Baixistas: membro mais importante das bandas, segundo cientistas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Willba Dissidente, Fonte: Exploerer's Sound
Enviar correções  |  Comentários  | 

Chega lograr os louros aos guitarristas e vocalistas! Se nos anos 1960 tivemos Stu Cook do CREEDENCE CLEARWATER REVIVAL e John Entwistle do THE WHO, entre tantos outros, seguidos na década seguinte por Pete Way do UFO, PHIL LYNOTT do THIN LIZZY e outras seminais grupos cujo baixista era destaque, tal panorama mudou desde os anos oitenta. A enfase na guitarra se tornou uma obsessão e já há até estilos de Metal Extremo que não possuem baixistas. "Pra que baixista, se não se ouve o que ele toca", diz uma triste piada que por mais de trinta anos difama o músico das quatro cordas.

Steven Tyler: vocalista admite que já queimou a roscaGuns N' Roses: Axl na Argentina, belo motivo pra ficar puto

Luiz Domingues do A CHAVE DO SOL. Foto: divulgação.

Tal panorama contudo, pode estar para ser enterrado no passado. O site Explorer's Sound – Explorando a música (explorersound.wordpress.com/), publicou os resultados de um estudo da Universidade de McMaster de Hamilton, no Canadá. Tal importante parecer científico indica que "o cérebro é melhor ajeitado para estabelecer uma sensação de ritmo quando ela ocorre em tons mais baixos", legando aos instrumentos mais agudos tão somente adornar a música.

Geedy Lee do RUSH. Foto: Wikipedia.

"Laurel Trainor, autor do estudo, colocou os participantes ligados a um monitor EEG para acompanhar a atividade do cérebro enquanto eles ouviam duas notas de piano simultâneas; uma mais alta e outra mais baixa", explica o site. "Depois tocavam as frações da nota com um segundo de adiantamento. Os participantes reconheciam melhor esses erros se eles ocorriam nas notas mais baixas. O mesmo estudo também descobriu que se pedido para o pessoal acompanhar as batidas das notas com o dedo, quando as notas baixas começavam a chegar antes, o pessoal conseguia ajustar a batida mais rápido do que nas notas mais altas", demonstraram os pesquisadores.

Vitaly Dubinin do ARIA. Foto: divulgação.

Colocando em boas palavras: não existe melodia identificável pelo cérebro sem o som do contra-baixo. Tal conclusão não é lá novidade, pois o Explorer's Sound indica que o livro "History of the Science and Art of Music", escrito Robert Challoner em 1880 (!), já indicava o protagonismo dos baixistas quando se trata de estabelecer harmonia e melodia.

Leo Lyons do TEN YEARS AFTER. Foto: divulgação.

Willba Dissidente agradece a Mauro Grillo Gentil Mineiro e Inádia.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 27 de junho de 2015
Post de 19 de julho de 2015

Todas as matérias da seção Curiosidades

Steven Tyler
Vocalista admite em livro que já queimou a rosca

Guns N' Roses
Axl Rose flagrado em crise de fúria na Argentina?

Red Hot Chili Peppers
As melhores músicas segundo o Loudwire

Gibson: Top 10 de baixistas que também lidam com vocaisGuitarra: os melhores solos da história segundo a Guitar WorldRoqueiros conservadores: a direita do rock na revista VejaBrian May: "Nunca haverá banda como Aerosmith"Slipknot: "mash-up com Justin Bieber ficou foda", diz CoreyJimi Hendrix: O boato do assassinato pelo empresário inglês

Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online