Denner / Shermann: Ótima pedida para órfãos do Mercyful Fate

Resenha - Masters of Evil - Denner / Shermann

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collector's Room
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

"Masters of Evil" é um presente para os fãs do Mercyful Fate. O álbum é o primeiro full-length da dupla Hank Shermann e Michael Denner, ambos ex-guitarristas da lendária banda dinamarquesa. A parceria entre os dois músicos foi responsável pela criação de uma das marcas registradas do Mercyful Fate: as melodias de guitarra contagiantes, sempre presentes nas canções e que contrastavam com as letras repletas de histórias de terror escritas por King Diamond.

King Diamond: Metallica, satanismo e Brasil em entrevistaIron Maiden: Steve Harris odiava os Punks

Imagem

Devo dizer que nunca fui muito fã do MF. Reconheço com sobras a influência dos caras na história e na evolução do metal, mas nunca consegui digerir os vocais de Diamond, com aqueles agudos que sempre soaram exagerados e desnecessários aos meus ouvidos. Opiniões à parte, este é um aspecto que não se repete em "Masters of Evil" (o CD é o sucessor do EP "Satan’s Tomb", disponibilizado em 2015).

Tendo o norte-americano Sean Peck (ex-Cage) nos vocais (o baixista Marc Grabowski e o baterista Snowy Shaw completam o time), o Denner / Shermann consegue agradar os orfãos de Diamond e também quem nunca foi muito fã dos seus característicos vocais. Peck canta de uma forma mais agressiva, encaixando alguns agudos aqui e ali, como que marcando território e mostrando do que é capaz. Liricamente, escreve letras que não fogem muito da temática habitual de King Diamond, situando as canções no já conhecido terreno das histórias de terror.

Musicalmente, Michael Denner e Hank Shermann entregam a sonoridade em que se tornaram mestres: agressiva e pesada, sempre adornada por melodias que tornam tudo ainda mais macabro e assustador. De maneira geral, "Masters of Evil" é um consistente trabalho de heavy metal tradicional lançado em pleno 2016, o que, convenhamos, não é uma tarefa das mais fáceis de se conseguir.

Com uma formação experiente e com apetite para provar que ainda tem muito o que mostrar, o Denner / Shermann está sendo justamente aclamado pela imprensa especializada (9/10 na RockHard, 5/5 no Skulls ’n Bones e 9/10 no Metalized). Destaque para a faixa de abertura, para a excelente “The Wolf Feeds at Night” (com grande influência da carreira solo de Ozzy nos anos 1980) e para a dobradinha final, com as ótimas “The Baroness” e “Servants of Dagon”.

O disco acabou de sair lá fora (chegou às lojas dia 24 de junho) e também ganhará edição nacional. No Brasil, "Masters of Evil" será disponibilizado pela Abigail Records, nova gravadora especializada em metal que está chegando ao mercado.

Se você é fã de Mercyful Fate e de metal tradicional, "Masters of Evil" irá agradar em cheio seus ouvidos.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

King Diamond
Metallica, satanismo e Brasil em entrevista

Todas as matérias e notícias sobre "Mercyful Fate"

King Diamond
Relato detalhado das gravações para Guitar Hero

Fascínio pelo terror
Cinco bandas que dão medo

Dave Mustaine
Ele não tem mais problemas com King Diamond

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 03 de julho de 2016

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Denner / Shermann"Todas as matérias sobre "Mercyful Fate"

Iron Maiden
Steve Harris odiava os punks

Noisecreep
As 10 guitarras mais icônicas do metal

The Voice Kids
Até Brian May ficou impressionado com brasileiro

Iron Maiden: as aventuras de Adrian Smith como vocalistaMetal Sucks: os melhores álbuns de metal do século 21Metal Hammer: os maiores hits do rock eleitos em votaçãoMetallica: a regressão técnica de Lars UlrichDuff McKagan: "eu cheirei meu peso em cocaína"Planno D: 10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online