que diz tudo), Zoot (saxofonista) e o sensacional Animal na bateria. Na quinta temporada, Lips entrou para o grupo tocando trompete. Sua canção mais famosa era "Can You Picture That?".


Imagem
DRIVESHAFT

O inglês Charlie (Dominic Monaghan), um dos muitos perdidos da série “Lost”, era baixista nesta banda que formou ao lado do irmão, Liam (Neil Hopkins). Eles experimentaram uma boa dose daquela ascensão e queda formada pela tríade “sexo, drogas e rock ‘n’ roll” – devidamente impulsionada pelo sucesso do single “You All Everybody”.


Imagem
ESCOLA DO ROCK

Despedido de sua banda, o roqueiro Dewey Finn (Jack Black) se depara com uma montanha de dívidas para pagar e uma forte depressão. Ele acaba conseguindo um emprego como professor substituto de uma classe de crianças em uma escola particular para ricaços. Ou melhor: ele finge ser seu amigo, o professor Ned, e assume o emprego. E utiliza a música para ensinar a molecada, formando uma banda de rock com os estudantes para tentar ganhar o prêmio principal de um concurso de bandas e, enfim, alcançar o reconhecimento que sempre quis.


Imagem
FIGRIN D’AN AND THE MODAL NODES

A inclusão mais nerd desta lista, sem sombra de dúvidas. Afinal, quem diabos saberia o nome do grupo que aparece tocando na Cantina de Mos Eisley durante o clássico “Star Wars” (Guerra nas Estrelas), de 1977? São todos alienígenas da raça dos Biths, do planeta Clak'dor VII. O líder da banda é Figrin D'an, um jogador muito experiente. Dentro da cronologia de “Star Wars”, sabe-se que os Modal Nodes foram muito famosos durante as Guerras Clônicas, fazendo turnês pelas fronteiras de batalha e divertindo os soldados republicanos.


FLAME

No auge de sua fama, em 1975, os membros da banda de glam rock Slade rodaram um filme, “Flame”, no qual interpretavam o sucesso e os revezes da banda que dá título ao trabalho. Quem já teve a oportunidade de assistir, diz que os músicos até que mandam bem em seu primeiro teste como atores. A trilha sonora geraria ainda o álbum “Slade in Flame”.


FROZEN EMBRYOS

O grupo de rock de garagem formado pelos adolescentes da região na série “Minha Vida de Cão” (My So-Called Life), estrelada pela estreante Claire Danes no papel da teenager problemática Angela Chase. Entre os membros do grupo estava sua grande paixão, o rebelde sem causa Jordan Catalano (vivido por Jared Leto, de “Alexandre” e “Clube da Luta”).


FUCK YOU YANKEE BLUE JEANS

Diretamente do cultuado filme independente “O Balconista” (1994), do igualmente cultuado cineasta (e rei dos nerds) Kevin Smith. O primo de Silent Bob (interpretado pelo próprio Smith), Olaf Oleeson (John Henry Westhead), veio de Moscou, na Rússia, para uma visita. Em sua terra natal, ele é o frontman da banda de metal que atende pelo simpático nome acima. E o sem-noção Jay (Jason Mewes) faz com que ele cante um trecho de sua principal canção, "Berserker", para provar isso a uma garota. O resultado, com um inglês macarrônico, é divertidíssimo: "My love for you is like a truck! Berserker! Would you like some making fuck? Berserker!". Vale lembrar ainda que, em “O Império do Besteirol Contra-Ataca” (2001), Jay aparece com uma camiseta do Fuck You Yankee Blue Jeans.


HARD CORE LOGO

Mockumentary canadense, na mesma linha de “This Is Spinal Tap”, mas sem os elementos cômicos. Dirigido por Bruce McDonald, adaptando o livro de mesmo nome de Noel Baker. Lançado em 96, documenta uma outrora popular banda punk, a tal Hard Core Logo. A formação traz o cantor Joe Dick (Hugh Dillon), o arrogante guitarrista Billy Tallent (Callum Keith Rennie),o esquizofrênico baixista John Oxenberger (John Pyper-Ferguson) e o baterista Pipefitter (Bernie Coulson). Músicos proeminentes da cena punk, como Joey Ramone, fazem participações especiais interpretando a si mesmos.


Imagem
HEDWIG AND THE ANGRY INCH

Baseado em uma ópera rock do circuito off Broadway, o filme independente lançado em 2000 mostra o transexual Hedwig/Hansel (John Cameron Mitchell) alcançando o sucesso como um rock star do gênero glam, arrombando de vez as portas do preconceito com muitas plumas e paetês.


OS IMPOSSÍVEIS

Astros de uma das animações mais cultuadas da Hanna Barbera, dividindo espaço na TV estadunidense em 1966 ao lado de títulos como Frankenstein Jr. Em suas identidades civis, eles são apenas uma bandinha de rock daquelas típicas dos anos 60, de cabelos compridos e roupas coloridas. Mas quando o chefão misterioso conhecido como Big D faz o seu chamado, eles se tornam um trio de super-heróis: Coil, que transforma suas pernas em duas molas que se esticam de maneira fantástica; Homem-Fluido, que transformava pedaços do corpo em...bem, algo de forma líquida; e o Multi-Homem, que criava infinitas duplicatas de si mesmo.


JESSE AND THE RIPPERS

Muitos anos antes de ser o ex-maridão do monumento que atende pelo nome de Rebecca Romjin, John Stamos interpretou o galã Hermes "Jesse" Katsopolis, mais conhecido como o “Tio Jesse” da série “Full House” (de 1987, conhecida aqui no Brasil como “Três é Demais”). Em dado momento, ele se torna guitarrista e vocalista deste grupo – mas, quando assume o comando da casa de shows The Smash Club, acaba ficando sem tempo para os ensaios e é chutado. Não demora até que forme um segundo grupo, Hot Daddy and the Monkey Puppets.


JOHNNY CASINO AND THE GAMBLERS

O grupo de rock ‘n’ roll anos 50 que se apresenta no programa de TV musical Rydell High School durante o filme “Grease – No Tempo da Brilhantina”. O grupo era interpretado por uma banda de verdade, os roqueiros retrô do Sha Na Na.


Imagem
JOSIE E AS GATINHAS

Josie tocava guitarra e cantava, Valeria tocava tamborim e cantava e Melody tocava bateria. Esta era a formação básica do trio que protagonizava o desenho animado de mesmo nome que a Hanna Barbera produziu na década de 70. Em 72, elas ganharam uma versão mais moderna, cujo título fala por si mesmo: “Josie and the Pussycats in Outer Space”. Originalmente, no entanto, as meninas surgiram como personagens de um gibi criado por Dan DeCarlo em 1963 (o mesmo ano do surgimento do “Hulk”, só para constar). Em 2001, uma sofrível - como se o próprio desenho já não fosse o bastante - versão live-action da bandinha ganhou os cinemas. Mas vamos evitar falar sobre isso.


THE LLAMA LORDS OF SCIENCE

Se o nome do grupo de garagem surgido no desenho animado “Jimmy Neutron” já era esquisito, o que dizer da descrição que o menino faz para a sua sonoridade: “ska techno alternativo com improvisos de jazz para impressionar os críticos”? No episódio “Batalha de Bandas”, Jimmy e os amigos Carls e Sheen formam o grupo musical para derrotar um bando de meninas metidas da escola num concurso de talentos. Mas eles nem precisavam de talento, afinal o genial cientista Jimmy equipou seus instrumentos com uma geringonça de sincronia mental, que continha todas as notas já tocadas na história. Bastava apenas pensar e, bingo: você tem a sua música. Não requer prática e nem tampouco habilidade.


THE LONE RANGERS

O bizarro trio roqueiro de “Airheads – Os Cabeças de Vento” (1994). Cansados de jamais conseguirem ter suas canções descobertas pela grande mídia, a banda de cabeludos formada por Chazz (o sempre simpático Brendan Fraser), Rex (o sempre ótimo Steve Buscemi) e Pip (o sempre péssimo Adam Sandler) toma uma atitude radical ao invadir uma rádio para forçar o disc-jóquei a colocar suas faixas para rolar no ar. Destaque para a clássica pergunta: “no caso da separação entre Van Halen e David Lee Roth, você ficou do lado de quem?”.


MARVIN BERRY AND THE STARLIGHTERS

A superbanda de 1955 inteiramente formada por negros e que funciona como atração principal do baile de formatura dos filmes “De Volta Para o Futuro” (1985) e “De Volta Para o Futuro 2” (1989). Quando o guitarrista Marvin (Harry Waters Jr.) ajuda o viajante do tempo Marty McFly (Michael J. Fox) a sair do porta-malas do carro, ele acaba se machucando e não pode tocar, sendo substituído pelo próprio Marty – que, em seu tempo, tocava guitarra no grupo The Pinheads. Durante a performance, ele toca "Johnny B. Goode", uma canção que ainda não tinha sido escrita. Nos bastidores, Marvin liga para o seu primo, um certo Chuck Berry, para contar a respeito do novo tipo de som que o menino está fazendo.


MEMBRANA MUCOSA

Diretamente do gibi “Hellblazer”, o grupo punk formado pelo mago sacana John Constantine na década de 70 depois que ele viu os Sex Pistols no Roxy Club, em Londres. Freqüentemente citado em diversos números da série todas as vezes em que se fala de seu passado.


Imagem
THE MONKEES

A dupla Bert Schneider e Bob Rafelson criou esta banda para a série de mesmo nome, inspirada pelo imenso sucesso do filme “Os Reis do Iê-Iê-Iê” (Hard Day's Night), dos rapazes de Liverpool. Peter Tork, Mike Nesmith, Micky Dolenz e Davy Jones fizeram um inigualável sucesso durante as duas premiadas temporadas do programa, surgido em 1966. Os adolescentes abraçaram o conceito de rock ‘n’ roll mais pop e bem-humorado do grupo, que também andou fazendo uma centena de apresentações em palcos de verdade – justamente na mesma época em que os próprios Beatles começaram a tomar ácido e abarcar sonoridades experimentais, non-sense e bizarras em discos conceituais.


Imagem
MOTHERBOY

De acordo com o narrador da série de TV cult “Arrested Development”, este quinteto seria “uma banda de heavy metal que costumava tocar pesado nos anos 70”. O visual de caras pintadas mistura Kiss com T-Rex – e os músicos cruzam com Lucille Bluth (Jessica Walter) e seu neto George Michael (Michael Cera) durante um evento “mãe e filho” intitulado “Motherboy”.


Imagem
MYSTIK SPIRAL

O quarteto de rock alternativo do desenho animado “Daria”, spin-off do sucesso da MTV “Beavis & Butt-Head”. Sua primeira aparição aconteceria no episódio "Road Worrier", com Trent e Jesse Moreno ensaiando "Icebox Girl" no porão. Eles surgiriam em diversos outros capítulos, já como uma banda completa, tocando em apresentações de maior porte e tudo mais.


Imagem
OS NETUNOS

A turma do Scooby-Doo tinha tudo para se tornar uma banda de rock, incluindo um carro pra lá de psicodélico. Mas nunca aconteceu. Ao invés disso, a versão de Scooby-Doo e cia. para o fundo do mar, a galera do Tutubarão (que é uma espécie de Scooby na forma de um enorme tubarão branco, sejamos sinceros), foi quem teve a honraria. O enorme predador que, na real, era bonzinho e até meio covarde, tocava bateria.


Imagem
POP!

Nas décadas de 80/90, Alex Fletcher (Hugh Grant) fez muito sucesso como integrante de um grupo conhecido como Pop!, uma variação bem-humorada de grupos como o Duran Duran e o Wham!, de George Michael. Décadas depois, já um quarentão, ele vive dos espólios de seu passado. Ele é o personagem principal de “Letra & Música” (2007), boa comédia romântica que traz ainda no elenco Drew Barrymore.


PROBLEM

O seriado realmente não durou muito tempo. Mas este trio de roqueiros de “Dead Last” até que era interessante em sua missão que começou com o Amuleto de Sauryn, que lhes dá a habilidade de ver e falar com os mortos. Além das turnês, eles passam a se dedicar a uma espécie de serviço de aconselhamento dos espíritos, ajudando-os a terminar seus negócios inacabados.


Imagem
RED ROCKET 7

Ele é um roqueiro de sucesso, com as óbvias groupies correndo atrás de autógrafos e pedaços da sua roupa. Mas ele também é um clone de um alienígena que vive há muitos anos na Terra. Apaixonado pelo rock ‘n’ roll, ele acompanhou o nascimento do estilo desde Little Richard, registrando encontros com os Beatles, The Who, Kiss, Ramones e demais ícones do hall da fama roqueiro. Esta é a trama da verdadeira homenagem ao mundo da música destilada por Mike Allred (da igualmente alucinada série “Madman”) em um dos quadrinhos mais elogiados de 2007.


THE SESAME STREET BEETLES

Grupinho de insetos do seriado infantil “Vila Sésamo”, da década de 60, que cantavam “Letter B” (trocadilho com “Let It Be”) e “Hey Food” (trocadilho com “Hey Jude”).


THE SOGGY BOTTOM BOYS

Divertida banda de country/bluegrass reunindo, na década de 30, três fugitivos da lei e um bluesman que vendeu sua alma ao diabo. Sua canção principal, “I Am a Man of Constant Sorrow”, é o ponto alto do filme “E Aí Meu Irmão, Cadê Você?”, uma representação da “Odisséia” de Ulisses pelas talentosas mãos dos irmãos Coen que trazia no elenco George Clooney e John Turturro.


Imagem
SPINAL TAP

Uma banda de mentira que acabou se tornando lendária para os fãs de rock pesado. São as estrelas do documentário falso chamado “This Is Spinal Tap” (1984), ainda mantido inexplicavelmente inédito no Brasil e que conta as desventuras daquela que teria sido a banda mais pesada da história (afinal, seus amplificadores chegam até o número 11). A formação conta com o vocalista David St. Hubbins (Michael McKean), o guitarrista Nigel Tufnel (Christopher Guest) e o baixista Derek Smalls (Harry Shearer). Quanto ao baterista, o nome mudava com certa freqüência – porque todos os músicos que se candidatavam ao posto sofriam mortes das maneiras surreais. Chegaram inclusive a fazer turnês reais, e em 2007 foram atrações do Live Earth ao apresentar uma música inédita, “Warmer Than Hell”.


Imagem
STEEL DRAGON

Fictícia ou não, uma banda formada por Zakk Wylde (guitarrista do Ozzy e do Black Label Society), Jeff Pilson (baixista do Dokken) e Jason Bonham (baterista, filho de um certo John Bonham) merece ser ouvida. Eles são os intérpretes do grupo Steel Dragon no filme “Rock Star” (2001) – que conta como esta clássica banda de metal dos anos 80 teria substituído seu cantor principal pelo vocalista de uma banda tributo do próprio Steel Dragon (Chris Cole, vivido por Mark Wahlberg). A história, é claro, é baseada no período em que Tim “Ripper” Owens assumiu o lugar de Rob Halford nos vocais do Judas Priest. E quem dubla Wahlberg enquanto canta é o gogó poderoso de Jeff Scott Soto.


Imagem
STILLWATER

O grupo de rock setentista que o menino William Miller acompanha em turnê para escrever uma história exclusiva para a revista Rolling Stone. Formada pelo guitarrista Russell Hammond (Billy Crudup), pelo vocalista Jeff Bebe (Jason Lee) e ainda por Ed Vallencourt (John Fedevich) e Larry Fellows (Mark Kozelek). Detalhe: as canções da banda executadas no filme “Quase Famosos” ("Fever Dog," "Love Thing," "Love Comes and Goes,") foram escritas pelo próprio diretor Cameron Crowe em parceria com sua esposa, Nancy Wilson – ela mesma, da banda de verdade chamada Heart.


STRANGE FRUIT

Um grupo de rock clássico inglês da década de 70 que se reúne depois de 20 anos na comédia “Ainda Muito Loucos” (1998). O line-up: Tony Costello (Stephen Rea), Les Wickes (Jimmy Nail), David 'Beano' Baggot (Timothy Spall) e Ray Simms (Bill Nighy, que também vive um roqueiro veterano e fracassado no ótimo “Simplesmente Amor”, de 2003).


TENACIOUS D

Fãs de metal e hard rock clássico, Jack Black e Kyle Gass misturaram temas humorísticos e guitarras distorcidas em uma banda que começou estrelando uma série de vida curta no canal HBO e acabou caminhando com as próprias pernas, saindo em turnês por todo o mundo e lançando até um CD full-length, auto-intitulado, pela Sony gringa. Recentemente, estrelaram seu próprio longa-metragem, “Tenacious D - Uma Dupla Infernal”, com participação de Ronnie James Dio, Dave Grohl (Foo Fighters) e Meat Loaf.


Imagem
TIMMY! AND THE LORDS OF THE UNDERWORLD

Um dos personagens mais estranhamente engraçados de “South Park”, Timmy é um garoto deficiente, com uma enorme cabeça e que, sentado em sua cadeira de rodas, só consegue dizer “Timmah!”. No episódio “Timmy! 2000”, ele logo consegue a vaga de vocalista do grupo de metal The Lords of the Underworld – e, graças ao seu talento, a banda descola a vaga de banda de abertura para o Phil Collins. Mas eles fazem tanto sucesso que, pouco depois, é Phil Collins que está abrindo para eles.


Imagem
THE WONDERS

Não se engane, eles não são os Beatles...embora possam parecer. Na verdade, eles são os astros de “The Wonders – O Sonho Não Acabou” (1996), película produzida pelo queridinho da América, Tom Hanks, a respeito de uma certa banda pop dos anos 60 que se transforma em verdadeira mania nacional. A grudenta música-título, “That Thing You Do”, continua tocando vez por outra nas rádios de velharias.


Imagem
WYLD STALLYNS

Ted "Theodore" Logan (Keanu Reeves) e Bill S. Preston (Alex Winter) dedilham suas guitarras nesta banda de metal amadora que pode ser vista nos filmes “Bill & Ted – Uma Aventura Fantástica” (Bill and Ted's Excellent Adventure/1989) e em sua divertida seqüência, “Bill & Ted – Dois Loucos no Tempo” (Bill and Ted's Bogus Journey/1991). A segunda película, em particular, é ainda mais centrada em suas peripécias musicais, já que a dupla deve batalhar contra o tempo, o espaço e a própria Morte para vencer a batalha de bandas de San Dimas.


Imagem
THE VENUS IN FURS

A banda comandada por Brian Slade (Jonathan Rhys-Meyers), um tipinho glam inspirado no David Bowie da era “Ziggy Stardust”, no filme “Velvet Goldmine” (1998). O nome do grupo, é claro, faz referência à canção do Velvet Underground. A trama relata a sua relação, na Inglaterra dos anos 70, com o autodestrutivo Curt Wild (Ewan McGregor) – que, diz a lenda, teria sido inspirado no próprio Iggy Pop. Nos palcos, Slade assumia a persona de Maxwell Demon.


YEAH!

Dos quadrinhos de mesmo nome, publicados pela DC Comics entre 99-2000 e de autoria dos alternativos Gilbert Hernandez e Peter Bagge. Um trio de garotas que acabou fazendo muito sucesso no espaço sideral, mas que por algum motivo quis retornar para a sua terra natal: New Jersey. Afinal, é a casa do Bruce Springsteen e do Bon Jovi (isso sem falar no Kevin Smith).

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre Thiago El Cid Cardim

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas