Division Hell: entrevista ao blog Som Extremo

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Division Hell: entrevista ao blog Som Extremo

Postado por Christiano K.O.D.A. | Fonte: Som Extremo

  | Comentários:

Para essa aqui, o sucesso é inevitável. Mesmo com pouco tempo de vida, a Division Hell já entrou para a história do underground nacional. Formada por verdadeiros mestres na arte de fazer um Death Metal furioso e belíssimo, o quarteto, formado por Ubour (vocal/guitarra), Eduardo Oliver (bateria), Gino Gaier (baixo) e Renato Rieche (guitarra solo), lançou em 2011 a demo “Apokaliptika” (ler resenha em http://somextremo.blogspot.com/2011/12/division-hell-apokaliptka-promo-cd.html), considerada pela mídia especializada um dos melhores EPs lançados no ano passado. O blog Som Extremo (http://somextremo.blogspot.com) entrevistou Ubour, um cara inteligente e com os pés no chão. Ele contou um pouco da história da banda e sobre o recente trabalho, entre outros assuntos. E então, vamos todos para a divisão inferno?

Imagem

Som Extremo: Vocês já são relativamente conhecidos na cena, mas é sempre bom relembrar da sua trajetória, mesmo que curta (sei que vocês faziam parte de grandes bandas, e, portanto, fiquem à vontade para falar delas). Por favor, faça um breve histórico da banda.

Ubour: Cara, estou nesse meio desde 1994, quando montei minha primeira banda, a Hate. Em 2001, o Renato entrou e mudamos o nome para Legion of Hate. Gravamos dois CDs, fizemos muitos shows e em 2008, encerramos as atividades do grupo. Aí, fui fazer minhas paradas e o Renato as dele. Em 2009, comecei a fazer um som despretensioso com o Eduardo Oliver e o Gino Gaier, mas a coisa tomou um rumo mais profissa, e resolvemos montar uma banda de verdade. Chamamos o Renato, ele topou mais essa empreitada e hoje, estamos aí com a Division Hell!

Som Extremo: Vocês estrearam de maneira fenomenal com “Apokaliptika”, recebendo inúmeros elogios da crítica especializada e dos fãs. Como pode resumir seus sentimentos pelo trabalho? Como o descreve para quem ainda não o ouviu?

Ubour: Procuramos fazer da maneira mais profissional possível tudo o que envolve a Division Hell. Cometemos muitos erros no passado e aprendemos com eles. Não queremos repeti-los com a banda. Demos nosso sangue, grana e tempo para gravar e lançar o EP. Temos um enorme carinho por ele. São três músicas que definem bem o som da banda: pesado, agressivo e empolgante!

Imagem

Som Extremo: E a arte gráfica é excepcional. Como foi a concepção da capa?

Ubour: Quem fez a concepção foi a Inblood Design, baseada na letra da música “ApokaliptikA”. Os caras já fizeram trampos com o Legion of Hate e são bons no que fazem. Na verdade eles fizeram nosso MySpace antes da capa, com a mesma temática, e resolvemos “linkar” tudo. Realmente ficou foda!

Som Extremo: Muito antes do lançamento oficial de “Apokaliptika”, vocês chegaram a disponibilizar duas das três músicas do EP na internet. Por que essa estratégia?

Ubour: Quando gravamos “Flesh Blood Desire”, não sabíamos se iríamos lançar um EP ou coisa parecida, de modo que resolvemos colocá-la no nosso primeiro canal digital, o Palco MP3. Gravamos “ApokaliptikA” e fizemos a mesma coisa. Assim começaríamos a mostrar a cara para o público. Gravamos “Pray & Cry” com intuito de só lançá-la em um CD, mas aí, nós a estreamos em nosso MySpace, que também era novo. Mas queríamos muito lançar algo físico, para completar um ciclo, e foi isso que acabou rolando.

Som Extremo: Corrija-me se eu estiver errado, mas o grupo começou a se apresentar ao vivo bem depois de sua formação (e da disponibilização das duas faixas). Por quê? Houve muita dificuldade para se montar o time perfeito?

Ubour: Não, cara, pois a formação da Division é a mesma desde o começo. À medida que compúnhamos uma música, nós a gravávamos. Por isso demoramos um pouco mais que o normal para compor novas músicas. E para fazer um show legal, tínhamos que ter no mínimo umas cinco composições. Quando elas estavam afiadas, começamos a marcar alguns shows.

Imagem

Som Extremo: A música de vocês apresenta muita brutalidade e técnica, mostrando que vocês não são “apenas mais uma” banda de Death Metal. Como manter essa identidade firme?

Ubour: Cara, as músicas estão rolando naturalmente, não nos prendemos a rótulos. Minha formação musical é cravada no Death Metal, é o estilo que adoro tocar e compor. Mas gosto de bandas como Danzig, Pantera, Sepultura, Metallica, e deixei essas bandas influenciarem nas músicas da Division. E também, na hora de compor, o Eduardo coloca suas influências na batera, e rola uma mistura, que acaba no som da Division Hell!

Som Extremo: Já tem muita gente reclamando (e sou um deles) que a Division Hell tem que lançar o full length o mais urgente possível. E aí, quando sai o ‘debut’ (risos)?

Ubour: Porra, cara, essa é a nossa correria de 2012! Devemos entrar em estúdio em abril e esperamos estar com dez ou doze músicas gravadas até o final do ano. Aí começa uma nova correria para lançar a bolacha... Tudo isso demanda tempo e grana, que é o que impede a maioria das bandas undergrounds de dar passos mais adiantados!

Imagem

Som Extremo: Atualmente o Brasil tem fervilhado de ótimas bandas extremas. Vocês acham que o underground está ficando menos underground com esse crescimento?

Ubour: Acho que não cara. Acho que isso fortalece o underground. Tem muitas bandas fodas mesmo, mas a maioria continua no underground. Claro que a qualidade dessas bandas chama a atenção e algumas ficam mais conhecidas. Mas acho que isso é benéfico e na verdade, nenhuma banda gostaria de ficar no underground para sempre!

Som Extremo: Muita gente compara seu timbre vocal ao do Gorefest. Isso o incomoda? Como lida com isso?

Ubour: Incomoda? Caralho, é uma honra! Tenho quase todos os álbuns originais do Gorefest! Gosto pra carvalho! Claro que procuro ter o meu timbre, o meu estilo. Se você comparar meu vocal de hoje ao de 1999, mais ou menos, verá que evoluiu bastante, eu acho! (risos)

Imagem

Som Extremo: O blog Som Extremo agradece a entrevista, Ubour. Fique à vontade para as declarações finais.

Ubour: Nós é que agradecemos a força que o blog Som Extremo tem dado ao Division Hell. É sempre um prazer falar com vocês! Peço um tempinho dos leitores para que conheçam o trabalho da banda, acessem nossos canais sociais, escutem as músicas, compareçam aos shows! É tudo feito com muita paixão e respeito, e queremos compartilhar com vocês! Grande abraço e obrigado! Stay brutal!

http://www.myspace.com/divisionhellbrasil
http://www.facebook.com/pages/Division-Hell/121791321228871?...
http://www.twitter.com/divisionhellbrasil
http://palcomp3.com/division_hell/

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Entrevistas
Todas as matérias sobre "Division Hell"

Division Hell: novos vídeos do grupo estão no ar
Division Hell: entrevista ao blog Som Extremo
Division Hell: Apokaliptika esbanja categoria e competência
Division Hell: Impressionante o vigor que emana das faixas
Dead Shall Rise: reunindo cinco bandas extremas em Curitiba
Division Hell: entrevista em vídeo ao site Cwblive
Division Hell: confirma presença no Dead Shall Rise V
Division Hell: Acima do que costumamos ouvir em debuts
Division Hell: Adquirir esse promo CD é uma obrigação
Division Hell: Death Metal com flerte enorme com o Thrash
Division Hell: confira a arte da capa de "ApokaliptikA"
Division Hell: anunciado título de Promo CD do grupo
Division Hell: banda prepara lançamento de EP
Division Hell
Division Hell: Grau de profissionalismo que assusta

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas