Dio: 2ª parte de discografia comentada no Minuto HM

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Flavio Remote e Alexandre BSide
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 06/01/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Álbum: Rising.

Black Sabbath: em vídeo, Ozzy Osbourne vs. Ronnie James DioLemmy Kilmister: "o Rock'n'Roll nunca vai morrer!"

Dando sequência a série de homenagens ao eterno Ronnie James Dio (http://whiplash.net/materias/news_844/144596-rainbow.html), no início de 76, e após a breve turnê do fim de 75, estava claro que o próximo passo do Rainbow era registrar um novo álbum com a nova formação, uma vez que tais shows mostravam que este novo line-up certamente tinha muita lenha para queimar.

O grupo se reúne em fevereiro na Alemanha e as gravações transcorrem de forma bastante rápida, visto que metade do álbum novo já estava sendo tocado no fim da turnê do primeiro álbum. Com cerca de seis meses de formação, sendo dois deles evoluindo o entrosamento musical através de shows, o Rainbow estava pronto para surgir de forma majestosa no horizonte.

Novamente contando com Martin Birch na produção, o novo álbum tem apenas 6 faixas com cerca de 33 minutos em seu total e é intitulado Rising, como numa alusão à progressão natural da banda. Durante as gravações, além dos talentos de Dio e Blackmore, a idéia era dar espaço para as habilidades de Tony Carey e Cozy Powell, que amparados pela sólida base do baixo de Jimmy Bain, ajudariam os dois membros originais a formar o novo som do Rainbow.

O LP original traz dois lados com características diferentes, o primeiro trazendo faixas menores e mais acessíveis, cuja exceção talvez seja a faixa de abertura, Tarot Woman, pois essa tem espaço para uma introdução dos teclados de Tony Carey. As demais do então lado A são mais diretas, entre elas o single Do You Close Your Eyes, uma faixa com pouco mais de 3 minutos de duração, cuja letra foge um pouco da temática fantasiosa que é mais a característica da banda. Antes deste single, há outra letra interessante, a de Starstruck, que conta até em forma de desabafo os dissabores que Blackmore tem de passar com uma groupie francesa chamada Muriel que o segue por onde ele vá. A outra faixa deste lado, Run With The Wolf, segue o estilo mais comum nas letras de Dio. O segundo lado é mais ambicioso, com 2 faixas de maior duração e espaço para a inclusão da Orquestra Filarmônica de Munique em Stargazer (a grande vencedora da pesquisa do álbum aqui no Minuto HM). A letra desta música traz a história de um mago que enfeitiça seus seguidores a trabalhar sob qualquer condição e a todo custo na construção de uma torre, o que traria dias melhores para todos.

Por fim, o mago acaba caindo da torre e morre, acabando com a esperança cega de todos. Essa letra pode ser interpretada livremente como um aviso a aqueles que se deixam envolver por falsos ídolos ou messias. A faixa que fecha o álbum traz os duelos entre Blackmore e Carey e antes de se chamar A Light In The Black tinha o título provisório de Comin’ Home. Ao contrário do que possa parecer, este segundo lado, com mais espaço para improvisos, acabou por não receber favoráveis avaliações de Dio, que considera um excesso as longas intervenções instrumentais, em especial nesta última faixa.

Continue a leitura deste capítulo no Minuto HM:

http://minutohm.com/2011/07/11/discografia-homenagem-dio-par...

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rock e Metal
Doze ótimos álbuns para iniciantes

Black Sabbath: em vídeo, Ozzy Osbourne vs. Ronnie James DioBlend Guitar: em vídeo, as dez maiores bandas de Heavy MetalRock e Metal: em vídeo, as 10 despedidas mais épicas da históriaTodas as matérias e notícias sobre "Dio"

Ronnie James Dio
"Ozzy me odiou enquanto eu estava no Sabbath!"

Black Sabbath
Iommi relata últimos momentos com Dio em livro

UCR
Top 10 músicas de Dio

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Rainbow"Todas as matérias sobre "Dio"

Lemmy Kilmister
"O Rock'n'Roll nunca vai morrer!"

Ozzy Osbourne
"Eu detesto a expressão Heavy Metal!"

Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1984

Nirvana: após cover estranho, Claudia Ohana diz que público não a entendeuLemmy: "John Lennon era o cuzão dos Beatles!"Led Zeppelin: Cópia Infiel Ato 2, Moral e Ética Parte 1Cavalera Conspiracy: Opiniões de Max e Igor sobre a decadência da cena metalPlanno D: 10 coisas que irritam em show de Heavy MetalEngenheiro de som: em video, exemplo de como ele sofre

Sobre Flavio Remote e Alexandre BSide

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online