Far Beyond Driven: em 1994 o Pantera currava a indústria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 23/03/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Imagem
Blend Guitar: em vídeo, as dez maiores bandas de Heavy MetalAutismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismo

No dia de hoje, em 1994, o PANTERA lançava seu disco mais estupidamente pesado, vanguardista e bem-sucedido até hoje: FAR BEYOND DRIVEN. A capa original (veja abaixo), censurada na versão em CD, era uma metáfora para a indústria fonográfica que se vendia babas com Jewel como sendo ‘rock’ e chorões sem causa como Kurt Cobain (que deu um tiro nos cornos pouco após o lançamento do álbum): uma broca industrial reto acima do mundo. A faixa de abertura, ‘Strength Beyond Strength‘ não poderia ter um nome melhor, ela representava um nível de força ainda maior do que a banda já tivera estabelecido com o antecessor, ‘Vulgar Display of Power‘ (que por sua vez já era um enorme salto em relação a 'Cowboys From Hell').

Imagem

Se com ‘Vulgar Display of Power’ a banda texana já se afirmara como uma das grandes potências do Metal na década de 90, foi com ‘Far Beyond Driven’ que Phil Anselmo, Rex, Vinnie Paul e Dimebag Darrell derrubaram a cerca que a cena mainstream dos EUA TENTA impor à música extrema e chegaram ao topo das paradas da Billboard, algo que uma semana antes do lançamento do disco, era simplesmente INCONCEBÍVEL mesmo para a imprensa especializada. Se o Metallica tinha aberto a década de 90 se diluindo para alcançar as massas, o Pantera fez contrário: jogou mais farinha e pimenta no pirão, e aliado ao SEPULTURA – com quem excursionou para divulgar o disco quando a entourage brasileira ainda promovia ‘Chaos A.D.’ – remodelaria o Metal por toda aquela década, redefinindo desde os timbres de guitarra que o nu metal usaria até o modo de os fãs de metal se vestirem.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rock e Metal
Os dez maiores Deuses dos Riffs

Blend Guitar: em vídeo, as dez maiores bandas de Heavy MetalRock e Metal: em vídeo, as 10 despedidas mais épicas da históriaRock e Metal: os dez músicos mais intimidadoresTodas as matérias e notícias sobre "Pantera"

Pantera
Phil Anselmo questiona versão de Rex sobre sua saída

Pantera
Em 1986, a aversão ao mainstream ainda no underground

Pantera
"Fazíamos o chão tremer, atravessávamos paredes!"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 23 de março de 2012
Post de 06 de abril de 2012
Post de 15 de março de 2016
Post de 15 de março de 2017

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Pantera"

Autismo
Rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismo

Rafael Bittencourt
Com o Aquiles eu não mantenho mais contato

Motorhead
Phil Campbell explica porque não foi ao funeral de Lemmy

VH1: os melhores momento do rock e pop na históriaTatuagens: existe algo errado nesta tatuagem do Dio?Iron Maiden: os três álbuns preferidos de Bruce DickinsonStairway To Heaven: site reúne 101 covers do clássicoLady Gaga: foto com Babymetal usando camiseta do Iron MaidenOzzy Osbourne: foto do pastel favorito do Madman

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online