Pantera: Loudwire elege as 10 melhores músicas da banda

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Pantera: Loudwire elege as 10 melhores músicas da banda


  | Comentários:

Escolher as 10 melhores músicas do PANTERA não é tarefa fácil, já que existem tantas que são fodas, cheias de poderosos grooves que fazem abrir a roda; ritmos ressonantes que poderiam fazer chocalhar seus dentes e fazer com que eles saltassem de suas gengivas. Essas são as principais características sonoras da Pantera, sem dúvida, uma das bandas de metal mais importantes dos anos 90 e do gênero em geral. O quarteto do Texas uniu tudo o que estava em seus corações: Philip Anselmo, Dimebag Darrell, Vinnie Paul e Rex Brown fizeram isso acontecer. Os fãs de metal batiam cabeça furiosamente até seus pescoços doerem, graças a esses grooves cheios de energia e ao frontman Phil Anselmo. Mas a música do Pantera faz você pensar duas vezes. O catálogo da banda é repleto de alguns dos riffs mais memoráveis ​​de todos os tempos, e declarações líricas que foram tatuadas e foram entregues de volta em forma de coro nos shows ao vivo. Então, sem mais delongas, aqui está uma lista, elaborada pelo site Loudwire, das 10 melhores músicas do Pantera.

10. "Goddamn Electric" do álbum 'Reinventing the Steel' (2000)

Imagem

'Reinventing the Steel' viria a ser o último álbum da banda, sem o conhecimento de ambos, eles e os fãs. Ainda assim, o Pantera fez o que eles faziam de melhor, e isso foi demonstrado em "Goddam Electric". O riff robusto, combinado com os ruivos de Anselmo, “Don't waste your time / Embrace it”, representou os últimos dias da banda, mas ainda um claro exemplo de um belo hino.

09. "5 Minutes Alone" do álbum 'Far Beyond Driven' (1994)

Imagem

Esta jam de 'Far Beyond Driven' é outra clássica cheia de grooves do Pantera. Desde que os titãs do Texas sucederam um puta álbum denominado 'Vulgar Display Power', eles sabiam que tinham que chegar mais fortes no próximo trabalho e eles fizeram exatamente isso com "5 Minutes Alone". É brutal o suficiente para fazer você bater cabeça até ter uma concussão.

08. "Suicide Note Pt. I' and 'II" do álbum 'The Great Southern Trendkill' (1996)

Imagem

Sabemos que são duas músicas, mas uma não pode existir sem a outra. Uma é bem emotiva, a outra, selvagem. 'PT I' é a canção mais experimental do Pantera, trocando a distorção de guitarra em favor de um acústico de 12 cordas. Anselmo entrega de forma particular, letras devastadoras, entoadas tão assombrosamente que causa até arrepios. 'PT. II' é um contraste: rock, alto, sórdido e quase punk do início ao fim, mostrando uma virada barulhenta e extrema que a banda trás em 'The Great Southern Trendkill'.

07. "This Love" do álbum 'Vulgar Display of Power' (1992)

Imagem

Uma balada por excelência e uma canção de amor dentro do metal. Não há muitas iguais a "essas" por aí, e mesmo se houvessem, poucas são tão sinceras ou duradouras como esta. A música deve (e pode) servir como modelo de composição para bandas de metal pesado, agressivas ou que querem mostrar seus lados emocionais. Anselmo foi capaz de engrenar um canto limpo com sua marca registrada, sem nunca sacrificar a intensidade. "This Love" também é a música em que a banda ganhou uma erupção de fãs do sexo feminino.

06. "Becoming" do álbum 'Far Beyond Driven' (1994)

Imagem

Grooves poderosos, no Pantera sempre foram partes integrantes do som da banda, mas eles realmente aperfeiçoaram o estilo em "Becoming". Neste ponto da carreira, eles tinham se tornado deuses e o tom de guitarra de Dimebag era tão distinto como um DNA. Anselmo atinge um lado mais pessoal, novamente, cantando sobre como se tornar um homem, uma experiência que muitos fãs do Pantera estavam atravessando, tornando-se uma das melhores músicas de Pantera.

05. "Mouth for War" do álbum 'Vulgar Display of Power' (1992)

Imagem

Que maneira infernal de lançar um álbum, com uma batida que faz o coração querer sair pela garganta. Na parte em que Anselmo canta: “I've moved mountains with less / When I channel my hate to productive / I don't find it hard to impress”, virou uma filosofia e um grito de guerra, não de uma geração, mas de um gênero. Execução impecável do Pantera, velocidade e groove são evidentes em cada nota de "Mouth for War". Revenge nunca soou tão foda.

04. "Cemetery Gates" do álbum 'Cowboys From Hell' (1990)

Imagem

O Pantera em matéria de baladas - sem falar da capacidade de Anselmo em atingir notas altas - se destaca com esta canção clássica do metal. A banda foi capaz de nos mostrar um lado sensível. Mas não se engane - ela não é sempre suave. Influências mais tradicionais, como JUDAS PRIEST são possíveis de se identificar em "Cemetery Gates" e continua sendo uma das favoritas dos fãs em 'Cowboys From Hell'.

03. "Fucking Hostile" do álbum 'Vulgar Display of Power' (1992)

Imagem

Hinos são o pão e a manteiga do Pantera, talvez nenhum mais do que "Fucking Hostile". Anselmo - Sr. Anselmo para você - se denomina a voz de uma geração do metal nesta música. Mente e coração. Uma das preferidas em 'Vulgar Display of Power', é executada com uma bateria bem punk-rock sendo uma das mais rápidas do grupo, é por isso que está nesta lista.

02. "Domination" do álbum 'Cowboys From Hell' (1990)

Imagem

O poderoso groove no final da canção é o segundo riff mais notável do repertório da banda - vocês sabem o primeiro! Mas se isso não fizer sua circulação pulsar, fará você ficar tão agitado que irá bater cabeça tão forte que você quebrará até seu pescoço, nada mais. O riff que entra em ação em torno dos 3min e 50seg, levará qualquer fã do Pantera para fora de órbita.

01. "Walk" do álbum 'Vulgar Display of Power' (1992)

Imagem

Ainda há dúvidas de qual seria a número 1 desta lista? O riff recorrente não é apenas o mais definitivo de todo o repertório do Pantera, mas também é indiscutivelmente um dos 5 melhores riffs do metal de todos os tempos. Ele encarna toda a essência do Pantera em pouco mais de cinco minutos, e é por isso que "Walk" leva o primeiro lugar das 10 melhores músicas do Pantera.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Os responsáveis são citados no texto. Não culpe os editores do Whiplash.Net. :-)

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Melhores e Maiores
Todas as matérias sobre "Pantera"

Pantera : 20 anos do lançamento de "Far Beyond Driven"
Pantera: Anselmo fala do foco na gravação do "Far Beyond Driven"
Cobain: músicos do Korn, Judas, Pantera e AIC falam sobre legado
Dimebag Darrel: uma década do seu último registro de estúdio
Guitar World: 11 Álbuns Essenciais do Thrash Metal
Pantera: remaster de Far Beyond Driven tem boas vendas iniciais
Phil Anselmo: comentando cover que o Pantera fez do Black Sabbath
Vinnie Paul: é hora de esquecer reunião e seguir em frente
Phil Anselmo: um animal enjaulado na turnê do Far Beyond Driven
Pantera: a edição de aniversário de "Far Beyond Driven"
Phil Anselmo: vídeo inusitado em homenagem a Dave Brockie do GWAR
HellYeah: banda lança duas faixas do novo álbum
Pantera: edição especial e curiosidades do "Far Beyond Driven"
Phil Anselmo: como um animal acuado em "Far Beyond Driven"
Vinnie Paul: "imitação é a maior forma de elogio"

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas