Edu Falaschi: o Angra me impulsionou e eu sempre serei grato

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 03/10/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O vocalista do ALMAH, Edu Falaschi, concedeu uma entrevista para o site espanhol LaEstadea.com, onde o músico falou sobre sua carreira no ANGRA. Confira um trecho da entrevista abaixo:

Angra: Iniciado processo de composição de novo álbumAxl Rose: ajudando a confortar garçonete que sofreu ofensa racista

LaEstadea: Alguns meses atrás, nós também conversamos com um de seus ex-colegas do Angra. Um tema de conversa foi a sua saída do grupo, e claro, queremos ouvir o que você tem a dizer sobre isso...

Imagem
Edu Falaschi: Bem, a verdade é que existem muitas coisas (más) que não tem muito a ver com a música, então eu não vou entrar em detalhes. O importante é que depois de passar por muitos momentos tensos e decepções, que começaram em 2003, eu comecei a sentir um cansaço físico e mental. Então, depois de 10 anos eu decidi que era o suficiente. Nem queria continuar cantando as músicas de Andre Matos, são muito boas, mas não é o ajuste natural para a minha voz, eu estava me prejudicando, então eu decidi seguir meu caminho!

LaEstadea: A partir do seu ponto de vista, o que valeu a pena nesses 10 anos?

Edu Falaschi: Se eu comparar os pontos negativos com os positivos, a verdade é que os pontos positivos seriam bem maior. O Angra me deu tudo que eu tenho hoje, é claro, o meu esforço e o meu talento também foram o bastante, mas o Angra me impulsionou na minha carreira, então eu sempre serei grato por esses 10 anos cantando e compondo com eles. Mesmo assim, eu acho que a coisa mais importante que eu ganhei nos últimos 25 anos, foi o reconhecimento dos fãs que encontrei por todo o mundo e sempre irei me lembrar disso.

Leia a entrevista completa (em espanhol) no link abaixo:
http://www.laestadea.com/2013/10/entrevista-con-edu-falaschi...

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Angra
Iniciado processo de composição de novo álbum

Kiko Loureiro: E se eu for feio e morar no Acre?Todas as matérias e notícias sobre "Angra"

Kiko Loureiro
Guitarrista comenta influência do Angra no Heavy Metal atual

Marty Friedman
Kiko Loureiro é um guitarrista maravilhoso

Rock e Metal
Algumas das melhores duplas de guitarristas

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Edu Falaschi"Todas as matérias sobre "Almah"Todas as matérias sobre "Angra"

Axl Rose
Ajudando a confortar garçonete que sofreu ofensa racista

Iron Maiden
Felipe Dylon toca clássicos da donzela

Dave Mustaine
Aquela foi a pior "Master of Puppets" que ele já ouviu

Iron Maiden: uma releitura de "The Trooper" pelo CineMetallica: corrigindo a injustiça contra Jason NewstedMetaleiros: uma chaga aberta no tecido socialClassic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 80Paul Di'Anno: Aula de canto? Baboseira, lance é beber, fumar, etcNoel Gallagher: "me arrependo de ter saído do Oasis"

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online