Metallica: gosto musical impediu que se tornassem um Maiden

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Metallica: gosto musical impediu que se tornassem um Maiden

Traduzido por Nathália Plá | Fonte: Blabbermouth.net

  | Comentários:

Steven Ward, do PopMatters, entrevistou em 2011 o renomado jornalista de rock britânico Mick Wall sobre seu livro "Metallica: Enter Night - The Biography" ("Metallica: Entre a Noite – A biografia" em tradução livre). Seguem alguns trechos da conversa.

Imagem

PopMatters: Você faz observações sutis no livro de que o Cliff [Burton, baixista falecido] não gostaria do fato da banda seguir em frente tão rapidamente com sua substituição. Acho que você goza o Kirk [Hammett guitarrista] quando ele diz a você numa entrevista que o Cliff iria querer que fosse assim. Mas durante uma das últimas entrevistas com o Cliff, ele não fala sobre a hipótese da morte de Lars [Ulrich, bateria], e então diz que a banda deveria seguir em frente e continuar?

Wall: Não creio que minhas afirmações tenham sido sutis, na realidade. Creio que o que eu digo é evidente. A banda não seguiu em frente porque "o Cliff iria querer que fosse assim", que foi o que eles disseram na época. Eles fizeram assim porque o que mais poderiam fazer? Caras como o Lars e o James [Hetfield, guitarra/vocal], que começaram a banda antes do Cliff entrar nela com certeza não iriam jogar a toalha justo quando a carreira deles estava realmente decolando, mesmo apesar de amarem o Cliff.

PopMatters: Assim como na questão do Cliff, você acha que o METALLICA teria tido tanto sucesso se tivessem mantido o Dave Mustaine na banda?

Wall: Acho que o fato do Dave Mustaine ter sido demitido permitiu que o METALLICA se tornasse muito mais focado. Permitiu que o mesmo acontecesse com o Dave por diferentes razões. O resultado foram duas bandas incríveis, ambas de enorme sucesso.

PopMatters: Houve outros livros sobre o METALLICA, inclusive um muito bom do redator da Metal Hammer Joel McIver. Você escreveu o livro porque achou que era o momento de alguém fazer uma biografia mais compreensível que não fosse tão baseada nos fãs? Obviamente você não conseguiria escrever esse livro se fosse autorizado pela banda, correto?

Wall: Eu não escrevi o livro para fãs e não o escrevi para a banda. Eu o escrevi como escrevo todos meus livros – para aqueles que gostam de bons livros. A história do METALLICA é fascinante. Melhor do que ficção. Senti que era tempo de uma biografia literária apropriada que fosse escrita por adultos.

PopMatters: Fiquei surpreso ao saber de curiosidades da banda em seu livro – James foi frontman de uma banda glam de L.A. sem se esconder atrás de uma guitarra (eu não consigo imaginar isso); a banda escutar PETER GABRIEL e THE POLICE no ônibus de turnê (não é coisa de metaleiro); e, a maior de todas, o Lars ser um baterista tão ruim e ter aulas até a época do "Master Of Puppets". Teve algo que lhe surpreendeu na suas pesquisas?

Wall: Na verdade não. Você tem de compreender que eu os conheci quando eles eram meninos, há quase 30 anos atrás. A amplitude dos interesses musicais deles não me surpreendeu nem um pouco. É uma das principais razões pelas quais eles não se tornaram um SLAYER ou IRON MAIDEN. Num todo, entretanto, tudo sobre a história me surpreendeu. A principal coisa do meu livro é absolutamente não repetir o que todos já disseram. Realmente pensar nas coisas. Conversar com aqueles que estiveram lá, ajudando-os a tomar suas decisões, descobrir o que realmente estava se passando, não o que os escritores fãs contam que aconteceu. Tudo está nas nuances. Eles tem de contar sua própria história e como autor você tem de prestar atenção e estudá-las mesmo quando elas a princípio não parecem fazer sentido para você.

Leia a entrevista na íntegra (em inglês) no PopMatters.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias sobre "Metallica"

Metallica: confira "One" e "Orion" na Argentina
Faixas Instrumentais: VH1 elege as 20 melhores do Hard e Metal
Homenagens: Canções inspiradas em músicos falecidos
Falsificação: polícia inglesa apreende camisetas falsas
Dio: Tributo faz jus à sua importância para a música pesada
Dedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate
Metallica: Vídeo oficial de "One" e "Orion" em Buenos Aires
Metallica: as mil expressões faciais de Lars Ulrich
Metallica: "Sempre seremos criativos", diz Kirk
Metallica: monstro de Jump In The Fire em edição limitada
Guitar World: 11 Álbuns Essenciais do Thrash Metal
Metallica: saiba quanto a banda faturou na América do Sul
Metallica: Confira "The Unforgiven" e "And Justice" na Argentina
Kiss: Paul Stanley continua questionando o Rock Hall Of Fame
Morbid Angel e Metallica: bandas em novo quadro do Arte Extrema

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas