Andreas Kisser: pela enésima vez, ele diz não ligar para pedidos de reunião

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Igor Miranda
Enviar correções  |  Comentários  | 

O guitarrista Andreas Kisser voltou a deixar claro que não liga para os pedidos de reunião da formação clássica do Sepultura. O comentário foi feito em recente entrevista ao site EonMusic.

Rock in Rio: Por que o Metal foi excluído da programação?AC/DC: "Jesus era um homem inteligente, não filho de Deus"

Imagem

Questionado se é frustrante ter que lidar com pedidos de reunião com Max e Igor Cavalera, mesmo após tanto tempo com Derrick Green nos vocais, Andreas disse: "Nos acostumamos. As pessoas têm certos tipos de expectativas e ideais e muitos sequer viram o Sepultura com aquela formação. Não nos incomoda (os pedidos), é uma parte do que somos. Não estamos trabalhando nisso, garanto", disse.

Ele entende a curiosidade relacionada ao assunto, mas reforçou que nenhum tipo de reunião tem sido planejada. "Estamos tão ocupados trabalhando com o novo disco, fazendo o que fazemos e isto não faz parte dos nossos planos", afirmou.

O entrevistador diz, em um momento anterior do bate-papo, que Derrick Green parecia uma escolha pouco usual para substituir Max Cavalera, mas que se firmou depois de todo este tempo. Andreas complementa: "Derrick é aquele que mostrou o futuro para a banda. Não queríamos uma cópia do Max. Queríamos fugir disto, pois pensamos que encontrar um clone seria algo estúpido. Ouvimos vários cantores, até Chuck Billy do Testament, mas queríamos alguém desconhecido. Derrick foi sugerido por alguém que trabalhava na Roadrunner, Mike Gitter", disse.

O guitarrista destacou os atributos de Derrick Green. "Quando ele nos mandou a fita, sentimos que ele poderia cantar de forma gutural, pesada, mas com várias possibilidades, ótimo senso melódico. Ele também interagia conosco, porque não é só uma questão técnica, sabe? Temos que viver juntos, é como nossa segunda família, então precisamos nos dar bem", afirmou.

Comente: Já deu o assunto, ou ainda não?

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rock in Rio
Por que o Metal foi excluído da programação?

Kreator/Sepultura, Part Soilwor/Aborted: show na terra da rainhaTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

Max Cavalera
Falando sobre Wayne Static e outras mortes no Metal

Max Cavalera
Disputa com o "inimigo" Sarcófago ainda rende

Covers
Blog elege Top 5 por bandas brasileiras de Rock/Metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 09 de março de 2017

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Sepultura"Todas as matérias sobre "Andreas Kisser"

Brian Johnson
"Jesus era um homem inteligente, não filho de Deus"

Roaaaaargh
Michael Jackson, Britney e Oasis em versões Death Metal

Lemmy Kilmister
Chorando, Dave Grohl se despede do grande amigo

Marco Loiacono - talvez a maior coleção de Motorhead do BrasilGuns N' Roses: Alcione usa rosto de Axl Rose no RIR e ele agradeceThrash Metal: as 10 melhores baladas de bandas do gêneroImportando Metal: músicos gringos que atuam ou já atuaram em bandas brasileirasRock: discos e bandas que mais venderam em todos os temposThe Kinks: Em 1964, o lançamento de "You Really Got Me"

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013 – apesar de ainda manter por lá uma coluna semanal, chamada Cabeçote.

Mais informações sobre Igor Miranda

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online