Judas Priest: Dickinson critica Rob por uso de teleprompters

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em uma entrevista completamente franca e repleta de tiradas bastante sagazes em cima de colegas músicos e até de certos fãs de música, o distinto vocalista do IRON MAIDEN, BRUCE DICKINSON declarou em aberto sua incredulidade com o fato de o líder do JUDAS PRIEST, ROB HALFORD, usar um teleprompter para se lembrar da letra de ‘Breaking The Law’.

Top 5: Músicas InstrumentaisNirvana: veja fotos raras da banda no Brasil em 1993

Falando com o jornal bretão The Guardian, a lenda viva do Metal classifica a fama como ‘o excremento da criatividade’, zomba de bandas obcecadas com si próprias e que desfilam como ‘se tivessem um espelho amarrado nelas’, pergunta por que sua banda não tem tanta atenção da mídia como recebe ELVIS COSTELLO, apesar de eles terem vendido cinco vezes mais discos, e critica o fato de os shows em festivais terem sido dominados por um público que espera tratamento VIP e ‘uma tenda com ar-condicionado’.

Depois de atacar bandas que usam cantores escondidos na coxia – prometendo que em um show do Maiden ‘só há um vocalista, não há ninguém se escondendo por de trás dos amplificadores, ao contrário de alguns outros aí que nós não devemos mencionar’ – Dickinson então dá uma alfinetada de leve em outra lenda do gênero, e ex-colega de dueto – Rob Halford, por seu uso de um teleprompter AutoCue no palco. “Eu nunca me dei conta que as pessoas estavam usando Autocues. Pra que essa porra? As pessoas pagam um bom dinheiro e você nem se lembra da porra da letra. O mais absurdo que já vi foi ‘Breaking The Law’. Está na porra do Autocue. ‘Breaking the law, breaking the law / Breaking the law, breaking the law / Breaking the law, breaking the law / Breaking the law‘ – e daí advinha o que vem? – ‘breaking the law. ’ É ridículo!“

Imagem

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Bruce Dickinson
A diferença entre cantar em shows e pilotar avião

Top 5: Músicas InstrumentaisTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Lady Gaga
Veja mais fotos do ensaio com camisa do Iron Maiden

Speed Clothes
Roupas de banho trues para musas headbangers

Iron Maiden
As figuras do tema espacial de "The Final Frontier"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 22 de junho de 2014
Post de 25 de junho de 2014

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Bruce Dickinson"Todas as matérias sobre "Judas Priest"Todas as matérias sobre "Iron Maiden"Todas as matérias sobre "Rob Halford"

Nirvana
Veja fotos raras da banda no Brasil em 1993

Paul Di'Anno
O que acontece quando alguém joga cerveja nele?

Manowar
Régis Tadeu comenta sobre fãs da banda no Pânico

Linkin Park: um exemplo mostra que é a banda mais foda do mundoFotos clássicas: Axl Rose e seu 'tijolão' celularEm 16/08/1938: Morre Robert Johnson, cantor e guitarrista de bluesCreed: suicídio, alcoolismo e abuso na infânciaStage Dive: os saltos mais épicos e insanos do rockDeep Purple: "amo estar numa banda", diz Glover

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online