Steven Tyler: country comercial sem ser vulgar

Resenha - We're All Somebody from Somewhere - Steven Tyler

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Victor de Andrade Lopes
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 6

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Aos poucos, o lendário vocalista do Aerosmith, Steven Tyler, foi revelando ao mundo sua intenção de lançar um trabalho country. Não se trata de uma aventura total, uma vez que sua banda sempre bebeu do gênero, mas bastou para causar curiosidade, para o bem e para o mal.

Alta Fidelidade: Aerosmith ou Stones... Quem é melhor ao vivo?W. Axl Rose: surge foto rara dos "anos perdidos" do vocalista

Imagem

A resposta para todo o hype é We're All Somebody from Somewhere, que reúne quase uma hora de música country moderna e comercial - e digo isso sem a intenção de aplicar os termos de forma pejorativa. Porque, convenhamos, nem tudo que é feito para o rádio é necessariamente ruim.

E as 15 faixas do álbum provam isso. Variam bastante, mesmo que sem perder o estilo de vista. Temos baladinhas leves e sonolentas como "It Ain't Easy", "Gypsy Girl" e "What Am I Doin' Right?", mas felizmente elas não ditam a tônica do álbum. O clima dele é determinado pelos momentos mais empolgantes, como a forte "Love Is Your Name", divulgada já no ano passado; a autoafirmativa e alegrinha "I Make My Own Sunshine"; e a bela "Only Heaven".

"Somebody New", agraciada com um indispensável banjo; e "The Good, the Bad, the Ugly and Me" estão entre as mais verdadeiramente country. A primeira resgata a delicada instrumentação do gênero, com dedilhadas precisa nas cordas. Já a segunda chama a atenção por sua área rítmica, lembrando os quase-vizinhos do Bon Jovi.

Os "patinhos feios" (de novo, sem intenções pejorativas) ficam por conta da abertura "My Own Worst Enemy", que começa com um violão à la Zé Ramalho (falo sério), mas vai ganhando corpo e fica mais forte até o final; e a exótica "Hold On (Won't Let Go)", que destoa de suas companheiras tanto quanto a regravação que abordarei a seguir.

Os mais incautos poderiam dizer que Steven estragou o hit aerosmithiano "Janie's Got a Gun". Mas se considerarmos que a faixa foi coescrita por ele e que a letra lida com um tema espinhoso (uma garota que baleia o próprio pai após sofrer abusos sexuais), deduz-se que ele faz o que quer com a faixa e ainda que deu uma atmosfera mais apropriada para a personagem, ainda que esta adaptação chegue com quase 30 anos de atraso.

O country prometido por Steven Tyler pode não ter sido algo mais clássico e clichê, mas o apelo comercial e o abuso de elementos pop não chegam a estragar a experiência. Até a tornam mais acessível. Na verdade, o country sempre teve tudo para ser misturado com o pop, de modo a honrar tanto o passado quanto o presente da música típica estadunidense.

Uma estreia firme e madura deste grande vocalista. Se você não comprar o disco achando que o sexagenário era a encarnação adormecida do Johnny Cash, terá uma boa experiência.

Abaixo, o vídeo do single "Love Is Your Name":

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Track-list:
1. "My Own Worst Enemy"
2. "We're All Somebody from Somewhere"
3. "Hold On (Won't Let Go)"
4. "It Ain't Easy"
5. "Love Is Your Name"
6. "I Make My Own Sushine"
7. "Gypsy Girl"
8. "Somebody New"
9. "Only Heaven"
10. "The Good, rhe Bad, rhe Ugly & Me"
11. "Red, White and You"
12. "Sweet Louisiana"
13. "What Am I Doin' Right?"
14. "Janie's Got a Gun"
15. "Piece of My Heart"

Fonte: Sinfonia de Ideias
http://bit.ly/WASFS

Comente: Você gostou das músicas country do vocalista do Aerosmith?

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de We're All Somebody from Somewhere - Steven Tyler

Steven Tyler: Menos country e mais agradável do que se pensa

Aerosmith
Os álbuns da banda, do pior para o melhor

Alta Fidelidade: Aerosmith ou Stones... Quem é melhor ao vivo?Todas as matérias e notícias sobre "Aerosmith"

Steven Tyler
Problemas do mundo se resumem à falta de sexo

Aerosmith
Joey Kramer afirma que Axl Rose mantém fãs "reféns"

Aerosmith
"Comparações com Stones costumavam nos chatear!"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 12 de setembro de 2016

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Steven Tyler"Todas as matérias sobre "Aerosmith"

W. Axl Rose
Surge foto rara dos "anos perdidos" do vocalista

Slipknot
Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado

Floor Jansen
"Eu não sou uma puta arrogante"

Phil Anselmo: flagrado pedindo a benção ao PapaSlash: "estive no fundo do poço entre 1996 e 2001"James Hetfield: Lars Ulrich tocava horrivelmente mal, mas era ricoMegadeth: o que "Die Dead" tem em comum com "Always" do Bon Jovi?Queen: Bowie, Mercury e a história de Under PressureNu Metal: dez discos essenciais do gênero

Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 0077507/SP) formado pela PUC-SP e membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil. Paulistano e morador de Carapicuíba (Granja Viana), tem um blog de resenhas musicais e outros assuntos chamado Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cinema, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados. Além de ouvir, também toca piano e teclado, compondo algumas bobagens de vez em quando.

Mais matérias de Victor de Andrade Lopes no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online