Anguere: Insano e agressivo

Resenha - H.C.R.C. - Anguere

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Este é o segundo EP da banda Anguere (se pronuncia Anguerê), trio formado em Rio Claro/SP em 2008 – aliás, “H.C.R.C.” significa Hard Core Rio Claro”. Este trabalho serve como uma prévia do primeiro full-length que sairá em novembro sob o nome de “Choque” junto com um novo clipe da banda.

Fotos de infância: rockstars em constrangedoras fotos de anuárioGuitar World: os 100 piores solos de guitarra da história

Imagem

Apesar da vidente e anunciada conotação Hardcore, a banda apresenta em sua sonoridade algo que vai além. Afinal, o som do grupo é brutal, possui certa dose de ‘groove’ e a única coisa exclusiva do gênero são as letras de protesto e caos típicas do estilo.

A faixa título abre o disco de forma meteórica com uma pegada Grind/Thrash de apenas onze segundos. Isso já mostra toda insanidade e agressividade do grupo. Insanidade retratada nos vocais de Thiago Soares que vomita as letras em português com toda fúria que as linhas pesadas do instrumental impõem.

Corrupção F.D.P. e Campo Minado, ou seja, as outras duas faixas que compõem o EP trazem variações rítmicas, quebradas, ‘groove’ e até ‘blast beats’ com destaque para os riffs caóticos de Campo Minado que transmite uma energia e agressividade absurda. A produção do trabalho é boa com os timbres interessantes e bem escolhidos. Com certeza se o álbum seguir esse caminho é som pesado de qualidade garantido.

https://www.facebook.com/anguere?fref=ts
https://soundcloud.com/anguere

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Anguere"

Fotos de infância
Rockstars em constrangedoras fotos de anuário

Guitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história

Por uma boa causa
Headbanger raspa cabeça após 34 anos

Angra: Público clamou por Chimbinha no show do Rock In RioSlipknot: Corey Taylor redefine o termo "vergonha alheia"Cascavelletes: Uma inadequada "Eu Quis Comer Você" no programa de AngélicaFortuna: quem são os músicos mais ricos do Reino Unido?Megadeth: o insistente uso de "Kill" por Dave MustaineLed Zeppelin: ex-presidente Bill Clinton tentou reunir a banda

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online