Motorhead: "só se pode estar num único cômodo por vez"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Karina Detrigiachi, Fonte: Riverfront Times, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Imagem
Lemmy Kilmister, do MOTÖRHEAD, concedeu uma entrevista onde falou entre outras coisas, sobre o ponto máximo e o ponto mais baixo da banda.
Saxon: Novo álbum em 2018 e homenagem a LemmySlipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado

Como será o novo álbum do MOTÖRHEAD?

Lemmy: "Não sei. Sempre decidimos isso no estúdio".

Vocês estão livres para trabalhar em uma nova gravadora? Ou o MOTÖRHEAD está preso à falida SPV?

Lemmy: "A SPV está realmente indo à falência. Eu não sei. Talvez façamos algo pela internet. Eu não sei. Mas material novo será lançado, não se preocupe".

A falência da SPV está afetando os negócios da banda?

Lemmy: "[Solta uma gargalhada] Não. Já fomos pagos".

Eu li em um artigo que você mora em um pequeno apartamento em Los Angeles.

Lemmy: "Sim, um apartamento de dois cômodos".

Por que um lugar tão pequeno? Pois suponho que você pode pagar por algo melhor.

Lemmy: "É próximo do Rainbow [Sunset Strip, lendário club de rock], e é um aluguel controlado. Moro lá desde 1990, por isso é muito barato... Estou procurando um lugar um pouco maior do que eu tenho agora, mas não como um palácio. Não quero uma casa grande - você só pode estar em um cômodo de cada vez".

Você permanecerá nos EUA ou pretende se aposentar na Inglaterra?

Lemmy: "Ficarei na América. Lá há mais liberdade para agir".

Você vai sempre para a Inglaterra?

Lemmy: "Vou somente quando excursiono por lá. Fui pra lá no verão e fiquei por duas semanas. A atitude é muito mais otimista (na América) sabia? Na Inglaterra a principal emoção é o ressentimento. Eles ainda estão tentando superar a perda da Índia".

Qual o álbum mais vendido da banda? O "Ace of Spades" ainda vende?

Lemmy: "Tivemos nossos melhores honorários quando o METALLICA gravou algumas de nossa músicas em um álbum deles".

Qual você considera como o ponto baixo da banda?

Lemmy: "Provavelmente a era Brian Robertson [1983, quando o guitarrista da formação original do THIN LIZZY se juntou à banda]. Pelas coisas que ele fez — você pode destruir famílias inteiras — e ele fez tudo isso sozinho".

E qual foi o ponto alto?

Lemmy: "Estamos em um deles, com certeza. Obviamente, o álbum 'Hammersmith' ter atingido direto a primeira posição foi o ponto alto da banda, com certeza. Esta banda simplesmente fez três das melhores músicas que alguém já fez, entendeu?"

Você consegue se ver na banda por mais quantos anos?

Lemmy: "Eu não sei. Por quanto tempo mais você consegue se ver falando ao telefone e escrevendo? Você não sabe, entende? Você ainda não pode dizer. Tenho certeza de que um dia tudo ficará muito claro".

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Motörhead
Pela 1ª vez, Mikkey Dee visita estátua de Lemmy

Saxon: Novo álbum em 2018 e homenagem a LemmyBlend Guitar: em vídeo, as dez maiores bandas de Heavy MetalRock e Metal: em vídeo, as 10 despedidas mais épicas da históriaTodas as matérias e notícias sobre "Motorhead"

Lemmy Kilmister
Os maiores covers da lenda segundo a Metal Injection

Lemmy Kilmister
O encontro inusitado com Max Cavalera em Londres

Motörhead
Existe alguém que pareça mais malvado que Lemmy?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Motorhead"

Slipknot
Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado

Angra
Carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saída da banda

Deep Purple
Blackmore removido de camisetas do Machine Head

Slipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantadoAngra: carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saídaBlackmore é removido de camiseta do PurpleJudas Priest: KK Downing fala sobre os motivos da saídaFoo Fighters: os álbuns da banda, do pior para o melhorAngra: Bittencourt lamenta que Andre Matos tenha recusado convite

Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online