Whiplash.NetMenuBuscaReload

Raimundos: "Deu onda" é coisa fugaz e vai durar dois meses

 Compartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Bruce William, Fonte: Olhar Direto
Enviar correções  |  Comentários  | 

Digão, do Raimundos, bateu um papo com Paulo Victor Fanaia Teixeira do Olhar Conceito. Leia a matéria completa aqui, e veja alguns trechos mais abaixo.

Metallica e Iron Maiden: em versão moda caipiraRob Halford: "Heterossexuais não conseguem cantar no Judas"

Digão, como você enxerga o cenário rock atualmente?

“A gente tá vivendo um momento de muitas mudanças, o rock n´roll não é o que está em voga, não é o que está nas rádios, você vê uma febre de sertanejo e um pouco do funk. Mas isso é uma coisa que não me preocupa, pois acho que rock n´roll vai estar ali borbulhando no underground e ele é de ciclos. Tivemos o ciclo dos anos 80 e 90, em 2000 tivemos uma galerinha, mas já foi algo mais diluído. Acredito e essa é a mensagem que passo para todo mundo que curte rock n´roll e que tem banda de rock: não deixe de acreditar, não tente fazer musiquinha só para diretor de rádio. Faça música sua, algo seu, pegue suas influencias, misture em um caldeirão e faça algo seu, pois se você se preocupar com os moldes você estará matando aquilo que é mais importante: a descoberta de coisas novas. Estou na fé e o fato de o sertanejo está lá...bem, o que me deixa mais tranquilo é saber que eles estão lá não por motivos musicais, mas por grana que está comprando os espaços, nos rádios, compram espaços na TV, e é isso. O rock está ali por fora, e é nas beiradas que você chega à sopa”.

Imagem

E o Raimundos no meio disso?

“O Raimundos tem seu espaço garantido, mas todo mundo sentiu um pouco a diminuição do público e no número de casas de shows, lugares para tocar. Mesmo assim conseguimos fazer o DVD acústico que vai fazer a gente entrar em camadas que não entrou ainda. Gravamos em novembro de 2016, com participações maravilhosas, como Marcão do Charlie Brown Jr., Alexandre, do Natiruts, Dinho do Capital Inicial, Ivete Sangalo...e ficou muito bom. Tudo funcionou bem, ficou muito bom, todas as participações, o DVD, com fotos lindíssimas. Gravamos em Curitiba, no teatro Positivo, um lugar maravilhoso, enorme e mesmo com Guns N´Roses tocando no mesmo dia que a gente, concorrendo com eles, mesmo assim ficou ótimo. A gente não se abalou e fizemos do mesmo jeito, o palco, o cenário e o telão. O DVD chama-se ‘Acústico Raimundos’. É nosso disco de inéditas, foi a Som Livre que ajudou a fazer esse DVD”.

(...)

Bem diferente do rock, no rock o baterista é importante, o baixista é importante, é uma banda, cara, isso é música, eles se conheceram na escola, montaram a banda, tinham um sonho, tomaram na cabeça e a coisa foi...isso é música, isso é pra sempre”.

Realmente...

“É...esses dias eu tava me lembrando: e aquela música mesmo que o pessoal cantava, do vagalume? ‘vou caçar mais um milhão de vagalumes por aí...’

"Vagalumes", da banda Pollo?

"É...essa música tocou muito. Cadê? Não me lembro dessa banda, não lembro da cara deles, não se vê em lugar nenhum, enquanto isso o Legião Urbana está tocando, Capital está tocando, o Rappa, Raimundos nas rádios. É uma coisa que é pra sempre. Não aguento essas musiquinha ‘ah, não sei o que me deu onda, nhenhemnhem’ (funk "Deu Onda", do MC G15). Aquela coisa fugaz, música que vai durar dois meses. Não se fazem mais coisas para durar, saca...móveis, carros. É triste”.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

 Compartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rock nacional
Ele está morto e todos viraram cervejeiros

Raimundos
Veja HQ baseada na letra de "Puteiro em João Pessoa"

Raimundos
Canisso relembra fase pós-Raimundos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 25 de janeiro de 2017
Post de 27 de janeiro de 2017

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Raimundos"

Moda de Rock
Metallica e Iron Maiden com violas caipiras

Rob Halford
"Não creio que um heterossexual possa fazer o que faço!"

Lemmy Kilmister
"Esta coisa de Black Metal me faz rir!"

Kiss: filha de Gene, Sophie Simmons, é uma patcha de uma gostosaAlemanha: as dez maiores bandas de Metal do paísMetal: as oito maiores tretas entre músicos do gêneroVan Halen: a capa "punk" do primeiro álbum que a banda rejeitouSlash: detesta fantasiar sobre como teria sido o Guns N' RosesMetallica: os 10 melhores riffs de acordo com o Teamrock.com

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online