Deep Purple: estamos apavorados com o fim da banda, diz Ian Paice

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

Durante conversa com a Rock Antenne, o baterista Ian Paice e o baixista Roger Glover falaram sobre a turnê "The Long Goodbye" do Deep Purple, que deve ser a última da banda.

Rock e Metal: Doze ótimos álbuns para iniciantesSlash: A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gay

"Se Roger e Ian conseguirão viver um sem o outro":

Ian: "Bem, conseguiremos sim, mas será emocionalmente complicado por termos estado próximos a maior parte de nossas vidas. É bizarro imaginar que num futuro próximo não estaremos excursionando mais juntos. Mas no fim das contas, somos músicos. Ele (Roger) é compositor, mesmo se o Purple decidir que é hora de pendurar as chuteiros, vou parar de tocar bateria? Não. Ele vai parar de compor? Não. George Harrison (Beatles) fez um álbum maravilhoso chamado 'All Things Must Pass' (Tudo deve passar). E a palavra chave é 'deve'. Você não gostaria que acontecesse, mas é a realidade do mundo em que vivemos".

Roger: "Pessoalmente, é o começo do adeus, eu acho. Não sabemos o que vai acontecer. Acho que podemos gravar um novo álbum".

Ian: "Penso isto também".

Roger: "Mas, vamos ver. Levamos dois ou três anos para gravar nossos álbuns, e às vezes até um pouco mais. Tenho 71 hoje, terei 75 quando lançarmos um novo disco, talvez 74... não sei. Este é o ponto, o fato da gente não saber. 'InFinite' e 'The Long Goodbye Tour' estão aí pra você interpretar como quiser, mas não estamos dizendo que é definitivamente o fim".

Ian: "A música é infinita. A música é imortal. É um registro que documenta o momento da mesma maneira que você vê quando vai a um museu e se depara com algo de 300 anos atrás. Está ali pra sempre, é infinita. Há várias maneiras de você pensar sobre a palavra e debater seu sentido, mas infelizmente, a humanidade não é infinita".

Imagem

"Se Ian e Roger temem envelhecer":

Ian: "Não, tememos o fim do Deep Purple".

Roger: "É uma família. Não apenas uma família. É um destino. Compartilharmos este lado de nossas vidas por muito tempo. Não consigo imaginar como será a vida sem o Deep Purple. Isto nos proporciona não apenas o nosso sustento, mas também duas vidas. A vida na estrada e a vida em casa com a família".

Ian: "E ambas são necessárias. Se você está na estrada e fica cansado daquilo, sabe que pode voltar pra casa. Perder um dos dois lados é assustador".

Roger: "Viajamos muito, somos afortunados de termos fãs no mundo inteiro, há poucos países que não visitamos. Uma noite você está em Paris, na outra janta em Tóquio. Nem pensamos nisto pois é parte de nossas vidas, e isto vai parar, sentirei falta. Uma das coisas mais legais de estar em uma banda de rock famosa é que visitamos o mundo inteiro várias vezes, é um privilégio que poucas pessoas tem".

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rock e Metal
Doze ótimos álbuns para iniciantes

Smoke on the Water: jovens garotas tocam clássico do Deep PurpleDeep Purple: gravadora deu a ideia para título de novo discoDeep Purple: Roger Glover garante que turnê do "adeus" será longaDeep Purple: confira nova música, "All I Got Is You"Todas as matérias e notícias sobre "Deep Purple"

Iron Maiden
Assista jam histórica com o Deep Purple em 2002

Metal Hammer
Os maiores hits do rock eleitos em votação

Deep Purple
Ian Gillan fala de sua relação com o dinheiro

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 26 de fevereiro de 2017

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Deep Purple"

Slash
A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gay

Slash
Guitarrista enumera seus 10 riffs favoritos

Green Day
10 coisas que você não sabe sobre a banda

Marco Loiacono - talvez a maior coleção de Motorhead do BrasilGuns N' Roses: Alcione usa rosto de Axl Rose no RIR e ele agradeceThrash Metal: as 10 melhores baladas de bandas do gêneroSmoke on the Water: gravação que reuniu bandas clássicas em 1989Lobão na Veja: "Vou fazer uma camiseta 100% elite branca"Angra: Ricardo Confessori fala sobre a música "Nothing to Say"

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online