CJ Ramone: Tinha que provar que poderia fazer um bom álbum

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

CJ Ramone: Tinha que provar que poderia fazer um bom álbum

Postado por Marcos Cabral | Fonte: g1.globo.com

  | Comentários:

Matéria publicada em 24/09/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

CJ Ramone disse em entrevista ao G1.com, que a força que o Ramones tinha na década de 90 na América do Sul era maior que nos EUA, e que achou única a maneira com que o Brasil e a Argentina se identificavam com a banda. "Foi uma relação única. As pessoas entenderam a música, a mensagem e a energia de uma maneira diferente de outros lugares". Disse CJ.

Alguns trechos da entrevista:

G1 - Por que decidiu lançar 'Reconquista' como artista solo?
CJ Ramone - Eu nunca tinha feito um álbum como CJ Ramone, só com outras bandas [Los Gusanos e Bad Chopper]. Mas percebi que tudo que se escrevia sobre Ramones era coisa negativa. Brigas, quem tinha pegado a namorada de quem. Eu queria colocar a atenção de volta na música dos Ramones. Mas tinha que provar que poderia fazer um bom álbum por conta própria.

G1 – Você já disse que recebeu dois convites para entrar no Metallica. Como foi? Teve contato pessoal, fez algum teste? [A biografia do “Metallica”, de Mick Wall, descreve exaustivos testes da banda para encontrar um novo baixista.]
CJ Ramone – Não, o Johnny era amigo de Kirk Hammett, do Metallica. Nós tocamos com eles no festival Lollapalooza. Depois, Kirk falou com o Johnny que eles adorariam que eu fosse tocar com eles. Eu sou um grande fã da banda, adoraria ter entrado. Mas meu filho foi diagnosticado com autismo, tinha que cuidar dele.

G1 – Os Ramones são o arquétipo de uma banda punk. Influenciaram muitos outros grupos, mas ao mesmo tempo viviam em um mundo paralelo, e tinham um líder conservador [Johnny]. O que a palavra 'punk' significava para vocês?
CJ Ramone – Eu e Johnny sempre conversávamos sobre isso. Nos EUA era diferente de outros lugares. Era fazer as coisas do seu jeito. Para nós, Elvis Presley, que levou a música negra para a América branca porque ele queria isso, era um punk. Jim Morrison, Johnny Cash, pessoas que fizeram as coisas do jeito delas, eram punks. Não necessariamente cabelo moicano, agulhas, anarquia e coisas assim. Isso é a versão europeia do punk. A versão americana era mais "f...-se, vou fazer do meu jeito". Não acho que ninguém possa dizer que Johnny Ramone não era um punk, mesmo sendo conservador. Ele nunca deixaria que ninguém ditasse o que ele deveria pensar.

Entrevista completa:
http://g1.globo.com/musica/noticia/2012/09/relacao-da-banda-...

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias sobre "Ramones"

Ramones: museu em Berlim é Santuário para Fãs
Marky Ramone: em Santo André com Michale Graves
Ramones: na capa da nova edição da Uncut Magazine
Punk: "Faça você mesmo" vira "Você não sabe o que está fazendo"
Paul Di'Anno: versões de Ramones e Judas Priest em Estocolmo
Rock e Metal: todo artista tem uma fase vergonhosa
Joey Ramone: livro sobre o vocalista é lançado no Brasil
Ramones: Edições Ideal lança no Brasil livro sobre a banda
Sepultura: vídeo raro de show em turnê com os Ramones
Legião Urbana: semelhanças com faixas dos Ramones e Stooges?
Ramones: box com remasters dos seis primeiros discos
Ramones: o logo da banda em uma versão totalmente inusitada
Marky Ramone e Michale Graves: alguns vídeos do show no RIR
Marky Ramone e Michale Graves: fotos do show no Rock In Rio
Marky Ramone's Blitzkrieg: o que conta é a diversão

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Marcos Cabral

Marcos Cabral, mineiro, vinte e poucos anos, estudante de música, e como muitos por aí conheceu o universo do rock ainda jovem por meio de bandas como Iron Maiden, Metallica, Ramones, Clash entre outras. Fã dos artistas Johnny Cash e Joey Ramone. Acredita na teoria de que a música é o melhor meio de expressar e passar informações, por ser uma linguagem universal. contato: [email protected] .

Mais matérias de Marcos Cabral no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas