Em 21/11/2009 | Anthrax: Dan Nelson conta sua versão sobre saída da banda

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Anthrax: Dan Nelson conta sua versão sobre saída da banda

Traduzido por Karina Detrigiachi | Fonte: UltimateGuitar.com

  | Comentários:

Matéria publicada em 21/11/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O ex-vocalista do ANTHRAX, Dan Nelson, concedeu uma entrevista ao site UltimateGuitar.com e contou toda a história envolvendo sua saída da banda. Abaixo seguem alguns trechos da conversa.

No dia 16 de julho de 2009 o ANTHRAX informou que você estava doente e que não poderia se apresentar. O que você tem a dizer sobre isso?

Nelson: “Sobre a banda dizer que eu estava doente? Eu não sei porque eles disseram aquilo — eu nunca fiquei doente. Eu estava bem, e pronto para fazer todos os shows, mas eu acho que eles queriam fazer algo diferente com o John Bush. Foi isso o que aconteceu.”

Você realmente estava ansioso pela turnê européia do ANTHRAX, a qual não deu certo?

Nelson: “Eu fiz a primeira parte da turnê européia com o ANTHRAX, e sim, eu estava ansioso para retornar, e fazer a segunda parte. Eu estava ansioso para ver os shows do SLIPKNOT que estavam planejados para setembro, assim como — agosto e setembro que eram as datas do SLIPKNOT que estavam marcadas, eu acho. Então sim, eu fiquei decepcionado, mas você sabe, merdas acontecem (risos).”

Contudo, você esperava gravar um ou dois álbuns como parte do ANTHRAX, de forma amigável, e então cada um seguiria para o seu lado? Embora eles possivelmente estivessem tencionando se reunir com o John [Bush] ou com o Joey [Belladonna]?

Nelson: “Eu acho que o ANTHRAX não se reuniria com o John tão cedo se ele dissesse ‘Sim’. Particularmente, eu gosto do ‘Worship Music’ pois é um álbum fenomenal, mas eu não sei se isso acontecerá. Eu acho que o ANTHRAX possui essa tendência de ficar na sua zona de segurança, e suas zonas de segurança sempre significaram se reunirem com a antiga formação, com o Joey, ou fazer aquele tipo de som com o John. Charlie [Benante], como o compositor principal do ANTHRAX, se sente confortável com o John pois eles já estão juntos há muito tempo. São treze anos, eu acho, e o John tem sido a voz de suas composições durante os últimos treze anos, então é onde ele queria chegar. Presumo que assim que a porta se abrir para eles novamente, eles rapidamente entrarão.”

Você sente que o ANTHRAX se reuniu com John Bush com o rabo entre as pernas? O ANTHRAX se reuniu com o Joey Belladonna, mas não deu certo. Devido a isso, você acha que eles pensam ‘Droga, devíamos ter ficado com o John’, essa teria sido a melhor decisão a longo prazo?

Nelson: “Acho que a reunião com o Joey não deu certo como eles pensavam, e eles quiseram voltar com o John. Ele não estava interessado, então eles decidiram por arranjar alguém desconhecido, e tentaram trazer vida nova para dentro da banda, o que eu acho que foi o que eu fiz. O ANTHRAX definitivamente teve muita divulgação e popularidade, durante os dois anos nos quais eu estive na banda. Tínhamos uma bem sucedida turnê a caminho, e o ‘Worship Music’ conseguiu ótimas críticas na Europa. Estava tudo ótimo. Eu não sei (risos). Eu não sei porque eles fizeram isso. É estranho, mas a história da banda é estranha. Desejo a eles tudo de bom. Como eu disse anteriormente, eles são rapazes de família, e possuem suas próprias vidas para cuidar. Eles têm de fazer o que é melhor para eles, e eu tenho o que fazer o que é melhor pra mim e para a minha família. Estou simplesmente sendo empurrado e tenho que dar o próximo passo.”

As notícias que alegavam que você havia informado o ANTHRAX de que estava seriamente doente no dia 16 de julho, e por isso não poderia se apresentar vieram a tona no dia 17 de julho. O que você pensou quando ficou a par desses acontecimentos? Talvez você estivesse navegando na internet e acabou lendo...

Nelson: “Não. Vou te dizer exatamente onde eu estava. Eu estava no jogo de beisebol do meu afilhado de dez anos, e recebi um telefonema de um amigo que disse ‘Você está doente? Você não está mais no ANTHRAX?’ e eu falei ‘O quê?’. Foi estranho. Eu deveria estar em um vôo para a Suécia eu acho, e a próxima coisa que eu soube é que os vôos haviam sido cancelados.

Os vôos tinham sido marcados para mais tarde, porém acabaran sendo cancelados, e nós simplesmente não iríamos mais. Ninguém respondeu meus e-mails ou minhas ligações, e foi assim durante quatro dias. Não ouvi nada por quatro dias, e depois foi anunciado que o ANTHRAX estava se apresentando com o John Bush.

Foi exatamente isso que aconteceu. O que eu posso fazer? Você somente tem que dizer ‘Tudo bem’ fechar esse capítulo e abrir um novo.”

Então basicamente as linhas de comunicação com o ANTHRAX foram cortadas?

Nelson: “Sim. Tudo ficou escuro. Não tive notícias deles por quatro dias, eu acho. A última pessoa com quem conversei foi o Scott [Ian], e com uma outra pessoa da equipe do ANTHRAX, dizendo que eles marcariam os vôos para um outro dia. Quando eu chequei online a situação do meu vôo, estava cancelado. Foi a última coisa que eu ouvi.”

Mas quando você teve sua última conversa com o Scott, você teve a impressão de que ele e os outros caras do ANTHRAX queriam continuar com você nos vocais?

Nelson: “A última conversa que eu tive com o Scott foi sobre datas de vôos serem mudadas, e não que eu não era mais o vocalista. Eu não sei como isso passou de vôos serem adiados com eu não ser mais o vocalista, então sim, ele definitivamente não disse ‘Você não é mais nosso vocalista’ (risos). E depois, eu vi na internet que eu não era mais o vocalista.”

No dia 21 de julho o empresário do ANTHRAX disse que você saiu da banda e mais tarde em uma entrevista o Scott Ian disse que você havia desistido da banda. Então obviamente, você está dizendo que isto não é verdade? Só pra confirmar.

Nelson: “Eu gostaria de saber onde eles me ouviram dizer que eu havia desistido da banda (risos). Normalmente alguém tem que dizer que eles desistiram. Eu nunca desisti da banda. Meu empresário e meu advogado entraram em contato com eles, e disseram que eu estava disposto a fazer os shows marcados — acho que foi no dia 18 de julho, um dia após ter dito que eu estava supostamente doente.

Meu empresário e meu advogado os contatou, e disse ‘Ele está disposto, pronto e capaz de fazer esse shows. O que está acontecendo?’, mas não houve resposta. Quando alguém não te dá uma resposta, realmente não há muito que você possa fazer. Você foi abandonado no escuro, e abandonado sem nenhum poder. Tudo o que você pensa é ‘O que está acontecendo?’, e é a situação na qual eu me encontrava. Eu não sabia o que estava acontecendo. Eu ainda não sei o que aconteceu, mas em certo momento, eu não me importo. Eu realmente não me importo. Como eu disse, eu desejo tudo de bom ao ANTHRAX. Não desejo nada de ruim pra eles, mas eu não me importo.

Eu não posso te dizer o que o ANTHRAX está fazendo com o ‘Worship Music’ e eu não posso te dizer o que eles estão fazendo a respeito das turnês, porque eu simplesmente não me importo. Eu me mudei para uma nova música, e para outras coisas na minha vida. Tem muita coisa na minha vida acontecendo além da música. Minha vida não gira mais em torno do ANTHRAX. Durante dois anos eu coloquei meu coração e minha alma naquela banda, compondo, voando, gravando, excursionando, me mantendo em forma pela banda, e lidando com todas as coisas difíceis de estar em uma banda, especialmente sendo homem.

É tanta coisa que eu nem consigo mais me importar. Eu simplesmente não me importo. Eu odeio ter de dizer isso, mas agora isso não é mais problema meu”.

Para ler a entrevista completa (em inglês) acesse este link.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias sobre "Brigas"
Todas as matérias sobre "Anthrax"

Guitar World: 11 Álbuns Essenciais do Thrash Metal
Altitudes & Attitude: projeto de David Ellefson e Frank Bello
Anthrax: Scott Ian se arrisca em novo tipo de show
Scott Ian: melhorando a cada dia no stand up
Scott Ian: ele não é desses de dar conteúdo de graça na Internet
Kiss: Scott Ian defende a decisão do grupo no Rock Hall
Anthrax: para Scott Ian a banda está mais amiga do que nunca
Scott Ian: "Não se enganem. Eu amo Joey Belladona"
Scott Ian: se não se divertisse, não faria mais turnês
Anthrax: Joey Belladona nunca achou seu lugar na banda
Anthrax: Scott Ian otimista quanto a possível reunião do Big Four
Anthrax: jamais encoste na barbicha de Scott Ian
Anthrax: "Não importa o que as outras pessoas fazem ou pensam"
Anthrax: lançados aneis oficiais da banda pela The Great Frog
Metallica: Scott Ian comenta sobre a morte de Cliff Burton

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas