Les Mémoires Fall: entrevista com Emerson Mördien

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Les Mémoires Fall: entrevista com Emerson Mördien

Postado por Erik Castro | Fonte: HellYeah! Prod.

  | Comentários:

Formada em Abril de 2011, em São José dos Campos, São Paulo, a LES MÉMOIRES FALL, com sua sonoridade escura e melancólica, propõe um Doom Metal com influências fortes de Gothic Metal, assimilando elementos já consolidados deste direcionamento, explorando vocais femininos em alternância aos guturais e riffs hipnóticos, esbanjando melodia em passagens cadenciadas com teclados bem encaixados. Conversamos com Emerson Mördien (Baixista/Vocal/Fundador), que nesta entrevista conta sobre a trajetória da banda, suas concepções e planos para o futuro.

Imagem

HellYeah! Prod.: Primeiramente, agradecemos pela disponibilidade por conceder esta entrevista. Inicialmente, conte-nos um pouco sobre a origem da banda, de onde surgiu a iniciativa de dar vida a LES MÉMOIRES FALL?

Emerson: Obrigado HellYeah! pelo espaço para a entrevista. A banda surgiu no final de março e começo de abril de 2011. De início era somente um projeto meu e de uma vocal para lançarmos 4 músicas sem nenhuma pretensão maior, já que eu integrava a banda de heavy metal MELLINE que já tomava boa parte do meu tempo,mas ainda assim pelo amor ao Doom Metal queríamos fazer algo nesse estilo. Fizemos essas 4 músicas mas não conseguimos outros músicos para gravar a bateria e teclado então deixamos a banda na geladeira por um tempo. O projeto somente se tornou banda mesmo em janeiro deste ano quando se juntaram a mim a vocal Nyx Bastet,o guitarrista Leonardo Santos e o batera que já tocava comigo no MELLINE, o Bill Vieira. Foi com essa formação que gravamos nosso primeiro single “Deception”. Logo após entraram a tecladista Alicya Haze e a guitarrista Endrea Vanes.

Imagem

HellYeah! Prod.: A banda tem pouco mais de um ano e meio de existência, mas já possuí material gravado. Quando decidiram iniciar o projeto, já possuíam composições prontas para serem trabalhadas? Podemos encontrar no YouTube um vídeo da banda executando um cover para a música Countess Bathory, do VENOM, que esteticamente diverge da proposta da LES MÉMOIRES FALL. Conte-nos um pouco sobre suas influências e o porquê de direcionar sua sonoridade, fundamentalmente, para o Doom/Gothic Metal.

Emerson: A ideia do projeto, de início, era justamente fazer música própria. Então, quando o projeto acabou virando banda, nós já tínhamos 4 músicas prontas. Sobre as influências, na banda cada um tem um estilo de metal preferido em especial o Doom Metal e o Gothic Metal, além do Death Metal e do Thrash também. As bandas que mais influenciam na sonoridade da banda são MY DYING BRIDE, THE GATHERING, THE RIVER, TRISTANIA, ANATHEMA e KATATONIA do início( The Silent Enigma e Dance of December Souls respectivamente). Sobre o cover de Venom foi somente uma homenagem a esta importante banda que curtimos assim como SLAYER, DEATH, MORBID ANGEL entre outras. Achamos que seria massa fazer essa versão e fizemos. Acho que o pessoal curtiu a nossa versão!

HellYeah! Prod.: No começo de 2012, a banda disponibilizou em suas redes sociais a música Deception, que inclusive, integra a coletânea Doomed Serenades, um marco para a história do Doom Metal nacional, por ser a primeira compilação dedicada somente a esta vertente. Fale um pouco sobre a aceitação desta faixa e sobre a repercussão da coletânea para vocês.

Emerson: "Deception" foi a primeira música e letra que compus para a LES MÉMOIRES FALL e tenho um grande carinho por essa música. A recepção foi ótima! Gravamos tudo muito rápido, em um dia aqui em São José dos Campos e mandamos mixar e masterizar no estúdio AVWORKS em São Paulo com o Di Lallo (ex-ANDRALLS). E para nós foi uma enorme honra ter nosso primeiro lançamento integrando à coletânea Doomed Serenades, ao lado de grandes bandas do cenário Doom Metal nacional. Essa coletânea realmente foi um marco para a cena no Brasil e com certeza nos abriu grandes portas.

HellYeah! Prod.: Como se deu o convite para fazer parte do quadro de bandas da União Doom e concomitantemente, para participar da coletânea?

Emerson: O convite foi feito logo depois da União Doom ter sido idealizada pela Ellen Maris(Sunset Metal Press e vocal da APOCALYPTICHAOS), em parceria com várias outras bandas do estilo no Brasil. Recebemos o convite para ingressar na União Doom e participar da coletânia Doomed Serenades. Para nós foi uma imensa honra.

HellYeah! Prod.: Como vocês veem a iniciativa da União Doom? Acreditam que é realmente possível alterar a percepção e o conceito que o público nacional tem sobre o Doom Metal e romper com tantos estigmas erroneamente vinculados à vertente?

Emerson: A iniciativa da União Doom realmente foi algo pioneiro no Brasil. Nunca houve um determinado grupo que assim se uniu para juntos crescerem e divulgar algo no meio do metal. Essa concepção aos poucos tem mudado no Brasil, mas ainda encontramos enormes barreiras para divulgarmos nosso trabalho. Uma das principais, é de conseguir shows para as bandas. No Brasil, devido ao seu tamanho, é muito difícil estruturar uma tour por todo o país, os custos são caros e muitas vezes os produtores não querem pagar nem o transporte as bandas. A União Doom tem organizado alguns eventos com bandas do estilo em algumas regiões do país (inclusive eu mesmo organizei um aqui em São José dos Campos), lançado a coletânea que foi um marco e divulgado para todo o país sobre as bandas as quais integram, para mudar a concepção de muita gente e acabar com essa repulsa ao estilo Doom Metal. Acho que aos poucos vamos conseguindo nosso espaço e respeito entre os bangers brasileiros, mas para nós ainda está sendo mais fácil divulgar o trabalho no exterior do que em nosso próprio país, infelizmente.

Imagem
HellYeah! Prod.: O mais recente lançamento da banda foi um split/cdr em conjunto com a banda LUGUBRES, também de São Paulo. Como teve inicio esta parceria e quais as impressões sobre este novo material? Existem planos para shows conjuntos das duas bandas?

Emerson: Essa parceria surgiu com o contato do Róbson(vocais/guitarras) da LUGUBRES, que estava querendo lançar o material da banda dele mas que devido aos enormes custos para a gravação e elaboração do cd, decidiu procurar alguma banda que se interessasse em dividir um split com eles. Achamos ótima a ideia, já que tínhamos mais músicas prontas mas que não estavam gravadas. Gravamos, mixamos e masterizamos mais 2 músicas (Tears e My Death) no estúdio AudioLab em Taubaté com os produtores Luiz Amadeus (ex-ATTOMICA, TORMENTOR BESTIAL) e seu filho, Niko Teixeira (HEAD KRUSHER, EU CONTRA O EGO) e o material tem sido bem recebido por toda a crítica! Realmente estamos muito felizes com a receptividade do público com esse split. Temos planos para alguns shows conjuntos para o ano que vem, mas no momento, nós da LES MÉMOIRES FALL estamos focados no lançamento do nosso novo material.

HellYeah! Prod.: Todas as faixas já lançadas pela banda estão disponíveis na internet. Que importância vocês atribuem à internet e consequentemente, às redes sociais para a divulgação do trabalho da LES MÉMOIRES FALL?

Emerson: Hoje em dia, a internet é uma ferramenta extremamente importante para as bandas divulgarem suas músicas, shows e atividades. E também pela internet, é um meio muito legal para se conhecer e trocar ideia com os fãs. Acho que para uma banda underground que almeja crescer, a internet é um dos melhores meios para a divulgação.

HellYeah! Prod.: Como proposta musical, como podemos definir a LES MÉMOIRES FALL? Qual a intenção da banda em suas músicas? Existe alguma ideologia por trás do seu processo criativo?

R: A LES MÉMOIRES FALL procura através de suas músicas, colocar o ouvinte em uma profunda reflexão sobre o seu eu interior. Os seus medos, anseios, desilusões e até sobre temas como depressão, suicídio e substâncias ilegais. É uma viagem interna por todos os erros cometidos pela humanidade. Procuramos mostrar o quanto vivemos em um mundo a cada dia mais atormentado e turbulento.

HellYeah! Prod.: Fale um pouco sobre a cena de sua cidade. Como vocês avaliam o cenário nacional atualmente e quais suas perspectivas para o futuro?

Emerson: A cena aqui em São José dos Campos e região é muito próspera no que se diz a bandas de metal! Existem grandes bandas no cenário Death/Thrash metal, oosso citar algumas como ATTOMICA, MORFOLK, CHAOS SYNOPSIS, TORMENTOR BESTIAL, ANCESTRAL MALEDICTION, THIS GRACE FOUND entre tantas outras. Mas no cenário Doom Metal, creio que em atividade, somos a única banda do Vale do Paraíba. Também temos uma ótima casa de shows, a Hocus Pocus, que sempre abre espaço para as bandas mostrarem seu som e também já abrigou show de bandas do porte de NAPALM DEATH, INFERIA, MASTER, TORTURE SQUAD, NERVOCHAOS entre tantas outras bandas. O cenário nacional hoje em dia está sendo bem promissor. Grandes bandas surgindo, outras antigas voltando e as que estão já consolidadas, em sua melhor forma. Em termos de bandas não devemos em nada para as gringas. Só falta o brasileiro valorizar mais as bandas daqui e apoiá-las, indo nos shows e comprando o material de sua banda preferida e também mais espaço e produtores sérios para que novos eventos surjam. Creio que aos poucos vamos chegar lá. E também o que falta é as bandas se valorizarem e exigir um tratamento digno e de respeito por parte dos produtores, pois o que temos visto ultimamente é realmente lamentável.

HellYeah! Prod.: A banda encontra-se em fase de pré-produção para mais um lançamento. O que pode ser adiantado sobre este futuro trabalho? Existe alguma previsão para o seu lançamento?

Emerson: Estamos trabalhando para lançar o primeiro cd full da banda. Será um trabalho seguindo a linha das 3 primeiras composições que foram bastante aclamadas, mas incorporando alguns novos elementos que até então não havíamos utilizado. A princípio, serão oito novas composições e a previsão é de que saia até o meio do ano que vem. Estamos ainda buscando algum selo que se interesse em lançar o nosso trabalho. Se algum selo se interessar em nosso trabalho e quiser conversar com a gente, por favor, nos envie um e-mail para [email protected]

HellYeah! Prod.: Estamos chegando ao fim desta entrevista. Agradecemos mais uma vez pela disponibilidade da banda e deixamos o espaço livre para suas considerações finais.

Emerson: Agradecemos imensamente a HellYeah! pelo espaço cedido para a entrevista e também quero agradecer a todos que tem apoiado e curtido nosso som. A todos que me adicionam no facebook ou no face da banda para trocar ideias e também um agradecimento especial aos nossos produtores e amigos Luiz Amadeus e Niko Teixeira do estúdio AudioLab, que novamente vão produzir, gravar, mixar e masterizar nosso trabalho e ao Robson da banda LUGUBRES pela parceria. Dizer que em breve estaremos caindo na estrada e tocando para os nossos fãs. Quem quiser conhecer o nosso som e trocar uma ideia com a gente é só acessar um dos links. Abraços a todo mundo e stay doomed!

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Entrevistas
Todas as matérias sobre "Les memoires Fall"

Les Memoires Fall: lançado no Brasil o primeiro álbum do grupo
Les Memoires Fall: disponibilizada arte da capa do debut álbum
Les Mémoires Fall: finalizando seu debut oficial
Les Mémoires Fall: track list de 'Endless Dark of Sorrow'
Les Mémoires Fall: revelando título de seu debut álbum
Les Mémoires Fall: no estúdio gravando primeiro álbum
Les Mèmoires Fall: entrevista para Quality Music Web Radio
Les Mémoires Fall: entrevista com Emerson Mördien
Lugubres e Les Mémoires Fall: divulgada a capa de Split CD
Lugubres: banda anuncia entrada de baterista
Les Mémoires Fall: lançamento de Split CD com o Lugubres
Lugubres: lançamento de Split CD com Les Mémoires Fall
Les Mémoires Fall: banda disponibiliza sons para audição

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Erik Castro

Erik Castro, 23 anos, residente em Fortaleza - CE, é professor de Artes Visuais e trabalha paralelamente com design, modelismo e ilustração. Apaixonado por Rock e Heavy Metal, está inserido na cena underground cearense desde 2007 com projetos de direcionamentos variados. Academicamente pesquisa sobre estética, imaginário social e práticas urbanas. Musicalmente, tem maior afeição por Metal Extremo, com ênfase no Doom, Death e Black Metal.

Mais matérias de Erik Castro no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas