Guns N' Roses: autor de biografia relata versão dos fatos

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Guns N' Roses: autor de biografia relata versão dos fatos


  | Comentários:

No dia 6 de julho de 2009, Marc Canter, autor da biografia "The Reckless Road", baseada na história do GUNS N’ ROSES, e amigo de longa data da banda, deu uma entrevista para o programa de web radio Monday Night Mayhem na qual discorreu sobre a confecção do livro. Como não poderia deixar de ser, aquilo instigou os fãs da banda, que foram surpreendidos com sua presença em um fórum de discussão da internet algumas horas depois, quando puderam pedir por sua versão para vários fatos envolvendo a banda. O fórum visitado no mês passado pelo autor sob o pseudônimo Reckless Road, é o MyGNR.com.

Imagem

Sobre a última visita de Slash a Axl:

“A última vez que Slash foi lá (a casa de Axl) foi porque a mulher dele (Perla, esposa do guitarrista) o forçou. Pouco antes de fazer isso ele me telefonou pedindo o número de telefone do Axl e quando eu disse a ele que não podia fazer aquilo ele disse ‘Eu sei, eu sei’ e daí eu ouvi Perla dizendo coisas pra ele. Ele disse que sentia muito por me pedir aquilo e eu podia perceber pela voz dele que ele estava sendo forçado àquilo. Também naquela época Perla odiava Duff (McKagan, baixista do Velvet Revolver) e Slash não estava se dando bem com Scott (Weiland, ex-vocalista da banda) e Duff e também estava usando drogas pesadas e muito, de uma maneira que deveriam tê-lo matado. Ele estava vivendo no inferno. Ele também entrou com um baita dum processo por não estar sendo pago por coisas do GNR e estava bêbado no momento da visita. Ele podia facilmente ter dito coisas ruins sobre alguns dos caras no Velvet Revolver pra Beta (Lebeis, assistente pessoal de Axl). Naquele ponto ele teria facilmente trepado com uma cobra pra conversar com Axl, ainda que fosse só pra Perla parar de atormentá-lo. Era ela quem queria uma reunião na época. Mas a coisa toda estourou pro lado do Slash quando Axl comunicou à imprensa. Isso poderia ter custado a perda do Velvet Revolver a ele e ele teria ficado com nada.

Anos depois Slash disse que seria legal sair em turnê e fazer alguns shows com a velha banda, mas agora ele desistiu disso. Então eu não acho que ele irá até a casa de Axl tão cedo. Eu realmente espero que eles acabem numa mesma sala juntos um dia nem que seja pra dizer coisas entaladas na garganta deles. Não é saudável ficar guardando mágoa porque enquanto você está segurando ela em você, você não pode prosseguir com sua vida porque você está ocupado demais lidando com a raiva. É como segurar uma bola de praia debaixo d água, você até consegue, mas não pode fazer mais nada além disso. Eu digo pra largar a bola e libertar seus braços. Os dois (Axl e Slash) têm coisas que precisam ser ditas um ao outro. Mesmo que seja pra nunca mais trabalharem juntos de novo, eles viveriam melhor sabendo que eles tiraram tudo aquilo do peito. Talvez algum dia eles tenham que se encontrar pra processar a gravadora e tenham que falar um com o outro?”

Os cinco membros originais do Guns N’ Roses mudaram no que diz respeito a caráter, postura, etc.? Quem mudou mais e quem mudou menos?

“Eu acho que Izzy é o cara que ainda apenas quer fazer música e não se importa com quem gosta ou não. Duff e Slash ficaram saudáveis e malham e não bebem ou usam drogas e têm famílias. Axl é o mesmo estilo de vida ‘Vitória ou Morte’ e nunca irá se vender. Steven está passando muito melhor agora, mas precisa ficar de boca calada. Tudo que ele fala só o afasta. Ele ainda é um cara legal.”

Sobre a conturbada relação do jornalista inglês (e ex-amigo dos membros da banda) Mick Wall, atual editor da revista Classic Rock (inglesa) com o Guns N’ Roses, assim como suas controversas declarações sobre a saída de Izzy:

“Mick Wall não sabe de porra nenhuma.

Havia muita coisa acontecendo com o Izzy. Ele estava paranóico com todos os processos que estavam chegando por causa dos motins (devido a shows cancelados ou interrompidos no meio). Ele estava sóbrio e não queria passar tempo com Duff ou Slash, que não estavam. Também não ajudou que eles estivessem se embebedando a noite toda enquanto esperavam pra entrar tarde no palco. E também Slash ainda estava usando heroína. Izzy não estava feliz com as multas por atraso que a banda estava pagando aos locais de show, ele não queria gastar uma tonelada de dinheiro com vídeos. Ele me ligou pouco antes de largar a banda pra ver se eu poderia fazer um vídeo de todas as vezes que eles tocaram 'Don’t Cry' no começo da banda. Eu acho que ele pensava que eles poderiam usar as imagens pro clipe da MTV. Não era mais a praia dele. Poderiam haver algumas razões a mais que eu nunca perguntei pra ele. As coisas que eu acabei de dizer foram deduzidas por mim”.

Sobre a possibilidade de Frank Perez ser o novo vocalista do Velvet Revolver:

“Eu não sei. Eu não pergunto porque eu sei que eles ainda não querem contar pra ninguém.”

É verdade que o Guns N’ Roses chegou a trabalhar em ‘Falling to Pieces’ (faixa lançada pelo Velvet Revolver no disco ‘Contraband’ em 1995-96? Axl afirma que Slash a tocou pra ele, mas Slash diz que a compôs em 1998.

“Se Axl diz que eles trabalharam nela, então eles de fato o fizeram. Axl não mentiria sobre isso. E também o Slash às vezes não é lá muito bom com datas.”

Qual a verdadeira razão de Slash ter deixado o Guns N’ Roses?

“Ele já tinha cedido os direitos do nome GNR pro Axl uns anos antes então talvez ele não tivesse mais o mesmo poder de decisão sobre as coisas. Ele não queria trabalhar com Paul (Huge/Tobias, membro do Guns N’ Roses de 1994 a 2002) e Axl não queria trabalhar em todas as 12 faixas que ele trouxe pra banda naquele tempo. Axl gostou de três delas, mas estava disposto a trabalhar em quatro. A cabeça dele (Slash) estava inflada por ter excursionado pelo mundo e ele estava achando que poderia se virar sozinho (demorou dois discos do Snakepit para ele descobrir que precisava da contribuição de Axl).”

Izzy, Gilby, Duff e Matt saíram da banda por causa de egos inflados também?

“Eu nunca disse que Axl nunca está errado. Eu disse que Axl é o chefão quando o assunto é trabalhar com canções que a banda estivesse compondo. E também eu amo Steven (Adler, ex-baterista do GNR), mas se ele quiser trabalhar com Axl de novo algum dia, seria inteligente da parte dele parar de xingar Axl e dizer que ele é egoísta. Como vocês já sabem, a razão pela qual Axl e Slash não falam entre si é por causa de toda a merda estúpida que Slash tem dito sobre Axl nos últimos 14 anos. Paus e pedras não machucam Axl, mas nomes e coisas nas quais Axl acredita que não sejam verdadeiras não surtem grande efeito nele. Axl foi legal com Steven em 2006 quando eles estavam em Vegas, eu estava lá e vi os dois conversarem por horas. Se Steven tivesse guardado suas opiniões sobre Axl para si próprio, você nunca sabe, talvez algum dia Axl irá falar com ele de novo. Se você sabe o que deixa Axl louco, e continua o fazendo, então não pense que Axl irá querer lidar com você.

Eu não disse que o rompimento da banda foi culpa do Slash, mas o Slash sabe que Axl odeia publicidade negativa. Então por que ele continuou a jogar lenha na fogueira e a fechar portas com alguém com o qual ele ainda adoraria trabalhar de novo? Eu não culpo Axl ou Slash pelo rompimento. Eu acho que eles queriam coisas diferentes ao mesmo tempo. Eu queria que Axl tivesse lançado um disco solo em 1996 igual a Slash e daí então eles poderiam estar prontos pra trabalharem juntos de novo. O problema é que se você perguntar a eles o motivo da separação, ambos irão dar uma resposta de uma palavra só, que é o nome do outro. Não foi legal da parte de Axl chamar Slash de câncer, mas Axl culpa Slash por ter levado muitos anos de sua vida. Então ele deve ter sentimentos muito fortes por Slash pra dizer isso. Eu acho que Axl esperou muito tempo pra botar tudo isso pra fora, então quando ele o fez, saiu tudo duma vez. Talvez Slash possa ver agora o quão puto Axl está com ele e pensar sobre o que ele possa ter dito ou feito pra deixar ele desse jeito e voltar atrás e consertar isso. Há muitas coisas que vocês não sabem sobre Axl e o que ele teve que fazer pra salvar a banda. De algum modo, foi ele quem pagou o pato por toda a merda. Talvez algum dia, quando for a hora, Axl irá falar sobre isso”.

Se o GNR entrasse em estúdio de novo, ainda haveria magia naquela combinação ou o tempo em que a banda esteve separada e a mudança no direcionamento musical causariam uma grande diferença?

“Nós já sabemos que o tom de guitarra de Slash trabalha bem com os vocais de Axl. Em 1996 eu acho que eles poderiam ter tido alguma mágica para algumas faixas nas quais eles estariam no mesmo foco, mas não por um disco todo. Daqui a cinco ou 10 anos, eu acho que ainda haveria alguma magia ali, mas não quer dizer que vá acontecer.”

Por que alguns defendem Axl citando problemas mentais dele, como se isso fosse desculpa pra ser cuzão o tempo todo? Não é por isso que Slash, Izzy, Duff, Matt, Buckethead, Robin e muitas outras pessoas desistiram dele?

“Quando Axl está de bom humor, não há nada parecido. É algo lindo e ele é o cara mais legal que você jamais irá encontrar. Quando ele não está de bom humor, as coisas ficam feias. Talvez algum dia ele irá descobrir o que deixa ele de mau humor e se livrar disso pra sempre de modo que todo dia seja um bom dia. Ele tem muito do que se orgulhar pra ter dias ruins. OK, caras, eu paro por aqui.”

No áudio original da entrevista -que pode ser ouvido neste link, Marc também diz acreditar que a única maneira da banda original de reunir é ‘se ficarem presos no mesmo elevador’, e mesmo que isso ocorresse, seria para um show, jamais para gravar. Ele também afirma que o Guns N’ Roses não fará shows esse ano e que TALVEZ excursione ano que vem, e que Axl só promoverá ‘Chinese Democracy’ quando achar que está pronto pra isso. De acordo com o que Canter ouviu de Beta Lebeis, Axl fica dias sem dormir e depois dorme por dias a fio.

O livro tem página no site Myspace (por onde também pode ser adquirido via PayPal): http://www.myspace.com/recklessroad.

Marc é dono de uma lanchonete com seu nome, e que também tem página na web: http://www.cantersdeli.com/.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Jared Leto: ele é um wannabe de W. Axl Rose? Há quem diga que sim
Garoto Maroto: O encontro de Axl Rose e Alcione em Recife
Motörhead: vídeo da jam de "Ace of Spades" com Slash
Guns N' Roses: detalhes do piano de Axl Rose
Guns N' Roses: Quem foi Rei jamais perderá a majestade
Slash: "Sweet Child" é a coisa mais gay que alguém poderia compor
Guns N' Roses: Filmagem em Full HD do show em Porto Alegre
Aerosmith: Joey Kramer afirma que Axl Rose mantém fãs "reféns"
Slash: "Problema dele", diz sobre retorno de Duff ao GN'R
Slash: vídeo com a participação do músico em show do Aerosmith
Aerosmith e Slash: veja Steven Tyler mandar Welcome To The Jungle
Guns N' Roses: Em Porto Alegre, um dos melhores shows da turnê
Guns N' Roses: veja alguns vídeos do show em Poa
Guns N' Roses: veja Duff mandando "Attitude" e "Raw Power"
Guns N' Roses: setlist, fotos e vídeos do primeiro show com Duff

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande, 33 anos, residente em Marilia - SP, é professor de inglês e francês, apesar de formado em Técnico de Engenharia de Estúdio pelo Recording Workshop de Los Angeles, nos EUA. Suas lembranças musicais mais remotas datam de 1983, com a fervilhante passagem do Kiss pelo Brasil e da alta popularidade do Queen no país. Fã(nático) por Mötley Crüe (de quem tem mais de 100 CDs), segue de perto também o trabalho de Slayer, Krisiun, Guns N´ Roses, Van Halen e Ozzy Osbourne, entre outros.

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas