Em 05/12/2011 | Dark Funeral: música e ideologia caminhando lado a lado

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Dark Funeral: música e ideologia caminhando lado a lado


  | Comentários:

O Dark Funeral é uma das bandas de maior sucesso do Metal sueco e uma das mais famosas no Black Metal mundial. A banda fará uma extensa turnê pelo Brasil no mês de dezembro com 8 shows pelo país. Com cinco CDs de estúdio, incluindo verdadeiros clássicos para o gênero como Vobiscum Satanas, Diabolis Interium e Attera Totus Sanctus, o Dark Funeral conseguiu se tornar um ícone para os fãs de Black Metal. Atualmente a banda passa por uma renovação, pois, integrantes a deixaram e os seus postos já foram ocupados por novos membros.

Falando sobre essa renovação, sobre os shows no Brasil e até mesmo sobre problemas com o cristianismo, o guitarrista e líder/fundador do Dark Funeral, Lord Ahriman, respondeu a esta entrevista para o Blog Renatown!

Entrevista e tradução: Renato Batista e Leandro Nunes.

Blog Renatown - Primeiramente, eu gostaria de agradecer pela entrevista. O título desta turnê nos remete a grande turnê realizada em 1997-1998. Com base no título desta turnê, podemos considerar a possibilidade de um set-list cheio de músicas dos primeiros trabalhos da banda ou preferem enfatizar o novo álbum?

Lord Ahriman - Nós preparamos um set-list matador. Possui músicas tiradas de todos os nossos trabalhos. Do nosso disco de estreia (Dark Funeral, 1994) à nossa mais recente obra-prima: "Angelus Exuro pro Eternus".

Blog Renatown - Falando sobre este set. Qual CD será o foco dos shows?

Lord Ahriman - Nós temos tentado dar o melhor de nós mesmos para selecionar uma boa combinação de músicas tiradas de todos os nossos discos. E eu tenho certeza que irá satisfazer o desejo de muitos demônios que estão nos aguardando para subirmos no palco.

Blog Renatown - O Dark Funeral deixou a Regain Records. Qual foi a razão para sair e quais são os planos para o futuro da banda nestas questões?

Lord Ahriman - Na verdade, não há muito o que dizer sobre isso. O tempo passou e nós não vimos futuro algum em continuar trabalhando com eles. Neste momento nós não assinamos ainda com uma gravadora nova, mas há negociações ocorrendo atualmente. E até que tenhamos assinado um novo acordo, estamos abertos a todas e quaisquer ofertas que venham em nosso caminho.

Blog Renatown - A banda sofreu com a saída de alguns membros. Como você lidou com as notícias de que a banda estava perdendo integrantes?

Lord Ahriman - Com toda honestidade, eu realmente podia ver isso acontecendo. Então, quando os caras finalmente trouxeram a notícia, ela não veio como uma surpresa para mim ou para o resto da banda. As vezes a vida das pessoas tomam um rumo novo ou inesperado e você simplesmente tem que aceitar isso. Eu não sou um dos que olham para trás, mas sim para a frente e tento superar qualquer situação que ocorrer. E enquanto eu tiver a minha alma ligada à banda, vou continuar tremulando a bandeira do Black Metal Sueco. Enquanto o meu espírito negro estiver queimando por dentro, e não importa quem fica ou sai da banda, continuarei com a cruzada do Dark Funeral.

Imagem

Blog Renatown - A banda está com novos integrantes. Você já está escrevendo material novo para registrar esta nova etapa da banda? Os novos membros já fazem parte do processo criativo do Dark Funeral?

Lord Ahriman - Agora focamos totalmente para sermos (e mantermos) uma formação absolutamente matadora. Tanto fisicamente quanto no que diz respeito à performance ao vivo nesta intensa turnê que temos à nossa frente. No entanto, novas composições estão sempre espreitando as nossas cabeças. Então, vamos ver quando nós teremos tempo e espírito adequado para retomar o processo criativo.

Blog Renatown - Nos shows, o público recebeu bem os novos membros?

Lord Ahriman - Sim! Até agora fizemos dois shows com os novos membros e a resposta foi fenomenal! Não tenho dúvidas de que a nova formação do Dark Funeral provará ser a mais forte e mais perversa do que nunca. Claro, sempre haverá aqueles que irão ter saudades de E.M. Caligula, muito justo. No entanto, eu estou absolutamente certo de que, quando Nachtgarm tiver a chance e o momento para provar o seu valor, ele vai acertar vocês em cheio!

Blog Renatown - Na sua opinião, quais são as diferenças ou semelhanças entre Nachtgarm e Emperor Magus Caligula na musicalidade do Dark Funeral?

Lord Ahriman - Eles têm suas próprias singularidades em seus estilos peculiares e únicos. O que nos fez escolher Nachtgarm entre milhares de candidatos foi que, além de nos impressionar completamente com a força do seu vocal e seu amplo registro, o que realmente nos surpreendeu foi a sua presença, energia, e incrível espírito. Quando ele entra em ação ele simplesmente põe todo o lugar nas chamas do inferno!

Blog Renatown - Você já falou sobre as dificuldades para encontrar integrantes para preencher lugares na banda. Mas agora o Dark Funeral está completo novamente. Para os novos membros entrarem na banda, além das habilidades musicais, as posições filosóficas relacionadas com o satanismo também foram solicitadas ou apenas as habilidades artísticas são suficientes e veem em primeiro lugar acima de tudo?

Lord Ahriman - Há tantas coisas que você tem que levar em consideração ao escolher novos membros para uma banda tão consagrada como Dark Funeral. Não é tão fácil como apenas olhar para seu lado artístico, musical ou filosófico. É muito mais profundo do que isso. Entretanto, os novos membros estão assimilando muito bem. Depois de alguns meses de ensaios rigorosos, parece que estamos mais fortes e tocando melhor do que antes. E pela primeira vez em anos, eu sinto que cada membro do Dark Funeral está compartilhando um compromisso extremamente forte, em absoluta dedicação, assim como o total profissionalismo.

Blog Renatown - Em uma recente entrevista você disse que a Polônia é um lugar com "culto católico rigoroso feito por retardados". com base na sua experiência pessoal, diga-me outro lugar onde não só o Dark Funeral, mas todas as bandas de Black Metal são mais propensas a sofrer represálias destes fanáticos da crença cristã.

Lord Ahriman - Bem, até agora e pelo que sei, o único país que o Dark Funeral, teve problemas causados por fanáticos religiosos foi a Polônia na verdade. Houve um pequeno incidente na Alemanha em meados dos anos 90, mas isso é o suficiente.

Blog Renatown - Todas as polêmicas religiosas relacionadas com o Black Metal poderiam ajudar na propagação do gênero entre os "neófitos" ou esses fatos só trazem mais complicações do que qualquer outro tipo de vantagem? Qual é a sua opinião sobre esta questão?

Lord Ahriman - Às vezes, ser hostilizados e perseguidos por esses imbecis pode ser um dos principais problemas para uma banda e um artista. Mas, em 99,9% das vezes, suas ações são completamente inofensivas e sem sentido. Geralmente resulta em algo completamente oposto as suas intenções. E na maioria das vezes sua estupidez apenas causa um sorriso malévolo no meu rosto.

Blog Renatown - Várias obras do Dark Funeral têm títulos em latim. Essa escolha foi feita apenas para fins de efeitos estéticos da linguagem ou podemos considerar que há outras finalidades ideológicas que são considerados essenciais para a banda?

Lord Ahriman - O uso do latim se encaixa e dá a nossa música uma identidade mais forte, eu acho.

Blog Renatown - Em uma entrevista você disse que as últimas três capas do Dark Funeral estavam interligadas "O 'Diabolis Interium’ mostra um homem nas fases iniciais para se tornar um demônio. 'Attera Totus Sanctus' o mostra em plena transformação. E em 'Angelus Exuro pro Eternus’, conquistou um mundo consumido pelo fogo do inferno". Então, o próximo álbum vai continuar com este tipo de arte? você tem alguma ideia?

Lord Ahriman - Exatamente. Nós já temos algumas ideias, mas neste momento ainda é muito cedo para dizer ou revelar quaisquer detalhes.

Blog Renatown - Eu sei que você tem amizade com os caras do Krisiun. Além deles, você tem outros amigos que fazem parte da cena Metal brasileira? Existe alguma banda daqui que você tem ouvido recentemente?

Lord Ahriman - Conheço algumas bandas brasileiras, mas infelizmente não tenho conversado com a maioria delas há bastante tempo. No entanto, Marcelo Vasco da p2rdesign vem fazendo alguns incríveis modelos de camisetas para nós recentemente, incluindo as camisetas feitas para esta turnê, as quais teremos disponíveis para venda.

Blog Renatown - Hoje em dia vemos que existem ramificações musicais do Black Metal que nunca existiram antes (com bandas que tentam misturar o som do gênero, com teclados e vocais femininos). Estas "mudanças" podem ser consideradas boas para o Black Metal? O que você acha?

Lord Ahriman - Pessoalmente eu sou "old school", mas com uma nova geração de fãs chegando, vejo que a cena em geral precisa de novos elementos e variações para sobreviver.

Imagem

Blog Renatown - Em muitas entrevistas, vi um dualismo na opinião de alguns músicos de Black Metal. Alguns vêem a musicalidade como a característica mais importante do gênero. Outros dão mais ênfase nos aspectos ideológico, em vez de se concentrar na boa produção musical. Qual a sua opinião sobre este assunto?

Lord Ahriman - Eu sempre vi isso como uma prova da baixa auto-estima, fraqueza, e vontade de chamar a atenção dos outros. É tipo: se você não tem capacidade suficiente para tocar, e tem uma alma negra e honesta para escrever e criar um impacto com esse tipo de música, você tem que se proteger gritando o quanto "true" você é, e assim por diante, ou esconder suas péssimas habilidades por trás de uma produção de merda. Claro, há sempre aquelas bandas que não podem pagar, ou ter a possibilidade de gravar seu material com uma boa produção, bastante justo, mas na maioria das vezes é tudo besteira. Para mim, a música e os aspectos ideológicos caminham lado a lado. Isso vem como um “pacote”, ou não vale muito a pena para mim.

Blog Renatown - Em dezembro, muitas cidades que o Dark Funeral nunca visitou vão ver a banda tocar, incluindo Recife. Deixe uma mensagem para esse público que está ansioso para o show.

Lord Ahriman - Deixe-me indicá-los um vídeo de minhas saudações pessoais a todos os Headbangers da América do Sul e Central.

DARK FUNERAL
Satanic War Tour - The Return
Latin American Tour 2011

06.12 Santa Maria/RS - Ginásio Bate Bola (BR)
07.12 Recife/PE - Burburinho Bar (BR)
08.12 Rio de Janeiro/RJ - Teatro Odisséia (BR)
09.12 Belo Horizonte/MG - Music Hall (BR)
10.12 São Paulo/SP - Carioca Clube (BR)
11.12 Rio Negrinho/SC - Zoombie Ritual Festival (BR)
12.12 Porto Alegre/RS - Bar Opinião (BR)
14.12 Brasília/DF - Churrascaria Floresta (BR)

MORE TOURDATES:
http://bnds.in/ir9miw

TOUR BOOKING:
http://www.dragon-productions.com
http://www.facebook.com/DragonProductionsOfficial

http://www.darkfuneral.se
http://www.facebook.com/darkfuneral
http://www.myspace.com/darkfuneral
http://www.twitter.com/darkfuneral
http://www.diaboliswear.com
http://www.facebook.com/diaboliswear
http://www.myspace.com/diaboliswear

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Entrevistas
Todas as matérias sobre "Dark Funeral"

Dark Funeral: banda sueca em quadro do Arte Extrema
King Fear: Ex-Dark Funeral mais gélido e umbroso que nunca
Dark Funeral: procurando vocalista e relançando primeiros álbuns
Dark Funeral: "The Final Ritual" tocado no piano
Dark Funeral: Lord Ahriman se pronuncia sobre morte de Blackmoon
Dark Funeral: morre o ex-guitarrista David Parland
Dark Funeral: retorno provisório de antigo vocalista
Dark Funeral: pedindo apoio de fãs ao Sea Shepherd
Dark Funeral: filmagem profissional de show no Wacken 2012
Dark Funeral: banda agora faz parte da Century Media
Dark Funeral: adiando Turnê Norte-Americana
Dark Funeral: Passagem polêmica pelo Brasil
Dark Funeral: fotos no Lokaos Rock Show
Dark Funeral: videos da apresentação em São Paulo
Dark Funeral: galeria de fotos do show de SP no Coredump

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Renato Batista

Nascido em Recife, Descobriu a paixão pela música quando adolescente. Sua preferência é desde o Rock n' Roll até Heavy Metal com suas vertentes. Uniu duas paixões e fez o Blog RenaToWN que é uma batalha pelo Underground do metal nordestino, Com entrevistas, matérias de shows, resenhas o blog é visitado por todo Nordeste.

Mais matérias de Renato Batista no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas