Em 27/05/2010 | Roger Waters: nova produção de "The Wall" na Europa

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Roger Waters: nova produção de "The Wall" na Europa

Traduzido por Nathália Plá | Fonte: billboard.com

  | Comentários:

Matéria publicada em 27/05/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Imagem
Roger Waters está levando uma nova produção de "The Wall" para a estrada em 2011 com 28 datas confirmadas na Europa.

As datas nos Estados Unidos, que correrão de Setembro a Dezembro de 2010 foram confirmadas mês passado e esgotadas dentro de horas de acordo com uma declaração. É a primeira saída para o "The Wall" em 20 anos.

Waters compareceu em uma coletiva de imprensa no Mandarin Oriental Hotel em Londres hoje (27 de Maio) para discutir a nova turnê, assim como para expressar sua falta de confiança nas mídias sociais e políticos.

O antigo membro do PINK FLOYD trouxe o conceito e músicas para o álbum duplo semi-autobiográfico de 1979, que é certificado pela RIAA como tendo 23 discos de platina.

Apesar de sua popularidade só foi apresentado 31 vezes pelo PINK FLOYD (durante a turnê de 1980-81) e depois por Waters em 1990 para marcar a queda do Muro de Berlin.

“Eu realmente gostei da última turnê que fizemos,” disse Waters. “Fizemos o 'Dark Side of the Moon' inteiro [durante 2006-2008] e eu estava meio que brincando com a idéia de fazer mais um.”

Ele decidiu fazer a turnê do "The Wall" depois que a noiva dele sugeriu e “pôs a idéia na minha cabeça,” ele disse.

“Eu comecei a conversar com a equipe e perguntei se eles achavam que poderíamos realmente fazer isso,” ele explicou. Disseram a ele que desenvolvimentos tecnológicos significavam que era uma proposta de turnê viável.

O novo show vai apresentar um muro de 73 metros de largura e 10 metros de altura e projeções em larga escala – Waters diz que sistemas modernos de projeção permitem a eles emitir imagens no muro inteiro, diferente dos shows anteriores – assim como novos gráficos de vídeo dinâmicos e imagens visuais. Também vai apresentar o famoso avião caindo, enormes bonecos infláveis e pirotecnia, e Waters tem colaborado com o ilustrador Gerald Scarfe, que trabalhou no original.

Perguntado sobre o significado do álbum hoje, Waters explicou o conceito original de “medo e rebelião” e “uma rebelião contra o medo.”

“Eu vejo como uma alegoria da forma como as nações agem perante as outras agora,” ele acrescentou.

Ele passou a descrever mudanças na tecnologia e comunicações como a internet como uma “faca de dois gumes,” identificando a si como otimista mas expressando preocupação também.

“O lado negativo é que a tecnologia é usada como uma ferramenta de propaganda pelas pessoas que regem nossas vidas, os ricos e poderosos que nos dizem o que fazer e nos fazem consumir,” ele disse.

Waters também demonstrou ser sem restrições quanto ao uso da mídia social por tantas pessoas. “Acho que eles podem ‘Twittar’ suas vidas até um limite,” ele disse. “Acho que a tecnologia pode ser muito sedutora.” Aparentemente ele só adquiriu um celular há poucos anos atrás e disse que ele ainda se recusa a ler mensagens SMS.

O renovado site rogerwaters.com faz um apelo aos parentes daqueles que morreram na guerra a postar fotos, que Waters vai projetar no muro da turnê como “um ato de lembrança”.

Waters disse que ele estava ‘envergonhado’ pela participação do governo do Reino Unido na Guerra do Iraque e contrastou as “guerras desnecessárias” no Iraque e Afeganistão com a Segunda Guerra Mundial, na qual seu pai foi morto em 1944 quando Waters tinha cinco meses de idade.

Ele também se colocou contra o antigo primeiro ministro britânico Tony Blair, e disse que ele acha “inquietante” que Blair agora ganhe muito dinheiro no circuito de palestras tendo levado o país à guerra.

Apesar de viver em Manhattan na última década, Waters disse que ele também tem problemas com os EUA. “Eu sou bombardeado com demandas de consumo,” ele disse. “Isso é tudo que se espera de você se você é um cidadão americano.”

“Essa é a forma como a população dos Estados Unidos é mantida sob controle,” ele acrescentou, alegando que a mídia é usada como uma ferramenta de propaganda e que os cidadãos americanos “tem suas vidas corroídas todos os dias por pessoas que governam o país e lobistas.”

Waters também focou nos estados africanos como Serra Leoa pela distância que eles criaram entre o topo e a base da sociedade. Ele acrescentou que os políticos sócio-democratas do norte da Europa “nos mostraram uma alternativa melhor que o capitalismo de excessiva falta de regulação.”

A turnê Live Nation vai ter partida no Lisbon Atlantico Pavilion em 21 de março de 2011, e seguir em Madrid, Barcelona, Milão, Arnhem na Holanda, Budapeste, Praga, Lodz na Polônia, Moscou, São Petersburgo, Helsinki, Oslo, Estocolmo, Copenhague, Londres, Manchester, Dublin, Antuérpia, Paris, Mannheim, Zurique, Hamburgo, Berlin e Dusseldorf.

A turnê, marcada para Março a Junho, atualmente tem três noites no O2 Arena em Londres.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias sobre "Roger Waters"
Todas as matérias sobre "Pink Floyd"

Mais capas de álbuns: a história do rock no Google Street View
Rock e metal: o outro lado das capas de discos
Pink Floyd: Rolling Stone lança edição especial sobre a banda
Pink Floyd: entenda o "estilo Gilmour" de tocar guitarra
Mustaine: uma nota de Gilmour vale mais que muitos solos
Pink Floyd: banda ganhará exposição multi-sensorial
Vocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rock
Pink Floyd: DSOTM - o que escutar antes do fim do mundo?
Alan Parsons Project: Um álbum de audição agradabilíssima
Hunger: uma versão bem mais pesada de "Another Brick In The Wall"
Pink Floyd: um inusitado tributo a Syd Barrett
Pink Floyd: Shine On... a atmosfera Syd Barrett
Pink Floyd: E do caos nasceu "The Wall" - Primeira Parte
Em 05/01/1974: Pink Floyd tenta fazer um álbum sem instrumentos
Pink Floyd: as brincadeiras e enigmas nas capas dos álbuns

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas