Stratovarius: "Nunca fomos mainstream e nem queremos ser..."

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Stratovarius: "Nunca fomos mainstream e nem queremos ser..."


  | Comentários:

Qualquer um que tenha vivido a década de 90 não precisa ser apresentado ao Stratovarius, pois a banda era figurinha carimbada em revistas e eleições dos melhores do ano, com álbuns que ficaram marcados na história do Power Metal melódico. Hoje em dia o estilo está “por baixo”, mas isso não quer dizer que bandas como o Stratovarius perderam sua importância, pelo contrário, visto que possuem fãs apaixonados ao redor do mundo. Fãs que certamente irão conferir o show da banda no próximo dia 18 de Maio, no Carioca Club em São Paulo, e para falar sobre isso conversei com o vocalista Timo Kotipelto, que mostrando muita simpatia, fala mais sobre o Brasil, o novo disco Nemesis e sobre o momento atual do estilo e da música em geral. Confiram que vale a pena...

Imagem

Vicente - Vocês virão tocar novamente no Brasil em maio. Qual é a sua melhor recordação dos shows anteriores aqui?

Timo Kotipelto: Há tantas boas lembranças ao longo dos anos! Já tocamos no Brasil várias vezes e é sempre bom voltar. Fãs brasileiros são os melhores do mundo! Eu tenho alguns bons amigos aí, que eu tenho intenção de encontrar em maio. Ainda me lembro dos shows pequenos e exóticos que fizemos em nossa primeira turnê, mas, claro, lembro de todos os grandes shows com 6.000 fãs gritando.

Vicente - O que você espera deste novo show aqui? E o que os fãs daqui podem esperar do Stratovarius?

Timo Kotipelto: Eu estou esperando uma festa do metal! Estou ansioso para ver as pessoas cantando junto e enlouquecendo na platéia. Temos um novo baterista, e a banda está provavelmente melhor do que em anos anteriores. O espírito no Stratovarius está ótimo e estamos nos divertindo muito no palco. Também estou muito excitado em poder cantar as novas músicas ao vivo! Os fãs podem esperar um bom espetáculo do Stratovarius, muitas músicas conhecidas para cantar e talvez algumas inesperadas também. Vai ser ótimo encontrar os fãs novamente.

Imagem

Vicente - Para você, quais são as músicas que nunca podem estar fora de uma apresentação do Stratovarius? Quais são as novas músicas que certamente entrarão no set list?

Timo Kotipelto: Está ficando cada vez mais difícil escolher as músicas para o set list porque temos tantos álbuns. Se não tocarmos “Hungting High and Low” muitos fãs se decepcionarão. Mas eu também gosto de cantar essa música. Nós certamente iremos tocar alguns velhos clássicos do Stratovarius, mas também bastante canções novas de Nemesis. Pelo menos “Unbreakable” vai estar no set, com certeza! O set pode mudar um pouco de dia para dia. Mesmo agora, quando estamos em turnê pela Europa, por vezes, alteramos a ordem das músicas. Também é divertido para nós e, por vezes, alguns fãs estão vendo muitos shows, assim eles tem uma chance de ouvir mais músicas.

Vicente - Vocês já tocaram em muitos países no mundo nos últimos anos. Você acha que esses dias são melhores ou piores para as bandas em geral?

Timo Kotipelto: Está ficando cada vez mais difícil, especialmente para as novas bandas. As vendas de discos estão caindo cada vez mais e é por isso que é muito difícil conseguir um contrato de gravação. É também por isso que muitas bandas estão em turnê hoje em dia. Porque você tem que fazer a sua vida e, basicamente, essa é a única maneira de fazê-lo. Depois, há tantas bandas em turnê que os fãs simplesmente não podem dar-se ao luxo de vê-los todos e não têm tempo para ver todos eles. Estou muito orgulhoso dos fãs de metal porque eles ainda apóiam as suas bandas favoritas. Stratovarius está mais forte do que nunca, gravando músicas novas e viajando sempre. E isso é por causa de nossos fãs! Então, obrigado por vocês estarem sempre lá!

Vicente - Vamos falar sobre o seu novo álbum, "Nemesis". Como foi a gravação e as composições deste álbum?

Timo Kotipelto: Depois que encontramos o nosso novo baterista Rolf Pilve algumas das músicas já estavam compostas e outras não. Ele é um baterista de metal muito flexível e contundente, então suas habilidades nos deram a chance de compor o tipo de música que queríamos. Comparado com o álbum Elysium, Nemesis foi de certa maneira mais fácil de fazer. Principalmente porque tivemos muito mais tempo no estúdio para ele. Quando começamos a gravação de Elysium (2011), já havíamos confirmado a turnê e realmente tivemos de apressar tudo no estúdio. Desta vez as coisas foram mais fáceis. Além disso, a maior diferença foi que Matias mixou o álbum inteiro sozinho. Elysium foi co-mixado por Mikko Karmila. Desta vez eu não queria cantar em um estúdio grande, mas em vez disso Matias e eu fomos para uma casa de campo para gravar os vocais. Isso funcionou muito bem. Nós gravamos os vocais durante o final da tarde e à noite e depois de um dia de trabalho íamos para a sauna com um par de cervejas. Um clima muito descontraído e agradável. Matias gravou tudo em seu estúdio, exceto os teclados e vocais. Jens gravou suas partes em seu estúdio na Suécia.

Vicente - Mesmo muito cedo, a reação dos fãs está sendo como você esperava?

Timo Kotipelto: As reações têm sido muito positivas. Os fãs parecem gostar do novo álbum. E até mesmo a imprensa parece gostar de Nemesis. Estamos muito felizes que o álbum está sendo tão bem recebido. Parece que esta é uma nova era para a banda.

Vicente - A capa de "Nemesis" ficou bem legal. De quem foi a ideia?

Timo Kotipelto: Foi feita por Guyla Havancsak. Um artista Húngaro que também fez Polaris e Elysium. Jens esteve em contato com ele e contou tudo sobre o titulo e as letras. E então ele fez a sua visão de Nemesis. É uma capa realmente muito bonita.

Imagem

Vicente - Quais são seus maiores objetivos para 2013?

Timo Kotipelto: Viajar e promover o álbum. Agora nós estamos em turnê na Europa. Em seguida, vem a turnê sul-americana e alguns festivais de verão. Podemos fazer mais shows no Outono. Neste momento estou apenas concentrado no show do dia e me divertindo no palco com os caras da banda e os fãs.

Vicente – Hoje em dia, as bandas que tocam Power Metal vem sofrendo, visto que o estilo perdeu muito de sua popularidade, e muitos fãs do metal alteraram suas preferências para um som mais simples ou extremo. Como você vê esses "novos dias", e você sente que Stratovarius pode ter perdido alguns "fãs temporários", mas que os verdadeiros fãs continuam ao seu lado?

Timo Kotipelto: É normal que as tendências musicais vêm e vão. Os reais fãs do Power vão permanecer fiéis ao gênero, mas é claro que é correto ouvir todos os tipos de música! Parece que os anos 80 estão de volta um pouco e, provavelmente, vai ser o power metal novamente mais adiante. Stratovarius ainda está muito bem e estou muito feliz com isso. Nós nunca fomos mainstream e eu nem quero ser mainstream. Hoje em dia é até legal gostar de power metal, porque não é o que todo mundo está ouvindo.

Vicente - Como é a cena na Finlândia, para o Rock e Metal?

Timo Kotipelto: A cena Metal e Rock na Finlândia ainda é muito, muito boa. Tantas bandas boas surgiram na Finlândia e ainda há novas e promissoras bandas aparecendo.

Vicente - Quando você começou na música, quais foram as suas maiores influências, que inspiraram você?

Timo Kotipelto: Bandas como Deep Purple, Iron Maiden, Rainbow, Dio. E vocalistas destas mesmas bandas: Ronnie James Dio, Ian Gillan e Bruce Dickinson.

Vicente - Em poucas palavras, o que você pensa sobre essas bandas: Helloween, Iron Maiden, Angra, Deep Purple e Sonata Arctica.

Timo Kotipelto: grandes bandas! Estivemos em turnê com o Helloween, Angra e Sonata Arctica. Espero que possamos tocar com os outros também.

Vicente - Por fim, deixe uma mensagem para todos os brasileiros que curtem o som de Stratovarius

Timo Kotipelto: Eu amo o Brasil e os fãs brasileiros, o Brasil tem e sempre terá um lugar especial no meu coração! Eu estou realmente ansioso para voltar nesta turnê. Obrigado!!

Imagem

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Entrevistas
Todas as matérias sobre "Stratovarius"

Stratovarius: assista ao trailer do documentário "Nemesis Days"
Avalon: revelado nome do álbum e os músicos restantes
Jens Johansson: algumas perguntas para Don Airey
Stratovarius: banda inaugura página no Instagram
Timo Tolkki's Avalon: disponível novo video em estúdio
Stratovarius: assista o novo clipe da faixa "Unbreakable"
Capas Ridículas: LaWeekly elege as piores de Metal de 2013
Timo Tolkki: o Stratovarius estava morto depois de 2004
Timo Tolkki's Avalon: com antigo tecladista do Stratovarius
Rob Rock e Michael Kiske: em nova Opera Metal de Timo Tolkki
Timo Tolkki's Avalon: baterista do Stratovarius estará em álbum
Timo Tolkki: sequência de Avalon em 2014, com Simone Simons
Timo Tolkki: mais uma explicação sobre a confusão com brasileiros
Timo Tolkki: explicando declarações após bate-boca no Facebook
Timo Tolkki: surtando no Facebook com a filha contra brasileiros?

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas